Leilão de Junho de 2012

19 e 20 de Junho de 2012

001 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Fruta - ser. - 30 x 44 - cid - 1978
Desenhista, pintor e gravador. Viveu em São Paulo a partir de 1946, após rápida permanência no Rio de Janeiro (1945). Um dos fundadores da Sociedade Cearense de Artes Plásticas. Participou da I à IV Bienal de São Paulo, premiado na Bienal de Veneza e MAM-RJ, 1951, 1953 e 1957, prêmio de melhor desenhista nacional. Dedicou-se a temas do nordeste (cangaceiros, rendeiras, retirantes), passando depois a retratar peixes, gatos, cabras, galos, flores e frutas do Brasil; sua obra caracteriza-se pelo traço múltiplo e variado. MEC, vol. 3, pág. 78, PONTUAL, págs. 342/343; ARTE NO BRASIL, vol 2, pág. 1051; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 637; LEONOR AMARANTE, pág. 18; Acervo FIEO.

002 - UBIRAJARA RIBEIRO - (1930 - 2002)
Lance Livre - Composição - grav. P.A. 17/20 - 12 x 15 - cie
Com dedicatória. -Pintor, desenhista, gravador, artista gráfico, arquiteto e professor paulistano, nascido em 2 de outubro de 1930. Estudou pintura e gravura nas cidade de São Paulo e Salvador, com Pedro Corona, Waldemar da Costa e Mário Cravo Jr. Para o autor a arte é a corporificação de um processo de criatividade e percepção. Expôs individualmente pela primeira vez em 1964, na Galeria Seta-SP. Dentre as coletivas, destacam-se a da FAAP-SP, em 1965, I SPAC-SP, 1969. Foi escolhido como Melhor Gravador do Ano, em 1977, pela APCA. JULIO LOUZADA vol. 11 pág. 266; ITAÚ CULTURAL.

003 - TOMÁS SANTA ROSA - (1909 - 1956)
Lance Livre - Profetas - g - 34 x 23 - cid
Pintor, gravador, cenógrafo e professor. Oriundo da Paraíba, onde nasceu, fixou-se no Rio de Janeiro, iniciando em 1930 sua bem sucedida carreira de ilustrador de obras de autores estrangeiros e brasileiros, que inclui, dentre outros, Graciliano Ramos, José Lins do Rêgo, Jorge Amado, Castro Alves e muitos outros. Sua obra tem reconhecimento nacional e unanimidade de crítica, havendo se destacado em todas as áreas das artes que praticou. PONTUAL, pág. 472; TEIXEIRA LEITE, pág. 460; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 572; LEONOR AMARANTE.

004 - WALDOMIRO DE DEUS - (1944)
Lance Livre - Figuras - ost - 54 x 73 - cid - 1970
Baiano de Boa Nova, Waldomiro de Deus é pintor e gravador. Em São Paulo desde 1960, expunha seus trabalhos nas praças da capital. Expõe em espaços oficiais desde 1965, inclusive no exterior. Ao todo já realizou mais de 100 exposições, com sucesso de crítica e de público. O seu trabalho mescla o misticismo religioso afro-baiano com elementos do cotidiano. ARTE NAIF NO BRASIL, pág. 239; ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO.

005 - TITO DE ALENCASTRO - (1934 - 1999)
Lance Livre - Gato - lito. P.I. - 28 x 35 - cid
Pintor, desenhista, gravador e mosaicista, radicou-se em 1961 em São Paulo, após ter estudado no Rio de Janeiro com Abelardo Zaluar, José Morais e Johnny Friedlaender. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 29; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 6; PONTUAL, pág. 14; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

006 - SAMSON FLEXOR - (1907 - 1971)
Lance Livre - Bípede - a - 22 x 16 - cid - 1968
Pintor nascido na Romênia, estudou em Paris, onde fez em 1927 sua primeira individual, radicando-se em 1946 em São Paulo, onde faleceu. Foi um dos pioneiros do abstracionismo no Brasil, tendo criado em 1948 o Atelier Abstração. Em 1968 sua obra foi objeto de importante retrospectiva no MAM-RJ. BENEZIT vol. 4, pág. 402; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 313/4; TEIXEIRA LEITE, pág. 198; PONTUAL, pág. 217/8; MEC, vol. 2, pág. 179 e 180; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 917; LEONOR AMARANTE, pág. 75; WALTER ZANINI, pág. 643, Acervo FIEO.

007 - ROBERTO DE LAMONICA - (1933 - 1995)
Lance Livre - Palhaços - grav. 3/7 - 25 x 15 - cid
Gravador, pintor e professor. Inicia seus estudos na Escola de Belas Artes de São Paulo. Trabalha no Museu de Arte de São Paulo sob orientação de Poty e Darel; mais tarde, estuda gravura com Renina Katz. Em 1958, muda-se para o Rio de Janeiro e estuda com Orlando da Silva no Liceu de Artes e Ofícios. No ano seguinte, aperfeiçoa-se com Johnny Friedlaender no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Em 1963, é convidado para lecionar na Escola de Belas Artes de Minneapolis, Estados Unidos. Em 1965, recebe a Bolsa Guggenheim e, no ano seguinte, vai para Nova York onde leciona gravura em várias instituições, como a New School for Social Research e a Art Students League. De 1982 a 1984, dirige o atelier de gravura da Universidade de Sydney. ITAÚ CULTURAL; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 521.

