WIM L. VAN DIJK (1915 - 1990)

Pintor, desenhista, escritor e professor, Willem Leendert van Dijk nasceu em Westmass, Holanda e faleceu em Petrópolis, RJ. Estudou arte e teologia na Academia de Belas Artes e Universidade de Leiden, Holanda. Em 1935, ganhou viagem ao exterior, conhecendo a França, Itália e Grécia. Deixou na Catedral de S. Hendrik, em Helsinque - Finlândia, um painel representando 'O Triunfo de Cristo no Norte'. Em Milão recebeu uma Medalha de Ouro (1938). Com a Segunda Guerra Mundial, alistou-se na resistência aos nazistas perdendo as duas pernas na frente de batalha. Nomeado 1º Adido Cultural pela Rainha Guilhermina, viajou para o Brasil, fixando residência no Rio de Janeiro (1947) onde realizou sua primeira exposição individual, na Associação Brasileira de Imprensa, no Rio de Janeiro. Particpou do Salão Paulista de Belas Artes, SP, em 1949 e 1952. Ganhou Medalha de Ouro no Salão dos Artistas Nacionais (1951) e Medalha de Prata no Salão dos Artistas Brasileiros, RJ (1952). Realizou exposições nos Estados Unidos, Alemanha, Holanda, França, Dinamarca, Argentina e Japão. Em 1966, a Harwick Collection (Estados Unidos) adquiriu para o seu acervo a tela 'Jangadeiros em ação'. Em 1968, o governador do estado do Rio de Janeiro, Geremias Fontes, ofereceu ao Presidente Costa e Silva suas obras - 'Rio Piabanha – Petrópolis' e 'Petrópolis em Flor' - à rainha Elisabeth II, em visita oficial ao Brasil. Publicou o livro de poemas 'Convite à Exposição' (1960) e tornou-se membro da Academia Petropolitana de Letras (1971). Em 1948, foi lançada a sua biografia 'L'Homme, Le Peintre, L'Oeuvre', de Carlos Torres Pastorino. ITAU CULTURAL; MEC VOL. 4, PÁG. 444; PONTUAL PÁG. 533; JULIO LOUZADA VOL. 4, PÁG. 1130; www.artprice.com.