Leilão de Março de 2012

6 e 7 de Março de 2012

001 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Frutas - lito. - 34 x 58 - cid - 1978
Desenhista, pintor e gravador. Viveu em São Paulo a partir de 1946, após rápida permanência no Rio de Janeiro (1945). Um dos fundadores da Sociedade Cearense de Artes Plásticas. Participou da I à IV Bienal de São Paulo, premiado na Bienal de Veneza e MAM-RJ, 1951, 1953 e 1957, prêmio de melhor desenhista nacional. Dedicou-se a temas do nordeste (cangaceiros, rendeiras, retirantes), passando depois a retratar peixes, gatos, cabras, galos, flores e frutas do Brasil; sua obra caracteriza-se pelo traço múltiplo e variado. MEC, vol. 3, pág. 78, PONTUAL, págs. 342/343; ARTE NO BRASIL, vol 2, pág. 1051; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 637; LEONOR AMARANTE, pág. 18; Acervo FIEO.

002 - VALMY ROCHA MORAIS - (1961)
Lance Livre - Flores - lito. 35/120 - 70 x 50 - cid
Pintor, gravador e desenhista nascido em Itamarandiba, MG. Assina Valmy R. Morais. Sua carreira começa em 1977, quando produz figurinos para teatro e ilustrações para cartazes e livros. Em 1978, inicia aprendizado de gravador como assistente de impressão na Intart, primeiro ateliê serigráfico do Brasil. Nesse mesmo ano ganhou bolsa de estudo para Desenho e Pintura na Escola Panamericana de Arte, SP. Tem realizado exposições individuais e participado de inúmeras coletivas no Brasil, Japão, Espanha. Foi premiado em 1999 (São Paulo, Araraquara - SP, Resende - RJ) e em 2000 (São Paulo). Possui obras no obras no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. JULIO LOUZADA VOL. 12, PÁG. 280; VOL. 13, PÁG. 230; ITAU CULTURAL; www.auction.fr.

003 - YUJI TAMAKI - (1916 - 1979)
Lance Livre - Igreja - tm - 71 x 81 - cie
Nascido em Fukui, Japão, é um dos mais significativos pintores nipo-brasileiros. Foi também professor. Chegou ao Brasil em 1932. Junto com Takaoka, vai para o Rio de Janeiro, onde estudou com Bruno Lechowsky, congregando o Núcleo Bernardelli. Em São Paulo integra o Seibi-kai, participando do III SPBA e do SNBA em 1937 e 1938, conquistando medalhas de bronze e ouro, respectivamente. Integrou o Grupo do Jacaré e do Guanabara (II, III). Sua obra é marcada pelo mancha cromática, essencialidade do desenho, avizinhando-se do que seria posteriormente a abstração. JULIO LOUZADA vol.8, pág. 820; WALTER ZANINI, pág. 579; ARTE NO BRASIL

004 - VICENTE CARUSO - (1913 - 1988)
Lance Livre - Nu - ost - 60 x 41 - cie
Pintor. No Rio de Janeiro, conquistou diversas premiações nos salões oficiais de que participou, tais como: Salão da Sociedade dos Artistas Brasileiros, em 1968 e Salão Nacional de Belas Artes, em 1970. Em São Paulo, ganhou a Pequena Medalha de Prata, no Salão Paulista de Belas Artes de 1952. JULIO LOUZADA, vol 1, pág 220, Acervo FIEO.

005 - SAMIRA DARWICHE - (1945)
Lance Livre - " Alpínia " - lito. 81/95 - 31 x 41 - cid - 1995
Nasceu em São Paulo. Pintora, gravadora e desenhista ativa em São Paulo. Expôs individualmente pela primeira vez em 1986 e coletivamente em 1984. Participou de exposições internacionais em 1977, 1978, 1986, 1989 e 1994. JULIO LOUZADA, vol.7, pág.204

006 - ROBERTO MORICONI - (1932 - 1993)
Lance Livre - Figuras - dn - 40 x 30 - cid - 1962 - Rio
Pintor e escultor nascido em Perugia, Itália. Veio residir no Rio de Janeiro em 1953, onde, a partir de 1960 cria capas e ilustrações para a Livraria Freitas Bastos. Participou de algumas edições da Bienal de São Paulo, do SNAM e SEAJ. MEC, vol. 3, pág. 202; PONTUAL, pág. 372; JÚLIO LOUZADA, vol. 10, pág. 617; WALTER ZANINI, pág. 770.

007 - TETSURO SAWADA - (1933 - 1998)
Lance Livre - Paisagem - ost - 60 x 73 - cid - 1978
Nascido em Hokkaido, Japão. Graduou-se na Universidade de Arte de Musashino. Viajou pela América do Norte e do Sul de 1966 a 1967 e em 1969 também estudou na França e Espanha. Seus trabalhos foram expostos em Tóquio - Japão, Seattle e São Francisco - EUA e possui obras no Museu Britânico - Inglaterra; Museu de Cleveland e Museu de Arte de Cincinnati - EUA e na Academia de Arte de Honolulu - Havaí. Em 1980 ganhou o prêmio na Bienal de Gravura da Noruega. www.castlefinearts.com/japanese; www.artnet.com.

008 - ROBERTO BURLE MARX - (1909 - 1994)
Lance Livre - Composição - lito. 70/100 - 55 x 74 - cid
Nasceu em São Paulo e faleceu no Rio de Janeiro. Pintor, paisagista, arquiteto, desenhista, pintor, gravador, litógrafo, escultor, tapeceiro, ceramista, designer de jóias, decorador. Durante a infância viveu no Rio de Janeiro. Foi com a família para a Alemanha, em 1928. Em 1929, freqüentou o ateliê de pintura de Degner Klemn. Nos jardins e museus botânicos de Dahlen, em Berlim, entusiasmou-se ao encontrar exemplares da flora brasileira. De volta ao Brasil, fez curso de pintura e arquitetura na Escola Nacional de Belas Artes, RJ (1930 - 1934), onde foi aluno de Leo Putz , Augusto Bracet e Celso Antônio. Seu primeiro projeto paisagístico foi para a arquitetura de Lúcio Costa e Gregori Warchavchik, em 1932. Entre 1934 e 1937, ocupou o cargo de diretor de parques e jardins do Recife, PE, onde passou a residir. Nesse período, foi com freqüência ao Rio de Janeiro e teve aulas com Candido Portinari e com o escritor Mário de Andrade. Em 1937, retornou ao Rio de Janeiro e trabalhou como assistente de Candido Portinari. Foi em 1949, conforme sua paixão por plantas e seu interesse por botânica e jardinagem, que Burle Marx adquiriu um sítio em Barra de Guaratiba, RJ. Com auxílio de botânicos, viajou, coletou, catalogou exemplares de plantas do Brasil e reproduziu em seu sítio a diversidade fitogeográfica brasileira. Em 1985 doou esse sítio, com todo o seu acervo, à extinta Fundação Nacional Pró Memória, atual Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN.Realizou muitas exposições individuais e projetos paisagísticos, participou de diversas mostras oficiais coletivas pelo Brasil e no exterior. PONTUAL, PÁG. 94; TEIXEIRA LEITE, PÁG. 93; MEC. VOL.1, PÁG.303; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, PÁG.564; ARTE NO BRASIL, PÁG. 738; LEONOR AMARANTE, PÁG. 98; JULIO LOUZADA VOL.1, PÁG. 179; artnet.com.

009 - MARCO TULIO REZENDE - (1950)
Lance Livre - Composição - tm - 50 x 66 - cid - 1995
Pintor, desenhista, professor. Estuda na Escola Guignard, em Belo Horizonte, Minas Gerais, entre 1971 e 1974. Conclui o mestrado em 1978, na School of the Art Institute of Chicago, Estados Unidos, como bolsista da Fullbright Comission. Neste mesmo ano, de volta ao Brasil, torna-se professor de desenho do curso de artes plásticas da Escola Guignard, onde permanece até hoje. Realiza sua primeira exposição individual na Galeria Ibeu em 1975, na cidade de Belo Horizonte. Em 1990, viaja para Alemanha com bolsa de estudos concedida pelo Instituto Goethe. ITAÚ CULTURAL.

010 - PAULO VERGUEIRO LOPES DE LEÃO - (1889 - 1964)
Lance Livre - Paisagem - osm - 32 x 41 - cid
Pintor paulistano, foi bolsista do Governo do Estado de São Paulo na Itália, Florença (1913). Estudou com Biloul, em Paris (1920). Exerceu diversos cargos públicos e privados ligado às artes, como a de Diretor da Pinacoteca de São Paulo, em 1939. Foi paisagista, retratista e pintor de história. TEIXEIRA LEITE, pág.289; JULIO LOUZADA vol.11, pág.179; ITAÚ CULTURAL, RUTH TARASANTCHI.

011 - NANCY KEVIN - (1957)
Lance Livre - Flores - lito. 10/120 - 17 x 25 - cid
Artista americana com trabalhos em papel e metal. Trabalha fauna e flora como temas, apresentando seus trabalhos pelos Estados Unidos e Canadá.

012 - JOSÉ MARIA DA SILVA NEVES - (1896 - XX)
Lance Livre - " Ponta da praia - Santos " - a - 32 x 40 - cie - 1962
Pintor, arquiteto e professor ativo em São Paulo. Participou do São Paulista de Belas Artes, onde obteve prêmios por diversas vezes. Pintor de natureza morta, paisagem e retratos. É autor da decoração do teto da Capela-Mor da Igreja do antigo convento de Sta Tereza, nas Perdizes/SP. MEC, vol.3, pág.260; JULIO LOUZADA, vol.6, pág.1060, Acervo FIEO.

013 - NICOLA PETTI - (1904 - 1983)
Lance Livre - Barco - ose - 12 x 18 - cid
Com inscrições, no dorso. -Ativo em São Paulo, foi também excepcional desenhista, aluno nesta capital, do pintor e professor alemão Georg Ficher Elpons; participou assiduamente do Salão Paulista de Belas Artes, desde sua inauguração em 1933, onde foi muito premiado. MEC, vol. 3, pág. 393; JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 685; ITAU CULTURAL, Acervo FIEO.

014 - MARIA BONOMI - (1935)
Lance Livre - " Ymagos " - lito. 11/30 - 50 x 61 - cid - 1981
Gravadora, pintora, figurinista, cenógrafa, muralista e escultora. No Brasil desde os nove anos de idade, residiu no Rio de Janeiro, com o seu avô, o construtor Conde Martinelli. Em 1950, já em São Paulo, estudou inicialmente com Yolanda Mohalyi, em seguida, a partir 1953, com Karl Plattner e Livio Abramo. Fez estudos de aperfeiçoamento no exterior, estudando com grandes mestres. Participante assídua de exposições coletivas, salões e mostras nacionais e internacionais, com muitas premiações. JULIO LOUZADA vol.1, pág. 142; PONTUAL, pág. 80; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI,pág. 692; ARTE NO BRASIL, pág. 837; LEONOR AMARANTE, pág. 75, Acervo FIEO.

015 - ERNESTO CAPOBIANCO - (1918)
Lance Livre - Paisagem - ost - 50 x 70 - cie
Pintor ativo em São Paulo. Tem como tema paisagens rurais e casas de colonos. JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 177, Acervo FIEO.

016 - SALVADOR RODRIGUES JR - (1907 - 1995)
Lance Livre - Lendo - ost - 50 x 40 - cie
Nasceu em Cádiz, Espanha, a 8 de abril de 1907. Veio a falecer no dia 24 de julho de 1995, em São Paulo-SP. Pintor e professor. A sua pintura é toda poesia e sem artifícios. O artista não imita ninguém. Tem estilo e sentido próprios. Estas algumas das observações do crítico da Sociarte, José Cornelsen. O autor obteve mais de uma centena de medalhas e troféus em certames oficiais. JULIO LOUZADA vol.9, pág.741, Acervo FIEO.

017 - COLETTE PUJOL - (1913 - 1999)
Lance Livre - Ouro Preto - ose - 30 x 23 - ci
Esta premiadíssima pintora e professora paulistana, recebeu as suas primeiras aulas de desenho e pintura de Antonio Rocco e de Lucília Fraga, ainda na capital paulista. Residindo em Salvador, freqüentou a Escola de Belas Artes, onde foi aluna de Presciliano Silva (1942 a 1944); a partir de 1946 até 1949, estudou na Europa. Possui obras em museus brasileiros. PONTUAL, pág. 440; MEC, vol. 3, pág. 438; TEODORO BRAGA, pág. 73; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

018 - GERDA BRENTANI - (1906 - 1999)
Lance Livre - Mutantes - dn - 47 x 67 - cid - 1968
Nasceu em Triestre, Itália, no dia 27 de fevereiro de 1908. Desenhista e gravadora. No Brasil desde 1939, fixou residência em São Paulo, Capital. Iniciou estudos com Ernesto de Fiori e Rossi Osir, por volta de 1940. De traço humoristico, a artista destacou-se no cenário artístico/crítico nacional, cuja obra tem participado em mostras nacionais e internacionais, com sucesso de crítica. JULIO LOUZADA vol.1, pág.153; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 630; Acervo FIEO.

019 - MENASE WAIDERGORN - (1927)
Lance Livre - Pescadores - ost - 21 x 30 - cid
Romeno da cidade de Hotin, Waidergorn veio para o Brasil em 1932, onde seus pais fixaram residência em São Paulo. Ingressou na APBA, onde conheceu Mecatti, que muito o estimulou e orientou, dele assimilando a luminosidade da pintura peninsular muito a gosto do ottocento italiano. Sua pintura aborda todos os gêneros, baseadas tanto nas recordações da infância pobre como nas lembranças das viagens que fez ao norte da Africa e Europa. Participou de diversos salões e coletivas, recebendo diversas premiações JULIO LOUZADA vol.11, pág. 330; Acervo FIEO.

020 - ÉLON BRASIL - (1957)
Lance Livre - " Avenida Paulista " - ast - 60 x 80 - cse e d
Série Metropoles. -Artista plástico autodidata, nasceu em 1957, na praia de Jurujuba, em Niterói-RJ, onde aos seis anos de idade começou a rabiscar seus primeiros crayons. Mudando-se em 1968 para São Paulo, aos 12 anos, ganhou sua primeira medalha de ouro na II PINARTE de Pinheiros. Em 1970, juntamente com os artista Aldemir Martins, Clóvis Graciano e Carlos Scliar, Élon ilustrou o livro de poesias "Cantando os Gols" de Tito Battine. Hoje, sua obra figurativa e abstrata é composta por imagens da terra: índios, negros e caboclos, cercados por textura e cores marcantes. Sua temática busca ressaltar e preservar a cultura brasileira e suas próprias raízes. Filho de baianos - mãe negra, neta de índios, e pai (o artista Milton Brasil), neto de imigrantes italianos e portugueses - Élon resgata em sua história e origem, a fonte de inspiração . Ao morar na Suíça por seis meses, obteve a oportunidade de expor o seu trabalho em diversas ocasiões, tornando-se conhecido internacionalmente, principalmente com encomendas para colecionadores europeus.

021 - JOUBERT PANTANERO - (1946)
Lance Livre - " O tucano no braço D'um Cadwéu " - ost - 120 x 80 - ci e d - 2003
Pintor, escultor, gravador e tapeceiro, natural de Corumbá, MS, onde nasceu a 4 de fevereiro de 1946. O colecionador Samuel Senna comenta sua obra: " ... Profundo conhecedor das formas anatômicas multicoloridas dos elementos que compõem o seu habitat ( o Pantanal Matogrossense), Joubert é um expressionista das artes plásticas." Individuais em 1994, no Espaço Cultural Banco do Brasil de Dourados-MS e no Hilton Hotel-SP. JULIO LOUZADA, vol 8 pág 635

022 - ELIZABETH CORTELA - (1950)
Lance Livre - Composição - lito. 47/99 - 50 x 35 - cie
Elizabeth Cortella Oliveira Lima. Assina Elizabeth Cortella. É natural de São Paulo, SP. Participou de diversas exposições e Salões oficiais como: em 1984 - São Paulo (Itu, Ribeirão Preto, São Paulo); Roma, Itália; em 1985 - Piracicaba, SP; Estocolmo, Suécia; em 1986 - São Paulo (Santo André, Ribeirão Preto, Prudente, Franca, Piracicaba), Paraná; em 1987 - Chile (Valparaiso), São Paulo (Santo André, Franca, Marília); em 1988 - São Paulo (Americana, Mococa, Santo André, São Paulo), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF); em 1990 - São Paulo (Ribeirão Preto, São Paulo), Paraná; em 1991 - São Paulo (SP); em 1992 - São Paulo (Jundiaí); em 1994 e 1995 - São Paulo (SP). Individuais: São Paulo, SP (1987,1993). Prêmios: Roma, Itália (1984); Prudente, SP; Franca, SP (1986); Franca, SP (1987); São Paulo, SP (1988); São Paulo, SP (1991). JULIO LOUZADA, vol. 3, pág. 291; vol. 4, pág.283; vol.13, pág. 92.

023 - LUIZ VERRI - (1912 - 1990)
Lance Livre - " Carlos Bracher em Tiradentes " - ost - 50 x 65 - cid e d - 1985
Com etiqueta nº 5041 de Renot Art- Dealer - São Paulo. -Natural de Pirassununga - SP, cursou a partir de 1932 a Escola de Belas Artes de São Paulo, travou amizade com Francisco Rebolo, Volpi, Penacchi , Zanini e todos os demais integrantes do histórico grupo Santa Helena. Participou de diversas coletivas a partir de 1945, inclusive do SNBA - RJ, em 1954 e 1958 recebendo medalhas de bronze e de prata, respectivamente. Sua pincelada impetuosa, traz emoção e arrojo. Uma pintura exprecionista. MEC, vol. 4, pág. 470; JULIO LOUZADA, vol. 2, pág. 1033; ITAU CULTURAL, Acervo FIEO.

024 - ANGELO CANNONE - (1899 - 1992)
Lance Livre - Pescadores - ose - 20 x 28 - cid
Nascido na Itália, radicou-se no Brasil. Seu estilo liga-se ao dos Macchiajoli oitocentistas (os equivalentes italianos dos impressionistas franceses) e ao de Pratella em especial. São especialmente notáveis suas paisagens e marinhas. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 168; JULIO LOUZADA vol.11, pág.54; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

025 - GUIDO MICHELINE - (1955)
Lance Livre - Peixe - lito. 34/39 - 35 x 50 - cid - 2003
Artista plástico nascido em Niteroi - RJ em 1955 Trabalha suas obras em pintura e em papel, com lembranças do cotidiano da sua infância, representada por brinquedos, jogos, natureza. A vibração das cores utilizadas no seu trabalho também caracteriza o estilo de suas obras. Tem participação em exposições coletivas e eventos artísticos no estado.

026 - LYGIA ELUF - (1956)
Lance Livre - Composição - lito. 21/25 - 36 x 51 - cid
Paulistana nascida em 15 de dezembro de 1956. Gravadora e professora. Graduada em artes plásticas pela USP em 1982. Foi aluna de Evandro Carlos Jardim, Regina Silveira, Carmela Gross e Walter Zanini. Expôs individualmente em 1985 e 1994, e coletivamente a partir de 1985. Internacionais a partir de 1986 (Porto Rico, Paris, Copenhague, etc). JULIO LOUZADA, vol. 8, pág. 288.

027 - RONALDO NORONHA - (1938)
Lance Livre - Natureza morta - ost - 74 x 60 - cie
Pintor e desenhista, o autor interpreta a natureza com sentimento poético próprio, afetivo e persuasivo, incisivo nos contrastes formais, porém com toques delicados e, revelando o mundo de modo único e inimitável. JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 642.

028 - MARCIO SCHIAZ - (1965)
Lance Livre - " Arpoador " - ost - 40 x 50 - cie e d - 2011
Paulistano, o pintor nasceu em 10/5/1965. Estudou na APBA-SP, onde desenvolveu curso de desenho e pintura, frequentado sessões de modelo vivo. Individuais desde 1989 e coletivas em Salões Oficiais, com sucesso de crítica. Recebeu diversos prêmios. JULIO LOUZADA, vol.13, pág. 304; Acervo FIEO.

029 - JORGE REIDER - (1912 - 1962)
Base: R$ 5.000,00 - Rosas - ost - 60 x 80 - cid
Natural da Áustria, foi pintor ativo em São Paulo, expondo no Salão Paulista de Belas Artes em 1952. Sua obra é vasta, tendo pintado mais de três mil telas durante a sua carreira, sendo as flores o seu tema predileto. JULIO LOUZADA vol.3, pág.953.

030 - JOEL GALDINO DE FREITAS - (XX)
Lance Livre - " Curisco cangaceiro " - e em br - h = 32 - ass. - Caruaru/PE - 4.1.2004
Joel Galdino de Freitas é filho de Mestre Galdino e sempre esteve muito próximo do pai. Amassava barro desde os nove anos de idade. Passou dez anos em Vitória - ES e com a morte do pai (1996), da mãe e de seus dois irmãos, resolveu voltar à terra natal. Desde 1999 trabalha solitariamente no Memorial Mestre Galdino, em Caruaru - PE, construído pela Prefeitura e pela Fundação de Cultura, rodeado pelas figuras e imagens que aprendeu a fazer com o pai.

031 - CARYBÉ - (1911 - 1997)
Lance Livre - Amazonas - dch - 31 x 44 - cid
No estado. -Desenhista, gravador, pintor e escultor, radicado na Bahia. Sua arte é lírica, de boa técnica, baseada no povo, que lhe forneceu o melhor da sua temática. PONTUAL, pág. 116; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 180 e 181; TEIXEIRA LEITE, págs. 111 e 112; MEC, vol.1, pág. 355; BENEZIT, vol. 2, pág. 524; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 717;ARTE NO BRASIL, pág. 874; LEONOR AMARANTE, pág. 63; Acervo FIEO.

032 - CARLOS PRADO - (1908 - 1992)
Lance Livre - Nu - dl - 41 x 27 - cid - 1939
Arquiteto, pintor, gravador e ceramista paulistano. Recebeu menção honrosa no SPBA de 1935, participando também na I e II BSP e na exposição de Arte Moderna no Brasil, realizada em Buenos Aires, Rosário, Santiago do Chile e Valparaíso, em 1957. No dizer de TEIXEIRA LEITE, em sua obra A Gravura Brasileira Contemporânea, Carlos Prado utilizava por vezes a gravura como meio expressivo, subordinando-a, porém, a interesses maiores. TEIXEIRA LEITE, pág. 421; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 254. PONTUAL, pág. 438; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 582; ARTE NO BRASIL, pág. 781. Acervo FIEO.

033 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - Paisagem - ose - 19 x 26 - cie
Italiano da Lombardia, PELLEGATTA foi pintor e gravador dedicado a temas sacros e casarios coloniais. Em sua obra, o ser humano é apresentado sempre de modo idealizado, na figura de ternas madonas, santos, coroinhas e cavaleiros. Participou de diversas coletivas e salões, a partir de 1957, recebendo premiações em sua maioria. JULIO LOUZADA, vol. 1, pág.735; MEC vol.3, pág.363; ITAU CULTURAL; Acervo FIEO.

034 - CARLOS SCLIAR - (1920 - 2001)
Lance Livre - " Objetos II - Partituras " - v e c e s/t - 27 x 18 - ci e d - Cabo Frio - 3.5.92/RJ
Desenhista, gravador, pintor, ilustrador, cenógrafo, roteirista e designer gráfico que nasceu em Santa Maria da Boca do Monte, RS e faleceu no Rio de Janeiro. Assina Scliar. Estudou com Gustav Epstein, em Porto Alegre, em 1934. Participou, em 1938, da fundação da Associação Riograndense de Artes Plásticas Francisco Lisboa. Entre 1939 e 1947, residindo em São Paulo, integrou a Família Artística Paulista - FAP. No Rio de Janeiro, escreveu e dirigiu em 1944 o documentário 'Escadas', sobre os pintores Arpad Szenes e Vieira da Silva com os quais conviveu desde 1941. Convocado pela Força Expedicionária Brasileira - FEB, participou da Segunda Guerra Mundial, na Itália. Morando em Paris de 1947 a 1950, cursou gravura com Galanis na Escola de Belas Artes e teve contato com o gravador mexicano Leopoldo Méndez. De volta ao Brasil, fundou com Vasco Prado o Clube de Gravura de Porto Alegre. Em 1956, passou a viver no Rio de Janeiro. Foi diretor do departamento de arte da revista 'Senhor' entre 1958 e 1960. Fundou a editora Ediarte, em 1962, com os colecionadores Gilberto Chateaubriand, Michel Loeb, Carlos Nicolaievski e o pintor José Paulo Moreira da Fonseca. Realizou durante toda sua vida exposições individuais e participou de inúmeras coletivas e Salões oficiais, recebendo muitos prêmios. Também foram realizadas várias exposições póstumas. MEC VOL.4, PÁG. 214; TEODORO BRAGA, PÁG. 66; WALMIR AYALA VOL.2, PÁG. 306 a 309; PONTUAL, PÁG. 479 e 480; JULIO LOUZADA VOL.1, PÁG.884; VOL.2, PÁG. 925; VOL.13, PÁG. 305; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, PÁG. 587; ARTE NO BRASIL, PÁG. 798; RGS, PÁG. 442; ACERVO FIEO.

035 - ANTONIO BANDEIRA - (1922 - 1967)
Base: R$ 2.300,00 - Composição - a - 20 x 15 - cid
Grande pintor brasileiro, nascido em Fortaleza, Ceará e falecido em Paris onde viveu a maior parte de sua curta e rica vida. Começando figurativo, num estilo expressionista, adotou, já em França, um não figurativismo lírico, algo à maneira do grande Wols, seu amigo que iria manter até o precoce fim. É um dos pioneiros da arte abstrata no Brasil. BENEZIT, vol.1, pág.415; MEYER/87, pág.606; MEC, vol.1, págs.159,160 e 167; PONTUAL, págs. 48 e 49; WALMIR AYALA, vol.1, págs. 71 a 74; TEIXEIRA LEITE, pág. 52 a 54; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 637; ARTE NO BRASIL, pág. 599; LEONOR AMARANTE, pág. 34; Acervo FIEO.

036 - FATIMA TOSCA - (1960)
Lance Livre - Barcos - lito. - 33 x 72 - cid
Maria de Fátima Tosca de Oliveira Ribeiro, pintora, desenhista e ilustradora, é natural de Salvador, BA. Autodidata, iniciou suas atividades artísticas em 1976 com desenho e aquarela, ilustrando livros, diários e revistas. Em 1979 ingressou no curso de artes plásticas da Universidade Católica de Salvador - UCSA, mas abandonou o curso em favor do curso de Direito na Universidade Federal da Bahia - UFBA. Na década de 80 aperfeiçoou-se no Instituto Mauá de Salvador, trabalhando com pesquisa artesanal de materiais, e foi selecionada pela OEA para o Curso Interamericano de Desenho Artesanal. Expôs em uma série de coletivas na Bahia e em outros Estados. Na década de 90 realizou várias exposições individuais, além de apresentar suas obras em Madri, Espanha e Frankfurt, Alemanha. Foi premiada pela Fundação Mokiti Okada M. O. A., SP (1990) e na 1ª Bienal do Recôncavo Baiano (1991), entre outros. ITAU CULTURAL; JULIOLOUZADA VOL. 5, PÁG. 1061; VOL. 8, PÁG. 841; www.fatimatosca.com.

037 - JOSÉ SIMEONE - (1930 - 2009)
Lance Livre - Flores - ost - 47 x 60 - cid
Pintor paulistano ligado à arte figurativa, com características impressionistas. Seu estilo se aproxima dos oitocentistas italianos e franceses, sendo que o crítico Pietro Maria Bardi também identificava em sua obra influências do grupo Santa Helena. Proveniente de família de artistas pintores (Angelo e João Simeone). Participa de coletivas a partir de 1962 (já com premiação). MEC, vol. 4, pág. 285; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 923; TEIXEIRA LEITE, pág. 482; Acervo FIEO.

038 - TADASHI KAMINAGAI - (1899 - 1982)
Lance Livre - Natureza morta - g - 18 x 24 - cid
Grande pintor japonês da Escola de Paris, amigo de Marquet, Vlaminch e Déiran, entre outros, passou no Brasil praticamente toda a década de 1940, aqui se ligando de amizades a pintores como Portinari, Pancetti e Djanira, e iniciando na arte vários jovens pintores de ascendência nipônica, como Flávio Shiró Tanaka, por exemplo. Autor de paisagem, naturezas mortas e retratos de excelente qualidade pictórica, Kaminagai veio freqüentes vezes ao Brasil, onde expôs com enorme sucesso. TEODORO BRAGA, pág.134; BENEZIT, vol.6, pág.152; WALMIR AYALA, vol.1, pág.435 e 437; MEC, vol.2, pág.401; PONTUAL, pág.287; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 643; ARTE NO BRASIL; Acervo FIEO.

039 - MANOEL CONSTANTINO - (1899 - 1978)
Lance Livre - Canto de ateliê - osm - 19 x 12 - cid
Mineiro de Baependi, MG. Pintor, arquiteto e conservador de museu. Foi discípulo de Rodolfo Chambelland e de Batista da Costa, na antiga Escola Nacional de Belas-Artes. Suas composiçõpes são bem estudadas em busca de um perfeito equilíbrio de massas, planos e valores. Primores da Pintura no Brasil, vol 2, págs. 213/251; MEC, vol, 1, págs 445/446; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 37; THEODORO BRAGA, pág. 152/153.

040 - EUGÊNIO DE PROENÇA SIGAUD - (1889 - 1979)
Lance Livre - Bailarinos - dch - 21 x 13 - cid - 1973
Estudou desenho na Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro com Modesto Brocos, formando-se em arquitetura em 1932, nessa mesma escola. A partir de 1935, dedicou-se à pintura mural e, de 1937, à pintura de temas sociais, com predominância de motivos de operários em construção e trabalhadores rurais. Caracteriza-se por uma grande versatilidade técnica, sendo dos raros pintores brasileiros a utilizar, lado a lado, o óleo, a têmpera e a encáustica, além da aquarela e do guache. Participou do Núcleo Bernardelli. PONTUAL, pág. 489; MEC, vol. 4, pág. 243; TEIXEIRA LEITE, pág. 475 e 476; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 324 a 327; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 579; ARTE NO BRASIL, pág. 763, Acervo FIEO.

041 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Gato - ascce - 39 x 29 - cid - 2001
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

042 - INOS CORRADIN - (1929)
Lance Livre - Flores - lito. 89/180 - 100 x 70 - cid
Um dos valores da pintura em São Paulo. Corradin expôs com frequência na Europa e nos Estados Unidos, onde seus quadros são muito apreciados. Também tem se dedicado com igual talento e sucesso a escultura. JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 152; PONTUAL, pág. 143; MEC, vol. 1, pág. 448; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 215; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

043 - COLETTE PUJOL - (1913 - 1999)
Lance Livre - Copos de leite - ost - 27 x 34 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 017 deste catálogo.

044 - JOSÉ BENEVENUTO MADUREIRA - (1903 - 1976)
Lance Livre - Marinha - ose - 22 x 32 - cid
Nascido em Sorocaba / SP, radicou-se em Santos onde foi ativo em sua arte. Estudou com Campos Ayres e Enrico Vio. Participou de coletivas no Salão Paulista de Belas Artes / SP, Salão Nacional de Belas Artes / RJ e Salão de Belas Artes / Santos/SP, tendo recebido diversos prêmios. Tem obras na Pinacoteca do Estado de São Paulo, Palácio e Prefeitura de São Paulo. MEC, vol. 3, pág. 36; JULIO LOUZADA, vol.1, pág. 566, Acervo FIEO.