008 - VITÓRIO CUTTIN - (1918)
Lance Livre - Flores - oscce - 77 x 117 - cid
JULIO LOUZADA vol.8, pág. 232

009 - TIKASHI FUKUSHIMA - (1920 - 2001)
Lance Livre - Composição - osp - 31 x 31 - cid
Natural da cidade japonesa de Fukushima, onde nasceu em 19 de janeiro. Vem para o Brasil em 1940, fixando-se em Lins, SP. Recebendo influência de Manabu Mabe, começa a se interessar por pintura. Em 1946, segue para o Rio de Janeiro, onde estuda com Tadashi Kaminagai, que o orienta na execução de paisagens impressionistas. Participa da I à IX BSP. Seu trabalho sofre transformações mais na direção do cubismo, no período da I à III BSP. A partir de 1957 sua pintura é informal, transformando-se depois no estilo que viria consagrá-lo como um dos grandes pintores abstratos do Brasil. JULIO LOUZADA, vol. 13 pág. 141; TEIXEIRA LEITE, pág. 210; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 644; LEONOR AMARANTE, pág. 383.

010 - MODESTO BROCOS Y GOMES - (1852 - 1936)
Lance Livre - Descascando frutas - grav. 45/110 - 20 x 30 - cid - 1912- Rio na chapa
Impressão póstuma. -Pintor, desenhista, gravador e professor, nascido em Santiago de Compostela, Espanha, a 9 de fevereiro de 1852, e falecido na cidade do Rio de Janeiro, onde era radicado e ativo, no dia 28 de novembro de 1936. Era brasileiro naturalizado. Estudou com Vitor Meireles e Zeferino da Costa, na Academia Imperial de Belas Artes-RJ (até 1875). Em Paris estudou com Henri Lehmann. Em 1952, o MNBA-RJ organizou importante retrospectiva de sua obra, por ocasião do centenário do seu nascimento. JULIO LOUZADA vol.10, pág. 144; MEC vol.1, pág. 297; PONTUAL, pág. 91; TEIXEIRA LEITE, pág. 88; WALMIR AYALA vol.1, pág.134; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 418; 602.

011 - REYNALDO FONSECA - (1925)
Lance Livre - Camponesa - a - 18 x 16 - cid - 1966
Pintor, desenhista, gravador e professor pernambucano, natural da cidade do Recife, onde é ativo. Estudou no Rio de Janeiro, pintura com Portinari e gravura em metal com Henrique Oswald. Conquistou diversos prêmios em pintura e gravura na Divisão Moderna do SNBA-RJ. JULIO LOUZADA, vol.11, pág.263; MEC, vol.2, pág.184; PONTUAL, pág.220; TEIXEIRA LEITE, pág.205; WALMIR AYALA, vol.2, págs. 243 a 245; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 879.

012 - SILVIO JESSÉ - (1960)
Lance Livre - "Cabaças e barriguda" - ast - 80 x 60 - cid e d - 2003
Pintor natural de Vitória da Conquista-BA, onde reside e é ativo. Assina Silvio Jessé. Entre 1979 e 1983, fez Curso de Bacharelado em Educação Artística com habilitação em desenho - Universidade Católica de Salvador. Obteve as seguintes premiações: 1979 - I Salão MEC FUNARTE de Artes Plásticas - UCSal 1º Lugar em pintura - Vitória da Conquista - Ba; 1981 - II Salão MEC FUNARTE de Artes Plásticas - UCSal Prêmio especial - Originalidade - Vitória da Conquista. Acervo FIEO.

013 - SERGIO MIGLIACCIO - (1936)
Lance Livre - Camponês - ost - 80 x 60 - cie
Paulistano, nasceu em 26/1/1936. Em 1952, inicia por conta própria seus estudos de desenho, estudando posteriormente com a prof. Alice Moreira. A partir de 1958, foi aluno por seis anos do mestre Edmundo Migliaccio, seu tio, nas técnicas de desenho, pastel e óleo. Desde 1964 pinta profissionalmente, seguindo sua própria intuição na execução de retratos, nus, cenas urbanas, rurais, de gênero e naturezas mortas. Criou para a Industrias Votorantim, motivos para estamparia de tecidos, seguindo as tendências da moda da época. Individuais em 1970 e 1975. Coletivas a partir de 1982, figurando no SPBA-SP e UNAP-SP. JULIO LOUZADA, vol. 3 pág. 739

014 - LOTHAR CHAROUX - (1912 - 1987)
Lance Livre - Composição - ser. P.A. II/XL - 32 x 32 - cid - 1975
Pintor e desenhista austríaco, natural de Viena, transferiu-se para o Brasil em 1928, fixando residência em São Paulo, Estudou no Liceu de Artes e Ofícios da cidade, onde conheceu Valdemar da Costa, com ele fazendo aprendizado de pintura a partir de 1940. Artista estável, sua evolução não sofreu sobressaltos, uma vez formado numa linguagem linear de sensibilidade pessoal, despojada e exigente, rigorosamente artesanal. PONTUAL, pág. 131; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI pág. 645; ARTE NO BRASIL, pág. 798; Acervo FIEO.

015 - JOÃO ROSSI - (1932 - 2000)
Lance Livre - Figuras - grav. P. A. - 19 x 42 - cid
Pintor, gravador, ceramista, professor e escultor, natural de São Paulo, onde nasceu a 24 de dezembro. Autodidata, lecionou em cursos de desenho, cerâmica e pintura na APBA e na FAAP-SP. Executou murais de cerâmica na cidade de São Paulo. " A paisagem urbana de São Paulo foi sempre o grande tema de João Rossi, um dos artistas mais significativos da geração seguinte à dos artistas do Santa Helena." - Mário Schemberg. JULIO LOUZADA, vol. 7 pág. 610; ITAÚ CULTURAL; TEIXEIRA LEITE, pág. 452; PONTUAL, pág. 463 ; WALTER ZANINI, pág. 734, Acervo FIEO.

