CARLOS CÂNDIDO (1955 - )

Paraibano de Juripiranga, o autor é autodidata. Após breve passagem por Brasília, fixou residência no Rio de Janeiro, onde é ativo. De seu contato com as feiras de antiguidades, veio o interesse por experiências com materiais não convencionais, fixando-se numa espécie de "assemblage". Ao apropriar-se de materiais de diversas formas e procedências, realiza intervenções escultóricas, por meio de associações inusitadas de objetos.Um delicado, contundente e, por vezes, também intrigante sopro poético emana dessas obras.