045 - MARIO ZANINI - (1907 - 1971)
Base: R$ 12.000,00 - Paisagem - ost - 37 x 47 - cie - 1966
Fez parte da Família Artística Paulista, grupo com o qual expôs. Notáveis foram suas paisagens, tendo José Geraldo Vieira afirmado ser ele "o pintor da paisagem paulistana". MEC, vol. 4, pág. 531; PONTUAL, pág. 557; TEODORO BRAGA, pág. 250; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 451; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 586; ARTE NO BRASIL, pág. 778; LEONOR AMARANTE, pág.38; Acervo FIEO.

046 - FRANCISCO MANNA - (1879 - 1943)
Lance Livre - Paisagem - osm - 40 x 48 - cid
Pintor e desenhista italiano, natural da Sicilia, onde nasceu a 15 de julho de 1879. Chegou ao Brasil com oito anos de idade, fixando-se com a família em Porto Alegre. Recebeu aulas de do artista italiano Romualdo Pratti. Seguiu para a Itália em 1901, onde cursou a Real Academia de Roma. No Rio de Janeiro, a partir de 1903, passou a frequentar como aluno livre as aulas de João Zeferino da Costa, Henrique Bernardelli e João Baptista da Costa, na Escola Nacional de Belas Artes. Recebeu o prêmio de viagem ao estrangeiro, mas não pode desfrutá-lo, haja vista sua condição de estrangeiro. MEC., vol.3, pág.47; PONTUAL, pág.334; WALMIR AYALA, vol.2, pág.37; TEIXEIRA LEITE, pág.306.; ITAÚ CULTURAL.

047 - AUGUSTO HERKENHOFF - (1965 - XX)
Lance Livre - Pássaro - dl e p - 65 x 50 - ci - 1995
Nasceu em Cachoeiro do Itapemirim, ES. Formou-se em Direito, no Rio de Janeiro, em 1984.De 1985 a 1986, estudou com Katie Van Scherpenberg no MAM/RJ. Entre 1985 e 1988 estudou pintura com Ronaldo do Rego Macedo, Katie Van Scherpenberg e Manfredo Souzanetto, na Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Entre 1986 e 1995 participou de diversos Salões, entre eles o I Salão Capixaba de Artes Plásticas, V Salão da Ferrovia – RFFSA, onde recebeu o Prêmio Aquisição, no Rio de Janeiro, 12º Salão Carioca de Arte Universitária, 13º e 16º Salão Carioca Rioarte, VII Salão Paulista de Arte Contemporânea, 13º Salão Nacional de Artes Plásticas, Rio de Janeiro, XV Salão Nacional de Artes Plásticas, recebendo o 1º Prêmio, com a séria Amarelas, Rio de Janeiro. Neste mesmo período participou de várias exposições individuais e coletivas em diversos estados do Brasil. http://pt.shvoong.com/humanities/424525-biografia-augusto-herkenhoff/

048 - ODETTO GUERSONI - (1924 - 2007)
Lance Livre - " Forma justapostas CIV " - xilo. 4/10 - 60 x 90 - cie - 1975
Nasceu em Jaboticabal-SP, e faleceu na cidade de São Paulo, onde residia e era ativo. Gravador, pintor, desenhista, ilustrador e escultor. Estudou pintura e artes decorativas no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo - Laosp, entre 1941 e 1945. Nesse período, expôs no Sindicato dos Artistas Plásticos e freqüentava o círculo de artistas do Grupo Santa Helena. Em 1947, participa da exposição 19 Pintores, na Galeria Prestes Maia, e é contemplado com uma bolsa de estudo pelo governo francês, no mesmo ano viaja para Paris, onde inicia trabalhos em gravura. Em 1951 fundou a Oficina de Arte, em São Paulo. Estudou gravura com René Cottet, em Genebra e, em Paris, trabalhou no ateliê de Stanley Hayter. A partir de 1960, freqüenta, como estagiário, algumas escolas de arte nos Estados Unidos e no Japão como a The New York School of Printing e a Osaka University, respectivamente. Em 1971, também no Japão, freqüentou o ateliê de I. Jokuriti. Dois anos mais tarde, foi eleito melhor gravador do ano pela Associação Paulista de Críticos de Arte - APCA. Em 1983, participou, com sala especial, da Bienal Ibero-Americana de Montevidéu. Em 1994, a Pinacoteca do Estado de São Paulo realizou uma retrospectiva da obra do artista; , mostra que voltou a acontecer em 2007 sobre a sua obra gráfica, na Estação Pinacoteca-SP, no mesmo ano da morte do autor, que ainda a assistiu em vida. JULIO LOUZADA, vol.1, pág. 452; MEC, vol,2, pág, 303; TEIXEIRA LEITE, pág,236; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 645; ARTE NO BRASIL, pág. 803; LEONOR AMARANTE, pág. 146, Acervo FIEO.

049 - KASUO WAKABAYASHI - (1931)
Lance Livre - " Mari II " - lito. 32/100 - 50 x 70 - cid - 2003
Pintor natural da cidade japonesa de Kobe. Inicia seus estudos na Escola Técnica de Hikone, em Shiga (Japão), em 1944. Em 1946, inicia aprendizado de pintura a óleo. Torna-se membro do Grupo Babel, composto por Rokuichi, Kaibara, Ko Nishimura e outros. Em 1952 monta seu atelier. Em 1961, vem para o Brasil e radica-se em São Paulo, onde integra-se ao Grupo Seibi. Em 1966, é convidado para ser membro do júri do 10º Salão do Grupo Seibi de Artistas Plásticos, salão em que ganha a Grande Medalha de Ouro, na edição de 1963. Em 1968, naturaliza-se brasileiro. Entre 1963 e 1967, participa de várias edições da Bienal Internacional de São Paulo, recebendo o Prêmio Aquisição do Itamarati na 9ª edição. Em 1984, participa da exposição itinerante por Europa e América, Mestres do Abstracionismo Brasileiro; em 1994, participa da Bienal Brasil Século XX, na Fundação Bienal de São Paulo. Em 2001, realiza exposição individual comemorativa dos seus 70 anos, na A Galeria em São Paulo. TEIXEIRA LEITE, pág. 540; PONTUAL, pág. 550; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 939, Acervo FIEO.

050 - ZÉ DO CARMO - (1933)
Lance Livre - Pedindo esmola - e em br - h = 32 - ass. - 4.12.1963 - Recife
No estado. -O ceramista José do Carmo Souza, filho mais velho de uma família de seis irmãos, faz desde menino brinquedos de barro para vender na feira. Morou em Recife, concluiu o curso ginasial e voltou para Goiana com a família, continuando na arte do barro ao mesmo tempo que trabalhava como sacristão na igreja do Rosário dos Homens Pretos. Começa a fazer anjos "com cara de gente, e não de santo". Zé do Carmo foi estimulado por Gilberto Freire a criar um presépio nordestino, e chegou a fazer a escultura de barro de um Vovô Natalino sertanejo - em vez de Papai Noel - de 2m de altura, andando de carro de boi e não de trenó. A fase dos anjos nordestinos data dos anos 70. Dos anjos de barro que passou para a tela, vieram de início as cores creme, ocre, primeiro feitas com pigmentos da terra e pó de pedra, e depois com tintas industriais. Quando João Paulo II veio ao Brasil, a Arquidiocese lhe ofereceu de presente um conjunto de músicos nordestinos do artista, aos quais ele acrescentou um anjo cangaceiro. A arte de Zé do Carmo, plena de religiosidade e irreverência, vende hoje em galerias de arte apenas o suficiente para fazê-lo sobreviver. "A situação do artesão no Nordeste é de penúria", constata.

051 - TITO DE ALENCASTRO - (1934 - 1999)
Base: R$ 4.000,00 - " Pintura nº 642 " - ost - 90 x 60 - cid e d - 1989
Com etiqueta de Dan Galeria - São Paulo e certificado de autenticidade firmado por Yur Fogaça, no dorso. -Pintor, desenhista, gravador e mosaicista, radicou-se em 1961 em São Paulo, após ter estudado no Rio de Janeiro com Abelardo Zaluar, José Morais e Johnny Friedlaender. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 29; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 6; PONTUAL, pág. 14; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

052 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Lance Livre - Maternidade - dn - 24 x 17 - ci
Emiliano Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Melo (Rio de Janeiro RJ 1897 - idem 1976). Pintor, ilustrador, caricaturista, gravador, muralista, desenhista, jornalista, escritor e cenógrafo. Inicia sua carreira artística como caricaturista e ilustrador, publicando sua primeira caricatura em 1914, na revista Fon-Fon. Em 1917, reside em São Paulo, onde freqüenta o curso de Direito no Largo São Francisco e o ateliê de Georg Elpons (1865 - 1939). Convive com artistas e intelectuais paulistas como Oswald de Andrade (1890 - 1954) e Mário de Andrade (1893 - 1945), Guilherme de Almeida (1890 - 1969), entre outros. Em 1921, ilustra A Balada do Enforcado, de Oscar Wilde (1854 - 1900), e publica o álbum Fantoches da Meia-Noite, editado por Monteiro Lobato (1882 - 1948). É o idealizador e o principal organizador da Semana de Arte Moderna de 1922, na qual expõe 12 obras. Em 1923, faz sua primeira viagem à França, onde atua como correspondente do jornal Correio da Manhã. Em Paris, freqüenta a Academia Ranson, instala ateliê e conhece obras, artistas e escritores europeus de vanguarda como, Pablo Picasso (1881 - 1973), Georges Braque (1882 - 1963), Fernand Léger (1881 - 1955), Henri Matisse (1869 - 1954), Jean Cocteau (1889 - 1963) e Blaise Cendrars (1887 - 1961). Volta a São Paulo em 1926, trabalha como jornalista e ilustrador no jornal Diário da Noite. A estada em Paris marca um novo direcionamento em sua obra. Em 1938 viaja a Paris, onde trabalha na rádio Diffusion Française nas emissões Paris Mondial. Retorna ao Brasil em 1940, trabalha como ilustrador, e publica poemas e memórias de viagem. Em 1972, seu álbum 7 Xilogravuras de Emiliano Di Cavalcanti é editado pela Editora Chile. REIS JR., págs. 378/379; TEODORO BRAGA, pág. 82; MEC, vol. 2, págs. 53 e 54; PONTUAL, págs. 176 a 178; WALMIR AYALA, vol. 1, págs. 256 e 257; ART SALES, vol.1, pág. 207; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 446; LEONOR AMARANTE, pág. 12, Acervo FIEO.

053 - MARCELO GRASSMANN - (1925)
Lance Livre - Animais fantásticos - xilo. - 21 x 29 - cid - 1956
Desenhista, gravador, ilustrador, pintor, escultor e professor, nasceu em São Simão, SP. Estuda fundição, mecânica e entalhe em madeira na Escola Profissional Masculina do Brás, SP. Passa a realizar xilogravuras a partir de 1943. Atua como ilustrador do Suplemento Literário do ‘Diário de São Paulo’, do ‘O Estado de S. Paulo’ e do ‘Jornal do Estado da Guanabara’. Quando reside no Rio de Janeiro, a partir de 1949, freqüenta os cursos de gravura em metal, com Henrique Oswald e de litografia, com Poty, no Liceu de Artes e Ofícios. Em Salvador (1952), trabalha com Mario Cravo Júnior. .Recebe o prêmio de viagem ao exterior do Salão Nacional de Arte Moderna (1953) e vai para a Academia de Artes Aplicadas, em Viena. Passa a dedicar-se principalmente ao desenho, à litografia e à gravura em metal. Em 1969, sua obra completa é adquirida pelo governo do Estado de São Paulo, passando a integrar o acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo . Em 1978, a casa em que nasceu, em São Simão, é transformada em museu e tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo - Condephaat. Participou de muitas exposições e das Bienais de: São Paulo (1951 a 1961, 1967, 1969, 1979, 1985, 1989); Veneza (1950, 1956, 1958, 1962); Paris (1959). Principais prêmios: Bienal de São Paulo (1951, 1955, 1957, 1959, 1967); Bienal de Veneza (1950, 1956, 1958,1962); Bienal de Paris (1959). PONTUAL, PÁG. 249; MEC, VOL. 2, PÁG. 281 E 282; ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA, VOL.1, PÁG. 439; VOL. 5, PÁG. 453; VOL. 9, PÁG. 383.

054 - PAULO VALLE JÚNIOR - (1889 - 1958)
Lance Livre - Castelo - dl - 19 x 22 - cid
Paisagista e marinhista extremamente sensível, Valle Júnior postou-se à parte da renovação determinada pela Semana de Arte Moderna, tendo sido porém artista autêntico e pessoal. TEODORO BRAGA, pág. 187; REIS JUNIOR, pág. 373; MEC, vol 4, págs 441/442; PONTUAL, pág. 531; ITAU CULTURAL; Acervo FIEO, RUTH TARASANTCHI.

055 - ALBERTO DA VEIGA GUIGNARD - (1896 - 1962)
Base: R$ 20.000,00 - Menina - osm - 40 x 32 - n/as.
Pintor, desenhista, gravador e professor. No dizer de Rodrigo de Melo Franco de Andrade, no álbum de reproduções da obra do artista, em 1967: "Quando Guignard voltou da Europa, para onde tinha ido menino, só regressando com mais de 30 anos, redescobriu o Brasil, tomado de uma ternura e de uma admiração comovidas que conservou até os seus últimos dias. Toda a obra que produziu, desde então, ficou impregnada da emoção e da poesia sentidas naquele reencontro com a terra natal." PONTUAL, pág. 254 a 256; MEC, vol. 2, pag. 304; TEIXEIRA LEITE, pág. 236 a 240 ; JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 404; ART PRICE ANNUAL 2000, pág. 1013; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 373/375/377; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 559; ARTE NO BRASIL, pág. 505; LEONOR AMARANTE, pág. 28.

056 - ANTONIO HENRIQUE AMARAL - (1935)
Lance Livre - " O idolatrado " - xilo. 107/300 - 54 x 37 - cid - 1967
Reproduzido na pág. 149 do livro "Antonio Henrique Amaral - Obra gráfica 1957/2003". -Gravador, desenhista e pintor, foi aluno de Lívio Abramo no MAM / SP, e de Shiko Munakata, no Pratt Graphic Art, em Nova York. Artista consagrado nacional e internacionalmente. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 37; MEC, vol. 1, pág. 73; PONTUAL, pág. 21;TEIXEIRA LEITE, pág. 23 a 25; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 754; ARTE NO BRASIL, pág.903; LEONOR AMARANTE, pág. 170; Acervo FIEO.

057 - SILVIA DE LEON CHALREO - (1905 - 1991)
Lance Livre - Domingo - ost - 65 x 50 - cid - 1959
Esta importante pintora, crítica de arte, escritora, tradutora e jornalista, nasceu na cidade do Rio de Janeiro. Autodidata, pinta o gênero figurativo primitivo, expondo pela primeira vez em 1941, na Divisão Moderna do SNBA. Possui extenso curriculum de exposições e premiações no País e no exterior. Segundo o crítico Teixeira Leite, "(...) Sua pintura, de caráter primitivista, representa as praias repletas de diminutas figurinhas, o morro carioca, os barracos na favela e os folguedos infantis, numa técnica rudimentar, mas com bom colorido, vívido movimento e inegável atmostera poética." . JULIO LOUZADA, vol. 1 pág. 921; ITAU CULTURAL; TEIXEIRA LEITE, pág. 482.

058 - FULVIO PENNACCHI - (1905 - 1992)
Lance Livre - Paisagem - ose - 7 x 7 - ci
Nasceu em 27 de dezembro na cidade de Villa Collemandina, na Itália, e fixou-se no Brasil desde 1929, após ter estudado em Florença, e haver-se diplomado em pintura pela Academia Real de Pintura de Lucca. Pennacchi integrou a Familia Artística Paulista. Muralista de inspiração pré-renascentista, sua pintura é sensível e pessoal de modo especial na interpretação dos grandes temas bíblicos e da vida dos santos (mercê de uma infância marcada por sólida educação religiosa Católica), e na evocação do mundo caipira. Realizada em 1973, considerado o Ano de Pennacchi, importante retrospectiva da obra deste festejado artista no MAM de São Paulo. O artista fez exposições em Milão e foi homenageado em seu país natal. TEODORO BRAGA, pág. 192; MEC, vol, 3, pág. 365; WALMIR AYALA, vol, 2, pág. 182; PONTUAL, pág. 416; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584; ARTE NO BRASIL, pág. 784; Acervo FIEO.

059 - SANDRO FERREATI - (1804 - 1872)
Lance Livre - Paisagem rural - ost - 45 x 83 - cid
Pintor italiano nascido em Verona. Viajou pela Inglaterra e França, se especializando em cenas do campo. Citado em diversas obras de referência.

060 - CARLOS SÖRENSEN - (1928 - 2008)
Lance Livre - " Espirradeiras " - enc. s/t - 35 x 27 - cie e d - 2002
Com certificado de autenticidade firmado pelo autor, datado de 2002. -Paulista de Baurú, Sorensen fez importantes estudos em Paris, onde a convite do governo francês, freqüenta o ateliê de André Lhote, onde conhece Picasso, Roonet e Fernand Léger e no ano seguinte freqüenta a Escola Superior de Belas Artes-Paris, estudando com Gleizes e André Lhote(1952-1953). Foi artista de múltiplas atividades, ceramista, tapeceiro, cenógrafo, ilustrador, arquiteto, designer e pintor, com sucesso de crítica e de público. Citado em Delta Larouse/1970, pág. 6406; MEC vol.4, pág. 309; PONTUAL, pág. 500, WALMIR AYALA vol.2, pág.347; JULIO LOUZADA vol.11, pág. 306; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

061 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 3.000,00 - " Vaso de flores " - ast - 46 x 55 - cie e d - 2002
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

062 - DAREL VALENÇA LINS - (1924)
Lance Livre - Marinha - ost - 14 x 22 - cid e d
Este importante pintor, gravador, desenhista e professor, conquistou em 1957, no SNAM, o prêmio de viagem ao estrangeiro, voltando a ser contemplado na VII Bienal de São Paulo, como o melhor desenhista nacional. Foi aluno de Henrique Oswald e recebeu aconselhamento técnico de Goeldi. MEC vol.3, pág. 18; PONTUAL, pág.160/161; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 715; ARTE NO BRASIL, pág. 839; LEONOR AMARANTE, pág. 125; Acervo FIEO.

063 - JOSÉ ANTONIO DA SILVA - (1909 - 1996)
Base: R$ 4.000,00 - Cesta de vime com flores - g - 29 x 38 - cid e d - 1979
Reproduzido sob o nº 337 em catálogo de leilão de Soraia Cals - Rio de Janeiro. -Considerado por muitos críticos e colecionadores como o mais típico dos nossos pintores ingênuos, Silva foi o intérprete da cena rural de São Paulo, num estilo expontâneo em que assomam, por vezes, soluções plásticas inesperadas. MEC, vol. 4, pág. 256; PONTUAL, pág. 493 e 494; TEIXEIRA LEITE, pág. 478; JULIO LOUZADA, vol. 2, pág. 958; ARTE NO BRASIL, vol. 2, pág. 958; BENEZIT, vol. 9, pág. 602; ARTE NAIF NO BRASIL, pág. 227; ITAU CULTURAL; LEONOR AMARANTE, pág. 171; Acervo FIEO.

064 - OCTÁVIO ARAÚJO - (1926)
Lance Livre - Nu - dl - 21 x 30 - cid - 1945
Este importante artista brasileiro nasceu em Terra Roxa, SP. Em São Paulo foi aluno de Edmundo Migliaccio e José Barchitta, e teve por colegas, dentre outros, Luiz Sacilotto e Marcelo Grassmann, ao lado de quem, no Rio de Janeiro, com 20 anos de idade, expôs pela primeira vêz. Em 1947 integrou o Grupo dos 19. Trabalhou para Portinari em Paris, na confecção do grande mural Pescadores, com quem aprendeu a disciplina e a consciência profissional. Expôs em viagens que fêz pela China, na então União Soviética e nos Estados Unidos. Na sua obra é destaque a figura da mulher, em leitura ora fantástica, ora mágica, mas sempre perturbadora. TEIXEIRA LEITE, pág. 34; ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 71; ARTE NO BRASIL, pág. 803; WALTER ZANINI, pág. 645; Acervo FIEO.

065 - RAIMUNDO DE OLIVEIRA - (1930 - 1966)
Base: R$ 12.000,00 - Santíssima Trindade - ost - 65 x 93 - d - 1958
Nasceu RAIMUNDO Falcão DE OLIVEIRA, em Feira de Santana, BA. Recebeu da mãe os primeiros rudimentos de pintura e desenho. Autodidata, apresenta os seus trabalhos a partir de 1951. Reside em São Paulo a partir de 1958, aprofundando-se na sua experiência expressionista, com o aproveitamento transfigurador de imagens de velhos santos. Na sua última fase, bem distinta das anteriores, dedicou-se à narração de temas bíblicos, seguindo um estilo que alguns erroneamente ligaram à arte primitiva. TEIXEIRA LEITE, 365; PONTUAL, 394; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 717; ARTE NO BRASIL, pág. 798; Acervo FIEO.

066 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - Casa de pescador - ose - 45 x 32 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 033 deste catálogo.

067 - ELZA DE OLIVEIRA SOUZA - (1928 - 2006)
Lance Livre - Figuras - ose - 50 x 60 - cie
Pernambucana do Recife. Esta importante pintora iniciou suas atividades com o prof. Ivan Serpa. Integrou o grupo de nordestinos que se apresentou na Galeria Giro, no RJ, em 1968. Seu interesse pelo registro da figura humana é praticamente exclusivo. Walmir Ayala afirma: " ... O biotipo que Elza repete obcessivamente, diz respeito ao povo de sua família conterrânea. São gente do povo, sem sofisticação, despojada do requinte civilizatório, mas embebida de um outro requinte, que diz respeito 'as latadas, trepadeiras em flor, animais domésticos, temáticas." JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 313, Acervo FIEO.

068 - MILTON DACOSTA - (1915 - 1988)
Lance Livre - Vênus e pássaro - lito. 7/25 - 35 x 50 - cid - 1966
Pintor, desenhista, gravador, ilustrador. Milton Rodrigues da Costa nasceu em Niterói, RJ e faleceu no Rio de Janeiro. Iniciou estudos de desenho e pintura, em 1929, com o professor alemão August Hantv. No ano seguinte matriculou-se no curso livre de Marques Júnior, na Escola Nacional de Belas Artes. Junto com Edson Motta, Bustamante Sá e Ado Malagoli , entre outros, criou o Núcleo Bernardelli em 1931. Viajou para Estados Unidos em 1945, com o prêmio de viagem ao exterior do Salão Nacional de Belas Artes do ano anterior. Na cidade de Nova York, estudou na Art's Students League of New York. Em 1946, foi para a Europa e após visita a vários países, fixou-se em Paris, onde estudou na Académie de La Grande Chaumière. Conheceu Pablo Picasso, por intermédio de Cícero Dias, e freqüentou os ateliês de Georges Braque e Georges Rouault. Expôs no Salon d'Automne (Paris) e regressou ao Brasil em 1947. Em 1949, casou-se com a pintora Maria Leontina e passou a residir em São Paulo. Realizou muitas exposições individuais e também recebeu prêmios nas Bienais Internacionais de São Paulo (1955, 1957). TEODORO BRAGA, PÁG. 163; WALMIR AYALA, VOL. 1, PÁG. 229; MEC, VOL. 2, PÁG. 13; BENEZIT, VOL. 3, PÁG.315; ITAU CULTURAL; PONTUAL, PÁG. 155; WALTER ZANINI, PÁG. 573; ARTE NO BRASIL, PÁG. 763; LEONOR AMARANTE, PÁG. 63; ACERVO FIEO.

069 - MODESTO BROCOS Y GOMES - (1852 - 1936)
Lance Livre - Figuras - ost - 19 x 26 - cie
Pintor, desenhista, gravador e professor, nascido em Santiago de Compostela, Espanha, a 9 de fevereiro de 1852, e falecido na cidade do Rio de Janeiro, onde era radicado e ativo, no dia 28 de novembro de 1936. Era brasileiro naturalizado. Estudou com Vitor Meireles e Zeferino da Costa, na Academia Imperial de Belas Artes-RJ (até 1875). Em Paris estudou com Henri Lehmann. Em 1952, o MNBA-RJ organizou importante retrospectiva de sua obra, por ocasião do centenário do seu nascimento. JULIO LOUZADA vol.10, pág. 144; MEC vol.1, pág. 297; PONTUAL, pág. 91; TEIXEIRA LEITE, pág. 88; WALMIR AYALA vol.1, pág.134; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 418; 602.

070 - FRANCISCO STOCKINGER - (1919 - 2009)
Lance Livre - Nu - m em b P.A. - h = 24 - ass.
Natural de Traum, Áustria, Xico Stockinger, como é conhecido, foi aluno de Bruno Giorgi e desde 1954, radicado em Porto Alegre, á um escultor da figura humana e do animal. Também é excelente desenhista e gravador. Começou a expor na década de 40, no Rio de Janeiro, recebendo premiações. Desempenhou importante papel no desenvolvimento das artes plástica gaúcha. Tem seu nome firmado no cenário nacional e internacional, como escultor expressivo e original. JULIO LOUZADA, vol.11, pág.311; PONTUAL, pág.506; MEC., vol.4, pág.342/3.; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 720; ARTE NO BRASIL, pág. 868; LEONOR AMARANTE, pág. 136.

071 - MANOEL SANTIAGO - (1897 - 1987)
Lance Livre - Flores - osm - 22 x 16 - cie e d
Nascido em Manaus, pioneiro mundial da arte não-figurativa (a qual já praticava desde 1916), Santiago estudou no RJ com Visconti, e foi o principal responsável pelo Núcleo Bernardelli, no qual se formaram tantos dos melhores artistas do Modernismo carioca. Sua arte é um neo-impressionismo de belo colorido e opulentos efeitos de textura. PRIMORES DA PINTURA NO BRASIL, vol. 1, pág. 241; TEODORO BRAGA, pág. 211/212; Catálogo da Exposição de Paisagem Brasileira, MEC-MNBA / /Rio/1944; MAYER/84, pág. 1158; REIS JR., pág. 378; PONTUAL, pág. 473; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 292; ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO.

072 - EDGARD OEHLMEYER - (1909 - 1967)
Lance Livre - " Praça da República - Rio de Janeiro " - dn e p - 14 x 20 - cie
Nasceu em Rio Claro, no dia 31 de maio e falecido em 4 de outubro de 1967. Nessa cidade cursou na Escola Profissional a seção de pintura com o prof. Carlos Hadler. Discípulo de Rocco, foi destacado paisagista e pintor de naturezas-mortas, tendo obtido diversas premiações nos SNBA e SPBA. TEODORO BRAGA, pág. 175; MEC. Vol.3, pág. 291; MAYER/1984, pag. 1070; TEIXEIRA LEITE, pág. 362; PONTUAL, pág. 389; ITAU CULTURAL; Acervo FIEO.

073 - ALBERTO DA VEIGA GUIGNARD - (1896 - 1962)
Lance Livre - Ouro Preto - dct - 28 x 20 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 055 deste catálogo.

074 - RANCHINHO - (1923 - 2003)
Lance Livre - " Leiteiro " - ast - 60 x 73 - cid - 1994
Seu verdadeiro nome era Sebastião Theodoro Paulino da Silva, nascido na cidade paulista de Oscar Bressane, no dia 7 de janeiro de 1923, mudando-se com a mãe, então viúva, para Assis, SP, onde viveu até morrer. Pintor ingênuo, hoje consagrado, comeu durante a sua vida " o pão que o diabo amassou", conforme narra, de forma pungente, R. Rugiero, no catálogo de exposição do artista no ano de 1988, de cujo texto, reproduzido no vol. 4, página 931, do dicionário JULIO LOUZADA, extraímos o seguinte texto: "... Com o tempo pôs-se a viver exclusivamente da catança de papéis, latas, garrafas - e de algumas famílias obtinha também comida e roupas velhas. Passou a habitar ranchos de beira de estrada, abandonados, donde lhe veio o apelido de Ranchinho, com a qual a garotada o atazanava, atirando-lhe pedras e gritando o nome que o punha fora de si. Por fim fixou-se num casebre, em uma granja abandonada, e alí viveu até 1962, em grande necessidade. E sempre desenhando obsessivamente em qualquer superfície branca que lhe caísse nas mãos." Foi descoberto pelo escritor José Nazareno Mimessi, que percebeu em Ranchinho um impressionante fenômeno artístico, no que não estava enganado. JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 259; ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO.

075 - INIMÁ DE PAULA - (1918 - 1999)
Base: R$ 8.000,00 - Composição - ost - 24 x 72 - cie - 1956
Mineiro de Itanhomi, Inimá, depois de prestar o serviço militar em Juiz de Fora, passou a frequentar o Núcleo Antônio Parreiras (que no início dispunha de professores, mas logo se transformou em ateliê livre), da mesma cidade, em 1938. Integrou-se ao grupo de Bandeira e Aldemir Martins na cidade de Fortaleza (1941). No Rio frequentou o ateliê de Portinari e realizou a sua primeira individual (1948). Recebeu o prêmio viagem ao estrangeiro no I SNAM (1952), certame do qual participou por diversas vêzes até 1960. Em Paris estudou com Lothe. É um de nossos artistas mais completos. JULIO LOUZADA, vol.11, pág.152; PONTUAL, pág. 271; MEC, vol.3, pág.355; WALMIR AYALA, vol.1, págs. 401 1 404; TEIXEIRA LEITE, pág.260; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 637; ARTE NO BRASIL, pág. 870; Acervo FIEO.

076 - INOS CORRADIN - (1929)
Base: R$ 1.500,00 - " Luar " - ost - 40 x 50 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 042 deste catálogo.

077 - JUDITH LAUAND - (1922)
Lance Livre - Composição - tm - 21 x 29 - cie - 1998
Nasceu na cidade paulista de Pontal. Em 1950 formou-se em artes plásticas na Escola de Belas Artes de Araraquara-SP. Em 1952, já em São Paulo, estuda pintura com Domênico Lazzarini e gravura com Lívio Abramo. Integra o grupo paulista do movimento de arte concreta em 1955. Participa da Bienal Internacional de São Paulo, várias edições entre 1955 e 1969; Exposição Nacional de Arte Concreta, São Paulo, 1956; Tendências Construtivas no Acervo do MAC/USP, Rio de Janeiro, 1996; Arte Construtiva no Brasil: Coleção Adolpho Leirner, São Paulo e Rio de Janeiro, 1998 e 1999. Na crítica de Mario Schenberg, ..." Judith Lauand permanece fiel a sua postura e trajetória concretista. Sua obra recente revela a densidade da composição, o apuramento do cromatismo, o equilíbrio do grafismo, conseguidos por constante pesquisa. Judith envereda agora por novos caminhos realizando obras que podem ser chamadas de assimétricas, onde o geometrismo da decomposição cromática destrói a ‘partição eqüilateral’ presente ao longo de sua obra, criando uma nova simetria. " (LAUAND, Judith. Judith Lauand : pinturas. Sao Paulo : Choice Galeria de Arte, 1986. p. 3). JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 479; ITAU CULTURAL.

078 - LIVIO ABRAMO - (1903 - 1992)
Lance Livre - Composição - xilo. - 30 x 22 - cie - 1954
Paulista de Araraquara, Lívio foi exímio gravador, desenhista, pintor, jornalista e professor. Autodidata, executou suas primeiras gravuras em madeira por volta de 1926. Sofreu influência de Lasar Segall, focalizando desde então de modo expressionista tipos e paisagens dos subúrbios paulistanos, inclusive temas de caráter social, como indicou Sérgio Milliet em sua obra de 1940. O autor, certa feita, assim falou de si próprio: "Geralmente persisto em um mesmo motivo por longo tempo: trabalho-o até que me pareça haver esgotado todas as possibilidades que ele oferece. Jamais pensei em fazer 'paisagens'. O que procuro é interpretar o sentido e a problemática da natureza de uma terra, a força dos sentimentos que ela provoca em mim, e assim, quanto mais de acordo com a minha própria natureza, tanto mais imediata surge a interpretaçãop plástica, como sucedeu, por exemplo, com meu 'encontro' com as 'arquiteturas' da realidade íntima da terra paraguaia. PONTUAL, pág. 1, JULIO LOUZADA vol. 3, pág. 19; MEC vol.1, pág. 33; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584; ARTE NO BRASIL, pág. 795; LEONOR AMARANTE, pág. 28; Acervo FIEO.