016 - MILTON DACOSTA - (1915 - 1988)
Lance Livre - Vênus - dch - 12 x 17 - cid - 1976
Pintor, desenhista, gravador, ilustrador. Milton Rodrigues da Costa nasceu em Niterói, RJ e faleceu no Rio de Janeiro. Iniciou estudos de desenho e pintura, em 1929, com o professor alemão August Hantv. No ano seguinte matriculou-se no curso livre de Marques Júnior, na Escola Nacional de Belas Artes. Junto com Edson Motta, Bustamante Sá e Ado Malagoli , entre outros, criou o Núcleo Bernardelli em 1931. Viajou para Estados Unidos em 1945, com o prêmio de viagem ao exterior do Salão Nacional de Belas Artes do ano anterior. Na cidade de Nova York, estudou na Art's Students League of New York. Em 1946, foi para a Europa e após visita a vários países, fixou-se em Paris, onde estudou na Académie de La Grande Chaumière. Conheceu Pablo Picasso, por intermédio de Cícero Dias, e freqüentou os ateliês de Georges Braque e Georges Rouault. Expôs no Salon d'Automne (Paris) e regressou ao Brasil em 1947. Em 1949, casou-se com a pintora Maria Leontina e passou a residir em São Paulo. Realizou muitas exposições individuais e também recebeu prêmios nas Bienais Internacionais de São Paulo (1955, 1957). TEODORO BRAGA, PÁG. 163; WALMIR AYALA, VOL. 1, PÁG. 229; MEC, VOL. 2, PÁG. 13; BENEZIT, VOL. 3, PÁG.315; ITAU CULTURAL; PONTUAL, PÁG. 155; WALTER ZANINI, PÁG. 573; ARTE NO BRASIL, PÁG. 763; LEONOR AMARANTE, PÁG. 63; ACERVO FIEO.

017 - RITA RABELO - (1926)
Lance Livre - Natureza morta - ost - 30 x 40 - cie - 1987
Nasceu em São Paulo, Capital, em 25 de outubro de 1926. Teve algumas aulas de desenho com Bonadei (1961). Participa de coletiva na Sociarte (1987), com grande aceitação. JULIO LOUZADA vol.11, pág. 258.

018 - PAULO SANGIULIANO - (1907 - 1984)
Lance Livre - Flores - ost - 58 x 79 - cid - 1967
Pintor paulistano nascido a 13 de setembro, e falecido na cidade de São Vicente, neste Estado, a 12 de junho de 1984. Estudou com os profs. Colasuonno e Antonio Rocco. Após com Pietro Strina e finalmente passou a frequentar o ateliê do grande Pedro Alexandrino. Participou por dois anos do Grupo Santa Helena, liderado por Rebolo. Paisagista, realizou diversas viagens pelo País, retratando com maestria a sua natureza. Participou ativamente de mostras oficiais. JULIO LOUZADA vol.6, pág. 997; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 587; Acervo FIEO.

019 - JUAREZ MACHADO - (1941)
Lance Livre - Na festa - ser. P.A. - 97 x 69 - cid
Nasceu em Joinville, SC. Atualmente reside e trabalha em Paris, França, onde mantem ateliê. Pintor, escultor, desenhista, caricaturista, jornalista, cenógrafo, escritor e ator. Desenvolveu sólida carreira como desenhista de charges de humor. Sua arte essencialmente criativa, vai do lirismo à violência, da análise microscópica ao extravasamento onírico. Entre as exposições de que participa, destacam-se: 9ª Bienal Internacional de São Paulo, 1967; Zona Gallery, Nova Iorque (Estados Unidos), 1981; Retrospectiva Quatro Artistas da Geração 60, no MAC/PR, Curitiba, 1987; Châteaux Bordeaux, no Centro Georges Pompidou, Paris, 1988; Retrospectiva, no MAC/Joinville, 1990; Arte na América Latina: 100 Anos de Produção, no Instituto Estadual de Artes Plásticas da UFRGS, Porto Alegre, 1996. "Juarez Machado expõe a natureza humana, olha, registra, interpreta, ilumina, focaliza. É o mundo dos humanos, mas não é o mundo do juiz dos homens. Aqui não estamos no Juízo Final. Juarez é o artista contemporâneo, ele tem este olhar elaborado pela ciência, o grau de consciência reflexiva. Podemos dizer deste ponto de vista, que esta obra humanística e esta atitude de intensa pesquisa confere ao seu trabalho um caráter anti-medieval." Jacob Klintowitz in: "Juarez Machado - Copacabana 100 Anos, Ed. Simões de Assis, 1992." JULIO LOUZADA vol.11, pág. 186; PONTUAL, pág.284; Acervo FIEO; ITAU CULTURAL; MEC, vol. 3; TEIXEIRA LEITE, pág. 298. Acervo FIEO.

020 - FRANCISCO PROHANE - (1921)
Lance Livre - Paisagem - ose - 25 x 25 - cie - 1977
Nascido no Piemonte, Itália, na cidade de Santa Vitória, Prohane imigrou para o Brasil em 1931, com a família. Recebeu orientação de Osvaldo Fuoco, Osvaldo L. Siqueira e Francisco Cuoco. Em agosto de 1983 recebeu a Comenda da Ordem do Mérito das Artes Plásticas e em dezembro do mesmo ano, a de Cavaleiro Oficial. Considerado pintor do campo, Prohane é remanescente do grupo de artistas que pintam ao natural. Também é conhecido como um dos maiores pesquisadores do folclore brasileiro. JULIO LOUZADA vol.10, pág.715; Acervo FIEO.

021 - MARIO ZANINI - (1907 - 1971)
Lance Livre - Paisagem - dn - 15 x 22 - cid - 1952
Fez parte da Família Artística Paulista, grupo com o qual expôs. Notáveis foram suas paisagens, tendo José Geraldo Vieira afirmado ser ele "o pintor da paisagem paulistana". MEC, vol. 4, pág. 531; PONTUAL, pág. 557; TEODORO BRAGA, pág. 250; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 451; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 586; ARTE NO BRASIL, pág. 778; LEONOR AMARANTE, pág.38; Acervo FIEO.

022 - MARINA CARAN - (1925 - 2008)
Lance Livre - Figura - grav. P.A. - 65 x 44 - cid - 1985
Gravadora, desenhista e pintora nascida na cidade paulista de Sorocaba. Figurando diversas vêzes no SPAM, nêle conquistou prêmios de aquisição entre 1954 e 1960. Participou também da II, III, VIII e IX Bienal de SP. Sua obra é contemporânea, de imaginação dramática. No dizer de Geraldo Ferraz, "Seus temas são colocados sob essa deformação prismática... Ela percorre toda a gama da efusão generosa - vai da solidariedade à identificação compulsiva..." Expôs individualmente a partir de 1951 (MASP). PONTUAL, pág. 106; TEIXEIRA LEITE, pág. 104; JULIO LOUZADA, vol. 5 pág. 199/200; LEONOR AMARANTE, pág. 194, Acervo FIEO.

023 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Carneiro - lito. 13/130 - 31 x 46 - ld
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

024 - JOSÉ SABÓIA - (1949)
Lance Livre - Camponeses - ost - 30 x 50 - cid
Nascido em Almadina (BA). Indo para o Rio de Janeiro em 1967, começou a pintar no ano seguinte, passando a expor seus trabalhos na Feira Hippie de Ipanema. Sua primeira individual deu-se em Fortaleza em 1970; a partir de então, tem exposto com freqüência no Rio de Janeiro e em São Paulo. A pintura de Sabóia partiu de uma raiz eminentemente popular, tendo atingido depois um rebuscamento que se traduz no caprichoso desenho de linhas recurvas, na pincelada lisa, impessoal, no colorido reduzido a três ou quatro tons básicos e na composição, dotada daquele inconfundível horror vacui dos ingênuos. JULIO LOUZADA vol. 11, pág. 278; ARTE NAIF NO BRASIL, pág. 228; ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO.

025 - CARYBÉ - (1911 - 1997)
Lance Livre - Vendedores - lito. os 153/200 - 66 x 48 - cid
Desenhista, gravador, pintor e escultor, radicado na Bahia. Sua arte é lírica, de boa técnica, baseada no povo, que lhe forneceu o melhor da sua temática. PONTUAL, pág. 116; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 180 e 181; TEIXEIRA LEITE, págs. 111 e 112; MEC, vol.1, pág. 355; BENEZIT, vol. 2, pág. 524; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 717;ARTE NO BRASIL, pág. 874; LEONOR AMARANTE, pág. 63; Acervo FIEO.

026 - ODETTO GUERSONI - (1924 - 2007)
Lance Livre - "Formas justapostas LXXVI" - xilo. 14/20 - 62 x 90 - cie - 1974
Nasceu em Jaboticabal-SP, e faleceu na cidade de São Paulo, onde residia e era ativo. Gravador, pintor, desenhista, ilustrador e escultor. Estudou pintura e artes decorativas no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo - Laosp, entre 1941 e 1945. Nesse período, expôs no Sindicato dos Artistas Plásticos e freqüentava o círculo de artistas do Grupo Santa Helena. Em 1947, participa da exposição 19 Pintores, na Galeria Prestes Maia, e é contemplado com uma bolsa de estudo pelo governo francês, no mesmo ano viaja para Paris, onde inicia trabalhos em gravura. Em 1951 fundou a Oficina de Arte, em São Paulo. Estudou gravura com René Cottet, em Genebra e, em Paris, trabalhou no ateliê de Stanley Hayter. A partir de 1960, freqüenta, como estagiário, algumas escolas de arte nos Estados Unidos e no Japão como a The New York School of Printing e a Osaka University, respectivamente. Em 1971, também no Japão, freqüentou o ateliê de I. Jokuriti. Dois anos mais tarde, foi eleito melhor gravador do ano pela Associação Paulista de Críticos de Arte - APCA. Em 1983, participou, com sala especial, da Bienal Ibero-Americana de Montevidéu. Em 1994, a Pinacoteca do Estado de São Paulo realizou uma retrospectiva da obra do artista; , mostra que voltou a acontecer em 2007 sobre a sua obra gráfica, na Estação Pinacoteca-SP, no mesmo ano da morte do autor, que ainda a assistiu em vida. JULIO LOUZADA, vol.1, pág. 452; MEC, vol,2, pág, 303; TEIXEIRA LEITE, pág,236; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 645; ARTE NO BRASIL, pág. 803; LEONOR AMARANTE, pág. 146, Acervo FIEO.

027 - CARLOS SCLIAR - (1920 - 2001)
Lance Livre - "Tosquias II' - lin. g XX - 21 x 26 - cid
Reproduzido na página 49 do livro "Scliar o real em reflexo e transfiguração" de autoria de Roberto Pontual. -Desenhista, gravador, pintor, ilustrador, cenógrafo, roteirista e designer gráfico que nasceu em Santa Maria da Boca do Monte, RS e faleceu no Rio de Janeiro. Assina Scliar. Estudou com Gustav Epstein, em Porto Alegre, em 1934. Participou, em 1938, da fundação da Associação Riograndense de Artes Plásticas Francisco Lisboa. Entre 1939 e 1947, residindo em São Paulo, integrou a Família Artística Paulista - FAP. No Rio de Janeiro, escreveu e dirigiu em 1944 o documentário 'Escadas', sobre os pintores Arpad Szenes e Vieira da Silva com os quais conviveu desde 1941. Convocado pela Força Expedicionária Brasileira - FEB, participou da Segunda Guerra Mundial, na Itália. Morando em Paris de 1947 a 1950, cursou gravura com Galanis na Escola de Belas Artes e teve contato com o gravador mexicano Leopoldo Méndez. De volta ao Brasil, fundou com Vasco Prado o Clube de Gravura de Porto Alegre. Em 1956, passou a viver no Rio de Janeiro. Foi diretor do departamento de arte da revista 'Senhor' entre 1958 e 1960. Fundou a editora Ediarte, em 1962, com os colecionadores Gilberto Chateaubriand, Michel Loeb, Carlos Nicolaievski e o pintor José Paulo Moreira da Fonseca. Realizou durante toda sua vida exposições individuais e participou de inúmeras coletivas e Salões oficiais, recebendo muitos prêmios. Também foram realizadas várias exposições póstumas. MEC VOL.4, PÁG. 214; TEODORO BRAGA, PÁG. 66; WALMIR AYALA VOL.2, PÁG. 306 a 309; PONTUAL, PÁG. 479 e 480; JULIO LOUZADA VOL.1, PÁG.884; VOL.2, PÁG. 925; VOL.13, PÁG. 305; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, PÁG. 587; ARTE NO BRASIL, PÁG. 798; RGS, PÁG. 442; ACERVO FIEO.