079 - HERMELINDO FIAMINGHI - (1920 - 2004)
Lance Livre - Composição - lito. os 114/170 - 70 x 58 - ci - 1974
Nasceu em São Paulo, a 22 de outubro de 1920. Pintor e artista gráfico. Dedicou-se regularmente à pintura a partir de 1950, com seu mestre Volpi. Foi um dos pioneiros do concretismo, com o qual rompeu anos mais tarde, para fazer uma pintura mais solta, através de seu diálogo com a cor e da interação com a luz em contato com a natureza. Expõs individualmente a partir de 1961 e coletivamente desde 1955, sempre com premiações. JULIO LOUZADA, vol. 4 pág. 401; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 928; LEONOR AMARANTE, pág. 75.

080 - TOMÁS SANTA ROSA - (1909 - 1956)
Lance Livre - Estudo de figurino - g - 35 x 25 - cid
Pintor, gravador, cenógrafo e professor. Oriundo da Paraíba, onde nasceu, fixou-se no Rio de Janeiro, iniciando em 1930 sua bem sucedida carreira de ilustrador de obras de autores estrangeiros e brasileiros, que inclui, dentre outros, Graciliano Ramos, José Lins do Rêgo, Jorge Amado, Castro Alves e muitos outros. Sua obra tem reconhecimento nacional e unanimidade de crítica, havendo se destacado em todas as áreas das artes que praticou. PONTUAL, pág. 472; TEIXEIRA LEITE, pág. 460; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 572; LEONOR AMARANTE.

081 - COLETTE PUJOL - (1913 - 1999)
Lance Livre - Campos do Jordão - ostcm - 19 x 29 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 017 deste catálogo.

082 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 3.000,00 - Marinha com coqueiros e jangada - ast - 46 x 55 - ci e d - 2001
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

083 - RUBENS GERCHMAN - (1942 - 2008)
Lance Livre - " Assegure seu futuro " - xilo. col. - 42 x 30 - cid - 1968
Com etiqueta de Irineu Angulo - Leiloeiro Oficial - São Paulo, no dorso. -Pintor, desenhista, gravador, escultor nascido no Rio de Janeiro e falecido em São Paulo. Em 1957, freqüenta o Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro, onde estuda desenho. Faz curso de xilogravura com Adir Botelho e freqüenta a Escola Nacional de Belas Artes - Enba, entre 1960 e 1961. Em 1967, é contemplado com o prêmio de viagem ao exterior no 16º Salão Nacional de Arte Moderna e viaja para os Estados Unidos. Reside em Nova York entre 1968 e 1972. Retorna ao Brasil e faz o roteiro, a cenografia e a direção do filme 'Triunfo Hermético' e os curtas 'ValCarnal' e 'Behind the Broken Glass'. De 1975 a 1979, assume a direção da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, RJ. É co-fundador e diretor da revista 'Malasartes'. Em 1978, viaja para os Estados Unidos com bolsa da Fundação John Simon Guggenheim. Em 1982, permanece por um ano em Berlim como artista residente, a convite do Deutscher Akademischer Austauch Dienst - DAAD [Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico]. Realizou diversas exposições individuais e participou de muitas mostras oficiais no Brasil e pelo mundo recendo prêmios na Bienal de São Paulo (1965), Bienal de Salvador, BA (1966), Bienal de Cali, Colômbia (1967, 1970). JULIO LOUZADA VOL. 1, PÁG. 417; PONTUAL, PÁG. 235; TEIXEIRA LEITE, "in" A GRAVURA BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, PÁG. 734; ARTE NO BRASIL, PÁG. 974; LEONOR AMARANTE, PÁG. 143, MEC VOL. 2, PÁG. 246; Acervo FIEO.

084 - LEVINO FANZERES - (1884 - 1956)
Lance Livre - Paisagem - osm - 19 x 27 - cid
Pintor e professor. Estudou no Liceu de Artes e Ofícios e na antiga ENBA, ambas no Rio de Janeiro, recebendo nesta última, orientação de Zeferino da Costa e de João Batista da Costa. Excepcional colorista, interpreta com sentimento e honestidade o momento da natureza que se propõe a retratar, e sempre com admirável êxito. TEIXEIRA LEITE, pág.190; PONTUAL, pág.201; JULIO LOUZADA vol.2, pág.387; ITAU CULTURAL.

085 - JOSÉ MARQUES CAMPÃO - (1892 - 1949)
Base: R$ 3.000,00 - Paisagem - osm - 35 x 27 - cid
Excelente paisagista paulistano, aluno de Oscar Pereira da Silva, da Academia Julian - Paris, e da Escola Nacional Superior de Belas Artes de Paris, entre 1912 e 1918. Foi membro da Comissão de Orientação Artística de São Paulo em 1944. Expôs no Salão dos Artistas Franceses e em diversas exposições coletivas e individuais. TEODORO BRAGA, pág. 61/62; PONTUAL, pág. 102; MEC, vol. 1, pág. 331; REIS JR., pág. 374; WALMIR AYALA, vol. 1,pág. 160; ITAU CULTURAL, Acervo FIEO, RUTH TARASANTCHI.

086 - DURVAL PEREIRA - (1918 - 1984)
Lance Livre - Barcos - ose - 28 x 35 - cie - 1968
Nascido e falecido em São Paulo, DURVAL PEREIRA foi pintor e professor ativo em São Paulo. Premiado com a Menção Honrosa no SPBA em 1944, passou a viver exclusivamente da pintura. Pintava ao ar livre aos domingos com os pintores Salvador Rodrigues, Salvador Santisteban, Cirilo Agostinho, Jaime Dinis, Djalma Urban, Innocencio Borghese, e outros. Premiado praticamente em todos os Salões de que participou. Recebeu ao todo, 15 comendas das mais importantes do Brasil. Nos últimos três anos de sua vida, recebeu todos os Primeiros Prêmios e Medalhas de Ouro nas exposições de Paris, Rouen, Lyon, Roma, Miami e Milão. MEC, vol. 3, pág. 368; JULIO LOUZADA, vol. 1, págs. 749/750/751. ITAU CULTURAL; Acervo FIEO.

087 - SAMSON FLEXOR - (1907 - 1971)
Lance Livre - Bípede - a - 23 x 16 - cid - 1971
Pintor nascido na Romênia, estudou em Paris, onde fez em 1927 sua primeira individual, radicando-se em 1946 em São Paulo, onde faleceu. Foi um dos pioneiros do abstracionismo no Brasil, tendo criado em 1948 o Atelier Abstração. Em 1968 sua obra foi objeto de importante retrospectiva no MAM-RJ. BENEZIT vol. 4, pág. 402; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 313/4; TEIXEIRA LEITE, pág. 198; PONTUAL, pág. 217/8; MEC, vol. 2, pág. 179 e 180; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 917; LEONOR AMARANTE, pág. 75; WALTER ZANINI, pág. 643, Acervo FIEO.

088 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 2.000,00 - Mulheres - dn e a - 22 x 16 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 052 deste catálogo.

089 - JORGE MORI - (1932)
Lance Livre - " São Luís de Paraitinga " - grav. P.A. - 27 x 41 - cid
Complemento de técnica: água forte, água tinta e ponta seca. -Pintor nascido em São Paulo, Capital, foi o mais novo dos componentes do famoso Grupo dos 19. Desde 1952 fixou-se na Europa, tendo estudado em Paris as técnicas da pintura, do mosaico e do afresco. Em 1978 expôs em São Paulo, com sucesso, pinturas realistas, nas quais se revela um admirador dos velhos mestres italianos, flamengos e espanhóis. JULIO LOUZADA, vol. 9 pág. 599; ARTE NO BRASIL, pág. 816; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 649.

090 - INOS CORRADIN - (1929)
Lance Livre - Gato - m em cer/p P.A. - h = 16 - ass.
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 042 deste catálogo.

091 - MACIEJ ANTONI BABINSKI - (1931)
Lance Livre - Figuras - grav. 45/50 - 10 x 13 - cid - Déc. 50
Natural de Varsóvia, Polônia, viveu sucessivamente na Inglaterra e no Canadá, radicando-se em 1953 no Brasil. Antigo aluno de Maurice Denis em Paris, e expoente da pintura abstracionista canadense. Babinski foi colega de Goeldi, de quem adotou a linguagem expressionista. Esplêndido gravador. Atualmente vive é ativo no Ceará. TEIXEIRA LEITE, pág. 48; PONTUAL, págs. 46 e 47; MEC, vol. 1, pág. 157; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 69; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 24; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 720; ARTE NO BRASIL, pág. 903, Acervo FIEO.

092 - ARTUR BÁRRIO - (1945)
Base: R$ 1.800,00 - " Série africana " - g e col. - 26 x 32 - d - 1982
Nascido Artur Alípio Barrio de Souza Lopes, na cidade do Porto, Portugal, no dia 1 de fevereiro de 1945. Pintor e desenhista. Jovem ainda fixou-se no Rio de Janeiro. Frequentou a Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro, recebendo orientação artística do prof. Onofre Penteado. Trabalha com materiais recicláveis (papel, plástico, etc). Em 1969 participou da seleção da representação para a VI Bienal dos Jovens em Paris, com Ivald Granato e Luis Pires. JULIO LOUZADA vol. 1 pág. 96; ITAU CULTURAL.

093 - CARLOS PRADO - (1908 - 1992)
Lance Livre - Composição - dce - 31 x 22 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 032 deste catálogo.

094 - ATTILIO PRATELLA - (1856 - 1932)
Lance Livre - Depois da nevasca - osm - 25 x 18 - cie
Este excepcional pintor italiano nasceu em Lugo, na Romagni no dia 11 de abril de 1856. Ativo na cidade de Nápolis onde pintou fantásticas paisagens e marinhas de uma realidade sensível, suas obras muito apreceiadas, são disputadas em leilões realizados nas principais cidades da Europa. O autor consta do acervo de museus da Itália e outro países europeus. BENEZIT, vol. 8, pág. 472; MAYER/83, pág. 987; BOLAFFI, nº 12, pág. 280; ART PRICE ANNUAL/2000, pág. 2020.

095 - FULVIO PENNACCHI - (1905 - 1992)
Base: R$ 10.000,00 - Conjunto de 5 obras - g - variadas - ass.
1º) 10,1 x 13,2 cm; 2º) 8,4 x 12,3 cm; 3º) 15,5 x 22 cm; 4º) 7,8 x 12.1 cm e 5º) 7,6 x 11,5 cm. Montados em um único suporte de madeira, medindo 30,8 x 84,4 cm. Obra já fotografada no Projeto Pennacchi. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 058 deste catálogo.

096 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - Paisagem - ost - 50 x 40 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 033 deste catálogo.

097 - INIMÁ DE PAULA - (1918 - 1999)
Lance Livre - Paisagem - dn - 30 x 23 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 075 deste catálogo.

098 - HUGO ADAMI - (1900 - 1999)
Lance Livre - Arco-íris - ost - 50 x 65 - cid
No estado. -Pintor. Fez estudos artísticos em Florença e Paris. O artista participou da Bienal de Veneza e do Salão das Tulheries em Paris. Destacou-se como um dos nossos melhores paisagistas. TEODORO BRAGA, pág. 120; PONTUAL, pág. 3; REIS JUNIOR, pág. 380; MEC, vol. 1, pág. 36; WALMIR AYALA, vol. 1 , pág. 11; TEIXEIRA LEITE, pág. 13; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 580; ARTE NO BRASIL, pág. 777; ACERVO FIEO, pág. 998.

099 - MARIO ZANINI - (1907 - 1971)
Base: R$ 1.500,00 - " Tocando bois " - psa - 15 x 15 - cid
Com etiqueta Osirarte - São Paulo, no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 045 deste catálogo.

100 - CÂNDIDO PORTINARI - (1903 - 1962)
Lance Livre - " São João Batista " - ser. - 23,6 x 13,5 - ci - na tela serigráfica-1957
Registrado no Projeto Portinari obra 465/1125 no tema Figura Humana/Homem. -Nasceu na cidade paulista de Brodósqui, e faleceu no Rio de Janeiro. Artista desde sua infância ( desenhava desde 5 anos), abraçou a arte pelo resto vida. Reconhecido nacional e internacionalmente, conheceu e desfrutou a glória ainda vivo. Desenhista, pintor e muralista, Portinari a exemplo dos grandes vultos da nossa história, deixa-nos um legado precioso de arte e cultura. BENEZIT, vol.8, págs. 440 e 441; REIS JUNIOR, págs. 383/386; TEODORO BRAGA, págs. 195/196; PONTUAL, págs. 432/433/434; MEC, vol.3, págs 427 a 429; MAYER.89, pág.1327; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 550; ARTE NO BRASIL, pág. 571; LEONOR AMARANTE, pág. 12; F. ACQUARONE, pág. 241.

101 - RENOT - (1932)
Lance Livre - " Baianas do Aquidaban " - osc - 33 x 24 - csd e d - 2010
Tapeceiro, desenhista e pintor baiano, ativo em São Paulo desde 1978, com diversas premiações, exposições e leilões. Também atua no mercado de arte como "marchand". JULIO LOUZADA vol.1, pág. 816, Acervo FIEO.

102 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 2.000,00 - Paisagem - asm - 29 x 27 - cid - 1987
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

103 - IVAN SERPA - (1923 - 1973)
Lance Livre - Composição - tm - 18 x 11 - cid
Pintor, desenhista, gravador e professor, estudou com Axel Leskoschek no Rio de Janeiro. Participou da Divisão Moderna do SNBA (1947-1951). Foi um dos precursores do concretismo no Brasil, criando ao lado de Aluisio Carvão, Lígia Clark, Hélio Oitica e outros o Grupo Frente, que se manteve ativo de 1954 a 1956, inclusive com exposições no Rio de Janeiro. Ivan Serpa possui invejável e extenso curriculum de vida artística, passando de exposições coletivas, a grandes retrospectivas de sua obras. Há um reconhecimento nacional da importância de sua atividade, tratando-se de um dos grandes artistas nacionais. PONTUAL, pág 486; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 605; ARTE NO BRASIL, pág. 840; LEONOR AMARANTE, pág. 26; Acervo FIEO.

104 - SONYA GRASSMANN - (1933 - 1997)
Lance Livre - Encantadora - grav. 15/30 - 51 x 30 - cid - Déc. 70
Reproduzido na pág. 81 do Livro " Sonya Grassmann ", edição Escritório de Arte James Lisboa e Lourdes Xandó Rosa. -Batizada Anne Marie Elisabeth Graesse, esta importante gravadora nasceu em Burgas, Bulgária , e faleceu em São Paulo. Era filha de pintor alemão e trapezista húngara. Veio para o Brasil em 1950, excursionando pelo país com uma trupe de luta livre. Em 1952, trabalha na Galeria Oxumaré em Salvador. Nesse ano, conhece o gravador e desenhista Marcelo Grassmann, casam-se e passam a viver em São Paulo. Por volta de 1962 começa a pintar; no entanto, é raro expor. Expõe em Individual, na Oficina de Arte, Porto Alegre, 1977; Individual, na Seta Galeria de Arte, São Paulo, 1982 e 1986; Individual, na Performance Galeria de Arte, Brasília, 1987; Coletiva, no Museu Banespa, São Paulo, 1994. "Existem artistas cuja produção, independem de sua vontade pessoal, desafia as verdades estabelecidas não por serem revolucionários ou inovadores. Às vezes, por parecerem distantes do processo histórico. Sonya Grassmann é uma dessas artistas. O seu trabalho é resultado de um imaginário no qual estão ausentes as referências da época, solicitações do século e, até mesmo, as preocupações típicas da sociedade de massa. O universo de Sonya é vagamente medieval. Estas imagens lembram uma Idade Média passada a limpo, vista de grandes sacadas de castelos idealizados. Tudo é particular, organizado e pesado de atmosfera cheia de intenções. Estas intenções podem ser românticas, mórbidas ou de expectantes. Alguma coisa está prestes a acontecer. Cada um percebe e recria a atmosfera que é mais afim." Jacob Klintowitz In: Sonya Grassmann. Brasília, Performance Galeria de Arte, 1987. JULIO LOUZADA vol.1, pág. 439; ITAU CULTURAL; TEIXEIRA LEITE, pág. 229.

105 - ANTONIO BANDEIRA - (1922 - 1967)
Base: R$ 20.000,00 - " Big Bang " - dn e a - 34 x 26 - ci - 1967
Reproduzido no convite deste leilão. -Reproduzido sob o n.° 130 em catálogo de Evandro Carneiro Leilões, Dezembro de 2005 - Rio de Janeiro. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 035 deste catálogo.

106 - LUIZ ANDREATINI - (1921)
Lance Livre - Natureza morta - ose - 45 x 55 - csd
Pintor, gravador e desenhista, Luiz Paulo Vicente Andreatini nasceu em São Paulo, SP. Assina Luiz Andreatini e Andreatini. Sempre foi interessado por pintura, e passou a dedicar-se seriamente a ela no início dos anos 40, enquanto cursava a Escola Politécnica de São Paulo. Trabalhou e se especializou com Marcelo Grassmann, Octávio Araújo e Luiz Sacilotto. Viajou para a Itália entre 1949 e 1951. Realizou exposições individuais em São Paulo (1987, 1993) e participou de mostras coletivas e Salões oficiais no Rio de Janeiro (1946) e em São Paulo (1947, 1968, 1974, 1976 - Pinacoteca, 1977, 1978, 1980, 1981, 1983, 1987, 1990, 1994). ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA VOL. 1, PÁG.65; VOL.3, PÁG.51; VOL. 6, PÁG. 61.

107 - AXEL LESKOSCHEK - (1889 - 1976)
Lance Livre - Portão - a - 38 x 27 - cid - 1947
Importante gravador, pintor e professor austríaco. Realizou sua formação artística na Áustria e ali publicou álbuns de xilogravuras e águas-fortes. Veio residir no Brasil em 1930, fugindo do nazismo, aqui ficando até 1950. Ilustrou diversas publicações nacionais, entre elas, e principalmente, as edições brasileiras dos romances de Dostoiévski (Ed. José Olimpio). Foi professor, entre outros, de Renina Katz, Fayga Ostrower e Ivan Serpa. MAYER/88, pág.494; JULIO LOUZADA, vol.1, pág.609; BENEZIT, vol.6, pág.612, ART PRICE ANNUAL/2000, pág.1464; PONTUAL, pág.309, TEIXEIRA LEITE, pág.284; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 605; ARTE NO BRASIL, pág. 840; Acervo FIEO.

108 - HENRIQUE BERNARDELLI - (1858 - 1936)
Lance Livre - Cena Sacra - dn - 68 x 30 - cid
Natural de Valparaíso, Chile, Henrique Bernardelli faleceu no Rio de Janeiro, cidade brasileira que adotou, inclusive a nacionalidade na década de 1870. Frequentou a Academia Imperial de Belas Artes, inclusive como aluno de Zeferino da Costa. Em 1878 viajou para a Itália, encontrando-se com o irmão, Rodolfo, escultor, que gozava merecido prêmio de viagem conquistado na Academia. Foi professor da ENBA-RJ. Os seus trabalhos inculcam um temperamento irriquieto, nervoso, sôfrego de impressões. A sua obra é original, vigorosa, cheia de calor e de ousadia. MEC, vol.1, pág.217/218; WALMIR AYALA, vol.1, pág.96/7; TEIXEIRA LEITE, pág.71, ARTE NO BRASIL, vol.1, pág.32; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 411; ARTE NO BRASIL, pág. 392; F. ACQUARONE.

109 - INIMÁ DE PAULA - (1918 - 1999)
Lance Livre - " Telhados vermelhos " - lito. P.I. - 60 x 70 - cid - 1991
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 075 deste catálogo.

110 - DOMENICO CALABRONE - (1928 - 1999)
Lance Livre - Figura - m em b 15 - h = 23 - ass.
Pintor, escultor, ceramista e joalheiro. Nascido na Calábria, Itália, completou seus estudos artísticos em Roma, no ano de 1951. Fixou-se em São Paulo em 1954, passando e frequentar a Escola de Arte do Museu de Arte Moderna. Sua escultura, hoje conhecida internacionalmente, destaca-se pelo vigor de suas mensagens e pela alta qualidade artística e técnica. JULIO LOUZADA vol.2, pág.194; ITAU CULTURAL; LEONOR AMARANTE, pág. 336; WALTER ZANINI, pág. 770.

111 - ALUISIO CARVÃO - (1920 - 2001)
Base: R$ 1.200,00 - Composição - dn - 31 x 21 - cid
Importante pintor, escultor, Ilustrador, ator e cenógrafo brasileiro, natural de Belém-PA. Em 1952 estuda pintura com Ivan Serpa, no MAM-RJ, participando, entre 1954 e 1956, Grupo Frente e, entre 1960 e 1961, integra o Grupo Neoconcreto. Nos anos seguintes viaja para a Europa com o prêmio de viagem recebido no SNAM-RJ. No fim dos anos 60 passa a empregar materiais não tradicionais, como tampinhas metálicas de garrafa, pregos e barbante agrupados em suportes de madeira. Em 1996 ocorre retrospectiva de sua obra no Museu Metropolitano de Arte, em Curitiba, no Museu de Arte Moderna - MAM/BA e no MAM/RJ. "A preocupação inicial de Aluísio Carvão era com a forma: reduzir a obra a estruturas elementares, gestálticas. A partir da dissidência neoconcreta, da qual fez parte, é a cor que irá se impor, envolvendo a estrutura, ou melhor, a cor é, ela mesma, espaço. Carvão não é um pintor metafísico. Através da cor ele revela sua relação sensual com o mundo. Como ele diz: ´Vermelhos-guarás, araras, aroma das flores de manacá, o som do vento terral, o calor equatorial, o amarelo-laranja do sol, ressonâncias atávicas de Van Gogh e Mondrian, em trânsito pela Península Ibérica, Nordeste, Amazônia e nosso litoral daqui´. Nas pinturas da ´série cromativa´ ou no ´cubocor´ da fase neoconcreta, Carvão dá à cor sua máxima concretude e fisicalidade, mas, feito isto, ocorre a retração da cor, que se mutiplica em complementares, abrindo caminho para a caracterização como espaço lírico, território da memória. Sua linguagem e seus motivos são aéreos: sóis, luas, pipas, bandeirolas, mastros, arcos. Enfim, são formas que voam e ascendem, sem contudo perder o vínculo com a terra. " Frederico Morais, in MORAIS, Frederico. Vertente construtiva. In: DACOLEÇÃO: os caminhos da arte brasileira. São Paulo: Júlio Bogoricin, 1986. p. 131-132. JULIO LOUZADA, vol. 5 pág. 210/211; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, 655; LEONOR AMARANTE, 75; ARTE NO BRASIL, 921; Acervo FIEO.

112 - BELMONTE, BENEDITO BASTOS BARRETO - (1887 - 1947)
Lance Livre - Menino e anjo - dn - 40 x 28 - cid
Nascido em São Paulo. Desenhista, caricaturista e jornalista. Depois de estrear na imprensa ilustrada em 1912, popularizou-se com a criação do personagem Juca Pato, na Folha da Noite, de São Paulo. Na Folha da Manhã , de São Paulo, apresentou, de 1936 em diante, diversas caricaturas de campanha contra o nazismo. Além dos álbuns de desenhos que publicou - como Angústias do Juca Pato (1926), O Amor através dos Séculos (1928) e No Reino da Confusão (1939) - ilustrou livros infantis de Monteiro Lobato. TEODORO BRAGA, pág. 49 e 50; PONTUAL, pág. 67; MEC, vl. 1, pág. 213; TEIXEIRA LEITE, pág. 69; JULIO LOUZADA, vol.10, pág. 103; CARICATURISTAS BRASILEIROS, de Pedro Corrêa do Lago, pág. 100; ARTE NO BRASIL, pág. 392; WALTER ZANINI, pág. 806; Acervo FIEO.

113 - JOAQUIM LOPES FIGUEIRA JUNIOR - (1904 - 1943)
Base: R$ 1.500,00 - Paisagem - ostcm - 19 x 25 - cid
Reproduzido sob o n.° 237 em catálogo de Evandro Carneiro Leilões - Rio de Janeiro. Com etiqueta nº 2845 de Grifo Galeria de Arte - São Paulo, no dorso. -Escultor e pintor, participante do Salão Paulista de Belas Artes em 1934 e 1936, quando recebeu as pequenas medalhas de prata e de ouro. Na Divisão Moderna do SNBA recebeu o prêmio viagem ao País, em 1941. Integrou a Família Artística Paulista, participando de suas mostras entre 1937 e 1940. Quirino Campofiorito, artista e festejado crítico de arte, assim disse a seu respeito: "Faleceu prematuramente Figueira, quando sua obra confirmava um rigor estético que tinha sua medida na simplicidade do modelado e na espontaneidade da objetividade figurativa." MEC, vol.2, PÁG.173; JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 348; PONTUAL, pág. 212; TEIXEIRA LEITE, pág.193; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL; WALTER ZANINI, pág. 586.

114 - FRANÇOIS MORELLET - (1926)
Lance Livre - Composição - ser. 139/300 - 80 x 80 - cid
Artista contemporâneo francês, pintor, gravador e escultor que nasceu em Cholet. Vive e trabalha nessa cidade e em Paris. Foi um dos fundadores do grupo G.R.A.V. (Group de Recherche d’Art Visuel), de 1960 a 1968, junto com os artistas: Francisco Sobrino, Horacio Garcia Rossi , Julio Le Parc, Yvaral, Joël Stein, François e Vera Molnar. Também foi um dos organizadores do movimento internacional de arte cinética: "Nouvelle Tendance". Realizou muitas exposições individuais e participou de inúmeras coletivas, em galerias e museus desde 1950, em: Paris, inclusive no Museu do Louvre e D’Orsay; noutras cidades da França: Rennes, Angers, Cluny, Nantes, Saint Paul de Vence, Odeon, Chinon, Le Chateau d’Olonne, Grenoble, Istres, Nancy, Le Chateu Cambrésis; na Alemanha: Stuttgarg, Mainz, Ulm, Marl, Paderborn, Karlsruhe, Münster, Berlim, Bonn, Bremen, Hannover, Rhein, Otterndorf, Reutligen, Kassel (Documenta); na Holanda: Amsterdam, Einhoven; na Suiça: Zurique, Basel; na Itália: Milão, Veneza, Vince; na Bélgica: Gent; na Inglaterra: Birminghan, Newscasttle, Edinburgh, Sheffield, Cardiff, Southampton, Oxford, Leicester; na Dinamarca: Copenhague. Em 1975, aqui no Brasil, obteve o Prêmio Internacional de Pintura na Bienal Internacional de São Paulo. BENEZIT, VOL.7, PÁG. 533; artnet.com; artprice.com; francois-morellet.com; museedulouvre.org; brooklynmuseum.org; rioartecultura.com; fr.wikipedia.org.

115 - DJANIRA DA MOTTA E SILVA - (1914 - 1979)
Base: R$ 4.000,00 - Natal - g - 41 x 32 - cid - 1968
Com a seguinte dedicatória: " A querida Eunice um Feliz Natal da sua amiga Djanira - Rio 19.12.1968 ". -Pintora, desenhista e gravadora, natural de Avaré, SP. Foi aluna de Marcier. A partir de 1942 participa do SNBA, recebendo premiação em 1943, 1944 e 1950. Realizou exposições individuais. Participou de diversas coletivas e salões de arte, nacionais e internacionais, com excelente recepção da crítica especializada. Diz-se que sua pintura é ingênua, mas ela declarava que ingênua, era ela mesma. JULIO LOUZADA vol.1, pág. 336; PONTUAL, pág. 181; TEIXEIRA LEITE, pág. 164; MEC, vol. 2, pág 58; WALMIR AYALA, vol. 1, pág, 263; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 810; ARTE NO BRASIL, pág. 824; Acervo FIEO.

116 - RAPHAEL GALVEZ - (1907 - 1998)
Lance Livre - Nu - dl - 40 x 55 - cid - 1941 - São Paulo
Pintor, desenhista, escultor e arquiteto, nascido em São Paulo, Capital. Artista de formação artesanal, teve como tema de sua obra a sua cidade natal. JULIO LOUZADA, vol 10, pág 372; PONTUAL, pág. 231; MEC, vol 2, pág, 239; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 630; Acervo FIEO.

117 - J. CARLOS - (1884 - 1950)
Lance Livre - Banhistas - dn - 30 x 41 - cid
Nasceu e faleceu no Rio de Janeiro. Foi pintor, desenhista, ilustrador e caricaturista. Realizou mais de cem mil desenhos, não se conhecendo um único ruim. Observador arguto, retratou com maestria e humor o cotidiano de sua cidade natal, da qual, consta, ausentou-se por duas únicas ocasiões. JULIO LOUZADA vol. 10, pág. 181; CARICATURISTAS BRASILEIROS, de Pedro Corrêa do Lago, pág. 74; WALTER ZANINI, pág. 448; ARTE NO BRASIL, pág. 646.

118 - HARRY ELSAS - (1925 - 1994)
Lance Livre - Camponesa - ost - 100 x 70 - cie
Com etiqueta de Renot Atelier - São Paulo. -Nascido na Alemanha e radicado no Brasil desde 1936, Elsas desenvolveu suas aptidões artísticas com Lasar Segall, que muito o incentivou a ingressar na carreira das artes. Permaneceu no Nordeste brasileiro por oito anos, retratando com maestria e singularidade paisagens e aspectos da vida local, sempre com influência renascentista, com cor e desenhos fortíssimos. Participou de coletivas no Brasil e no exterior a partir de 1962, com excelente repercussão. JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 99. MEC, vol, 2, pág, 111; TEIXEIRA LEITE, pág 176; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

119 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 2.500,00 - Barcos - dn - 13 x 9 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 052 deste catálogo.

120 - ANTONIO AUGUSTO MARX - (1919 - 2008)
Lance Livre - " Teresópolis " - ost - 50 x 60 - cid - 1967
Com etiqueta de Dan Galeria - São Paulo, no dorso. -Arquiteto e pintor ativo em São Paulo, onde participa de mostras coletivas a partir de 1966, com reconhecimento de crítica e público. Artista de muitos recursos técnicos, suas obras tem como tema a paisagem, do campo e da cidade, com conteúdo de atmosfera, côr e equilibrio. MEC vol.3, pág. 99; PONTUAL, pág. 346; JULIO LOUZADA vol.11, pág. 203; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 803, Acervo FIEO.