028 - OTTO BÜNGNER - (1890 - 1965)
Lance Livre - "Paineira em flor" - ostcc - 27 x 22 - cie - Rio-1923
Estrada Rio-Petrópolis. -Pintor alemão, radicado no Brasil, participou de diversos Salões Nacionais de Belas Artes/RJ conquistando Medalha de Prata em 1915 e Menção Honrosa de Primeiro Grau em 1918; e da Exposição Flamboyant, organizada pela Sociedade Brasileira de Belas Artes/RJ em 1940. JÚLIO LOUZADA, vol. 5, pág. 169; ITAÚ CULTURAL.

029 - RENZO GORI - (1911 - 1999)
Lance Livre - Barco - osc - 32 x 42 - cid
Pintor de estilo, participou de diversos Salões Nacionais, com premiações; muito apreciado por colecionadores de cenas árabes. TEODORO BRAGA, pág. 110; MEC, vol. 2, pág. 278; JULIO LOUZADA, vol. 9, pág. 390; Acervo FIEO.

030 - WALTER LEWY - (1905 - 1995)
Lance Livre - Paisagem surreal - ost - 80 x 120 - cid - 1975
Pioneiro do surrealismo, o qual praticava desde que chegou ao Brasil, em 1937, fixando residência em São Paulo. Participou de Salões Nacionais e Bienais de São Paulo, entre 1951 e 1965, recebendo diversas premiações oficiais. JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 497; MEC, vol. 2, pág. 474; TEODORO BRAGA, pág. 245; TEIXEIRA LEITE, pág. 286; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 630; LEONOR AMARANTE, pág. 142; Acervo FIEO.

031 - OLDACK DE FREITAS - (XX)
Lance Livre - Paisagem - ose - 32 x 40 - cid
Assina Oldack. Pintor fluminense que foi aluno de Armando Viana e Manuel Santiago. Participou de inúmeras exposições e Salões oficiais. Recebeu vários prêmios: Rio de Janeiro (1941, 1948, 1968). JULIO LOUZADA, VOL.1, PÁG. 399.

032 - EMANOEL ARAÚJO - (1940)
Lance Livre - Composição - lito. 74/140 - 36 x 42 - cid - 1971
Gravador e escultor, o baiano Emanuel Araújo estudou com Henrique Oswald e expõe individualmente desde 1960, já tendo mostrado sua obra em inúmeras cidades do Brasil, Europa, Estados Unidos e Extremo Oriente. Foi Diretor da PINACOTECA do Estado de São Paulo, cujo cargo exerceu com extrema competência. TEIXEIRA LEITE, pág. 190; MEC, vol. 2, pág. 143; PONTUAL, pág. 37; JULIO LOUZADA, vol 1, págs. 68/69 e vol. 11, pág. 18; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 846; WALTER ZANINI, pág. 770; Acervo FIEO.

033 - REINALDO MANZKE - (1906 - 1980)
Lance Livre - Pescador - g - 20 x 29 - cie
Pintor, nascido em falecido em Blumenau, SC. Participou regularmente do Salão Paulista de Belas Artes, recebendo premiações diversas. JULIO LOUZADA, vol 9, pág, 529. MEC, VOL, 3,pág, 65. PONTUAL,pág,335; TEODORO BRAGA; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

034 - INOS CORRADIN - (1929)
Lance Livre - Natureza morta - lito. P.A. - 45 x 35 - cid
Um dos valores da pintura em São Paulo. Corradin expôs com frequência na Europa e nos Estados Unidos, onde seus quadros são muito apreciados. Também tem se dedicado com igual talento e sucesso a escultura. JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 152; PONTUAL, pág. 143; MEC, vol. 1, pág. 448; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 215; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

035 - SOBRAGIL GOMES CARÔLLO - (1896 - 1974)
Lance Livre - Porto - ost - 38 x 46 - cid - Rio de Janeiro
Pintor, desenhista e cenógrafo gaúcho, falecido no Rio de Janeiro, onde fixou residência. Foi aluno de Eugênio Latour, em Porto Alegre. Participou de todas as edições do SNBA-RJ, ganhando diversos prêmios, inclusive o de viagem ao exterior 1954. MEC. vol. 1, pág. 360; JULIO LOUZADA, vol. 1 pág 214; RGS, pág. 452. Acervo FIEO. -

036 - JUAREZ MAGNO - (1943)
Lance Livre - Composição - tm - 70 x 50 - cid - 1977
Pintor, desenhista e cenógrafo, o artista nasceu em Belo Horizonte, MG. Iniciou seus trabalhos artísticos na extinta Escola Guignard, em BH. Transferiu-se para SP, onde na FAAP, foi discípulo de Donato Ferrari. Estudou xilogravura com Edith Bering. Participou de diversas exposições coletivas, expondo também individualmente em São Paulo, por várias ocasiões. Ilustrou vários livros e revistas, confeccionou cartazes, catálogos e cenários para cinema e teatro. Possui obras no acervo de diversos museus e colecionadores particulares no País (MAB-SP, Pinacoteca-SP), e no exterior (Alemanha, Peru, Canadá). JULIO LOUZADA, vol. 1 pág. 568; Acervo FIEO