121 - FERNANDO ODRIOZOLA - (1921 - 1986)
Lance Livre - Composição - tm - 32 x 46 - cid - 1976
No estado. -Fernando Pascual Odriozola nasceu em Oviedo, Espanha e faleceu em São Paulo. Pintor, desenhista e gravador. Começou a pintar em 1936. Veio para o Brasil em 1953 e fixou residência em São Paulo. No ano seguinte, realizou sua primeira exposição individual na Galeria Portinari. O Museu de Arte Moderna de São Paulo dedicou-lhe outra individual, em 1955. Na década de 1960, lecionou no Instituto de Arte Contemporânea da Fundação Armando Álvares Penteado e colaborou como ilustrador nos jornais O Estado de S. Paulo e Diário de S. Paulo, e na revista Habitat. Em 1964, integrou, com Wesley Duke Lee , Yo Yoshitome e Bin Kondo , o Grupo Austral, ligado ao movimento internacional Phases. Participou das 7ª, 8ª, 9ª, 12ª, 13ª, 14ª, 15ª e 18ª Bienais Internacionais de São Paulo onde foi premiado na 7ª, 8ª, e 14ª edição; da 7ª Bienal de Tóquio; dos 2º e 5º Panoramas da Arte Atual Brasileira, entre outras. No ano de seu falecimento, o Centro Cultural São Paulo (CCSP) realizou uma exposição retrospectiva póstuma em sua homenagem. JULIO LOUZADA VOL.11, PÁG. 231; MEC VOL.3, PÁG.291; PONTUAL PÁG. 389; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI PÁG. 737; ARTE NO BRASIL PÁG.907; LEONOR AMARANTE PÁG. 143; ACERVO FIEO.

122 - MAURICIO NOGUEIRA LIMA - (1930 - 1999)
Lance Livre - Composição - g e n - 37 x 30 - cid - 1956
Natural da cidade do Recife, PE, o autor foi pintor, arquiteto, desenhista e professor. Frequentou o Instituto de Belas Artes de Porto Alegre, o MAM-SP e diplomou-se em arquitetura pela Faculdade Mackenzie-SP. Ligado ao grupo Ruptura, Maurício tornou-se um artista de acentuados princípios racionais, sendo o autor de algumas introduções no campo da animação ótica dos espaços, na seriação das construções e ainda na busca específica de retículas coloridas.Participou do Salão Paulista de Arte Moderna, onde obteve, dentre outros, o 1º Prêmio em Cartaz (1951 e 1957). Participou também do movimento de arte concreta, figurando nas exposições do MAM-SP (1956), no MEC-RJ (1957), na Exposição Internacional de Arte Concreta, em Zurique (1960), etc JULIO LOUZADA, vol 1, pags 678 e 679; ITAU CULTURAL.

123 - DIONISIO DEL SANTO - (1925 - 1999)
Lance Livre - " Linhas " - ser. 77/100 - 15 x 19 - cid - 1974
Participou da Exposição " Dionísio Del Santo - Mais da Justa Visibilidade ", realizada na Canvas/ E-Arte - São Paulo de 12 a 25 de Maio de 2010. -Pintor, desenhista, gravador e serigrafista, nasceu em Colatina-ES, e faleceu em Vitória, naquele mesmo Estado. Autodidata. Em 1975, recebe o Prêmio de Melhor Exposição de Gravura do Ano, da APCA. Participou da 9ª Bienal Internacional de São Paulo, 1967 (Prêmio Itamarati Aquisição) e do Salão Nacional de Arte Moderna, Rio de Janeiro, 1968 (Prêmio Isenção do Júri). JULIO LOUZADA vol.11, pág. 88; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 682; ARTE NO BRASIL, pág. 934.

124 - LOTHAR CHAROUX - (1912 - 1987)
Base: R$ 2.000,00 - Composição - g - 29 x 23 - cid
Pintor e desenhista austríaco, natural de Viena, transferiu-se para o Brasil em 1928, fixando residência em São Paulo, Estudou no Liceu de Artes e Ofícios da cidade, onde conheceu Valdemar da Costa, com ele fazendo aprendizado de pintura a partir de 1940. Artista estável, sua evolução não sofreu sobressaltos, uma vez formado numa linguagem linear de sensibilidade pessoal, despojada e exigente, rigorosamente artesanal. PONTUAL, pág. 131; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI pág. 645; ARTE NO BRASIL, pág. 798; Acervo FIEO.

125 - ALDO BONADEI - (1906 - 1974)
Base: R$ 9.500,00 - Natureza morta - tm - 26 x 35 - cie - 1972
Reproduzido no convite deste leilão. -Estudou com Pedro Alexandrino (1923 a 1928) e aperfeiçoou-se na Itália. Integrou o Grupo Santa Helena, com Rebolo, Zanini, Rosa, Graciano, Pennacchi (1935) e participando em 1937 de exposições da Família Artística Paulista. Pintou paisagens e naturezas mortas, com composição estruturada no cubismo. MEC, vol. 1, pág. 247; PONTUAL, págs. 78/79; ARTE NO BRASIL, vol. 2, pág. 1041; ART PRICE ANNUAL 2000, pág. 258; TEIXEIRA LEITE, pág. 79; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 586; LEONOR AMARANTE, pág. 72; Acervo FIEO.

126 - JORGE GUINLE FILHO - (1947 - 1987)
Lance Livre - Composição - g - 29 x 20 - cie - 1980
Pintor e desenhista. Expôs com regularidade no Rio e São Paulo a partir de 1973, com ótimo mercado. JULIO LOUZADA, vol. 2, pág.482; LEONOR AMARANTE, pág. 312. Acervo FIEO.

127 - ANTONIO ROCCO - (1880 - 1944)
Base: R$ 2.000,00 - Caverna - ost - 32 x 40 - cie
Pintor italiano, natural de Amalfi. Frequentou o Instituto de Belas Artes de Nápoles. No Brasil, fixou-se em São Paulo. Participou do SNBA e no SPBA de 1933, recebendo importantes premiações. A PINACOTECA - SP possui obras de sua autoria. TEODORO BRAGA; JULIO LOUZADA, vol 13 pág. 286; ITAÚ CULTURAL, RUTH TARASANTCHI.

128 - EDUARDO MORI - (1943)
Base: R$ 3.600,00 - Composição - ast - 27 x 35 - cid
Nascido em São Paulo, iniciou seus estudo artísticos em Paris, onde residiu por longos anos, realizando algumas exposições de desenhos e óleos, retratando cenas do cotidiano. Posteriormente radicou-se em Los Angeles-EUA onde, mais liberto da influência acadêmica, se fixou no abstracionismo, buscando apenas na cor a forma de expressar toda a sua arte, com a qual se consagrou. JULIO LOUZADA vol.11, pág.219

129 - MIRA SCHENDEL - (1918 - 1988)
Base: R$ 2.700,00 - Linhas - mon. - 45 x 22 - cid - 1964
Suíça, Mira imigrou para o Brasil em 1949, fixando-se inicialmente em Porto Alegre, onde fez pinturas e esculturas em cerâmica, nas quais assinava Mirra Hargesheimer, seu nome de solteira.. Realizou a sua primeira exposição individual, em 1952. Expôs em 1954 em São Paulo (MAM), para onde se transferiu. Participou de diversos salões, tais como o SPAM e Bienais de São Paulo, Córdoba e Veneza, obtendo premiações. A principio exclusivamente desenhista, com a utilização de signos, índices e símbolos, dedicou-se posteriormente à pintura, dentro da vertente minimalista que norteou toda a sua carreira. TEIXEIRA LEITE, pág. 464; JULIO LOUZADA, vol. 13, pág. 304; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 688; LEONOR AMARANTE, pág. 187.

130 - ADELIO SARRO - (1950)
Lance Livre - " Musa astral " - m em b 9/50 - h = 18 - ass.
Com certificado de autenticidade firmado pelo autor, datado de 19.7.2006. - Artista do interior paulista, nascido em Andradina, está radicado em São Paulo desde 1968. Sua pintura inicialmente é expressionista e confessadamente inspirada nas obras de Portinari e Segall. Expôs no exterior e em divesos Salões Nacionais, recebendo excelente crítica. JULIO LOUZADA, vol.1 pág. 880, ITAÚ CULTURAL.

131 - JUAREZ MACHADO - (1941)
Lance Livre - Figura - dn - 40 x 29 - cid - 1970
Nasceu em Joinville, SC. Atualmente reside e trabalha em Paris, França, onde mantem ateliê. Pintor, escultor, desenhista, caricaturista, jornalista, cenógrafo, escritor e ator. Desenvolveu sólida carreira como desenhista de charges de humor. Sua arte essencialmente criativa, vai do lirismo à violência, da análise microscópica ao extravasamento onírico. Entre as exposições de que participa, destacam-se: 9ª Bienal Internacional de São Paulo, 1967; Zona Gallery, Nova Iorque (Estados Unidos), 1981; Retrospectiva Quatro Artistas da Geração 60, no MAC/PR, Curitiba, 1987; Châteaux Bordeaux, no Centro Georges Pompidou, Paris, 1988; Retrospectiva, no MAC/Joinville, 1990; Arte na América Latina: 100 Anos de Produção, no Instituto Estadual de Artes Plásticas da UFRGS, Porto Alegre, 1996. "Juarez Machado expõe a natureza humana, olha, registra, interpreta, ilumina, focaliza. É o mundo dos humanos, mas não é o mundo do juiz dos homens. Aqui não estamos no Juízo Final. Juarez é o artista contemporâneo, ele tem este olhar elaborado pela ciência, o grau de consciência reflexiva. Podemos dizer deste ponto de vista, que esta obra humanística e esta atitude de intensa pesquisa confere ao seu trabalho um caráter anti-medieval." Jacob Klintowitz in: "Juarez Machado - Copacabana 100 Anos, Ed. Simões de Assis, 1992." JULIO LOUZADA vol.11, pág. 186; PONTUAL, pág.284; Acervo FIEO; ITAU CULTURAL; MEC, vol. 3; TEIXEIRA LEITE, pág. 298. Acervo FIEO.

132 - YOLANDA MOHALYI - (1909 - 1978)
Base: R$ 3.800,00 - Atores - mon. e g - 42 x 34 - cie
Pintora, desenhista e professora. Formação artística na Academia Real de Belas Artes de Budapest. Ativa em São Paulo a partir de 1931. Fez parte do Grupo dos Sete, juntamente com Victor Brecheret, Gomide e outros. Participante de diversas Bienais de São Paulo, entre 1951 e 1967, recebendo diversas premiações TEIXEIRA LEITE, pág. 331; PONTUAL, pág. 363; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584; ARTE NO BRASIL, pág. 937; LEONOR AMARANTE, pág. 75; Acervo FIEO.

133 - GREGORY FINK - (1946)
Lance Livre - Meninas - tm - 70 x 54 - cie - 1974
Natural de Londres, Inglaterra (6/9/1946). Pintor, desenhista e gravador ativo em São Paulo, com diversas exposições. JULIO LOUZADA, vol. 12 , pág. 159

134 - LEVINO FANZERES - (1884 - 1956)
Lance Livre - " Canto de praia " - osm - 19 x 27
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 084 deste catálogo.

135 - SAMSON FLEXOR - (1907 - 1971)
Base: R$ 30.000,00 - Composição - ost - 45 x 61 - cid - 1952
Reproduzido no convite deste leilão. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 087 deste catálogo.

136 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - Chuva de verão - ost - 40 x 50 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 033 deste catálogo.

137 - IVAN SERPA - (1923 - 1973)
Lance Livre - Composição - g - 20 x 13 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 103 deste catálogo.

138 - CIRILO AGOSTINI - (1896 - 1976)
Lance Livre - Barcos - ose - 34 x 45 - cie
Este quadro foi premiado com " A Pequena Medalha de Prata " na XXIII Exposição Paulista de Belas Artes, 1964 conforme etiqueta no dorso. -Pintor e desenhista, natural de Vincenza, Itália e falecido em São Paulo. Inicia sua formação no Liceu de Artes e Ofícios, com Henrique Vio e Benjamin Constant Neto, em São Paulo. Introduz a Pintura Gallet, técnica que consiste na ação de um ácido sobre vidro formando paisagens ou figuras (em três planos). Além de suas atividades artísticas, trabalha como mestre técnico de pintura na Nadir Figueiredo S. A., SP. Participou de vários Salões oficiais, desde 1922, em São Paulo, Piracicaba, Rio de Janeiro e Santos. Foi premiado em São Paulo nos anos de 1943, 1949, 1950, 1951, 1959, 1961, 1964 e 1971. Exposição póstuma, em 1982, na Pinacoteca do Estado - Pintores Italianos no Brasil. ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADAVOL. 4, PÁG. 28; VOL. 11, PÁG. 4; MEC VOL. 1, PÁG. 39.

139 - GEORGES WAMBACH - (1901 - 1965)
Lance Livre - Igreja - dn e a - 25 x 16 - cid - 1956
Com dedicatória. -Belga de nascimento, veio a falecer no Rio de Janeiro. Excepcional aquarelista, que retratou o Brasil em suas inúmeras incursões. "Georges Wambach (1901-1965) talvez tenha sido um dos últimos exemplares de uma espécie em extinção, ou já extinta, quem sabe: a dos artistas viajantes de que o século XIX foi pródigo. Artistas com cavalete, paleta, tintas e pincéis na mochila, que vararam o mundo em busca do fantástico, do erótico, e, sobretudo, do excitante desconhecido, aventura que até custou a vida de alguns como Adrien Taunay, que viu a morte aos 25 anos em pleno Mato Grosso." Fernando Cerqueira Lemos, in AQUARELAS de Georges Wambach: impressões do Brasil. Ed. Marca d´Água-SP, 1988. JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 343; TEIXEIRA LEITE, pág. 540; ITAÚ CULTURAL.

140 - FLÁVIO DE CARVALHO - (1899 - 1973)
Lance Livre - Mulheres - grav. 45/80 - 60 x 40 - cid - 1962
Pintor, desenhista, escultor, cenógrafo, engenheiro civil, arquiteto e escritor. Educou-se na Inglaterra. Foi um dos pioneiros da arquitetura moderna no Brasil. Figura polêmica e provocativa, teve vida cultural bastante agitada. Participou em diversas bienais e exposições nacionais e internacionais. TEODORO BRAGA, pág. 95/96/97; REIS JR., pág. 379; PONTUAL, pág. 113/114; MEC, vol.1, pág. 363; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 177.; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 478; ARTE NO BRASIL, pág. 746; LEONOR AMARANTE, pág. 28; Acervo FIEO.

141 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 10.000,00 - " Gato verde " - ast - 60 x 80 - cie e d - 2003
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

142 - ANTONIO FERRIGNO - (1863 - 1940)
Base: R$ 2.000,00 - Quintal - osm - 11 x 18 - cid - São Paulo
Representou com maestria a chamada Escola de Amalfi. Estudou com Di Chirico e Morelli. Expôs em 1882 em Nápoles, imigrando para o Brasil em 1892, permanecendo em São Paulo até 05, quando retornou à Itália e fixou residência definitivamente em Salerno. No Brasil executou paisagens e marinhas, utilizando de técnica pictórica empastada e de um colorido cheio de vivacidade. Várias obras suas ficaram no Brasil, em importantes coleções particulares. ANTONIO FERRIGNO; BENEZIT, vol. 4, pág. 343; ANUAL ART SALES INDEX/82, vol.1, pág. 383; TEODORO BRAGA, pág. 94; MEC, vol. 2, pág. 156; LAUDELINO FREIRE, págs. 381 e 389; REIS JÚNIOR, pág. 365; PONTUAL, pág. 212. TEIXEIRA LEITE, pág. 192; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 535, RUTH TARASANTCHI.

143 - ANA ANDRADE - (1953)
Lance Livre - Paisagem - a - 55 x 75 - cid
Ana Cristina Andrade Moreira é pintora, gravadora, desenhista, professora e designer vidreira. Iniciou sua formação artística na Escola Superior de Arte Santa Marcelina, SP (1972-1975). Aprendeu gravura em metal (1980-1990) com Iole Di Natale; técnicas de gravura na Scuola Internazionale di Gráfica em Veneza, Itália (1983); Gravura Especial com Evandro Carlos Jardim, no MAC-SP (1991); Técnica Calcográfica Experimental com Mario Benedetti, na FASM-SP (1997); Vitrofusão com Roberto Bonino. Exposições individuais: São Paulo, SP (1984, 1987, 1995, 2003); Bauru, SP (1989); “Projeto Interior com Arte” – Museu Banespa (1998 – Exposição itinerante pelo interior do Estado de São Paulo). Coletivas: Epinal, França (1975); São Paulo, SP (1974,1982,1984,1985,1986,1988,1994,1995,2000,2002 a 2004); Santo André,SP (1982); Novo Hamburgo, RS (1982); Taiwan, China (1983,1985); San Juan, Porto Rico (1983); Santos, SP (1983); Cabo Frio, RJ (1983); Ribeirão Preto,SP (1984); Curitiba, PR (1984); Piracicaba,SP (1984); Veneza, Itália (1984,1985); Campinas, SP (1985); São José do Rio Preto, SP (1986); Limeira, SP (1986); Washington D.C.,EUA (1991); Campos do Jordão, SP (1991); Kanagawa, Japão (1992); Maastricht, Holanda (1993); Illinois, EUA (1994); Cidade do México, México (1996); Jacareí, SP (1998); Budapeste, Hungria (1996); Uzice, Yuguslávia (1997); Ourense, Espanha (1994,2006). Prêmios: São Paulo, SP (1974); Novo Hamburgo, RS (1982); Santos, SP (1983); Ribeirão Preto, SP (1984); Curitiba, PR (1984); Piracicaba, SP (1984); Campinas, SP (1985); São José do Rio Preto, SP (1986). JULIO LOUZADA, vol.1, pág. 62; vol.2, pág. 66; Acervo FIEO. ITAU CULTURAL.

144 - EDSON MOTTA - (1910 - 1981)
Lance Livre - Vendedora de frutas - a - 22 x 18 - cid
Mineiro de Juiz de Fora, estudou na ENBA no Rio de Janeiro, onde foi aluno de Rodolfo Chambelland, Marques Junior e Outros. Foi um dos fundadores do Núcleo Bernardelli, que dirigiu por alguns anos. Expositor nas diversas versões do SNBA. Em 1939 ganhou o premio viagem à Europa, onde estudou Conservação e Restauro, ofício que lhe renderia prestígio e respeito no País, PONTUAL, 374; TEIXEIRA LEITE, 336; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 579.

145 - DARIO MECATTI - (1909 - 1976)
Base: R$ 8.000,00 - Paris - ost - 70 x 100 - cid
Reproduzido no convite deste leilão. -Pintor nascido na Itália. Mecatti radicou-se no Brasil em 1940, após trabalhar por vários anos na Tripolitânia, no norte da África. É notável pela estilização de suas figuras e paisagens concebidas, em tons baixos e obedientes a uma composição pessoal. TEODORO BRAGA, pág. 161/2; MEC, vol. 3, pág. 109; PONTUAL, pág. 352; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 72; TEIXEIRA LEITE, pág. 320; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

146 - CALISTO CORDEIRO, DITO K.LIXTO - (1877 - 1957)
Lance Livre - Festa - dn - 16 x 28 - cid
Desenhista, caricaturista e pintor. Estudou na ENBA. Desenhou o primeiro sêlo de impôsto de consumo impresso no Brasil. Sua atividade de caricaturista durou mais de 30 anos, com intensa colaboração em jornais e revistas do Rio de Janeiro, tais como O Riso, D. Quixote, Carêta, A Semana Ilustrada, Fon-Fon!, Ilustração Brasileira, A Caricatura, O Cruzeiro, O Tagarela, O Malho e tantas outras. Participou de diversos certames do gênero. Sua excepcional obra é até hoje objeto de estudo por especialistas, que não se cansam de lhe tecer elogiosas críticas. PONTUAL, pág. 291; JULIO LOUZADA vol 12 pág. 218; WALTER ZANINI, pág. 806; ARTE NO BRASIL; HISTÓRIA DA CARICATURA NO BRASIL, pág. 1014.

147 - RAIMUNDO CELA - (1890 - 1954)
Base: R$ 1.800,00 - " Saint-Agrève - França " - grav. - 15 x 23 - cid
Com etiqueta da Casa Vieitas - Rio de Janeiro, no dorso. - Pintor, desenhista, gravador e professor, Raimundo Cela nasceu em 19/7/1890, na cidade cearense de Sobral, e faleceu em Niterói, RJ, no dia 6/6/1954. Sempre fiel a temática nordestina, suas telas retratam movimentadas cenas de pesca, jangadeiros, mares bravios e as luminosas praias de Fortaleza. JULIO LOUZADA, vol 13, pág. 80; MEC, vol. 1, pág. 395; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 637; ARTE NO BRASIL, pág. 837; F. ACQUARONE, pág. 215.

148 - ANTONIO GOMIDE - (1895 - 1967)
Base: R$ 12.000,00 - Nu - sang. - 41 x 25 - cid - 1939
Com etiqueta da Exposição "Antônio Gomide", realizada no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, no dorso. -Pintor nascido em Itapetininga e falecido em São Paulo. Gomide estudou com o grande Hodler em Genebra, 1915 a 1918, e mais tarde, já em Paris, ligou-se a Picasso e aos cubistas que iriam influenciá-lo. Voltando ao Brasil em 1926, integrou-se ao movimento de renovação de nossas artes plásticas, conservando-se até morrer fiel aos postulados e cubistas de sua mocidade. Em 1968 o Museu de Arte Contemporânea dedicou-lhe importante retrospectiva. THEODORO BRAGA, pág.110, REIS JUNIOR, pág.377; PONTUAL, pags 244/245; MEC, vol.2, pág.275; WALMIR AYALA, vol.1, págs.353 a 355, ART PRINCE ANNUAL 2000, pág.955; TEIXEIRA LEITE, pág.222; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 548; ARTE NO BRASIL, pág. 694; Acervo FIEO.

149 - ADELIO SARRO - (1950)
Base: R$ 2.000,00 - " Natureza pura " - ost - 46 x 31 - cid - 1989
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 130 deste catálogo.

150 - RICARDO CIPICCHIA - (1908 - XX)
Lance Livre - Trabalhador - e em mad. - h = 23 - b
Escultor e professor, residiu em São Paulo, onde estudou no Liceu de Artes e Oficios. Trabalhou como entalhador, retratando tipos populares e lendas. Realizou individual no Rio de Janeiro em 1939. Recebeu diversas premiações nos salões oficiais: SPBA 1953; Prefeitura do Município de SP 1934, 1941, etc. JULIO LOUZADA, vol. 3, pág. 272

151 - ALFREDO VOLPI - (1896 - 1988)
Base: R$ 12.000,00 - Alegoria - dl - 63 x 76 - n/as.
Pintor, desenhista, gravador e ceramista nascido em Lucca, Itália e falecido em São Paulo. Muda-se com os pais para São Paulo em 1897 e, ainda criança, estuda na Escola Profissional Masculina do Brás. Mais tarde trabalha como marceneiro, entalhador e encadernador. Em 1911, torna-se pintor decorador e começa a pintar sobre madeiras e telas. Na década de 1930 passa a fazer parte do Grupo Santa Helena com vários artistas como Mário Zanini e Francisco Rebolo. Em 1936, participa da formação do Sindicato dos Artistas Plásticos de São Paulo e integra, em 1937, a Família Artística Paulista - FAP. Em 1940, ganha o concurso promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN, com trabalhos realizados com base nos monumentos das cidades de São Miguel e Embu. Realiza trabalhos para a Osirarte, empresa de azulejaria criada em 1940, por Rossi Osir. Sua primeira exposição individual ocorre em São Paulo, em 1944. Em 1950, viaja para a Europa acompanhado de Rossi Osir e Mario Zanini. É convidado a participar, em 1956 e 1957, das Exposições Nacionais de Arte Concreta e mantém contato com artistas e poetas do grupo concreto. Recebe o prêmio Aquisição na Bienal de Veneza (1952), Melhor Pintor Nacional da Bienal Internacional de São Paulo (1953), dividido com Di Cavalcanti; o prêmio Guggenheim (1958); Melhor Pintor Brasileiro pela crítica de arte do Rio de Janeiro (1962 e 1966), Melhor Pintor Nacional no Panorama da Arte Brasileira MAM - SP (1970), entre outros. REIS JUNIOR, PÁG. 378; WALMIR AYALA, VOL. 2, PÁG. 426 e 428; JULIO LOUZADA VOL.1, pág.1048; MEC. VOL.4, PÁG. 496; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, PÁG. 584; ARTE NO BRASIL, PÁG. 684; LEONOR AMARANTE, PÁG. 28, Acervo FIEO; BENEZIT VOL. 10, PÁG. 567; PONTUAL PÁG.546. NTE, pág. 28, Acervo FIEO.

152 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 10.000,00 - Composição com figuras - dn e g - 30 x 40 - ci - 1959
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 052 deste catálogo.

153 - JURANDIR PAES LEME - (1896 - 1953)
Lance Livre - Igreja - osm - 42 x 33 - cid
Pintor e professor, Jurandir dos Reis Paes Leme nasceu e faleceu no Rio de Janeiro. Foi aluno de Henrique Bernardelli, Rodolfo Amoedo e Luc ílio de Albuquerque. Participou da Exposição Geral de Belas Artes, no Rio de Janeiro (1922, 1923, 1925, 1927 a 1930, 1933) e do Salão Paulista de Balas Artes, em São Paulo (1941, 1942, 1943, 1945, 1949). Foi premiado no Rio de Janeiro (1922, 1924, 1930, 1945 - Prêmio de Viagem ao Exterior), em Niterói, RJ (1942), em São Paulo (1941) e em Porto Alegre (1939). Possui obras no Museu Antonio Parreiras, Niterói e no Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro. ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA VOL. 5, PÁG. 775; VOL. 9, PÁG. 645; MEC VOL. 2, PÁG. 469; PONTUAL PÁG. 400.

154 - AFONSO GUAIRA HERBELE - (1880 - 1942)
Lance Livre - Paisagem - dbp - 9 x 18 - cid
Desenho da série elaborada especialmente para ilustrar o livro " História de Conceição do Mato Dentro ", de autoria de Geraldo Dutra de Moraes, edição da biblioteca Mineira de Cultura - 1942, pág 117. -Topógrafo, cartógrafo e paisagista autodidata nascido em Ulm - Wurtemberg, Alemanha, e falecido em Belo Horizonte, MG. Naturalizou-se brasileiro e viveu no Brasil (Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais) por 42 anos, onde exerceu sua profissão. Seu apelido Guaíra (denominação indígena do Salto das Sete Quedas situado à margem brasileira do rio Paraná) foi incorporado legalmente ao seu nome. Em Belo Horizonte, entre muitos dos seus trabalhos, contam-se os relativos à Carta Geográfica de Belo Horizonte e os desenhos paisagísticos de todas as grutas mineiras com que ilustrou o trabalho 'As Grutas em Minas Gerais', editado em 1939, pelo Departamento Estadual de Estatística. www.cantacantos.com.br/revista/index.php/rbg/article/view/749/686

155 - FRANCISCO REBOLO GONSALES - (1903 - 1980)
Base: R$ 12.000,00 - Composição - oscce - 49 x 39 - cid - 1946
Reproduzido no convite deste leilão. -Grande pintor paulistano, um dos principais membros do Grupo Santa Helena e da Família Artística Paulista, Rebolo é acima de tudo um paisagista de colorido suave e desenho sensível. MEC, vol. 4, pág. 28/29; TEODORO BRAGA, pág. 202/3; PONTUAL, pág. 447/448; REIS JR., pág. 382; TEIXEIRA LEITE, pág. 433/434/435.; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584; LEONOR AMARANTE, pág. 13; ARTE NO BRASIL; Acervo FIEO.

156 - PAULO CLÁUDIO ROSSI OSIR - (1890 - 1959)
Lance Livre - Igreja da Glória - p - 31 x 45 - cid - Rio - 1947
Pintor e arquiteto nascido e falecido em São Paulo. Estudou na Europa, e em 1921 expõe individualmente em sua cidade natal. Integrou, mais tarde, a Família Artística Paulista. Seu estilo combina elementos impressionistas e cubistas. Criou a OSIRARTE, firma especializada no fabrico de azulejos artísticos. TEODORO BRAGA, pág. 208; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 268; PONTUAL, pág. 462; MEC, vol, 3, pág. 303; ITAU CULTURAL; LEONOR AMARANTE, pág. 128; ARTE NO BRASIL; WALTER ZANINI, pág. 579, Acervo FIEO, RUTH TARASANTCHI.

157 - ADAM HENDLER - (1909 - 1981)
Lance Livre - Paisagem - ost - 40 x 55 - cid e d - 1978
Pintor, gravador, ceramista e professor nascido em Lódz, Polônia. Assina A. Hendler. Estudou, na Polônia, com Radwanski e Friderick Pautsch (década de 30). Em 1945, imigra para a Suécia, torna-se cidadão sueco e abre uma escola de desenho e pintura, em Lidhoping. Nos anos 50 vai para Paris e estuda na Academia Julien com Saboraud, participando de exposições. Volta para a Suécia até imigrar para o Brasil onde adquriu, em 1977, a cidadania brasileira. A partir de 1954 participa de várias exposições e Salões oficiais sendo premiado de 1974 a 1979, aqui em São Paulo. JULIO LOUZADA, VOL. 1, PÁG. 464, ACERVO FIEO; ITAU CULTURAL.

158 - GUSTAVO ROSA - (1946)
Base: R$ 6.000,00 - Moça - ost - 30 x 25 - cid e d - 2011
Grande pintor paulistano, ganhador de muitos prêmios em Salões Oficiais. Tem exposto regularmente no Brasil e no exterior com grande sucesso. JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 274; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

159 - GUIDO TOTOLI - (1937)
Lance Livre - Paisagem - ost - 54 x 65 - cid
Italiano, radicado no Brasil, Totoli é acima de tudo ótimo paisagista e pintor de figuras, fazendo uso de uma cor e de uma pincelada vivas e truculentas. Tem se dedicado com muita felicidade às cerâmicas. MEC, vol.4, pág. 408; JULIO LOUZADA, vol.11, pág. 325, Acervo FIEO.

160 - ISMAEL NERY - (1900 - 1934)
Base: R$ 7.000,00 - " Croquis para um autorretrato " - a - 8,5 x 5,5 - cie - 1922
Com etiqueta da Galeria Barcinski - Rio de Janeiro e autenticação nº 40 de Maria Lacerda (inventariante dos desenhos de Ismael Nery) - Rio de Janeiro, no dorso. -Pintor e desenhista, considerado o precursor do surrealismo no Brasil; ainda criança fixou-se no Rio de Janeiro; posteriormente fez duas longas viagens à Europa; seus trabalhos iniciais são ligados ao expressionismo; seguem-se o período cubista - ao qual pertence a notável fase azul - e, a partir de 1927, o surrealista. Sua obra trata de temas de amor e poesia, centralizados na figura humana, muitas vezes sua mulher Adalgisa, abstraindo a paisagem e o ambiente. ARTE NO BRASIL, vol. 2, pág. 1052; MEC, vol. 3, pág. 257; TEIXEIRA LEITE, pág. 351/2; PONTUAL, pág. 381/2; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 531; LEONOR AMARANTE, pág. 142.

161 - MARIO ZANINI - (1907 - 1971)
Base: R$ 3.000,00 - Nu - dc - 65 x 47 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 045 deste catálogo.

162 - FULVIO PENNACCHI - (1905 - 1992)
Base: R$ 2.000,00 - Paisagem - ose - 17 x 17 - cie - 1978
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 058 deste catálogo.

163 - MACIEJ ANTONI BABINSKI - (1931)
Lance Livre - Composição - grav. 21/100 - 18 x 21 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 091 deste catálogo.

164 - JEAN COCTEAU - (1889 - 1963)
Lance Livre - Figuras - dn - 27 x 20 - cid
Artista, pintor, ceramista e escritor francês, mundialmente conhecido pela sua poesia, ficção, filmes, balets, etc. A obra de Cocteau reflete a influência recebida e a experiência do artista como: o surrealismo, a psicanálise, o cubismo, a religião católica, etc . No seu tempo Cocteau promoveu uma vanguarda de estilo e moda. Foi amigo de Pablo Picasso, do compositor Erik Satie, do escritor Marcel Proust, e do diretor russo Serge Diaghilev. Jean Cocteau nasceu em Maisons-Lafitte. Seu pai suicidou-se quando Jean tinha somente nove anos, era advogado e amante da pintura, influenciando muito o jovem Jean. JULIO LOUZADA, vol 9 - pág 214; BENEZIT, vol 3 - pág 89

165 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 7.000,00 - Peixe - ast - 27 x 35 - cid e d - 1968
Reproduzido no convite deste leilão. -Com etiqueta de Dan Galeria - São Paulo, no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

166 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Base: R$ 2.000,00 - Quintal - ost - 60 x 80 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 033 deste catálogo.

167 - ESTER GRINSPUM - (1955)
Base: R$ 3.500,00 - Composição - dn - 50 x 60 - cid - 1981
Desenhista, escultora, gravadora, pintora e ilustradora nascida na cidade do Recife--PE. Estuda com Baravelli e Marcello Nitsche no Instituto de Arte e Decoração, com Renina Katz, Flávio Império, Cláudio Tozzi, Flávio Motta, Aracy Amaral e Luis Carlos Daher no decorrer da década de 1970. Cursa arquitetura na FAU/USP de 1973 a 1977. Na década de 90, recebe bolsa de pesquisa para artistas da Fundacion Helena Segy, Paris, bolsa de trabalho do European Ceramic Work Center, em s'Hertogenbosch, Holanda, e bolsa de residência no Cité des Arts, Paris. Expõe individual e coletivamente desde 1981, com sucesso de crítica e de público. ITAUCULTURAL; Acervo FIEO. -

168 - IRACEMA ARDITI - (1924 - 2006)
Lance Livre - " Talismãn " - ost - 41 x 27 - cid e d - 1989
Esta festejadíssima artista brasileira, tanto em solo pátrio como no exterior, nasceu em São Paulo, SP. Suas obras ganharam o mundo pela linguagem própria e límpida de suas obras, nada ingênua ou primitiva. PONTUAL, pág. 272; TEIXEIRA LEITE, pág. 261; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

169 - JOSÉ ANTONIO DA SILVA - (1909 - 1996)
Base: R$ 3.000,00 - Queimada - ost - 46 x 61 - cid e d - 1980
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 063 deste catálogo.

170 - BRUNO GIORGI - (1905 - 1993)
Base: R$ 1.800,00 - Nu - e em b - h = 33 - b
Escultor e pintor paulista, iniciou seus estudos de escultura em Roma 1920/1922. Mais tarde tornou-se aluno de Maillol, em Paris, onde também frequentou as academias Ranson e de La Grande Chaumière, em 1936. É considerado o maior escultor nacional. MEC, vol.2, pág. 250/1; PONTUAL, pág. 237/8; MAYER/84, pág. 1333; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 587; ARTE NO BRASIL, pág. 715; LEONOR AMARANTE, pág. 18.

171 - TOMÁS SANTA ROSA - (1909 - 1956)
Lance Livre - Profetas - g - 32 x 23 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 080 deste catálogo.

172 - DJANIRA DA MOTTA E SILVA - (1914 - 1979)
Base: R$ 17.000,00 - Músicos - g - 24 x 34 - cid - 1962
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 115 deste catálogo.

173 - ALBERTO DA VEIGA GUIGNARD - (1896 - 1962)
Lance Livre - Ouro Preto - dn - 28 x 20 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 055 deste catálogo.

174 - RANCHINHO - (1923 - 2003)
Lance Livre - " A chalana " - ast - 60 x 73 - cid - 1998
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 074 deste catálogo.

175 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 35.000,00 - Mulata - ost - 38 x 28 - cid - 1969
Reproduzido no convite deste leilão. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 052 deste catálogo.

176 - CHRISTINA OITICICA - (1951)
Lance Livre - " A Justiça " - dn e a - 50 x 34 - cid - 1986 - Madri
Maria Christina Bastos Oiticica, pintora, desenhista e artista multimídia, é natural do Rio de Janeiro, RJ. Entre idas e vindas pela Europa, em 2003 optou por dividir seu tempo entre os Pirineus do sudoeste da França e o Rio de Janeiro. Tem realizado muitas exposições individuais no Brasil e pelo mundo e também participado de inúmeras mostras coletivas. ITAU CULTURAL; www.christinaoiticica.com.br; pt.wikipedia.org.

177 - MANOEL SANTIAGO - (1897 - 1987)
Base: R$ 2.000,00 - Paisagem - ost - 50 x 61 - cid e d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 071 deste catálogo.

178 - DIONISIO DEL SANTO - (1925 - 1999)
Lance Livre - Cavaleiros - g - 18 x 27 - cid - 1987
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 123 deste catálogo.

180 - CÂNDIDO PORTINARI - (1903 - 1962)
Lance Livre - " Cabeça de homem " - grav. H.C. - 21 x 13 - cid
Registrado no Projeto Portinari obra 45/59 da técnica Gravura/água forte/papel. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 100 deste catálogo.

181 - CARLOS ARAÚJO - (1950)
Base: R$ 3.500,00 - Rosto - osm - 60 x 50 - cie
Pintor, desenhista e litógrafo paulistano. Fez sua primeira individual em 1974, no MASP-SP, onde realizou outras exposições. Na sua obra observam-se elementos da pintura renascentista. Participou de diversas exposições coletivas, com sucesso de crítica e de público. Foi premiado em 1984 pela Associação Paulista de Críticos de Arte - APCA. JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 71; ITAU CULTURAL; TEIXEIRA LEITE, pág. 33.

182 - ATHOS BULCÃO - (1918)
Lance Livre - " Estudo de painel nº V " - g - 22 x 30 - cid
Pintor e desenhista. Começou a dedicar-se a arte estimulado por Portinari, que, em 1945, o convidou a trabalhar nas obras da Pampulha, em Belo Horizonte. No ano anterior realizara exposição individual na sede recém-inaugurada do Instituto dos Arquitetos do Brasil no Rio de Janeiro, voltando a fazê-lo na Capital mineira em 1946 e 1947. Já então conquistara medalhas de prata em pintura e desenho no SNBA. Recebendo bolsa de estudos no governo francês, viajou em 1948 para Paris, onde permaneceu um ano, visitando ainda a Itália. De regresso ao Brasil, passou a dedicar-se também a trabalhos no campo da decoração. Residindo mais recentemente em Brasília, ali criou azulejos e vitrais para a Igreja de Nossa Senhora de Fátima, com motivos cristãos da Pomba e da Estrela, símbolos do Divino Espírito Santo e da natividade. Participou como isento de júri dos II SAMDF (1965), realizando em 1968 exposição individual de desenhos em Brasília (Galeria Encontro). Rubem Braga focalizou-o em uma crônica publicada na revista Manchete (14 de agosto de 1954). TEODORO BRAGA, PÁG. 59; MEC, vol. 1, pág. 301; WALMIR AYALA, vol.1, pág. 140; PONTUAL, pág. 93; TEIXEIRA LEITE, pág. 92; JÚLIO LOUZADA, vol. 7, pág.112; ITAÚ CULTURAL.

183 - MARCELO GRASSMANN - (1925)
Base: R$ 2.000,00 - Cavaleiro - dn - 48 x 67 - cid - 2001
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 053 deste catálogo.

184 - OSWALDO GOELDI - (1895 - 1961)
Lance Livre - Trabalhadores - xilo. - 18 x 12 - cid - Beatrix Reynald
" Original de Oswaldo Goeldi - Beatrix Reynald ". Com etiqueta nº 0431 de Grifo Galeria de Arte - São Paulo, no dorso. -Desenhista, gravador e professor, nascido no Rio de Janeiro, filho de Emilio A Goeldi, naturalista suiço. A partir dos seis anos estudou na Suiça. Sua obra sofreu influência do expressionista austríaco Alfred Kubin. Retornando ao Brasil em 1919, realizou no Rio de Janeiro sua primeira exposição em 1921, no Liceu de Artes e Ofícios. Publicou albuns e ilustrou diversos e importantes livros. É artista altamente conceituado no País e no exterior, tendo merecido diversas homenagens póstumas, inclusive em filme. PONTUAL pág. 240; JULIO LOUZADA vol.11, pág130; MEC vol. 2, pág.271; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 521; ARTE NO BRASIL, pág. 672; Acervo FIEO.

185 - FRANZ WEISSMANN - (1911 - 2005)
Base: R$ 7.000,00 - Coluna Diagonal - e em f - 115 x 40 x 20 - ass.
Reproduzido no convite deste leilão. -Ex-coleção Renato Antônio Brogiolo - Rio de Janeiro. -Franz Joseph Weissmann nasceu em Knittelfeld, Áustria e faleceu no Rio de Janeiro. Escultor, desenhista, pintor e professor. Vem para o Brasil em 1921. No Rio de Janeiro, entre 1939 e 1941, freqüenta cursos de arquitetura, escultura, pintura e desenho na Escola Nacional de Belas Artes. De 1942 a 1944, estuda desenho, escultura, modelagem e fundição com August Zamoyski. Em 1945, transfere-se para Belo Horizonte, onde ministra aulas particulares de desenho e escultura. Três anos depois, Guignard o convida a lecionar escultura na Escola do Parque, que mais tarde recebe o nome de Escola Guignard. Integra o Grupo Frente, em 1955. No ano seguinte, volta a residir no Rio de Janeiro e participa da Exposição Nacional de Arte Concreta, em 1957. É um dos fundadores do Grupo Neoconcreto, em 1959. Nesse ano viaja para a Europa e o Extremo Oriente, retornando ao Brasil em 1965. Participa das Bienais Internacionais (1965,1967,1979 ,1987) e dos Panoramas de Arte Moderna (1972, 1975, 1981), em São Paulo. Nos anos de 1970 recebe o prêmio de melhor escultor da Associação Paulista de Críticos de Artes - APCA, participa da Bienal Internacional de Escultura ao Ar Livre, em Antuérpia, Bélgica, e da Bienal de Veneza. Realiza esculturas monumentais para espaços públicos de diversas cidades brasileiras, como na Praça da Sé, em São Paulo; no Parque da Catacumba, no Rio de Janeiro; e no Palácio das Artes, em Belo Horizonte. ITAU CULTURAL; MEC, VOL. 4, PÁG. 507; PONTUAL, PÁG. 552; JULIO LOUZADA , VOL. 2, PÁG. 1058; VOL.5, PÁG. 1130; VOL. 9, PÁG. 920; VOL. 11, PÁG. 344; www.franzweissmann.com.br.

186 - ALBANO AGNER DE CARVALHO - (1899 - 1986)
Lance Livre - Paisagem - a - 16 x 24 - cid
Nasceu em Curitiba, PR, onde fez estudos de pintura com o mestre Alfredo Andersen. Indo para o Rio de Janeiro em 1929, integrou-se desde então nas atividades artísticas locais, lá expondo individualmente em 1930, 1943, 1950 e 1961. Expôs também em Curitiba, em 1950, 1952, 1966 e 1968. Recebeu menção honrosa no SNBA e medalha de prata no Salão Fluminense de Belas Artes. PONTUAL, pág. 113; MEC, vol. 1, pág. 361; TEODORO BRAGA, pág. 29; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 176/177; ITAÚ CULTURAL; ACERVO FIEO, pág. 925.

187 - OTTONE ZORLINI - (1891 - 1967)
Lance Livre - Jogando xadrez - a - 33 x 45 - cid - 1957
Pintor e escultor nascido na Itália e falecido em São Paulo, onde se radicou na década de 1920. Ottoni Zorlini destacou-se como paisagista e pintor de figuras, num estilo afim ao de Volpi e ao de outros ilustres componentes da hoje célebre Família Artística Paulista, cuja obra muito ajudou a difundir. MEC, vol. 4, págs. 534 e 535; PONTUAL, pág. 559; Catálogo de Pintores Italianos no Brasil, SOCIARTE/82; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 623.

188 - GIANCARLO ZORLINI - (1931)
Lance Livre - Barcos - ost - 61 x 92 - cid e d - 1979
Médico de profissão, iniciou-se autodidaticamente na pintura, em 1962. É filho do escultor e pintor Ottone Zorlini. Participou diversas vezes do Salão Paulista de Belas Artes, nele recebendo diversas premiações. Sua pintura tem como tema predominante a paisagem. JULIO LOUZADA vol. 3, pág. 124; MEC vol.4, pág.534; PONTUAL, pág. 559; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

189 - GUIDO MICHELINE - (1955)
Lance Livre - Avião - lito. 34/41 - 50 x 70 - cid - 2003
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 025 deste catálogo.

190 - SERGIO TELLES - (1936)
Base: R$ 3.000,00 - " Orquídeas " - ast - 55 x 39 - csd - 2009 - São Paulo
Com certificado de autenticidade firmado pelo autor, em 12 de Janeiro de 2010. -Pintor, professor e diplomata, estudou pintura na ENBA/Rio; foi discípulo de Levino Fanzeres, Paul Gagarin, Rodolpho Chambelland e Paschoal Valente. Artista de renome internacional, consagrou-se pela sua requintada técnica de composição e domínio da cor. Com exposição retrospectiva programada para o Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro em 2009. TEIXEIRA LEITE, pág. 503; MEC, vol. 4, pág. 380; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 319; ITAÚ CULTURAL. Acervo FIEO.

191 - GRAÇA MARQUES - (1955)
Lance Livre - Composição - lito. P.A. - 50 x 72 - cid - 2004
Desenhista e pintora nascida em Pelotas, RS. Sua formação artística foi na Universidade Federal de Pelotas e na Universidade Complutense de Madri, Espanha. Realizou exposições individuais aqui no Brasil, Espanha, Uruguai e coletivas na Bélgica e Holanda. Possui obras em Centros Culturais e Museus da Espanha.

192 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Gato - ascce - 29 x 41 - cid
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

193 - GLAUCO PINTO DE MORAES - (1928 - 1990)
Lance Livre - Locomotiva - lito. H.C 7/12 - 38 x 30 - cid - 1986
Com dedicatória. -Pintor, desenhista e gravador nascido em Passo Fundo, RS e falecido em São Paulo, em 5/5/1990. Em 1968 abandona a carreira jurídica para se dedicar somente à pintura. Para tanto muda-se para São Paulo, onde participa com sucesso na XIII BSP, através do tema Locomotivas. Artista engajado, participou de todos os movimentos nas décadas de 70 e 80. O festejado crítico Jacob Klintowitz assim se referiu ao artista e obra no seu livro O Oficio da Arte: A Pintura: "um dos casos raros de pintor tardio, oriundo de outra atividade. Talvez seja o que explique a repentina maturidade humana desta pintura já revelada pronta aos olhos do público brasileiro." TEIXEIRA LEITE, 408; JULIO LOUZADA, vol. 12, pág. 179; RGS, pág. 226; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 754; LEONOR AMARANTE, pág. 267.

194 - EROS OGGI - (1921)
Lance Livre - " Do outro lado das flores " - ost - 110 x 100 - cid - 1972
Esta obra participou sob o nº 13 da Exposição do artista na Galeria Guimar - São Paulo em 1973. -Artista plástico com participação nas seguintes mostras coletivas: Mostra de Arte Sesquicentenário da Independência e Brasil Plástica - 72 (1972 : São Paulo, SP) - Fundação Bienal (São Paulo, SP) ; Salão de Arte Contemporânea de Santo André-SP (1974 e 1976); Bienal Internacional de São Paulo (1977 e 1979) ITAUCULTURAL

195 - EUGÊNIO PRATI - (1889 - 1979)
Lance Livre - Figura - dl - 28 x 19 - cid
Escultor, pintor e desenhista, natural de Cerro Veronese, Itália, e falecido em São Paulo-SP. Figura de relevo na escultura paulista, sua produção inclui numerosos crayons e pinturas. Participou de diversos salões, bem como venceu importantes concursos. JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 783. MEC vol.3, pág.435/436; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 631.

196 - ENRICO BIANCO - (1918)
Lance Livre - Jangadeiros - lito. P.A. - 50 x 70 - cid
Nascido na Itália, é hoje considerado um de nossos melhores pintores. Atingiu um estilo pessoal, figurativo, eminentemente lírico, baseado em um desenho livre e numa cor sensível. THEODORO BRAGA, pág. 54; WALMIR AYALA, vol. 1, págs. 99, 110 e 104; MEC, vol. 1, pág. 242; PONTUAL, pág. 76; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 594. Acervo FIEO. -

197 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - " Mercado - Parque Dom Pedro " - ose - 35 x 27 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 033 deste catálogo.

198 - MARIA ELIANE NUNES - (1951)
Lance Livre - Composição - lito. 114/120 - 50 x 72 - cid - 2001
Desenhista e pintora. Frequentou os ateliês de Dalton De Lucca, Tilu Clemente, Francisca Junqueira e Sérgio Fingermann. Tem participação em vários Salões de Arte Contemporânea e coletivas em galerias de arte.

199 - JOUBERT PANTANERO - (1946)
Lance Livre - " Infância " - ost - 120 x 80 - cie e d - 2004
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 021 deste catálogo.

200 - ANGELO CANNONE - (1899 - 1992)
Lance Livre - Nu - p - 35 x 50 - cid - 1973
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 024 deste catálogo.

201 - MENASE WAIDERGORN - (1927)
Lance Livre - Rua Árabe - ost - 60 x 30 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 019 deste catálogo.

202 - SILVIO OPPENHEIM - (1941)
Lance Livre - Flores - lito. 4/70 - 70 x 50 - cie - 1992
Nascido em São Paulo, formou-se pela faculdade de arquitetura da USP, em 1965. Inicialmente figurativo, passou para a abstração de forma muito natural. Perfeccionista, usa as cores de forma quase puras em requintado grafismo. Participa de exposições desde 1962 com sempre renovado sucesso de crítica e de público JULIO LOUZADA, vol.11, pág.233; MEC, vol.3, pág.301; ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO.

203 - KLAUDIO URSIC - (1924)
Lance Livre - Paisagem - ost - 60 x 50 - cie - 1963
Natural da Yugoslavia, estudou na Italia. No Brasil, realizou diversas exposições individuais na cidade de São Paulo, além de participar de Salões Oficiais e de coletivas em destacadas Galeria do País. JULIO LOUZADA vol. 3 - pág. 1162.

204 - EDUARDO LIMA - (1954)
Lance Livre - Mulheres - lito. P.E. V/IX - 60 x 80 - cid
Natural da Capital paulista, onde nasceu a 16/1/1954. Estudou desenho e pintura com Zozo e Waldemar da Costa (1972/1977). Em 1975, formou em Desenho Industrial na Universidade Mackenzie-SP, recebendo orientação em pintura Sumi-ê com Massao Okinaka. No ano de 1979, trabalhou na diagramação do fascículo Arte no Brasil, da Editora Abril-SP. Individuais a partir de 1980 e coletivas desde 1975, inclusive no exterior. JULIO LOUZADA, vol. 3 pag. 617;

205 - LYRIA PALOMBINI - (1939)
Lance Livre - " Atelier I " - lito. P.A. - 80 x 60 - cid
Mineira, é desenhista, gravadora e entalhadora. Iniciou seus estudos artísticos no Instituto de Belas Artes do Rio de Janeiro, sob a orientação de Deveza, Teruz e Aurélio D´Alincourt. Aperfeiçoou-se em xilo, ainda no Rio, com Maria de Lourdes Mader Pereira, Vitor Gerhard e José de Lima, cujos trabalhos tiveram grande sucesso nas exposições, levando Walmir Ayala fazer a seguinte observação sobre a artista: " Liria Palombini é a mais nova revelação de gravadora no Rio de Janeiro. Em seu trabalho define-se uma artista que sobrepõe à sensibilidade, sem descuidar-se dela, a inteligência." (1974). Participou de inúmeras coletivas e realizou diversas individuais. JULIO LOUZADA vol.1, pág. 709.

206 - CAROL KOSSAK - (1895 - 1976)
Lance Livre - Paisagem - ost - 38 x 45 - cid
Excepcional pintor ativo em São Paulo, onde realizou exposição individual em 1941. Consta ainda em sua bibliografia, ter participado de várias exposições nas décadas de 30 e 40. Pintou marinhas, animais, principalmente cavalos e figuras. Reputado como grande retratista. MEC vol.2 pág. 411; TEODORO BRAGA, pág. 134.; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 512, Acervo FIEO.

207 - CHRISTINA PARISI - (1946)
Lance Livre - " Lumina " - lito. 48/50 - 98 x 69 - cie - 1992
Desenhista e gravadora. Faz curso de especialização em desenho e história da arte na Fundação Armando Alvares Penteado - FAAP. É aluna de Odair Magalhães e Selma Daffre, em curso de gravura em metal. Em 1979, realiza sua primeira exposição individual na Pinacoteca Municipal de Franca, na cidade de Franca, em São Paulo. Em 1980, ganha o Prêmio Revelação do Ano da Associação Paulista de Críticos de Arte. ITAÚ CULTURAL.

208 - JOSÉ SABÓIA - (1949)
Lance Livre - Trabalhadores - ost - 28 x 35 - cid e d
Nascido em Almadina (BA). Indo para o Rio de Janeiro em 1967, começou a pintar no ano seguinte, passando a expor seus trabalhos na Feira Hippie de Ipanema. Sua primeira individual deu-se em Fortaleza em 1970; a partir de então, tem exposto com freqüência no Rio de Janeiro e em São Paulo. A pintura de Sabóia partiu de uma raiz eminentemente popular, tendo atingido depois um rebuscamento que se traduz no caprichoso desenho de linhas recurvas, na pincelada lisa, impessoal, no colorido reduzido a três ou quatro tons básicos e na composição, dotada daquele inconfundível horror vacui dos ingênuos. JULIO LOUZADA vol. 11, pág. 278; ARTE NAIF NO BRASIL, pág. 228; ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO.

209 - BUSTAMANTE SÁ - (1907 - 1988)
Lance Livre - " Itacoatiára " - ost - 38 x 55 - cie e d
Natural da cidade do Rio de Janeiro, estudou na ENBA naquela cidade, onde foi aluno de Rodolfo Amoedo e Rodolfo Chambelland. Participou do Núcleo Bernardelli, do qual foi um dos fundadores em 1931. Participou de sucessivas versões do SNBA a partir de 1928, recebendo diversas premiações. Excepcional pintor do gênero paisagem. TEODORO BRAGA, pág. 59; REIS JR. , pág. 385; MEC,vol. 4, pág. 127; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 145 e 147; TEIXEIRA LEITE, pág. 94; JÚLIO LOUZADA, vol. 11, pág. 47; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 579; ARTE NO BRASIL, pág. 763; Acervo FIEO.

210 - DJALMA URBAN - (1917 - 2010)
Lance Livre - " Estação de Sorocaba " - ost - 30 x 40 - cid e d - São Paulo
Pintor, ilustrador, desenhista, jornalista e professor, nascido na cidade paulista de Leme, no dia 9 de outubro de 1917. Estudou desenho e pintura com Torquato Bassi, Waldemar da Costa, Pedro Alexandrino, Paulo do Vale Júnior, Teodoro Braga e Marques de Leão. Realizou ilustrações e desenhos para o jornal O Estado de S. Paulo. Segundo crítica de Julio Louzada: "Impressionista, a paisagem, a natureza, a marinha e o folclore brasileiros são os seus temas preferidos. Dono de um estilo vigoroso e espontâneo, seus quadros se destacam pela riqueza composicional e cromática. A cor, aliás, sempre em tonalidades quentes, é o forte de sua pintura, assim como os jogos de luz que domina com perfeição. " Expôs individualmente a partir de 1951. JULIO LOUZADA, vol.2, pág.1014; MEC, vol.4, pág.436; THEODORO BRAGA, pág.82; ITAÚ CULTURAL; 37, Acervo FIEO.

211 - ANTONIO BERNI - (1905 - 1981)
Lance Livre - Brincando - lito. 64/100 - 46 x 34 - cid - 1961
Pintor, desenhista, gravador e professor nascido em Rosário, Argentina. Sua formação artística se iniciou em Rosário e depois em Madri e Paris, onde foi aluno de André Lothe e Othon Friez (1925 a 1931). Recebeu influências de Salvador Dali, de De Chirico e posteriormente de Siqueiros. Realizou muitas exposições individuais na Europa, Estados Unidos, América do Sul e participou de diversas coletivas e Salões oficiais como: Madri (1920 a 1922, 1924); São Paulo - Bienal Internacional (1959); Rio de Janeiro (1966 - MAM, 1998); Veneza - Bienal (1962); Buenos Aires - retrospectiva no MNBA (1997). JULIO LOUZADA VOL. 12, PÁG. 48; MEC vol.1, pág. 221; www.oni.escuelas.edu.ar; www.artcyclopedia.com; www.buenosaires.gov.ar; www.arslatino.com; www.catalogodasartes.com.br; www.gaudi.com.br; pt.infobiografias.com.

212 - AUTOR DESCONHECIDO, SÉC. XX -
Lance Livre - Paisagem - osm - 30 x 40 - cid ileg. - Renato B.F.
Com estudo de Nu, no dorso. -

213 - ALFREDO VOLPI - (1896 - 1988)
Lance Livre - Bandeirinhas - lito. 65/100 - 38 x 27 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 151 deste catálogo.

214 - ANTONIO ARENA - (1917)
Lance Livre - Jangadeiros - ost - 60 x 80 - cid
Pintor, expôs no SPBA, conquistando a Medalha de Bronze em 1925 com seus trabalhos Cabeça de Negro e Flores. Apresentou a obra Marinha no XX Salão da Associação Paulista de Belas Artes. JULIO LOUZADA, vol. 3 pag. 67

215 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Frutas - lito. P.A. - 35 x 50 - cid - 1978
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

216 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Frutas - lito. - 34 x 59 - cid - 1978
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

217 - THAIS HELT - (1949)
Lance Livre - Composição - lito. 7/20 - 50 x 70 - cid - 1993
Gravadora, desenhista, pintora e professora, Thais Salgado Helt nasceu em Juiz de Fora, MG. Cursou litografia com Lotus Lobo (1972-1974) e especializou-se em escultura com Amilcar de Castro (1978-1979), na Escola Guignard - Belo Horizonte. Graduou-se em Belas Artes em 1976. Freqüentou o curso de especialização em litografia (1981), com Antônio Grosso, sob o patrocínio da Coordenadoria de Cultura de Minas Gerais. Foi bolsista do Tamarind Institute (1991), em Albuquerque - EUA. Em Belo Horizonte: fundou a oficina de gravura Casa Litográfica (1978) com George Helt, Lotus Lobo, Marina Nazareth, e abriu a Oficina Cinco (1988), também um ateliê de litografia. Em 1993, transferiu a Oficina Cinco para Nova Lima e fez parte do Grupo do Largo do Ó, de Tiradentes. Realizou muitas exposições individuais e participou de várias mostras oficiais, entre elas, as Bienais Internacionais de São Paulo (1971 e 1977) e a Bienal de Taiwan (1983).ITAU CULTURAL.

218 - VALDIR FÉLIX SABINO - (1960)
Lance Livre - Natureza morta - ose - 40 x 50 - csd - 28.01.1994
Pintor, assina V. FELIX SABINO. Aos 17 anos começou a pintar os lugarejos e paisagens onde morava. Estudou pintores clássicos autodidaticamente e se pôs a elaborar de formas diversas suas naturezas mortas, paisagens e retratos. Sua preocupação é retratar a natureza de forma sutil e elegante, aproveitando os temas naturais da região mineira. JULIO LOUZADA, vol. 5, pág. 911

219 - RODRIGO LLORENTE - (1956)
Lance Livre - Composição - lito. 185/200 - 45 x 45 - cid
Pintor e ceramista paulista com participação em diversas coletivas e salões. Foi o discípulo dileto do mestre Hugo Adami. JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 176.

220 - REINALDO MANZKE - (1906 - 1980)
Lance Livre - Pão de Açucar - g - 19 x 27 - cid
Pintor, nascido em falecido em Blumenau, SC. Participou regularmente do Salão Paulista de Belas Artes, recebendo premiações diversas. JULIO LOUZADA, vol 9, pág, 529. MEC, VOL, 3,pág, 65. PONTUAL,pág,335; TEODORO BRAGA; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

221 - TETSUO NOMURA - (1928)
Lance Livre - Borboleta - ost - 118 x 90 - cid - 1971
Natural de Tóquio, Japão, onde realizou seus estudos artísticos na Universidade de Arte daquela cidade. No Brasil desde 1956, engajou-se desde logo no Grupo Seibi, participando de diversos certames oficiais a partir de 1966, recebendo diversas premiações. JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 679.

222 - NORI FIGUEIREDO - (1949)
Lance Livre - Figura - grav. P.A. - 22 x 16 - cid
Gravador, pintor e desenhista, natural desta Capital. Expõe individualmente em 2005 na Graphias Casa da Gravura (São Paulo, SP), e coletivamente em 1994, na Pinacoteca-SP; 1999 - Rio de Janeiro - Mostra Rio Gravura. São Paulo: gravura hoje no Palácio Gustavo Capanema; 2000 Investigações. A Gravura Brasileira - Itaú Cultural (São Paulo, SP) e 2001 - Investigações. A Gravura Brasileira (2001 : Brasília, DF) - Itaugaleria (Brasília, DF) ITAUCULTURAL.

223 - JOSÉ RIOS PINTO - (1926)
Lance Livre - Paisagem - a - 17 x 25 - cid
Pintor paulista da cidade de Santa Lúcia, onde nasceu a 22 de agosto de 1926. Estudou com Reynaldo Manzke e Campão, na Capital, nas técnicas de óleo e aquarela. Participa dos Salões Oficiais a partir de 1974, havendo recebido mais de 95 prêmios com suas lindas paisagens, que o consagraram. JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 824.

224 - PAULO SANGIULIANO - (1907 - 1984)
Lance Livre - " Ilha de Urubuqueçaba " - ostce - 23 x 30 - cid - 16.4.1971
Pintor paulistano nascido a 13 de setembro, e falecido na cidade de São Vicente, neste Estado, a 12 de junho de 1984. Estudou com os profs. Colasuonno e Antonio Rocco. Após com Pietro Strina e finalmente passou a frequentar o ateliê do grande Pedro Alexandrino. Participou por dois anos do Grupo Santa Helena, liderado por Rebolo. Paisagista, realizou diversas viagens pelo País, retratando com maestria a sua natureza. Participou ativamente de mostras oficiais. JULIO LOUZADA vol.6, pág. 997; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 587; Acervo FIEO.

225 - MARISTELA CARVALHO - (XX)
Lance Livre - Composição - lito. 91/120 - 50 x 72 - cid - 2001
Pintora e escultora. Estudou escultura em pedra sabão com Pedro Pinkalsky e pintura com Francisco Junqueira. Participou de várias exposições coletivas e salões de arte, no Estado de São Paulo, tendo realizado individual de pinturas em Alphaville, SP.

226 - SERGIO FANELLI - (1959)
Lance Livre - Pracinha - dl - 10 x 12 - cid
Pintor, desenhista e gravador. Nasceu em São Paulo, em 26/4/1959. "Sua pintura é essencialmente abstrata, mas com uma referência dinâmica ao vislumbrar na paisagem urbana fios elétricos e pipas" (Fabre Rolim - 1986). Participa de coletivas com sucesso de crítica. JULIO LOUZADA, vol.. 6 pág. 377

227 - GEZA HELLER - (1902 - 1992)
Lance Livre - Circo - dn e e - 28 x 38 - cid
Natural da cidade húngara de Kecskemer, e falecido no Rio de Janeiro, em 20/3/1992, cidade onde fixou residência. Pintor, desenhista, ilustrador, gravador e arquiteto. Integrou o grupo de sete artistas que em torno de Guignard desenvolvem uma visão introspectiva da natureza. Entre eles Iberê Camargo, Milton Risuro, e outros. Foi premiado com o 1º lugar no concurso de priojetos para a remodelação do Jockey Club de São Paulo. Participou, com premiações, de diversos salões oficiais. TEIXEIRA LEITE, pág. 244; JULIO LOUZADA vol 13 pág. 165; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 598.