037 - ANTONIO PAIM VIEIRA - (1895 - 1988)
Lance Livre - "Paisagem" - psa - 15 x 15 - cid e d - São Roque
Paulistano, foi ceramista, caricaturista e desenhista. Executou as capas dos livros A Boneca Vestida de Arlequim, de Álvaro Moreira, e Senhora da Melancolia, de Pereira da Silva. Foi um dos fundados da revista Para-Todos, Ariel e Brasil-Social, nas quais colaborou como desenhista e iniciador da nossa cerâmica artística. Citado por Teodoro Braga, Herman Lima, em História da Caricatura no Brasil (1963). MEC, vol. 3, pág. 327; JULIO LOUZADA, vol. 13, pág. 250

038 - HERMELINDO FIAMINGHI - (1920 - 2004)
Lance Livre - Composição - g - 27 x 36 - cid
Nasceu em São Paulo, a 22 de outubro de 1920. Pintor e artista gráfico. Dedicou-se regularmente à pintura a partir de 1950, com seu mestre Volpi. Foi um dos pioneiros do concretismo, com o qual rompeu anos mais tarde, para fazer uma pintura mais solta, através de seu diálogo com a cor e da interação com a luz em contato com a natureza. Expõs individualmente a partir de 1961 e coletivamente desde 1955, sempre com premiações. JULIO LOUZADA, vol. 4 pág. 401; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 928; LEONOR AMARANTE, pág. 75.

039 - MILTON PEREIRA - (1923)
Lance Livre - Paisagem - ose - 40 x 30 - cid
Impressionista, este pintor paulistano, premiado em várias de suas apresentações no Salão Paulista de Belas Artes, pinta sobretudo paisagens, marinhas e casario, destacando-se os seus óleos "in loco" de Embú, a cidade das artes. JULIO LOUZADA, vol. 11 pág. 243, Acervo FIEO.

040 - MANABU MABE - (1924 - 1997)
Base: R$ 8.000,00 - Composição - t - 180 x 140 - cid
Pintor autodidata, veio para o Brasil com a família em 1934, fixando-se em Lins-SP, onde trabalhou na lavoura do café; ligado ao abstracionismo informal, até a metade dos anos 50 fez pintura figurativa, especialmente paisagens e naturezas mortas; dedicou-se ainda à tapeçaria. ARTE NO BRASIL, vol. 2, pág. 1050; TEIXEIRA LEITE, pág. 296; PONTUAL, pág. 325/6; MEC, vol. 3, pág. 13; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 644; LEONOR AMARANTE, pág. 83, Acervo FIEO.

041 - MARIO GRUBER - (1927 - 2011)
Lance Livre - Estandarte - lito. PA - diâmetro 40 - ci - 1971
Pintor e gravador, Gruber foi um dos principais artistas de São Paulo desde quando, ainda muito jovem, tomou parte no Grupo dos 19. PONTUAL, pág. 253; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 370; MEC, vol. 1, pág. 466; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 448; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág.649; ARTE NO BRASIL, pág. 803; LEONOR AMARANTE, pág. 376; Acervo FIEO.

042 - DAREL VALENÇA LINS - (1924)
Lance Livre - Cidade - lito. 69/100 - 50 x 70 - cid - 1998
Este importante pintor, gravador, desenhista e professor, conquistou em 1957, no SNAM, o prêmio de viagem ao estrangeiro, voltando a ser contemplado na VII Bienal de São Paulo, como o melhor desenhista nacional. Foi aluno de Henrique Oswald e recebeu aconselhamento técnico de Goeldi. MEC vol.3, pág. 18; PONTUAL, pág.160/161; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 715; ARTE NO BRASIL, pág. 839; LEONOR AMARANTE, pág. 125; Acervo FIEO.

043 - GUIDO VIARO - (1897 - 1971)
Lance Livre - Família - xilo. - 17 x 15 - cid
Pintor, desenhista, gravador e professor, nasceu em Badia Polesine, Itália. Fez estudos de formação artística em Veneza e Bolonha, naquele País, vindo para o Brasil em 1928. Radicou-se em Curitiba 1930, onde lecionou pintura e desenho. Participou, recebendo premiações, em diversos Salões nacionais. JULIO LOUZADA vol.aa, pág.335; TEIXEIRA LEITE, pág. 522, PONTUAL, pág. 539; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 449; ARTE NO BRASIL, pág. 883.

044 - JOSÉ RIOS PINTO - (1926)
Lance Livre - Tropeiros - g - 20 x 30 - cie
Pintor paulista da cidade de Santa Lúcia, onde nasceu a 22 de agosto de 1926. Estudou com Reynaldo Manzke e Campão, na Capital, nas técnicas de óleo e aquarela. Participa dos Salões Oficiais a partir de 1974, havendo recebido mais de 95 prêmios com suas lindas paisagens, que o consagraram. JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 824.

045 - ESCOLA ITALIANA SéC XX -
Lance Livre - Feira - g - 37 x 28 - cie ileg.

046 - MARCELO GRASSMANN - (1925)
Lance Livre - Figuras - grav. P.A. - 36 x 48 - cid
Desenhista, gravador, ilustrador, pintor, escultor e professor, nasceu em São Simão, SP. Estuda fundição, mecânica e entalhe em madeira na Escola Profissional Masculina do Brás, SP. Passa a realizar xilogravuras a partir de 1943. Atua como ilustrador do Suplemento Literário do ‘Diário de São Paulo’, do ‘O Estado de S. Paulo’ e do ‘Jornal do Estado da Guanabara’. Quando reside no Rio de Janeiro, a partir de 1949, freqüenta os cursos de gravura em metal, com Henrique Oswald e de litografia, com Poty, no Liceu de Artes e Ofícios. Em Salvador (1952), trabalha com Mario Cravo Júnior. .Recebe o prêmio de viagem ao exterior do Salão Nacional de Arte Moderna (1953) e vai para a Academia de Artes Aplicadas, em Viena. Passa a dedicar-se principalmente ao desenho, à litografia e à gravura em metal. Em 1969, sua obra completa é adquirida pelo governo do Estado de São Paulo, passando a integrar o acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo . Em 1978, a casa em que nasceu, em São Simão, é transformada em museu e tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo - Condephaat. Participou de muitas exposições e das Bienais de: São Paulo (1951 a 1961, 1967, 1969, 1979, 1985, 1989); Veneza (1950, 1956, 1958, 1962); Paris (1959). Principais prêmios: Bienal de São Paulo (1951, 1955, 1957, 1959, 1967); Bienal de Veneza (1950, 1956, 1958,1962); Bienal de Paris (1959). PONTUAL, PÁG. 249; MEC, VOL. 2, PÁG. 281 E 282; ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA, VOL.1, PÁG. 439; VOL. 5, PÁG. 453; VOL. 9, PÁG. 383.