228 - MARCOS OLIVEIRA - (XX)
Lance Livre - " Pesca " - ast - 50 x 60 - cie e d - 2009
Diretor de arte e artista plástico, Marcos Oliveira trabalha com a arte Naïf moderna. Ele também apresenta a cultura nordestina com cores intensas e mãos e pés destacados pelo tamanho. Para ele o Naïf representa o que o Brasil tem de melhor. A arte Naïf é o cartão postal do Brasil no exterior.-

229 - MARIA ADAIR - (1938)
Lance Livre - Composição - lito. 4/100 - 66 x 100 - cie
Pintora, gravadora, desenhista, muralista, artista intermídia e professora. Nasceu em Itiruçu, BA. Sua formação artística foi na escola de Belas Artes da UFBA. Em 1980 recebeu bolsa de estudo, entre outras, da Fullbright/Laspau e estudou na Universidade de Pittisburgh e na de Iowa, EUA. Realizou inúmeras exposições individuais e participou de várias mostras oficiais no Brasil, Estados Unidos e Europa. ITAU CULTURAL; maria-adair.com.

230 - ERNESTO CAPOBIANCO - (1918)
Lance Livre - Quinta - ost - 60 x 80 - cid e d - 2002 - Portugal
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 015 deste catálogo.

231 - SALVADOR RODRIGUES JR - (1907 - 1995)
Lance Livre - " Parati " - ost - 40 x 50 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 016 deste catálogo.

232 - COLETTE PUJOL - (1913 - 1999)
Lance Livre - Flores - ostce - 30 x 24 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 017 deste catálogo.

233 - ERIC TIANI - (1942)
Lance Livre - " O último crepúsculo " - tm - 33 x 49 - cid
Pintor com diversas participações em exposições individuais e coletivas e com premiações em salões oficiais.

234 - MENASE WAIDERGORN - (1927)
Lance Livre - Feira - ost - 36 x 46 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 019 deste catálogo.

235 - ÉLON BRASIL - (1957)
Base: R$ 1.800,00 - Índia - ast - 40 x 40 - d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 020 deste catálogo.

236 - JOUBERT PANTANERO - (1946)
Lance Livre - " Moça dengosa na cadeira " - ost - 120 x 80 - d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 021 deste catálogo.

237 - ELIZABETH CORTELA - (1950)
Lance Livre - Composição - lito. 65/90 - 50 x 35 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 022 deste catálogo.

238 - LUIZ PINTO - (1939)
Lance Livre - Fazenda - ost - 24 x 35 - cid e d
Mineiro de Sete Lagoas, onde nasceu a 19 de agôsto de 1939. Pintor, desenhista, ilustrador e professor. Assina as suas obras: LUIZ PINTO. Foi aluno de Guignard, com quem iniciou seus estudos de pintura, de 1957 a 1960 (Belo Horizonte). Recebeu aulas de Edgard Walter, no Rio de Janeiro (1968-1969). Ativo em São Paulo a partir de 1984, quando aqui se radicou. Artista de méritos, suas obras são muito apreciadas pelos colecionadores do estilo academico. JULIO LOUZADA vol. 13 pág. 265, Acervo FIEO

239 - ANGELO CANNONE - (1899 - 1992)
Lance Livre - " Golfo di Napoli " - ose - 15 x 40 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 024 deste catálogo.

240 - GUIDO MICHELINE - (1955)
Lance Livre - Avião - lito. 41/45 - 32 x 43 - cid - 2003
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 025 deste catálogo.

241 - JENNER AUGUSTO - (1924 - 2003)
Lance Livre - Natureza morta - lito. 32/100 - 63 x 44 - cid - 1992
Natural de Aracajú, SE, fixou-se em Salvador a partir de 1949. Juntamente com Mario Cravo Júnior, Carybé e Genaro de Carvalho, trabalhou pela renovação das artes plásticas da Bahia (1950). Seus temas preferidos são os alagados, marinhas e sacros. MEC vol.1, pág.148; PONTUAL, pág. 279; JULIO LOUZADA vol.11, pág. 157; WALTER ZANINI, pág. 717; ARTE NO BRASIL, pág. 874; LEONOR AMARANTE, pág. 75, Acervo FIEO.

242 - RONALDO NORONHA - (1938)
Lance Livre - Paisagem - ost - 60 x 70 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 027 deste catálogo.

243 - MARCIO SCHIAZ - (1965)
Lance Livre - " Praia da Urca " - ost - 40 x 50 - cie e d - 2011
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 028 deste catálogo.

244 - JESUALDO ANTONIO GELAIN - (1940)
Lance Livre - Sonho de maternidade - ast - 90 x 60 - cid - 2011
Pintor nascido em Santa Rosa, RS. Autodidata no início de sua carreira, teve aulas com Colete Pujol. Participou de vários Salões e exposições oficiais em: Canoas, RS (1960); Aparecida do Norte, SP (1961); São Carlos, SP (1964); São Paulo (1966 a 1968, 1985). Foi premiado, em 1966, no Salão da Escola de Belas Artes de São Paulo.

245 - BRUNO GIORGI - (1905 - 1993)
Lance Livre - Candangos - m em b - h = 30 - ass.
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 170 deste catálogo.

246 - EDO ROCHA - (1949)
Lance Livre - Composição - dn e e - 70 x 50 - cid
Eduardo Ribeiro Rocha, arquiteto e artista plástico, nasceu em São Paulo onde se formou em arquitetura (1973), estudou pintura com Adam Finerkaes, Lêmio Braga, Frederico Jaime Nasser, Luis Paulo Baravelli e gravura com Izar do Amaral Berlinck. Em 1966 realizou uma exposição individual em São Paulo. Participou de muitas exposições coletivas em: São Paulo (1965, 1966, 1967 e 1969 - IX e X Bienais, 1973); Salvador, BA (1966 - Bienal, 1967); Rio de Janeiro (1970, 1971). Em 1973 recebeu o prêmio aquisição no Concurso Nacional de Múltiplos da Petit Galerie, no Rio de Janeiro. Como arquiteto é o Diretor Presidente da empresa Edo Rocha Espaços Corporativos, fundada em 1974, que atua em planejamento de arquitetura e interiores de escritórios e edifícios corporativos. MEC vol.4, pág.83; www.edorocha.com.br; www.arcoweb.com.br; www.arquitetura.com.br..

247 - CARLOS PRADO - (1908 - 1992)
Lance Livre - Nu - dl - 48 x 24 - cid - 1939
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 032 deste catálogo.

248 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - Igrejas - dce - cie
Composto por dois desenhos: a) medindo 10 x 15 cm; b) medindo 11 x 18 cm. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 033 deste catálogo.

249 - H. SOLBRIG - (XIX - XX)
Lance Livre - Pastora - ost - 46 x 74 - cid
Desenhista e pintor natural da Áustria. Suas obras têm sido comercializadas em leilões por toda a Europa. www.liveauctioneers.com; artnet.com; artinfo.com; artfact.com.

250 - ANTONIO BANDEIRA - (1922 - 1967)
Base: R$ 2.300,00 - Composição - g - 22 x 13 - cid - 1964
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 035 deste catálogo.

251 - FATIMA TOSCA - (1960)
Lance Livre - Barcos - lito. - 33 x 72 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 036 deste catálogo.

252 - CARLA PATRIANI GOZZO -
Lance Livre - Composição - tm - 21 x 30 - cid - 2007
Carla Patriani Gozzo, pintora e artista multimídia, possui formação diversa entre as quais Artes Plásticas na Fundação Armando Álvares Penteado - FAAP, SP. Sua produção de arte se iniciou em 1988 com pinturas. Participou de exposições e mostras oficiais em: São Paulo (1998, 1999, 2001, 2002, 2010); Barueri, SP (1999); Nova York, EUA (2000). www.wix.com/carlapatrianigozzo/artes#!pintura.

253 - JOSÉ ROBERTO LEONEL BARRETO - (1942)
Lance Livre - Composição - ast - 45 x 40 - cid e d - 2011
Desenhista, gravador, pintor, artesão, artista intermídia, teórico em arte e professor. José Roberto Leonel Barreto nasceu em Capão Bonito, SP. Assina Barreto, JB ou José Roberto Barreto. Estudou pintura com o artista colombiano Rodrigo Barrientos (1963), artesanato em couro com Lincoln Lacroix (1967). Entre 1968 e 1974, viajou pela Europa. Em Madri, tornou-se assistente de Julio Espinoso, praticando pinturas murais. De 1975 a 1983, residiu nos Estados Unidos, formou-se em Belas Artes pela 'The School of Visual Arts' de Nova York e lecionou desenho na Igreja Ecumênica Riverside Church. De volta ao país, fixou residência em São Paulo e atua como professor e teórico em arte em várias instituições. Realizou muitas exposições individuais e participou de inúmeras coletivas e mostras oficiais no Brasil e pelo mundo. Foi premiado em Londres, Inglaterra (1979) e na Venezuela (1982). ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA VOL. 3, 90; VOL. 4, PÁG. 115; VOL. 9, PÁG. 89; www.pinacoteca.org.br.

254 - TADASHI KAMINAGAI - (1899 - 1982)
Lance Livre - Paisagem - g - 19 x 24 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 038 deste catálogo.

255 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Flores - ascce - 41 x 33 - ci
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

256 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 3.000,00 - Gato com vaso de flores - ast - 46 x 55 - ci e d - 2001
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

257 - JOÃO ALVES - (1905 - 1970)
Lance Livre - Casario - ost - 50 x 73 - cid - 1965
Com etiqueta da Galeria de Arte San Marco - São Paulo, no dorso. -Pintor ingênuo, autodidata, cuja obra tem como tema a paisagem urbana de Salvador, capital de seu Estado natal. Expôs individualmente no Museu de Arte Moderna de Salvador em 1961, e na Galeria Montmartre - RJ em 1965, com apresentação de Jorge Amado. JULIO LOUZADA vol. 9 pág 38; TEIXEIRA LEITE, pág. 22; ITAU CULTURAL; MEC, vol. 1, pág. 71; PONTUAL, pág. 20. Acervo FIEO.

258 - COLETTE PUJOL - (1913 - 1999)
Lance Livre - Flores - ose - 35 x 27 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 017 deste catálogo.

259 - ALBANO AGNER DE CARVALHO - (1899 - 1986)
Lance Livre - Paisagem - a - 14 x 19 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 186 deste catálogo.

260 - MARIO ZANINI - (1907 - 1971)
Base: R$ 14.000,00 - Casario - ost - 64 x 50 - cid - 1969
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 045 deste catálogo.

261 - FANG, CHEN KONG - (1931)
Lance Livre - Ave - ost - 65 x 81 - cid
Pintor, desenhista e gravador. Ativo em São Paulo, estudou com Y. Takaoka; expôs nos Salões de Belas Artes de São Paulo e do Rio de Janeiro, obtendo diversas premiações. Tem obras em coleções particulares e na Pinacoteca de São Paulo. MEC, vol. 2, pág. 124; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 366; TEIXEIRA LEITE, pág. 189; PONTUAL, pág. 201.; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

262 - HOLMES NEVES - (1925 - 2008)
Lance Livre - Paisagem de Minas Gerais - ost - 50 x 60 - cid - 1983
Natural de Lima Duarte, MG. Pintor, desenhista e gravador. Fixou residência no Rio de Janeiro, após estudos com Guignard, Misabel Pedrosa e Edite Behring em Belo Horizonte. Sobre a sua obra, transcrevemos texto de Henrique Pongetti, na apresentação do artista no catálogo de sua mostra HOLMES Neves: pinturas, na Galeria de Arte e Pesquisa da UFES, 1978: ". . . Eu gosto muito da pintura de Holmes, dos seus quadros de Ouro Preto, motivo insistente e fascinante na sua obra. Se o tema e certa sutileza de feitura nos lembra o Mestre, há hoje na sua arte uma autonomia indiscutível, as marcas de uma inconfundível personalidade. Suas cidades mortas não surgem envoltas na melancolia acinzentada que parecia refletir nas paisagens a alma infantil e ao mesmo tempo infeliz de Guignard. Sobre a pátina do tempo suas casas e igrejas, transfiguradas pela luz montanhesa, recebem cores festivas, reconquistam a mocidade, revivem. " TEIXEIRA LEITE, pág. 352; JULIO LOUZADA, vol.10, pág. 425; ITAÚ CULTURAL; PONTUAL, pág. 383; Acervo FIEO.

263 - ODETTO GUERSONI - (1924 - 2007)
Lance Livre - " Forma justapostas LXXXIV " - xilo. 3/10 - 90 x 54 - cid - 1975
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 048 deste catálogo.

264 - KLAUDIO URSIC - (1924)
Lance Livre - Paisagem - ost - 50 x 60 - cie - 1974
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 203 deste catálogo.

265 - INOS CORRADIN - (1929)
Lance Livre - " Beijo " - e em c - h = 43 - ass.
No estado. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 042 deste catálogo.

266 - CLODOMIRO AMAZONAS - (1893 - 1953)
Base: R$ 3.000,00 - Na beira do rio - ost - 28 x 35 - cid
No estado. -Clodomiro Amazonas Monteiro, nasceu em Taubaté-SP, e faleceu na Capital-SP. Pintor e restaurador, iniciou-se em pintura aos 16 anos, realizando restaurações em telas e afrescos do Convento Santa Clara, em Taubaté. Fixa residência em São Paulo em 1906, quando entra em contato com a obra de Baptista da Costa e tem aulas com o pintor Carlo de Servi. Manteve contato com intelectuais, escritores e artistas como Monteiro Lobato, Menotti del Picchia, Lucílio e Georgina de Albuquerque e também Pedro Alexandrino, entre outros. É um dos fundadores do Salão Paulista de Belas Artes, em 1934. Amazonas foi artista de méritos, cuja pintura, vazada num desenho de grande solidez, e um colorido realista, não deixa de irradiar certa rústica poesia. MEC, vol. 1, pág. 75; TEIXEIRA LEITE, pág. 26; PONTUAL, pág. 24; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 42; TEODORO BRAGA, pág. 72; ITAU CULTURAL, RUTH TARASANTCHI.

267 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Lance Livre - Figuras - dn - 24 x 18 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 052 deste catálogo.

268 - MARCELO GRASSMANN - (1925)
Lance Livre - Guerreiro - grav. 1/20 - 24 x 39 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 053 deste catálogo.

269 - RUBEM GRILO - (1946)
Lance Livre - " Vitrine " - xilo. 7/70 - 21 x 28 - cie - 1980 - Rio
O autor é natural da cidade de Pouso Alegre, MG, onde nasceu a 28/8/1946. Desenhista, gravador e professor, Rubens Grilo iniciou-se na escultura, passando para a xilogravura, nos anos de 1971. Cursou gravura no ateliê de Iberê Camargo. A colocação angulosa das figuras remete a uma linguaem cinematográfica com toda a sua dinâmica de cortes espaciais. Expôs individualmente pela primeira vez em 1972. A partir do ano seguinte tornou-se fiel colaborador de diversos jornais da imprensa carioca, tais como O Pasquim, O Globo, etc. Participa desde 1974 em exposições coletivas e salões de arte, inclusive internacionais, com diversas premiações. JULIO LOUZADA, vol. 5, pág. 457/458

270 - THEODORO DE BONA - (1904 - 1990)
Base: R$ 5.000,00 - Camponesa - ost - 73 x 92 - cie - Morretes - 1968
Natural de Morretes, PR, onde nasceu a 11 de junho de 1904, e falecido em Curitiba, PR, em 20/9/1990. Pintor e desenhista.Foi aluno de Gina Bianchi e Ercília Cecchi. Frequentou assiduamente o ateliê do pintor Alfredo Andersen, convivendo com Traple, Freyesleben, Augusto Perneta, Taborda Jr e outros artistas locais. Aperfeiçoou-se na Europa, para onde seguiu em 1927. Estudou na Real Academia de Belas Artes de Veneza, frequentando aulas de Ettore Tito e Vicenzo Stefani. No Brasil, a partir de 1936, expõe com sucesso as suas obras e leciona pintura e desenho na Escola de Belas Artes do Paraná. JULIO LOUZADA vol. 13 pág. 44; ITAÚ CULTURAL.

271 - ANTONIO HENRIQUE AMARAL - (1935)
Lance Livre - " A viagem " - xilo. 57/100 - 37 x 22 - cid - 1961
Reproduzido na pág. 92 do livro "Antonio Henrique Amaral - Obra gráfica 1957/2003. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 056 deste catálogo.

272 - SERGIO TELLES - (1936)
Lance Livre - Piquenique - tm - 21 x 30 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 190 deste catálogo.

273 - VINCENZO CENCIN - (1925 - 2010)
Lance Livre - Vila de pescadores - ost - 30 x 40 - cid
Natural de Veneza, Itália, desde pequeno sente a feição mágica e iluminada de sua cidade natal e o mar que a rodeia. Após a II Grande Guerra vem para o Brasil, onde fixa a sua residência. Em 1981 inaugura a Galeria Velha Europa, em São Paulo. Sobre a sua obra, assim se manifestou o crítico José Roberto TEIXEIRA LEITE: "... para esse homem chegado já maduro às artes, depois de longa carreira em campo diametralmente oposto, o que importa é lançar, sobre o espaço da tela, reminicências do homem mediterrâneo..." JULIO LOUZADA, vol.11, pág. 69; ITAU CULTURAL.

274 - ARTHUR TIMÓTHEO DA COSTA - (1882 - 1923)
Base: R$ 1.400,00 - Fundo de quintal - osm - 22 x 35 - cid - Rio - 1921
Pintor nascido no Rio de Janeiro, iniciou seus estudos, com o seu irmão João Timóteo, como aprendiz da casa da moeda, após estudou na ENBA e obteve prêmio de viagem ao exterior em 1907. Diversos museus brasileiros possuem obras de sua autoria. LAUDELINO FREIRE, pág. 512; TEODORO BRAGA, pág. 229; REIS JR., pág. 286; Primores da Pintura no Brasil, vol. 1, págs. 57, 153, 313 e vol. 2, pág. 89; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 217; PONTUAL, pág. 522; MEC, vol. 1, pág. 468; TEIXEIRA LEITE, pág. 508; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 532.

275 - CARLOS SÖRENSEN - (1928 - 2008)
Lance Livre - " Tropical " - enc. s/t - 22 x 27 - cid e d - 1997
Com certificado de autenticidade firmado pelo autor, datado de 1997. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 060 deste catálogo.

276 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 4.000,00 - " Jangada com sol vermelho " - ast - 35 x 85 - cid - 2003
Com certificado de autenticidade, firmado pelo autor em 20 de Janeiro de 2004. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

277 - DAREL VALENÇA LINS - (1924)
Lance Livre - Figuras - dlc - 31 x 44 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 062 deste catálogo.

278 - JOSÉ ANTONIO DA SILVA - (1909 - 1996)
Base: R$ 3.000,00 - " Tudo no mundo tem fim " - ost - 38 x 55 - cie e d - 1983
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 063 deste catálogo.

279 - OCTÁVIO ARAÚJO - (1926)
Lance Livre - Nu - dc e p - 30 x 43 - cie - 1955
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 064 deste catálogo.

280 - IBERÊ CAMARGO - (1914 - 1994)
Base: R$ 30.000,00 - Carretéis e Cubos - tm - 30 x 38 - cie
Com dedicatória. -Natural da cidade de Restinga Seca, RS, e falecido na capital gaúcha. Foi aluno de Salvador Parlagreco e João Fahrion. No Rio de Janeiro, a partir de 1942, estudou pouco tempo na Escola Nacional de Belas Artes, trocando-a pelos ensinamentos de Guignard. Recebeu o prêmio viagem ao estrangeiro em 1947, na Divisão Moderna do Salão Nacional de Belas Artes. Morou dois anos em Paris e Roma, aperfeiçoando-se com De Chirico, Lhote, Achille e Rosa em pintura e Petrucci em gravura. Foi considerado o Melhor Pintor Nacional na VI Bienal de São Paulo, em 1961. MEC, vol.1, pág.328 e 329; WALMIR AYALA, vol.1, pág.156 a 158; JULIO LOUZADA, vol.11, pág.51; TEIXEIRA LEITE, pág.101; PONTUAL, pág.100 e 101; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 573; ARTE NO BRASIL, pág. 853; LEONOR AMARANTE, pág. 127.

281 - ELZA DE OLIVEIRA SOUZA - (1928 - 2006)
Lance Livre - Altar - g - 47 x 32 - cie - 1964
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 067 deste catálogo.

282 - EUGÊNIO DE PROENÇA SIGAUD - (1889 - 1979)
Lance Livre - Estaleiro - enc. s/t - 27 x 46 - cid e d - 1972
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 040 deste catálogo.

283 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - Pescadores - ose - 31 x 21 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 033 deste catálogo.

284 - MILTON DACOSTA - (1915 - 1988)
Lance Livre - Cabeça de Alexandre - ser. 2/6 - 45 x 34 - cid - 1956
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 068 deste catálogo.

285 - HAMILTON FERNADES DE MORAIS - (1945)
Lance Livre - Rosto - e em b - h = 39 - ass.
Escultor natural de Arapongas, PR. Tem participado de várias mostras e Salões oficiais em: São Paulo (1972, 1976, 1981, 1985, 2003); Americana, SP (1973); Itanhaém, SP (1987); Espírito Santo (1974, 1975); Porto Alegre, RS (1977); Berlim, Alemanha (1982); Lisboa, Portugal (1990). Em São Paulo realizou exposição individual (1983) e foi premiado com Medalha de Ouro (1972).

286 - MANOEL FARIA - (1895 - XX)
Lance Livre - Paisagem - ostcm - 14 x 18 - cid
Pintor e professor. Estudou com Eurico Alves no Liceu de Artes e Ofícios do RJ. Em 1915 tranferiu-se para antiga ENBA, onde foi aluno de João Baptista da Costa, Lucilio de Albuquerque e Rodolfo Chambelland. Manoel Faria é pintor fiel às cores da natureza, aceitando os caprichos do cromatismo da terra brasileira. JULIO LOUZADA vol.1, pág.371, Acervo FIEO.

287 - IVALD GRANATO - (1949)
Lance Livre - Composto por dois desenhos: - - -
1) Peixe; desenho a lápis e aquarela, medindo 17 x 25 cm, ass. cid, 1975; 2) Interior; desenho a lápis e aquarela, medindo 17 x 25 cm, ass. cid 1975. -Pintor e desenhista. Natural de Campos, RJ, onde viveu até 1966. Estudou com Robert Newman, ingressando em 1967 na Escola de Belas Artes da Universidade do Rio de Janeiro. Em 1968 participa do grupo de vanguarda "Nova Figuração Brasileira". Sua atividade artística desde a década de 60 revela a influência do conceitualismo de Duchamp, mais cerebral do que pictórico, e da "body art", de Joseph Beyus. PONTUAL, pág. 248; TEIXEIRA LEITE, pág. 228; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág.740; ARTE NO BRASIL, pág. 974; LEONOR AMARANTE, pág. 267; Acervo FIEO.

288 - ALBERTO DA VEIGA GUIGNARD - (1896 - 1962)
Lance Livre - Paisagem de Minas Gerais - s - 13 x 25 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 055 deste catálogo.

289 - RANCHINHO - (1923 - 2003)
Lance Livre - " A caçada " - ast - 50 x 70 - ci - 2002
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 074 deste catálogo.

290 - ANITA MALFATTI - (1896 - 1964)
Base: R$ 4.500,00 - Serenata - dn e a - 20 x 25 - cid
Proto-mártir do modernismo brasileiro, com sua mostra de 1917 em São Paulo, Anita Malfatti foi, no dizer de Dario da Silva Brito, o "estopim" da Semana de 1922. Recebeu prêmio de honra no Salão Paulista de 1934. Várias exposições coletivas e individuais como: Anita Malfatti no Museu de Arte Brasileira - FAAP. BENEZIT, vol. 7, pág. 118; TEODORO BRAGA, pag. 151/2; MEC, vol. 3, pág. 45; PONTUAL, pág. 332/3; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 33 e 35; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 478; ARTE NO BRASIL, pág. 652; LEONOR AMARANTE, pág. 24.

291 - AGOSTINHO BATISTA DE FREITAS - (1927 - 1997)
Lance Livre - "Fac.de Direito do Largo São Francisco-1818" - ost - 50 x 70 - cie - 1979
Começou a pintar no início da década de 1950 (e ele próprio relatou que vendia seus trabalhos na Praça do Correio da capital paulista) sendo logo descoberto por Pietro Maria Bardi que organizou uma exposição de seus trabalhos no Museu de Arte de São Paulo, em 1952, mais tarde apresentados também, no Museu de Arte Moderna de São Paulo e da Bahia e no Museu de Arte Contemporânea de Campinas. Participou da XXXIII Bienal de Veneza (1966). MEC, vol. 2, pág. 210; PONTUAL, pág. 225; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 323; TEIXEIRA LEITE, PÁG. 208; ARTE NAIF NO BRASIL, pág. 214; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 832; Acervo FIEO.

292 - IRACEMA ARDITI - (1924 - 2006)
Lance Livre - " Manhã de Setembro " - ost - 46 x 33 - cid e d - 1977
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 168 deste catálogo.

293 - LIVIO ABRAMO - (1903 - 1992)
Lance Livre - Negra - xilo. H.C. - 27 x 18 - cie - 1954 - Brasil
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 078 deste catálogo.

294 - HERMELINDO FIAMINGHI - (1920 - 2004)
Base: R$ 1.800,00 - Composição - g - 40 x 29 - cid - 1958
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 079 deste catálogo.

295 - TOMÁS SANTA ROSA - (1909 - 1956)
Base: R$ 3.800,00 - " Pasquinada " - g - 28 x 37 - cid - 1933
Reproduzido na pág. 263 do livro de Jorge Amado - " O País do Carnaval, Cacau e Suor " - 1933. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 080 deste catálogo.

296 - COLETTE PUJOL - (1913 - 1999)
Lance Livre - Flores - ose - 22 x 19 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 017 deste catálogo.

297 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 3.500,00 - Flor - dn e a - 46 x 30 - cie - 1984
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

298 - THOMAZ IANELLI - (1932 - 2001)
Base: R$ 5.500,00 - Barcos - ast - 69 x 49 - cid e d - 1982
Natural de São Paulo, estudou com Angelo Simeone na Associação Paulista de Belas Artes (1953). Participou de coletivas do Grupo Guanabara. Expôs individualmente desde 1960, em diversas cidade do País e no exterior (Madrid, Paris, Bilbao e Lima), e particpou de coletivas nacionais e estrangeiras, sendo presença constante em mostras antológicas de pintura brasileira no país e no estrangeiro. Sobre sua obra mais recente, já se disse pertencer a um mundo de suavidades carinhosas, poéticas, sem se tornar adocicado, monótono e cansativo. Um mundo feérico, aberto, fluído. Viveu no Paraná, com grande sucesso de público e crítica. TEIXERIA LEITE, pág. 507; MEC, vol. 2, pág. 345; WALTER ZANINI, pág. 755; ARTE NO BRASIL, pág.914, Acervo FIEO.

299 - LEVINO FANZERES - (1884 - 1956)
Lance Livre - Paisagem - osm - 19 x 27 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 084 deste catálogo.

300 - FRANCISCO REBOLO GONSALES - (1903 - 1980)
Base: R$ 25.000,00 - São Sebastião - ose - 66 x 50 - cid - 1968
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 155 deste catálogo.

301 - PAULO LIONETTI - (1960)
Lance Livre - " Intervenções maliciosas " - tm - 50 x 70 - d - 2011
Pintor e desenhista natural de São Paulo, SP, onde vive e trabalha. Sua formação artística foi na Associação Paulista de Belas Artes (ABPA). Exposições individuais: Santa Bárbara do Oeste, SP (2008); Barretos, SP (1999). Tem participado de muitas mostras e Salões oficiais, desde 2001, em São Paulo e pelo interior do estado. Participou também de exposições em: Portugal (2008, 2009); Dubai - Emirados Árabes (2008), onde obteve a Medalha de Ouro. www.paulolionetti.arteblog.com.br.

302 - SAMSON FLEXOR - (1907 - 1971)
Base: R$ 1.400,00 - Composição - g - 22 x 28 - cid - 1952
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 087 deste catálogo.

303 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 9.000,00 - Casario - dl - 36 x 53 - cid
Com etiqueta de Grifo Galeira de Arte - São Paulo, no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 052 deste catálogo.

304 - ANTONIO FERRIGNO - (1863 - 1940)
Base: R$ 2.700,00 - Modelo no ateliê - osm - 33 x 24 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 142 deste catálogo.

305 - BRUNO GIORGI - (1905 - 1993)
Base: R$ 1.800,00 - Banhista - e em b - h = 34 - b
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 170 deste catálogo.

306 - MACIEJ ANTONI BABINSKI - (1931)
Lance Livre - Figuras - grav. B/C - 15 x 10 - cid - Déc. 1950
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 091 deste catálogo.

307 - ARTUR BÁRRIO - (1945)
Lance Livre - " Série africana " - g - 30 x 30 - d - 2001
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 092 deste catálogo.

308 - THÉO (DJALMA PIRES FERREIRA) - (1901 - 1980)
Lance Livre - Políticos - dn e a - 30 x 40 - cid
Caricaturista, Djalma Pires Ferreira, conhecido como Théo, nasceu na Bahia e veio para o Rio de Janeiro com 21 anos. Publicou seus primeiros trabalhos na "Tarde" (1918 a 1922) e no "Diário de Notícias", Seção Esportes (1919). Foi o divulgador da "Bola do Dia" das colunas de "O Globo" e colaborou no "Malho", "Careta", "Fon-Fon", outras revistas e jornais do Rio de Janeiro e na "Cigarra", em São Paulo. Exposições póstumas: São Paulo (1997, 2003); Belo Horizonte, MG (1997); Campinas, SP (1997); Brasília, DF (1998). ITAU CULTURAL; MEC VOL. 4, PÁG. 384; CARICATURISTAS BRASILEIROS, 1836 - 2001 PÁG. 120.

309 - OSCAR PEREIRA DA SILVA - (1867 - 1939)
Lance Livre - Flores - dc - 29 x 23 - cid - 1937
Grande pintor brasileiro; prêmio de viagem à Europa em 1889, aperfeiçoou-se em Paris com Gérome e Leon Bonnat. "Sem ter revelado impulsos vigorosos que lhe evidenciassem poder emotivo, Oscar Pereira da Silva soube manter no transcorrer de bem cinquenta e sete anos de produção permanente e intensa, desde que retornou ao país, em 1896, todo o cuidado de um desenho severamente elaborado, sem num só instante voltar-se para o novo semblante que a pintura adquiria nessa transposição de tempo. " Quirino Campofiorito, in CAMPOFIORITO, Quirino. História da Pintura Brasileira no Século XIX. Ed.Pinakotheke-SP, 1983. PRIMORES DA PINTURA NO BRASIL, vol. 1, págs. 245/281; TEODORO BRAGA, pág. 177/8; LAUDELINO FREIRE, pág. 383; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 185; MEC, vol. 4, pág.277; PONTUAL, pág. 419; TEIXEIRA LEITE, pág. 402; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 437; ARTE NO BRASIL, pág. 553, Acervo FIEO; F. ACQUARONE, pág. 187, RUTH TARASANTCHI.

310 - FULVIO PENNACCHI - (1905 - 1992)
Base: R$ 10.000,00 - Conjunto de 6 obras - g - variadas - ass.
1º) 16,2 x 12,2 cm; 2º) 6,5 x 9 cm; 3º) 15 x 22,2; 4º) 7,5 x 11,5 cm; 5º) 10,8 x 10,8 e 6º) 11,8 x 10,7 cm. Montados em um único suporte de madeira, medindo 30,8 x 86 cm. Obra já fotografada no Projeto Pennacchi. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 058 deste catálogo.

311 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - Sobrado - ost - 40 x 50 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 033 deste catálogo.

312 - LEOPOLDO RAIMO - (1912 - 2001)
Lance Livre - Composição - g - 30 x 35 - cid - 1952
Pintor e gravador, nascido em Botucatu/SP, com diversas participações em Salões e Exposições, tais como: Salão Paulista de Arte Moderna, Salão Baiano de Belas Artes, Bienal de São Paulo e Salão Nacional de Arte Moderna, entre outros. MEC. VOL. 4, PÁG. 22

313 - HUGO ADAMI - (1900 - 1999)
Base: R$ 1.800,00 - " Positano " - ost - 33 x 41 - cid e d - 1932
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 098 deste catálogo.

314 - PAULO STOCCO - (1967)
Lance Livre - " Gênesis II " - ostce - 50 x 70 - cid
Arquiteto, pintor e escultor, Paulo R. Stocco Neto é arquiteto, formado pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Participou da coordenação da Galeria de Arte do Clube Português de São Paulo em 1987, e, como artista plástico, teve suas obras expostas em vários locais, dentre eles, a New York Gallery. É sócio do escritório de arquitetura 'Suco Neto arquitetos' e editor da revista de arquitetura 'Show de Projetos' e do site 'Show de Projetos.com'. www.paulostocco.com.br; www.artmajeur.com.

315 - TARSILA DO AMARAL - (1890 - 1973)
Lance Livre - Paisagem Antropofágica - dn - 13 x 20 - cid
Monstro sagrado da pintura brasileira, Tarsila é a criadora de duas das principais tendências ou movimentos de nossa arte nacionalista: o Pau Brasil (1924) e o Antropofagia. Sua arte poderia ser definida como um Cubismo adaptado às condições e ao temperamento brasileiros. TEODORO BRAGA, págs. 220/21/22/23; REIS JR.-págs.388/89 ; WALMIR AYALA, vol. 2-págs. 365 e 367 ; MEC, vol. 4-págs. 370/71; PONTUAL, pág. 511; TEIXEIRA LEITE, pág. 492; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 389; ARTE NO BRASIL, pág. 577; LEONOR AMARANTE, pág. 24.

316 - RENOT - (1932)
Lance Livre - " Casario do Mont-Serrat " - osc - 28 x 38 - csd e d - 2010
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 101 deste catálogo.

317 - IVAN SERPA - (1923 - 1973)
Base: R$ 2.300,00 - Fase negra - dn e g - 27 x 19 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 103 deste catálogo.

318 - GRAUBEM DO MONTE LIMA - (1889 - 1972)
Lance Livre - Composição - g - 32 x 23 - cid - 1955
Pintora natural da cidade de Iguatu-CE. Faleceu na cidade do Rio de Janeiro-RJ. Fixou residência no Rio de Janeiro em 1908, onde inicia-se na pintura como autodidata em 1958. Em 1960, prossegue seus estudos com Ivan Serpa, no MAM-RJ. Entre as exposições das quais participa, destacam-se: Salão Nacional de Arte Moderna, Rio de Janeiro, 1962 e 1963; Bienal Internacional de São Paulo, de 1963 a 1967; Bienal Americana de Arte, Córdoba (Argentina), 1964; Oito Pintores Brasileiros, na Galeria Jacques Massol, Paris (França), 1965; Bienal Nacional de Artes Plásticas, Salvador, Bahia, 1966; Artistas Primitivos Brasileiros Contemporâneos, no Museu de Arte Moderna de Buenos Aires, Argentina, 1966; Arte/Brasil/Hoje - Cinqüenta Anos Depois, na Galeria Collectio, São Paulo, 1973. PONTUAL, pag. 250; ITAU CULTURAL

319 - SONYA GRASSMANN - (1933 - 1997)
Lance Livre - " Fragmento de um estudo para um quadro " - dlc - 24 x 18 - cid - 1973
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 104 deste catálogo.

320 - IONE SALDANHA - (1921 - 2001)
Base: R$ 5.500,00 - Composição - t s/b - h = 173 - as. sup/int
Reproduzido no convite deste leilão. -Ex-coleção Sr. Renato Antônio Brogiolo - Rio de Janeiro. -Gaúcha de Alegrete, faleceu na cidade do Rio de Janeiro-RJ, onde residiu e foi ativa. Pintora, escultora e desenhista, realizou seus primeiros estudos no Rio de Janeiro, no ateliê de Pedro Luís Corrêa de Araújo, em 1948. Estudou a técnica de afresco em Paris, na Académie Julian, e em Florença, na Itália (1951). Inicialmente, produz obras figurativas, como cenas cotidianas e retratos. Realiza também uma série de pinturas de casarios, em que enfatiza a geometria. Posteriormente, sua produção adquire um caráter abstrato. No fim da década de 1960, passa utilizar novos suportes, abandonando a superfície bidimensional, e pintando sobre ripas, carretéis (bobinas de madeira para cabos elétricos) e bambus. Participa de várias edições da Bienal de São Paulo, com prêmio aquisição em 1967, e sala especial em 1975 e 1979. Em 2001, ano de seu falecimento, é realizada a retrospectiva Ione Saldanha e a Simplicidade da Cor, no Museu de Arte Contemporânea de Niterói - MAC/Niterói. "O que logo impressiona no desdobramento da pintura de Ione Saldanha, a partir da segunda metade dos anos 40, é a coerência interna do percurso, o rumo ordenado e lógico que a tem feito deslocar-se de um a outro ponto sem abandonar a concentração do interesse em alguns poucos problemas básicos (...). Na obra dos últimos 20 anos, Ione Saldanha, sem sair de seu casulo, alinhou-se numa via frequente da pintura contemporânea". PONTUAL, Roberto. Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand. JULIO LOUZADA, vol. 5, pág. 916, 917 e 918; ITAUCULTURAL; RGS, pág. 263/264

321 - MARTINS DE PORANGABA - (1944)
Base: R$ 2.500,00 - Figuras - ost - 55 x 65 - cie - 1987
O crítico de arte José Neisten declarou a respeito do artista, em Washington: " O que define o significado de suas telas é a sintaxe: portanto, uma semântica pessoal, tal como evolui na dinâmica de composição, em seu complexo contraponto, e no uso da cor. Nem sempre é possível entender sua pintura com aferição puramente plástica; muitas vezes é preciso pedir ajuda dos critérios musicais, porque Martins frequentemente compõe suas formas e cores com energia e finura de composição musical, onde tom acima ou um quadro de tom abaixo fazem uma diferença enorme no resultado global ". JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 704; ITAU CULTURAL.

322 - DJANIRA DA MOTTA E SILVA - (1914 - 1979)
Lance Livre - Menino brincando - dn - 22 x 15 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 115 deste catálogo.

323 - HENRIQUE BERNARDELLI - (1858 - 1936)
Lance Livre - Buscando água - ost - 27 x 18 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 108 deste catálogo.

324 - BAJADO - (1912 - 1996)
Lance Livre - Professora - dn e g - 42 x 57 - cid - 1974
Natural de Maraial-PE, onde nasceu a 9 de dezembro de 1912, falecendo na cidade de Olinda, no dia 15 de Novembro de 1996. Viveu e foi ativo nas cidades de Recife e Olinda, onde era Cartazista e Pintor de Alegorias para Carnavais. Expôs individualmente em 1990 e 1992. Coletivamente expôs em São Paulo (mostra Tradição e Ruptura), Rio de Janeiro e Paris. Postumamente foram realizadas outras mostras de sua obra. "A matéria-prima de Bajado é o povo de Olinda, com seus costumes, sofrimentos e alegrias; ele os interpreta com bom-humor, em meio a uma atmosfera carnavalesca a que nem sequer faltam, por vezes, a nota fescenina, mulheres de maiô e as sereias praianas, de anatomia desengonçada e tão pouca sensualidade a olhos não-sertanejos. E quando pinta para açougues, neles figura touros enormes, ´bichos que se desgastaram no caminho desde as grutas de Lascaux e Altamira até o sujo matadouro de Peixinhos, e que são mais parentes que propriamente consumo desta população pobre´. " José Roberto Teixeira Leite, na obra abaixo. TEIXEIRA LEITE, pág.51; JULIO LOUZADA, vol.2, pág.96.

325 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 2.000,00 - Gato azul e flores - ast - 55 x 46 - cid e d - 2002
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

326 - ANGELO AGOSTINI - (1843 - 1910)
Lance Livre - A caminho da missa - dn - 50 x 35 - cid
Angelo Agostini nasceu em Vercelli, Itália e faleceu na cidade do Rio de Janeiro, onde residia e era ativo. Caricaturista, ilustrador, desenhista, crítico, pintor, gravador. Estudou desenho em 1858 em Paris, Fixa residência em São Paulo a partir de 1860, e quatro anos depois funda, com Luís Gonzaga Pinto da Gama e Sizenando Barreto Nabuco de Araújo, o semanário liberal Diabo Coxo. Em 1866, cria, com Américo de Campos e Antônio Manuel Reis, o jornal O Cabrião, periódico semanal, no qual publica sátiras sobre a Guerra do Paraguai. Muda-se para o Rio de Janeiro e passa a colaborar no periódico O Arlequim e na revista Vida Fluminense, além de outros periódicos. Durante a campanha abolicionista, Agostini publica na revista a série de caricaturas Cenas da Escravidão, em que, fazendo referência aos passos da paixão, apresenta, em 14 ilustrações, diversas formas de tortura a que eram submetidos os negros cativos. TEODORO BRAGA, pág. 35; LAUDELINO FREIRE, pág. 155; REIS JR., pág. 206; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 17; PONTUAL, pág. 6; TEIXEIRA LEITE,pág. 14; ITAÚ CULTURAL.

327 - BELMONTE, BENEDITO BASTOS BARRETO - (1887 - 1947)
Lance Livre - Menina e anjo - dn - 41 x 30 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 112 deste catálogo.

328 - HAYDÉA SANTIAGO - (1896 - 1980)
Lance Livre - Barcos - osm - 16 x 22 - cid e d
Natural da cidade do Rio de Janeiro, onde veio a falecer. Estudou na Escola Nacional de Belas Artes. Foi aluna de Modesto Brocos e Amoedo. Aperfeiçoou seus estudos com Eliseu Visconti. Residiu em Paris com o marido, Manoel Santiago, de 1928 a 1932, participando do Salão de Artistas Franceses. No Brasil recebu diversas premiações no SNBA, bem como nos diversos Salões Oficiais de que participou, tais como SPBA, SMBA-RJ, SNAM e na I BSP. Teve como temas a paisagem, a figura, a natureza morta e o gênero. REIS JUNIOR, vol. 1, pág. 146; TEODORO BRAGA, pág. 211; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 290 e 292; TEIXEIRA LEITE, pág. 460; ITAÚ CULTURAL..

329 - ALFREDO NORFINI - (1867 - 1945)
Lance Livre - Igreja - a - 23 x 29 - cid - 1942
Pintor, fez os primeiros estudos na cidade natal, Florença, Itália, e mais tarde cursou a Real Academia San Lucca, de Roma, pela qual se diplomou em 1892. Vindo ao Brasil, radicou-se em São Paulo, participando de várias exposições no Rio de Janeiro, São Paulo e Recife. Participou do SNBA, nos anos 1899, 1908, 1909, e do Salão Paulista de Belas Artes, obtendo pequena medalha de prata (1934 - 1943). LAUDELINO FREIRE, pág. 518; TEODORO BRAGA, pág. 173; MEC, vol. 3, pág. 267; PONTUAL, pág. 386; ITAÚ CULTURAL, RUTH TARASANTCHI.

330 - TOMÁS SANTA ROSA - (1909 - 1956)
Base: R$ 5.000,00 - Bordadeira - ost - 81 x 61 - cid
Reproduzido no convite deste leilão. -Com estudo, no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 080 deste catálogo.

331 - RODOLPHO AMOÊDO - (1857 - 1941)
Lance Livre - Menina - p - 32 x 20 - cid - Paris
Estudo para o quadro " Amuada " do Acervo do Museu Nacional de Belas Arte do Rio de Janeiro. -Natural da cidade de Salvador, o artista chegou ao Rio de Janeiro no ano de 1868, ingressando, cinco anos depois, no Liceu de Artes e Ofícios e, em 1874, na Academia Imperial de Belas Artes, onde teria Vitor Meirelles, Agostinho da Mota e João Zeferino da Costa como mestres. Na Escola de Belas Artes de Paris, já estudante bolsista da Academia, aperfeiçoou-se com Cabanel e Puvis de Chavanes. De volta ao Rio de Janeiro, onde viria a falecer, destacou-se no exercício do magistério, como professor honorário e, posteriormente, como diretor da antiga Escola Nacional de Belas Artes. Dono de grande preciosismo técnico, Amoedo aborda com despojamento os mais delicados matizes nos seus temas, geralmente a figura humana. O MNBA possui em seu acervo mais de 300 obras do artista TEIXEIRA LEITE, 26/29; PONTUAL, pág. 24; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 411; ARTE NO BRASIL, pág. 566.; JULIO LOUZADA, VOL. 1 PÁGS. 58/59/60; F. ACQUARONE, pág. 101.

332 - J. CARLOS - (1884 - 1950)
Lance Livre - " Crise econômica " - dn - 27 x 21 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 117 deste catálogo.

333 - EDMUND VALLADARES - (1932)
Lance Livre - " Identidad nº 12 " - o em al. rel. - 77 x 63 - d
Série vitrines com identidades de 1984. -Pintor, escultor, ilustrador, escritor, cineasta e professor nascido em Lanús, Buenos Aires - Argentina. Pertence à geração da 'Nova Figuração', na Argentina. Como pesquisador das raízes latino-americanas e artista integral, viveu na Venezuela, México, Brasil, Peru e também na Europa. Dentro do mundo da pintura, tem realizado numerosas mostras nos mais importantes museus e galerias do continente americano e europeu, entre elas: como convidado na 5ª Bienal de Paris (1965). Como escultor se destaca de haver feito, para o Governo da Bélgica, o projeto do monumento a Julio Cortázar (2005), patrocinado pela UNESCO. Atualmente se encontra em Bruxelas. Vários de seus livros foram levados ao cinema, dirigidos por ele mesmo. www.museovalladares.com.ar; arcadja.com; askart.com; artprice.com.

334 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 2.500,00 - Signos - dn - 18 x 11 - cid - 12.10.1968 - Rio
Com dedicatória. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 052 deste catálogo.

335 - ANTONIO AUGUSTO MARX - (1919 - 2008)
Base: R$ 1.500,00 - Trabalhador - ost - 100 x 80 - cid e d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 120 deste catálogo.

336 - FERNANDO ODRIOZOLA - (1921 - 1986)
Lance Livre - Composição - tm - 80 x 60 - cie - 1974
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 121 deste catálogo.

337 - MASSIMO CAMPIGLI - (1895 - 1971)
Base: R$ 2.000,00 - Figura - lito. 58/175 - 63 x 41 - cid - 1956
Importantíssimo pintor italiano, nascido em Florença, e falecido em Saint-Tropez, França. Pintor exemplar, fez de tema central de seus trabalhos a busca pelo passado, o elogio à tradição, contrariamente à maioria dos artistas das vanguardas do século XX, que buscavam romper tanto com o passado, como com a tradição. Nascido em Florença, foi criado com a presença exclusiva da mãe, o que lhe provocou um grande fascínio pelo universo feminino, visível em sua obra. Trabalhou como jornalista em Milão, sendo enviado especial do 'Corriere della Sera'. Prestou serviço militar na I Guerra. Ao retornar, em 1919, sua inclinação pela pintura se manifesta de forma incisiva, começando a pintar como autodidata. Decidido a buscar novo cenário para desenvolver sua arte, instala-se em Paris, neste mesmo ano, onde vai realmente encontrar as bases para a criação de seu estilo pessoal. Durante a década de trinta, foi encarregado de fazer murais para várias instituições na Itália, entre elas, a Universidade de Pádua. Na década de quarenta, Campigli passou a morar em Milão. Representado em muitas coleções públicas da Europa e da América, foi talvez o pintor italiano mais reconhecido internacionalmente, em seu tempo. A pintura de Campigli teve, pode-se dizer, duas fases. Uma próxima da pintura de Pablo Picasso, e das formas cilíndricas de Fernand Léger, em 1920. Outra seria aquela em que ele, fascinado pela arte antiga, principalmente, pela arte estrusca e de Pompéia, desenvolve, de forma sutil, um diálogo entre elementos antigos e modernos que se combinam na sua pintura. BENEZIT, vol. 2, pág. 486 e 487. ART PRICE ANNUAL 2000

338 - DIONISIO DEL SANTO - (1925 - 1999)
Lance Livre - Composição - g - 20 x 20 - cid - 1986
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 123 deste catálogo.

339 - HÉRCULES BARSOTTI - (1914 - 2010)
Lance Livre - Composição - dn - 27 x 21 - cid
Pintor, desenhista, programador visual, gravador, nascido em São Paulo, SP . Iniciou-se nas artes em 1926, estudando desenho e composição com o pintor Enrico Vio. Começa a pintar em 1940 e, na década seguinte, realiza as primeiras pinturas concretas, além de trabalhar como desenhista têxtil e projetar figurino para o teatro. Em 1954, com Willys de Castro, funda o Estúdio de Projetos Gráficos, elabora ilustrações para várias revistas e desenvolve estampas de tecidos produzidos em sua tecelagem. Na década de 1960, convidado por Ferreira Gullar (1931), integra-se ao Grupo Neoconcreto do Rio de Janeiro e participa das exposições de arte do grupo realizadas no Ministério da Educação e Cultura, no Rio de Janeiro, e no Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM/SP. Em 1960, expõe na mostra Konkrete Kunst [Arte Concreta], organizada por Max Bill, em Zurique. Hercules Barsotti explora a cor, as possibilidades dinâmicas da forma e utiliza formatos de quadros pouco usuais, como losangos, hexágonos, pentágonos e circunferências. Em sua obra a disposição dos campos de cor cria a ilusão de tridimensionalidade. Entre 1963 e 1965, colabora na fundação e participa do Grupo Novas Tendências, em São Paulo. Em 2004, o MAM/SP organiza uma retrospectiva do artista. JULIO LOUZADA, vol. 1, pag. 98; ITAU CULTURAL

340 - MARIO ZANINI - (1907 - 1971)
Base: R$ 7.500,00 - Casario - ost - 45 x 61 - cid - 1969
Reproduzido no convite deste leilão. -Com etiqueta de Irineu Angulo - Leiloeiro Oficial - São Paulo, no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 045 deste catálogo.

341 - EMILIO PETTORUTI - (1892 - 1971)
Lance Livre - Figuras fantásticas - dn - 16 x 23 - cid - 1957
Pintor e desenhista nascido em La Plata, Argentina, onde cursou a Academia de Belas Artes e participou de algumas mostras. Em 1913 foi para a Itália e se envolveu com a vanguarda artística italiana, jovens artistas e com o já famoso Marinetti, autor do 'Manifesto Futurista'. Em 1916 realizou sua primeira individual na Galleria Gonelli que foi uma das bases do Futurismo em Florença. Em Roma conviveu com Soffici, Carrá e De Chirico, entre outros. Depois de ter exposto em diferentes cidades italianas foi para Alemanha, e expôs na Galeria Sturm de Berlim, que representava a vanguarda alemã. Em Paris tornou-se amigo de Juan Gris e Gino Severini. Retornou a Buenos Aires e, em 1924, realizou sua primeira exposição depois de anos de ausência. Foi diretor do Museu Provincial de La Plata. Em 1940 foi organizada uma retrospectiva de suas obras em Buenos Aires. A partir de 1944 expôs nos Estados Unidos, Chile e Europa. Em Paris expôs junto com Latour, Masson e Miró. Recebeu o prêmio Continental Guggenheim das Américas em 1956. Escreveu suas memórias que foram publicadas, em 1966, com o título "Um pintor diante do espelho". Em 1971, com obras realizadas entre 1914 e 1924, representou a Argentina na Bienal de São Paulo. www.pettoruti.com; www.buenosaires.gov.ar; www.allaboutarts.com.br; www.artcyclopedia.com.

342 - ANTONIO ROCCO - (1880 - 1944)
Base: R$ 5.000,00 - Flores e natureza morta - ost - 55 x 76 - cie - 1943
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 127 deste catálogo.

343 - CABRAL, ANTONIO HÉLIO - (1948)
Base: R$ 15.000,00 - " Interior com cadeira " - ost - 130 x 100 - cid - 1989
Formado em arquitetura pela USP em 1974. Foi professor de pintura e desenho em diversas instituições de 1973 a 1984, tendo organizado mostras de artes brasileiras no Museu Lasar Segall, cujo ateliê de artes plásticas também orientou por algum tempo. Como pintor é adepto do figurativismo expressionista. TEIXEIRA LEITE, pág. 96; JULIO LOUZADA vol.10, pág.159; ITAU CULTURAL; Acervo FIEO.

344 - MIRA SCHENDEL - (1918 - 1988)
Base: R$ 4.000,00 - Palavras - mon. - 46 x 22 - cid - 1964
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 129 deste catálogo.

345 - ARTUR PEREIRA - (1920 - 2003)
Base: R$ 1.500,00 - Junta de bois - e em mad. - h = 18 - ass.
Escutor autodidata, natural da cidade mineira de Cachoeira do Brumado, onde começou a produzir em 1960. Esculpia em madeira obras do imaginário, da lida das atividades rurais e da fauna. Expôs individualmente em 1989. PONTUAL, pág. 417.

346 - JUAREZ MACHADO - (1941)
Lance Livre - " Querido ! estarei pronta num segundo ! " - g - 38 x 28 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 131 deste catálogo.

347 - YOLANDA MOHALYI - (1909 - 1978)
Lance Livre - Favela - xilo. P.A. - 43 x 46 - cid - 1951
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 132 deste catálogo.

348 - CARYBÉ - (1911 - 1997)
Lance Livre - " Rainha do mar " - dn - 30 x 21 - cid
Reproduzido na pág. 152 no livro " Carybé - as sete portas da Bahia ", livraria Martins Editora - São Paulo. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 031 deste catálogo.

349 - LEVINO FANZERES - (1884 - 1956)
Lance Livre - Paisagem - ostcm - 24 x 34 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 084 deste catálogo.

350 - JUDITH LAUAND - (1922)
Base: R$ 10.000,00 - Composição - ost - 50 x 50 - ci e d - 1980
Reproduzido no convite deste leilão. -Com certificado de autenticidade firmado pela a autora e foto com a obra. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 077 deste catálogo.

351 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - Marinha - ost - 40 x 50 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 033 deste catálogo.

352 - IVAN SERPA - (1923 - 1973)
Lance Livre - Figuras - g - 30 x 19 - cid - 6.8.1964
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 103 deste catálogo.

353 - ALDO BONADEI - (1906 - 1974)
Base: R$ 7.500,00 - Paisagem - osc - 21 x 31 - cid - 1943
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 125 deste catálogo.

354 - GEORGES WAMBACH - (1901 - 1965)
Lance Livre - " Ilha Bela " - ostcc - 26 x 22 - cid - 1964
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 139 deste catálogo.

355 - ARLINDO DAIBERT - (1952 - 1993)
Base: R$ 1.500,00 - Composição - a - 65 x 65 - cid e cse - 13.9.1982
Arlindo Daibert Amaral nasceu e faleceu em Juiz de Fora, MG. Desenhista, gravador, pintor, ilustrador e professor, formou-se em letras pela Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF, em 1973. Recebeu prêmio do governo da França e freqüentou curso de técnicas de gravura no Atelier Calevaet-Brun, em Paris, entre 1975 e 1976. Participou da criação da Oficina de Gravura Largo do Ó, em Tiradentes, Minas Gerais, em 1984. Nesse mesmo ano, ingressou no Departamento de Artes da UFJF, onde dirigiu projeto de estudo e organização do acervo de artes plásticas do poeta Murilo Mendes. Realizou muitas exposições individuais e participou de inúmeras mostras e Salões oficiais no Brasil e pelo mundo como: Panorama da Arte Atual Brasileira, SP (1974, 1977, 1980, 1984, 1986, 1987, 1989, 1990); Bienal Internacional de São Paulo (1979); Bienal de Cali, Colômbia (1980); Bienal de Artes Gráficas, Uruguai (1981); Bienal Internacional de Pintura, Equador (1991). Foi premiado em: Belo Horizonte, MG (1973, 1974); Rio de Janeiro (1978, 1980); Curitiba, PR (1979, 1980, 1986); São Paulo (1986); México (1980); Uruguai (1981); Espanha (1983); Brasília (1991). Em 1995, foi publicado 'Caderno de Escritos', com seus ensaios sobre arte; em 1998, o livro 'Imagens do Grande Sertão - Arlindo Daibert', com os trabalhos da série 'Grande Sertão: Veredas' e, em 2000, o livro 'Arlindo Daibert: Depoimento'. ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA VOL. 4, PÁG. 306; VOL. 11, PÁG. 84.

356 - INOS CORRADIN - (1929)
Lance Livre - Flores - lito. 31/100 - 48 x 36 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 042 deste catálogo.

357 - ALMADA NEGREIROS - (1893 - 1970)
Lance Livre - Maternidade - dn - 29 x 21 - ci
Escritor e artista plástico, José Sobral de Almada Negreiros nasceu em S. Tomé e Príncipe e faleceu em Lisboa. Ficou órfão de mãe aos três anos de idade e, em 1900, foi internado num colégio de jesuítas em Lisboa, pois seu pai fixou residência em Paris. Em 1905, com apenas 12 anos, redigiu e ilustrou os jornais manuscritos "A República" e o "O Mundo. Fez sua primeira exposição individual de desenhos, em 1913, com cerca de 90 obras. Em 1919, com o intuito de estudar pintura, foi para Paris, regressando a Lisboa um ano e meio depois. Em 1927, ainda seguindo seu propósito de aprimorar-se nas artes plásticas, foi para Madri, onde permaneceu por cerca de cinco anos. Ao regressar a Portugal, continuou com sua cruzada de divulgação dos movimentos de vanguarda em sua terra. Para isso realizou várias conferências e intensificou sua produção artística, dividindo-se entre as artes plásticas e a literatura. Trabalhou em tapeçaria, gravura, pintura mural, caricatura, mosaico, azulejo e vitral. Expôs em coletiva de artistas portugueses no Rio de Janeiro (1942) e, em São Paulo, na exposição póstuma 'Cinco Pintores da Modernidade Portuguesa' realizada no MAM (2004). ITAU CULTURAL; www.vidaslusofonas.pt; www.educ.fc.ul.pt; www.mundocultural.com.br; pt.wikipedia.org.

358 - ANA ANDRADE - (1953)
Lance Livre - " Paisagem " - osm - 46 x 61 - cid e d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 143 deste catálogo.

359 - ALFREDO GALVÃO - (1900 - 1987)
Lance Livre - Paisagem - a - 17 x 11 - cie
Pintor e professor de arte, ex-diretor do Museu Nacional de Belas Artes, Galvão foi aluno de Amoedo, Chambelland e Lucílio de Albuquerque, tendo conquistado o prêmio de viagem ao estrangeiro no Salão Nacional de Belas Artes de 1927. Cultivou todos os gêneros, fiel ao estilo de sua mocidade. TEODORO BRAGA, págs. 30 e 105; Catálogo da Exp. De Paisagem Brasileira - Min. da Educ. e Saúde - MNBA / Rio / 1944 - n/nº P. 149; REIS JR. ,pág. 380; MEC, vol. 2, pág. 237; PONTUAL, pág. 231; TEIXEIRA LEITE, pág. 214.

360 - ANTONIO FERRIGNO - (1863 - 1940)
Base: R$ 20.000,00 - Porto de Nápoles - ost - 48 x 68 - cid
Reproduzido no convite deste leilão. -Reproduzido na pág. 42 do livro "Antonio Ferrigno - 100 Anos Depois", de autoria de Ruth Sprung Tarasantchi, editado por ocasião da Exposição, realizada pela Pinacoteca do Estado de São Paulo em parceria com a Sociarte de 25 de Julho a 14 de Agosto de 2005. Ex-coleção Prof. Dr. Luiz Fernando da Costa e Silva. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 142 deste catálogo.

361 - MARIO ZANINI - (1907 - 1971)
Base: R$ 1.500,00 - Conversando - psa - 15 x 15 - cid
Com etiqueta Osirarte - São Paulo, no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 045 deste catálogo.

362 - RAIMUNDO CELA - (1890 - 1954)
Base: R$ 9.000,00 - Estudo de academia - dc - 62 x 45 - cie - Paris - 1922
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 147 deste catálogo.

363 - SAUL STEINBERG - (1914 - 1999)
Lance Livre - Idéias fluídas - dn - 24 x 20 - cie
Desenhista, pintor, gravador, ilustrador, cartunista, escultor, natural da Romênia. Estudou Filosofia em Bucareste, Romênia e Arquitetura em Milão, Itália. Nos anos 30 publicou seus cartuns na revista italiana Bertoldo. Em 1940, seus desenhos começam a aparecer nas revistas ‘Life’ e’ Harper’s Bazaar’. Vai para os Estados Unidos em 1941 e passa a publicar, regularmente, seus trabalhos na revista ‘The New Yorker’ por quase 60 anos, além de se dedicar intensamente às diversas formas de expressão. A primeira exposição de seus trabalhos se deu em Nova York, em 1943. E várias outras aconteceram por museus da Europa e Estados Unidos, inclusive no Museu de Arte de São Paulo, São Paulo. Retrospectivas de sua obra foram realizadas no Museu Whitney de Arte Americana, Nova York (1978); no Instituto de Arte Moderna, em Valencia - Espanha (2002); na Pinacoteca do Estado, São Paulo (2011). BENEZ IT, VOL. 9, PÁG. 805; MEC, VOL. 4, PÁG. 341; ITAU CULTURAL; www.saulsteinbergfoundation.org; www.artcyclopedia.com; www.britannica.com.

364 - ADELIO SARRO - (1950)
Base: R$ 8.000,00 - " Últimas pegadas " - ost - 160 x 60 - cid e d - 1989
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 130 deste catálogo.

365 - MIGUEL DOS SANTOS - (1944)
Base: R$ 5.000,00 - Dom Quixote - e em c pol - h = 56 - ass.
Pintor, desenhista e ceramista pernambucano da cidade de Caruaru. " ... é um ceramista ligado por raízes profundas 'a imagística popular. Suas formas (atropomorfas) e suas cores, são mais um estandarte contra a resignação e a indignidade. O onírico de suas cerâmicas é o grito mais alto dessa rica forma de arte do Nordeste" (catálogo da exposição do artista na Universidade da Bahia, em 1968) JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 793; ITAÚ CULTURAL.

366 - MARIO GRUBER - (1927 - 2011)
Lance Livre - Passista - lito. P.A. - 86 x 56 - cid
Pintor e gravador, Gruber foi um dos principais artistas de São Paulo desde quando, ainda muito jovem, tomou parte no Grupo dos 19. PONTUAL, pág. 253; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 370; MEC, vol. 1, pág. 466; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 448; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág.649; ARTE NO BRASIL, pág. 803; LEONOR AMARANTE, pág. 376; Acervo FIEO.

367 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 12.000,00 - Personagens - dn - 30 x 22 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 052 deste catálogo.

368 - MARIO GRUBER - (1927 - 2011)
Base: R$ 4.000,00 - Composição - mon. - 33 x 43 - ci - 1996
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 366 deste catálogo.