047 - FULVIO PENNACCHI - (1905 - 1992)
Lance Livre - Família - grav. 45/75 - 40 x 30 - cid - 1978
Nasceu em 27 de dezembro na cidade de Villa Collemandina, na Itália, e fixou-se no Brasil desde 1929, após ter estudado em Florença, e haver-se diplomado em pintura pela Academia Real de Pintura de Lucca. Pennacchi integrou a Familia Artística Paulista. Muralista de inspiração pré-renascentista, sua pintura é sensível e pessoal de modo especial na interpretação dos grandes temas bíblicos e da vida dos santos (mercê de uma infância marcada por sólida educação religiosa Católica), e na evocação do mundo caipira. Realizada em 1973, considerado o Ano de Pennacchi, importante retrospectiva da obra deste festejado artista no MAM de São Paulo. O artista fez exposições em Milão e foi homenageado em seu país natal. TEODORO BRAGA, pág. 192; MEC, vol, 3, pág. 365; WALMIR AYALA, vol, 2, pág. 182; PONTUAL, pág. 416; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584; ARTE NO BRASIL, pág. 784; Acervo FIEO.

048 - JORGE DEL VALLE - (1928)
Lance Livre - Floresta - a - 34 x 22 - cid
Artista Argentino, que junto com Quinquela Martin. Kantor, Riganelli e outros ficou muito conhecido por retratar cenas de La Boca, reduto boemio de Buenos Aires. Possui obras em diversos museus argentinos e internacionais.

049 - MANOEL FARIA - (1895 - XX)
Lance Livre - Petrópolis - ost - 27 x 41 - cie e d - 1955
Pintor e professor. Estudou com Eurico Alves no Liceu de Artes e Ofícios do RJ. Em 1915 tranferiu-se para antiga ENBA, onde foi aluno de João Baptista da Costa, Lucilio de Albuquerque e Rodolfo Chambelland. Manoel Faria é pintor fiel às cores da natureza, aceitando os caprichos do cromatismo da terra brasileira. JULIO LOUZADA vol.1, pág.371, Acervo FIEO.

050 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Gato - ascce - 51 x 49 - cie
Com certificado de autenticidade firmado pelo autor em 25/04/2005. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

051 - FERNANDO ODRIOZOLA - (1921 - 1986)
Lance Livre - Composição - grav. - 34 x 11 - cid - 1962
Fernando Pascual Odriozola nasceu em Oviedo, Espanha e faleceu em São Paulo. Pintor, desenhista e gravador. Começou a pintar em 1936. Veio para o Brasil em 1953 e fixou residência em São Paulo. No ano seguinte, realizou sua primeira exposição individual na Galeria Portinari. O Museu de Arte Moderna de São Paulo dedicou-lhe outra individual, em 1955. Na década de 1960, lecionou no Instituto de Arte Contemporânea da Fundação Armando Álvares Penteado e colaborou como ilustrador nos jornais O Estado de S. Paulo e Diário de S. Paulo, e na revista Habitat. Em 1964, integrou, com Wesley Duke Lee , Yo Yoshitome e Bin Kondo , o Grupo Austral, ligado ao movimento internacional Phases. Participou das 7ª, 8ª, 9ª, 12ª, 13ª, 14ª, 15ª e 18ª Bienais Internacionais de São Paulo onde foi premiado na 7ª, 8ª, e 14ª edição; da 7ª Bienal de Tóquio; dos 2º e 5º Panoramas da Arte Atual Brasileira, entre outras. No ano de seu falecimento, o Centro Cultural São Paulo (CCSP) realizou uma exposição retrospectiva póstuma em sua homenagem. JULIO LOUZADA VOL.11, PÁG. 231; MEC VOL.3, PÁG.291; PONTUAL PÁG. 389; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI PÁG. 737; ARTE NO BRASIL PÁG.907; LEONOR AMARANTE PÁG. 143; ACERVO FIEO.

052 - GUANG HANG FANG - (1946)
Lance Livre - Paisagem - a e n - 20 x 30 - cid
Pintor Chinês, radicado em São Paulo, Com exposições individuais na Galeria Paulista em 1999 e Renot Escritório de Arte . JULIO LOUZADA vol.12 pág. 190.

053 - JOAQUIM TENREIRO - (1906 - 1992)
Lance Livre - Mulheres - dch - 12 x 15 - cid
Português da cidade de Melo, Serra da Estrela, foi discípulo do Núcleo Bernardelli e de Quirino Campofiorito, no Rio de Janeiro-RJ. Fixou residência definitiva no Brasil no ano de 1929. Fez o Curso de Desenho do Liceu Português, onde conquista o prêmio Joaquim Alves Meira, a maior láurea daquele estabelecimento. Tem pinturas suas figurando no MAM-SP, no MNBA e Museu Manchete-RJ. Mário Barata escreve a seu respeito: " Depois de uma fatura limpa, de acabamento preciso e claro, Tenreiro, mesmo prosseguindo com certo rigor estilistico, cedeu, ultimamente, 'a tentação das densidades de matéria e ao cromatismo baixo, 'as vezes terroso, cinza, que o informal bastante generalizou." É o renovador do mobiliário brasileiro, responsável por toda uma linha de criação em que a funcionalidade se alia o bom gosto e o aproveitamento racional dos materais do País. MEC, vol.4, págs.381 E 382; PONTUAL, pág.520,; TEIXEIRA LEITE, pág.504; WALMIR AYALA, vol.2, pág.376 e 377 ; JULIO LOUZADA, vol.11, pág.320; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 580; ARTE NO BRASIL, pág. 763.