369 - PÉRICLES - (1924 - 1961)
Base: R$ 1.800,00 - " O amigo da onça " - dn e g - 42 x 30 - cid
Caricaturista e cartunista, Péricles de Andrade Maranhão nasceu em Recife, PE e faleceu no Rio de Janeiro. Publicou seus primeiros desenhos na Revista do Colégio Marista do Recife, onde estudou na década de 1930. Por volta de 1942, chegou ao Rio de Janeiro e ingressou nos 'Diários Associados', de Assis Chateaubriand, iniciando sua produção em 'O Guri' e, pouco depois, na revista 'A Cigarra', onde lançou seu personagem 'Oliveira Trapalhão'. A partir de 1945, ilustrou os textos de Millôr Fernandes na seção Pif-Paf da revista 'O Cruzeiro'. 'Laurindo e Miriato Gostosão' foram outros personagens criados por Péricles, mas o de maior sucesso foi 'O Amigo da Onça', publicado pela primeira vez em 1943 em' O Cruzeiro'. 'O Amigo da Onça' foi produzido por quase 20 anos e, mesmo após a morte de seu criador, continuou a ser publicado no traço de Carlos Estevão. Sua criação foi capaz de transpor as páginas desenhadas em 'O Cruzeiro' e permanecer na memória visual e humorística brasileira. Seus trabalhos participaram, após a sua morte, de exposições em: Curitiba, PR (1980); São Paulo (1983, 1997, 2001); Belo Horizonte (1997); Brasília (1998); Penápolis, SP (1998). ITAU CULTURAL.

370 - DJANIRA DA MOTTA E SILVA - (1914 - 1979)
Base: R$ 35.000,00 - " Grande palco " - ost - 77 x 105 - cid e d - 1961
Reproduzido no convite deste leilão. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 115 deste catálogo.

371 - LEOPOLDO GOTUZZO - (1887 - 1983)
Lance Livre - Camponês - osm - 24 x 20 - cid - 1928 - Portugal
Gaúcho de Pelotas, Gotuzzo foi pintor e desenhista. Estudou em Roma com Joseph Noel a partir de 1909. Permaneceu na Europa por vários anos, aperfeiçoando a sua arte em diversas cidades. Enviava suas obras para os Salões Nacionais, conquistando diversas premiações. Pintor de paisagens e nús, dedicou-se também ao retrato, inclusive a crayon. É artista que teve seu talendo reconhecido por todos os críticos de sua época, figurando em publicações especializadas. JULIO LOUZADA vol.10, pág. 395; PONTUAL, pág. 247; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 601.

372 - JOSE RESENDE - (1945)
Base: R$ 3.800,00 - Composição - col. - 50 x 70 - d - 1975
José de Moura Resende Filho nasceu em São Paulo, SP. Escultor, gravador, desenhista, arquiteto, professor e editor. Cursou gravura na Fundação Armando Álvares Penteado - FAAP, em 1963. No mesmo ano, ingressou na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie e estudou desenho com Wesley Duke Lee . Em 1966, fundou, com Wesley Duke Lee, Nelson Leirner, Geraldo de Barros , Frederico Nasser e Carlos Fajardo o Grupo Rex. Também foi um dos fundadores da Escola Brasil juntamente com Luiz Paulo Baravelli, Frederico Nasser e Carlos Fajardo. Em 1975, foi co-editor da revista 'Malasartes', na qual publicou artigos. Entre 1984 e 1985, residiu em Nova York como bolsista da Fundação John Simon Guggenheim. Realizou muitas exposições individuais, várias mostras e Salões oficiais no Brasil e pelo mundo como: Panorama da Arte Brasileira, SP (1972, 1975, 1989, 1995); Bienal Internacional de São Paulo, SP (1983, 1989, 1998); Bienal de Veneza, Itália (1988); Bienal de Sydney, Austrália (1998). Foi premiado em: Brasília (1967); São Paulo (1967, 1975, 1995); Paris (1980); Japão (1985). ITAU CULTURAL; MEC VOL. 4, PÁG. 55; PONTUAL PÁG. 450; JULIO LOUZADA VOL. 2, PÁG.868.

373 - GUSTAVO ROSA - (1946)
Base: R$ 4.000,00 - " Weekend " - ost - 40 x 50 - cid e d - 1981
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 158 deste catálogo.

374 - FELISBERTO RANZINI - (1881 - 1976)
Lance Livre - Natureza morta - ost - 50 x 69 - cid - 1944
Arquiteto, desenhista e escritor, Felisberto Ranzini nasceu em Mântua, Itália e faleceu em São Paulo - SP. Sobresaiu-se principalmente na técnica de aquarela, na qual se especializou. Suas composições em óleo são claras e detalhadas, quase que miniaturistas. JULIO LOUZADA, vol 1, pág. 805; MEC vol.4, pág. 26, RUTH TARASANTCHI.

375 - ISMAEL NERY - (1900 - 1934)
Base: R$ 17.000,00 - Casal - t.f. s/p. - 27 x 17 - cid
Reproduzido sob o nº 115 em catálogo de leilão de Soraia Cals - Rio de Janeiro. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 160 deste catálogo.

376 - LEONILSON - (1957 - 1993)
Lance Livre - " Mesma saliva - mesmo veneno " - lito. 48/50 - 50 x 30 - cie
Pintor, desenhista, escultor. José Leonilson Bezerra Dias nasceu em Fortaleza, CE e faleceu em São Paulo. Em 1961, muda-se com a família para São Paulo. Entre 1977 e 1980, cursa educação artística na Fundação Armando Álvares Penteado, onde é aluno de Julio Plaza, Nelson Leirner. Tem aulas de aquarela com Dudi Maia Rosa na escola de artes Aster (1978 a 1981). Nesse último ano, em Madri, Espanha, realiza sua primeira individual na galeria Casa do Brasil e viaja para outras cidades da Europa. Retorna ao Brasil em 1982. Na década de 1980, faz parte do grupo de artistas conhecido como Geração 80. Participa, em 1985, das Bienais de São Paulo e Paris. Mas é nos primeiros anos da década de 1990, que o artista firma-se como um dos destaques no panorama cultural brasileiro, com uma obra contundente, expressando como nenhum outro, os dramas e as angústias do homem contemporâneo. Cria seu último trabalho, uma instalação concebida para a Capela do Morumbi, SP, em 1993, que não chega a vê-lo realizado. Por essa mostra e por outra individual realizada no mesmo ano, recebe, em 1994, homenagem póstuma e prêmio da Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA). ITAU CULTURAL; www.projetoleonilson.com.br.

377 - FULVIO PENNACCHI - (1905 - 1992)
Base: R$ 18.000,00 - Presépio - ost - 50 x 35 - cse e d - 1980
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 058 deste catálogo.

378 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 9.000,00 - Gato azul com flores - ast - 60 x 81 - cie e d - 2003
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

379 - MANABU MABE - (1924 - 1997)
Lance Livre - Composição - lito. 91/100 - 53 x 75 - cid - 1979
Pintor autodidata, veio para o Brasil com a família em 1934, fixando-se em Lins-SP, onde trabalhou na lavoura do café; ligado ao abstracionismo informal, até a metade dos anos 50 fez pintura figurativa, especialmente paisagens e naturezas mortas; dedicou-se ainda à tapeçaria. ARTE NO BRASIL, vol. 2, pág. 1050; TEIXEIRA LEITE, pág. 296; PONTUAL, pág. 325/6; MEC, vol. 3, pág. 13; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 644; LEONOR AMARANTE, pág. 83, Acervo FIEO.

380 - TARSILA DO AMARAL - (1890 - 1973)
Base: R$ 200.000,00 - " Composição (Figura só) " - t.f. s/p. - 14,8 x 17 - cid - 1930
Reproduzido no convite e na quarta capa do catálogo deste leilão. Desenho sobre convite de casamento: "Capitão de Fragata Júlio Régio / Bittencourt e Helena Dillon Regis Bittencourt / têm a honra de convidar V. Sa. e Exma família para assistir / ao casamento do seu filho Heitor com a Srta. / Helena Inglez de Souza". Registrado no catálogo Raisonné sobre o nº D298. Com etiqueta nº 7824 de Cosme Velho Galeria de Arte - São Paulo. Primeiro estudo do quadro "Composição (Figura só)" que encerra o período antropofágico da obra de Tarsila do Amaral. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 315 deste catálogo.

381 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - Sobrado - ost - 40 x 50 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 033 deste catálogo.

382 - EVANDRO CARLOS JARDIM - (1935)
Lance Livre - Viajante - grav. P.A. - 28 x 32 - cid - Março de 1967
Excepcional gravador e pintor, diplomado pela Escola de Belas Artes de São Paulo, em 1958. Suas obras são sensíveis, tem apuro artesanal e invenção formal; buscam o insólito da paisagem, transformando em arte quase surreal. PONTUAL, pág. 277; MEC, vol. 2, pág. 372; TEIXEIRA LEITE, pág. 264.; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 764; ARTE NO BRASIL, pág. 966; LEONOR AMARANTE, pág. 240. Acervo FIEO. -

383 - IRACEMA ARDITI - (1924 - 2006)
Lance Livre - " Feriado de Quaresma " - ost - 33 x 46 - cie e d - 1987
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 168 deste catálogo.

384 - JOSÉ ANTONIO DA SILVA - (1909 - 1996)
Lance Livre - Plantação - ost - 30 x 24 - cie e d - 1983
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 063 deste catálogo.

385 - LÚCIO BITTENCOURT - (1953)
Lance Livre - Dom Quixote e Rocinante - e em suc. - h = 48 - ass.
Nascido em 1953, em Mogi das Cruzes (SP), iniciou sua carreira artística em 1979 e partir daí já produziu mais de 12 mil peças entre elas 200 monumentos que chegam a 30 metros de altura e que estão instalados em praças públicas de diversas cidades. Tem cerca de 200 prêmios, sendo o primeiro em 1979 no Salão Oficial de Taubaté. Já participou de cerca de duas mil exposições coletivas e individuais nacionais e internacionais e tem suas obras espalhadas por diversos lugares do Brasil e no exterior, como Lisboa, Lyon, Porto Rico e Paris. Recentemente passou a integrar a coleção "Contando a Arte" escrita pelo renomado crítico de arte Oscar D’Ambrosio. Em toda sua trajetória, Bittencourt já participou de mais de duas mil exposições no Brasil e exterior. http://bittencourtesculturas.com.br/site/

386 - TOMÁS SANTA ROSA - (1909 - 1956)
Lance Livre - Anunciação - g - 32 x 21 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 080 deste catálogo.

387 - LEVINO FANZERES - (1884 - 1956)
Lance Livre - Pôr do Sol - ost - 50 x 69 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 084 deste catálogo.

388 - ALBERTO DA VEIGA GUIGNARD - (1896 - 1962)
Lance Livre - Ouro Preto - dn - 13 x 24 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 055 deste catálogo.

389 - RANCHINHO - (1923 - 2003)
Lance Livre - " Museu de Assis " - ast - 50 x 70 - cid - 2000
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 074 deste catálogo.

390 - ANTONIO BANDEIRA - (1922 - 1967)
Base: R$ 80.000,00 - Menino - oscce - 68 x 55 - cse - 1945
Reproduzido no convite e na capa do catálogo deste leilão. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 035 deste catálogo.

391 - ELISEU D´ANGELO VISCONTI - (1866 - 1944)
Base: R$ 20.000,00 - Moças na paisagem - a - 38 x 44 - cid - 1934 - Rio
Considerado o maior pintor que trabalhou no Brasil, nasceu na Itália, mas fez sua formação artística na Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro e em Paris. Foi sucessivamente, realista, simbolista, adepto do Art Noveau e pós- impressionista, até chegar em algumas paisagens já quase no fim da vida, a uma síntese admirável de todos esses estilos e tendências. Sua obra-prima - e uma das obras- primas da arte brasileira de todos os tempos - é a decoração do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, principamente o friso do foyer, iniciado em 1914. TEODORO BRAGA, pág. 240/241; LAUDELINO FREIRE, págs. 515/ 133/ 151/ 510 e 512; BENEZIT, vol. 10, pág. 535; REIS JR., pág. 293 /300 /304 /371 /375/ 380/ 381/ 388/ 389; MEC, vol. 4, pág. 393; PONTUAL, pág. 543/544/545; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 422 e 423; MAYER/84, pág. 1252; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 420; ARTE NO BRASIL, pág. 553; LEONOR AMARANTE, pág. 42; Acervo FIEO; F. ACQUARONE, pág. 171.

392 - MANOEL SANTIAGO - (1897 - 1987)
Lance Livre - Praia - osm - 21 x 30 - cid e d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 071 deste catálogo.

393 - UBI BAVA - (1905 - 1988)
Base: R$ 1.200,00 - Composição - g - 35 x 25 - cid
Natural da cidade paulista de Santos. Faleceu em São Paulo. Arquiteto, professor e pintor. Foi aluno de Lucilio de Albuquerque e de Henrique Cavalleiro. Foi professor de desenho artístico da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro, FAU/UFRJ. Entre as exposições de que participa, destacam-se: Salão Nacional de Belas Artes - Divisão Moderna, Rio de Janeiro, 1949; Bienal Internacional de São Paulo, várias edições entre 1951 e 1975; Salão Preto e Branco (3º Salão Nacional de Arte Moderna), Rio de Janeiro, 1954; Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP, São Paulo, 1976. Após sua morte, suas obras participam da seguintes exposições: Bienal Brasil Século XX, na Fundação Bienal de São Paulo, 1994; Espelho da Bienal, no MAC/Niterói, 1998. Segundo TEIXEIRA LEITE "Ubi Bava pode ser considerado um precursor e um pioneiro de certo tipo de pintura que tem nos efeitos óticos e nos recursos cinéticos sua razão maior de ser. Introduzindo em suas superfícies espelhos, ao mesmo tempo introduz, no cerne mesmo de sua obra, a imagem refletida do espectador. Também fez uso de tubos de plástico e de movimentos mecanicamente produzidos, subordinando todos esses elementos a uma evidente vontade construtivista. Em certo momento de sua evolução, o que produzia tinha certo parentesco com o concretismo..." TEIXEIRA LEITE; ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA, vol. 5 pág. 98; WALTER ZANINI, pág. 676; LEONOR AMARANTE; ARTE NO BRASIL, pág. 933.

394 - LIVIO ABRAMO - (1903 - 1992)
Lance Livre - Macumba - g - 25 x 24 - cie
Com etiqueta de Arte Exposições Edições Fernando Millan - São Paulo, no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 078 deste catálogo.

395 - CÂNDIDO PORTINARI - (1903 - 1962)
Base: R$ 25.000,00 - " Três mulheres chorando " - dct - 21 x 15 - cid - 1947 - Montevidéu
Com dedicatória, " Para M. E. Morales de los Rios. Portinari Montevidéu 1947 ". Reproduzido sob o n.° 174/250 da técnica de desenho/caneta tinteiro/papel, do Projeto Portinari. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 100 deste catálogo.

396 - GERSON DE SOUZA - (1926 - 2008)
Lance Livre - " O menino e o brinquedo encantado " - ost - 33 x 24 - cie e d - 1977
Com diversas inscrições, no dorso. -Pintor. Autodidata. Fixou-se no Rio de Janeiro, onde exerceu a profissão de carteiro dos Correios, e onde começou a pintar em 1950. Participou da V Bienal de São Paulo, de vários Salões Nacionais e exposições coletivas no exterior. Várias individuais e coletivas no País. JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 127; PONTUAL, pág. 236/237; MEC, vol. 2, pág. 248; TEIXEIRA LEITE, pág. 220; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 347, Acervo FIEO.

397 - ATHOS BULCÃO - (1918)
Lance Livre - " Estudo para painel " - dlc - 20 x 21 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 182 deste catálogo.

398 - MARCELO GRASSMANN - (1925)
Lance Livre - Figuras fantásticas - grav. 7/50 - 52 x 77 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 053 deste catálogo.

399 - CILDO MEIRELES - (1948)
Base: R$ 2.300,00 - " Desvio para o vermelho " - ser. 40/100 - 100 x 46 - cid - 1987
Reproduzido no site www.rioecultura.com.br. Exposição " Os amigos da Gravura 2010 - Cildo Meireles ". -Natural da cidade do Rio de Janeiro. Freqüenta a Escola Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro, em 1967. É um dos fundadores da Unidade Experimental do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, em 1969, na qual leciona entre 1969 e 1970. Seu trabalho se caracteriza pela diversidade de técnicas e suportes empregados - pintura, desenho, escultura, ambiente, happening, instalação, performance, fotografia, conjugando-os em múltiplas linguagens que discorrem sobre questões sociais e políticas JULIO LOUZADA vol. 11 pág . 207, ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 785; LEONOR AMARANTE, pág. 205.

400 - BRUNO GIORGI - (1905 - 1993)
Base: R$ 7.500,00 - " Fiandeira " - e em b - h = 70 - ass. - 1958
Reproduzido no convite deste leilão. -Reproduzido no livro " Bruno Giorgi ", editor Marcos Marcondes - São Paulo. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 170 deste catálogo.

401 - ALBERTO ALLENDE - (1937)
Lance Livre - Passista - ost - 73 x 60 - cie e d - 1984
Pintor e fotógrafo espanhol. Radicou-se no Brasil em 1972, tendo antes estudado na Itália, Áustria e Alemanha. Neste último país, após quatro anos de estudo, diplomou-se em engenharia fotográfica. Fotografou as principais capitais brasileiras para a Expo-73 que o governo brasileiro organizou na Bélgica e foi contratado como professor de fotografia e cinema da Universidade de São Paulo para os cursos de Jornalismo e Comunicações. Atualmente reside em São Paulo e pinta paisagens brasileiras. JULIO LOUZADA, VOL.1, PÁG.42; VOL. 2, PÁG. 48.

402 - OTTONE ZORLINI - (1891 - 1967)
Lance Livre - Paisagem - a - 22 x 34 - cie - 9.5.1957
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 187 deste catálogo.

403 - ADOLFO FONZARI - (1880 - 1959)
Lance Livre - Flores - p - 34 x 34 - cie
Pintor e decorador italiano. Expôs individualmente em Curitiba-PR (1937), Porto Alegre (1939) e São Paulo (1941). Obteve premiações em salões estaduais em São Paulo e Rio Grande do Sul. É de sua autoria a decoração do teto do Teatro Santa Helena, SP. THEODORO BRAGA, pág.98; Pintores Italianos no Brasil-abril/82; TEIXEIRA LEITE, pág.205; MEC. Vol.2, pág.186; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO, RUTH TARASANTCHI.

404 - GUILHERME DE FARIA - (1942)
Lance Livre - Nu - a - 72 x 51 - csd - 1985
Pintor, gravador e desenhista paulistano. Expõe individualmente desde 1963, tendo participado de diversas coletivas no Brasil e no exterior. MEC vol.2, pág. 142; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

405 - SERGIO TELLES - (1936)
Base: R$ 4.000,00 - " Jardim de Luxemburgo " - osc - 30 x 40 - cid e d - 1978 - Paris
Com etiqueta da Galeria Olivia Kann - Rio de Janeiro, no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 190 deste catálogo.

406 - GRAÇA MARQUES - (1955)
Lance Livre - Composição - lito. B.P.I. - 50 x 72 - cid - 2004
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 191 deste catálogo.

407 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Gato - ascce - 29 x 41 - cie
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

408 - ETTORE FEDERIGHI - (1909 - 1979)
Lance Livre - Flores - ost - 60 x 45 - cie
Pintor ativo em São Paulo, participou do SPBA, conquistando menção honrosa (1952), pequena medalha de prata (1957), prêmio aquisição (1958 / 59 / 60), grande medalha de prata (1961) e várias outras, bem como várias participações em Salões. MEC, vol. 2, pág. 145; JULIO LOUZADA, vol. 4, pág. 387.; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

409 - GIOVANNI GARGANO - (1952)
Lance Livre - Composição - lito. 80/100 - 54 x 36 - cid
Pintor e escultor, Giovanni Gárgano Breder nasceu em Itaperuna, RJ. Formou-se em Arquitetura e Urbanismo na UFF. Realizou diversas exposições individuais: Rio de Janeiro (1987, 1992); Niterói, RJ (1988, 1990, 1996,2003). Participou de várias mostras e Salões oficiais: Niterói, RJ (1984, 1986, 1990, 2002); Rio de Janeiro (1982, 1983, 1987, 1998, 2000, 2002); Saquarema, RJ (1984); Teresópolis, RJ (1987); Curitiba, PR (1988, 2001); Cairo, Egito (1986). Em 1980 foi premiado em Saquarema, RJ. ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA VOL. 4, PÁG. 453; VOL. 6; PÁG. 436; VOL. 13, PÁG. 145.

410 - EUGÊNIO DE PROENÇA SIGAUD - (1889 - 1979)
Lance Livre - Trabalhador - dn - 20 x 10 - cie - 1972
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 040 deste catálogo.

411 - DANILO DI PRETE - (1911 - 1985)
Lance Livre - Composição - ose - 16 x 10 - cid
Nasceu em Pisa, Itália. Foi pintor e programador visual. Autodidata, iniciou a sua carreira na Itália. No Brasil desde 1946, participou de todas as Bienais de São Paulo, de 1951 a 1967, nelas recebendo o prêmio de Melhor Pintor Nacional em 1951 e 1965, dispondo de salas especiais para os seus trabalhos em 1961 e 1967. Foi o primeiro colocado no concurso internacional de cartazes para a VII BSP. Artista premiadíssimo. JULIO LOUZADA vol.10, pág.286; TEIXEIRA LEITE , pág. 163; PONTUAL, pág. 179; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 647; ARTE NO BRASIL, pág. 898; LEONOR AMARANTE, pág. 13.

412 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - Paisagem - ose - 19 x 27 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 033 deste catálogo.

413 - EMANOEL ARAÚJO - (1940)
Lance Livre - Composição - lito. P.A. - 33 x 33 - cid
Gravador e escultor, o baiano Emanuel Araújo estudou com Henrique Oswald e expõe individualmente desde 1960, já tendo mostrado sua obra em inúmeras cidades do Brasil, Europa, Estados Unidos e Extremo Oriente. Foi Diretor da PINACOTECA do Estado de São Paulo, cujo cargo exerceu com extrema competência. TEIXEIRA LEITE, pág. 190; MEC, vol. 2, pág. 143; PONTUAL, pág. 37; JULIO LOUZADA, vol 1, págs. 68/69 e vol. 11, pág. 18; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 846; WALTER ZANINI, pág. 770; Acervo FIEO.

414 - JOUBERT PANTANERO - (1946)
Lance Livre - " Dança do matrimonio " - ost - 120 x 80 - cid e d - 2003
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 021 deste catálogo.

415 - ANGELO CANNONE - (1899 - 1992)
Lance Livre - Marinha - ose - 30 x 40 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 024 deste catálogo.

416 - MISABEL PEDROSA - (1927)
Lance Livre - " Portão do cemitério " - xilo. - 54 x 32 - cid - 1973
Misabel Pedrosa - pintora, desenhista, gravadora, ilustradora e professora nascida no Rio de Janeiro, RJ. Cursou gravura com Oswaldo Goeldi e Axel Leskoschek, escultura com Augusto Zamoisky. Freqüentou outros cursos no Rio de Janeiro e América do Norte. Exposições coletivas: Rio de Janeiro, RJ (1947, 1952 a 1967); Bienal Internacional de São Paulo, SP (1953, 1955, 1967); Curitiba, PR (1964, 1965); Belo Horizonte, MG (1964); Londrina, PR (1966); Bienal Nacional da Bahia, Salvador, BA (1966); Ouro Preto, MG (1967); São Paulo, SP (1968); Fortaleza, CE (1970). Individuais: São Paulo, SP (1953,1956); Salvador, BA (1956); Rio de Janeiro, RJ (1959); Nova York, EUA (1968); Roma, Itália (1968); Belo Horizonte, MG (1969). Prêmios: Rio de Janeiro, RJ (1947 e 1953 - Prêmio de viagem à Itália). Possui obras no MAM/SP, MASP/SP, Museu de Arte de Belo Horizonte, Piauí, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Manaus, Buenos Aires, Paris, Dinamarca, Suíça, Museu de Nara/Japão, Museu do Vaticano/Itália, MAC de Madri e Museu das Américas em Madri. WALMIR AYALLA. JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 675. ITAU CULTURAL.

417 - SILVIO OPPENHEIM - (1941)
Lance Livre - Composição - lito. 75/90 - 101 x 62 - cie - 1998
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 202 deste catálogo.

418 - KLAUDIO URSIC - (1924)
Lance Livre - Paisagem - ost - 50 x 60 - cid - 1976
No estado. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 203 deste catálogo.

419 - EDUARDO IGLESIAS - (1940)
Lance Livre - " Colorindo o cinza " - lito. 10/65 - 65 x 85 - cid
Natural de Marilia, SP. Transferiu-se para São Paulo em 1957. Participa de exposições desde 1962. Já apresentou seus trabalhos no Brasil, Estados Unidos e Europa. Seus trabalhos levam o expectador e o analista a uma incursão, nem sempre fácil, através do mundo das ambiguidades visuais ou das imagens oníricas... É assim que várias de suas composições, com figuras ou pássaros, tornam-se fantásticos vasos de flores, ou um navegante, que faz seu barco ir cortando as vagas, com uma árvore florida, 'a feição da vela de uma escuna submete a indagações o suporte de suas telas..." . (Antonio Bento, crítico de arte, 1981). JULIO LOUZADA vol.2, pág. 510; ITAU CULTURAL, Acervo FIEO.

420 - LYRIA PALOMBINI - (1939)
Lance Livre - Composição - lito. P.A. - 50 x 70 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 205 deste catálogo.

421 - BUSTAMANTE SÁ - (1907 - 1988)
Lance Livre - Campos de Jordão - ost - 38 x 46 - cid e d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 209 deste catálogo.

422 - CARYBÉ - (1911 - 1997)
Lance Livre - " Vadiação " - lito. 24/200 - 43 x 60 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 031 deste catálogo.

423 - JOSÉ SABÓIA - (1949)
Lance Livre - Torcida do Flamengo - ast - 80 x 60 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 208 deste catálogo.

424 - BERNARDINO DE SOUZA PEREIRA - (1895 - 1985)
Lance Livre - Marinha - ose - 46 x 55 - cid e d - 1953 - Itanhaém
Pintor. Ativo em São Paulo. Foi discípulo de Antonio Rocco. Participou do SNBA, RJ, obtendo menção honrosa (1923), medalha de prata (1930); do SPBA, São Paulo, conquistando a grande medalha de ouro em 1934. De sua autoria o Museu Paulista possui a tela "Primeira Experiência com Balão de Bartolomeu de Gusmão". TEODORO BRAGA, pág. 53; MEC, vol. 3, pág. 367; ITAU CULTURAL; Acervo FIEO, RUTH TARASANTCHI.

425 - DJALMA URBAN - (1917 - 2010)
Lance Livre - " Lagosteiros " - ost - 34 x 46 - cie e d - Fortaleza/CE
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 210 deste catálogo.

426 - ANGELA MAINO - (1952)
Lance Livre - Composição - lito. 76/110 - 50 x 36 - cid
Angela Maria Couto Maino é pintora, gravadora e ilustradora, natural de São Paulo. Estudou em ateliês livres e na Fundação Armando Álvares Penteado. Residiu em Barcelona, Espanha, onde estudou artes gráficas e trabalhou como ilustradora para editoras e agências de publicidade. Em Ibiza aprimorou a sua arte com os pintores residentes na ilha. Tem participado de vários salões e exposições coletivas no Brasil: Santo André, SP (1985); Americana, SP (1986); e no exterior. ITAU CULTURAL; angelamaino.blogspot.com; www.meta29.com.br/cult_brinde.html.

427 - ANTONIO MAIA - (1928 - 2008)
Lance Livre - " Ex-voto " - ast - 40 x 40 - ci e d - 2005
Natural de Carmópolis, SE. Pintor e desenhista. Radicado no Rio de Janeiro desde 1955. Em 1959 fez suas primeiras apresentações em coletivas. Estreou no SNAM, obtendo o prêmio de viagem ao exterior (1969). Pertencente àquele grupo de artistas que organizam seu trabalho em torno de valores culturais vindos da expressão popular, o artista assumiu como um dos temas de sua pintura a imagem do ex-voto., escultura religiosa de caráter popular e votivo. O ex-voto representa, para o artista, um ponto de partida na realização de uma paisagem brasileira sem conotações urbanas. É uma pintura em que o mundo dos homens é construído pelos homens e por suas criações. O artista empresta às figuras com que trabalha, os ex-votos, conotações de análise ideológica, e o faz sem palavras, apenas pela força da presença visual. Figurou em diversas coletivas nacionais e internacionais, conquistando prestigio de critica e público. MEC vol.3, pág.42; PONTUAL, pág. 330 e 331; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 697; Acervo FIEO.

428 - ABELARDO ZALUAR - (1924 - 1987)
Lance Livre - Composição - lito. 16/100 - 32 x 45 - cid - 1968
Desenhista, pintor e professor. Frequentou a antiga ENBA, de 1944 a 1948. Participou do I ao XII e do XV SNAM (entre 1952 e 1966/ prêmio de viagem ao estrangeiro em 1963.). Realizou exposições individuais no MNBA (1947) e na Galeria Ambiente (São Paulo, 1960), Museu de Arte de Belo Horizonte (1960), Instituto de Belas Artes de Porto Alegre (1961), Petite Galerie-GB (1962). Sua obra experimentou uma simplificação de traços de tendência geometrizante, levando Frederico Morais a comentar a seu respeito em 1969; "Não se pensem que Zaluar, por ser um partidário da ordem, afaste deliberadamente o imprevisto, a contribuição do acaso, o vôo poético (...) seus últimos trabalhos fazem lembrar, na monumentalidade silenciosa da forma despojada, o mundo futuro do espaço cósmico, das estruturas moventes, das plataformas que se acoplam ou se dividem numa metamorfose constante". Encontra-se representado no acervo do MNBA, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e Museu de Arte de Belo Horizonte. WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 449/50; MEC, vol. 4, pág. 527; PONTUAL, pág. 556; TEIXEIRA LEITE, pág. 546; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 682; ARTE NO BRASIL, pág. 934; LEONOR AMARANTE, pág. 218.

429 - ANGELA BELY - (1936)
Lance Livre - Mulheres - ost - 48 x 60 - cid
Batizada Maria de Los Angeles Belinchon, esta pintora nasceu em Léon, Espanha, e trasferiu-se para a França, em 1963, onde estudou psicologia na cidade de Lille. No Brasil desde 1973, tem aulas de desenho com Edson Barbosa, em Salvador e freqüenta o curso livre de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia (1977/1980). Realiza diversos painéis na cidade de Salvador. Sobre a sua obra, assim se manifestou o artista Darcy Penteado: "Impossível definir a pintura de Angela Bely sem que a priori aflorem como qualidades essenciais um imanente lirismo, delicado e sutil porque feminino, e um domínio cromático que transpõe a um plano secundário o apenas episódico ou narrativo. Angela Bely cria assim uma pintura bem planejada, de composições equilibradas - mas nem por isto menos sensível, sensual ou emotiva". in: BELY, Angela. A. Bely: catálogo. São Paulo : Galeria Arte Marcante, 1984. JULIO LOUZADA, vol.2, pág. 118; ITAU CULTURAL.

430 - ALEXANDRE RAPOPORT - (1929)
Lance Livre - " O catavento " - xilo. P.A. - 37 x 28 - cid - 1970
Arquiteto, pintor, gravador, desenhista industrial e professor, RAPOPORT nasceu no Rio de Janeiro, onde cursou a Faculdade Nacional de Arquitetura da antiga Universidade do Brasil. Fêz aprendizado de gravura na antiga ENBA em 1952. Conquistou menções honrosas em pintura e desenho no SNBA a partir de 1948. WALMIR AYALA,vol. 2, pág. 237; MEC, vol. 4, pág. 26; PONTUAL, pág. 447; TEIXEIRA LEITE, pág. 431; JÚLIO LOUZADA, vol. 11, pág. 260; ITAU CULTURAL.