054 - THÉO (DJALMA PIRES FERREIRA) - (1901 - 1980)
Lance Livre - Generais - dn e a - 29 x 41 - cid
Caricaturista, Djalma Pires Ferreira, conhecido como Théo, nasceu na Bahia e veio para o Rio de Janeiro com 21 anos. Publicou seus primeiros trabalhos na "Tarde" (1918 a 1922) e no "Diário de Notícias", Seção Esportes (1919). Foi o divulgador da "Bola do Dia" das colunas de "O Globo" e colaborou no "Malho", "Careta", "Fon-Fon", outras revistas e jornais do Rio de Janeiro e na "Cigarra", em São Paulo. Exposições póstumas: São Paulo (1997, 2003); Belo Horizonte, MG (1997); Campinas, SP (1997); Brasília, DF (1998). ITAU CULTURAL; MEC VOL. 4, PÁG. 384; CARICATURISTAS BRASILEIROS, 1836 - 2001 PÁG. 120.

055 - TADASHI KAMINAGAI - (1899 - 1982)
Base: R$ 7.500,00 - "Village" - ost - 46 x 55 - cid
Grande pintor japonês da Escola de Paris, amigo de Marquet, Vlaminch e Déiran, entre outros, passou no Brasil praticamente toda a década de 1940, aqui se ligando de amizades a pintores como Portinari, Pancetti e Djanira, e iniciando na arte vários jovens pintores de ascendência nipônica, como Flávio Shiró Tanaka, por exemplo. Autor de paisagem, naturezas mortas e retratos de excelente qualidade pictórica, Kaminagai veio freqüentes vezes ao Brasil, onde expôs com enorme sucesso. TEODORO BRAGA, pág.134; BENEZIT, vol.6, pág.152; WALMIR AYALA, vol.1, pág.435 e 437; MEC, vol.2, pág.401; PONTUAL, pág.287; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 643; ARTE NO BRASIL; Acervo FIEO.

056 - LEOPOLDO GOTUZZO - (1887 - 1983)
Lance Livre - Camponês - osm - 24 x 20 - cid - 1928- Portugal
Gaúcho de Pelotas, Gotuzzo foi pintor e desenhista. Estudou em Roma com Joseph Noel a partir de 1909. Permaneceu na Europa por vários anos, aperfeiçoando a sua arte em diversas cidades. Enviava suas obras para os Salões Nacionais, conquistando diversas premiações. Pintor de paisagens e nús, dedicou-se também ao retrato, inclusive a crayon. É artista que teve seu talendo reconhecido por todos os críticos de sua época, figurando em publicações especializadas. JULIO LOUZADA vol.10, pág. 395; PONTUAL, pág. 247; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 601.

057 - TADASHI KAMINAGAI - (1899 - 1982)
Lance Livre - Paisagem - a - 20 x 26 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 055 deste catálogo.

058 - FANG, CHEN KONG - (1931)
Lance Livre - Pássaros - a - 24 x 34 - cid - 1985
Com dedicatória. -Pintor, desenhista e gravador. Ativo em São Paulo, estudou com Y. Takaoka; expôs nos Salões de Belas Artes de São Paulo e do Rio de Janeiro, obtendo diversas premiações. Tem obras em coleções particulares e na Pinacoteca de São Paulo. MEC, vol. 2, pág. 124; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 366; TEIXEIRA LEITE, pág. 189; PONTUAL, pág. 201.; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

059 - EVANDRO CARLOS JARDIM - (1935)
Lance Livre - "Sobre o vôo das jamaris comuns" - grav. 17/50 - 48 x 56 - cid
Excepcional gravador e pintor, diplomado pela Escola de Belas Artes de São Paulo, em 1958. Suas obras são sensíveis, tem apuro artesanal e invenção formal; buscam o insólito da paisagem, transformando em arte quase surreal. PONTUAL, pág. 277; MEC, vol. 2, pág. 372; TEIXEIRA LEITE, pág. 264.; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 764; ARTE NO BRASIL, pág. 966; LEONOR AMARANTE, pág. 240. Acervo FIEO. -

060 - NICOLAU ANTONIO FACCHINETTI - (1824 - 1900)
Base: R$ 5.000,00 - Militar - osc - diâmetro 14 - le
Reproduzido sob o número 153 em Catálogo de Leilão de Evandro Carneiro, Rio de Janeiro. -Pintor, desenhista, cenógrafo e professor. Segundo alguns estudiosos, teria feito curso na Escola de Desenho de Bassano, prosseguindo os estudos na Academia de Veneza.1 É premiado pela Regia Accademia di Belle Arti, em Veneza, "por cópia de gravura" e trabalho em ornamentos, em 1842 e 1843. Possivelmente tem contato com a obra de Ippolito Caffi (1809 - 1866) e Luigi Querena (1824 - 1887), conhecidos pintores de paisagens. Em 1849, muda-se para o Brasil e fixa-se no Rio de Janeiro. Produz principalmente retratos e ao mesmo tempo dedica-se ao ensino de desenho e atua como cenógrafo. Em 1868, obtém diploma em desenho, concedido pela Academia Imperial de Belas Artes - Aiba. A partir da metade da década de 1860, faz paisagens das regiões serranas do Rio de Janeiro e de Minas Gerais e das fazendas de café do Vale do Paraíba, em São Paulo. O artista viaja para estudar as características da região e realiza desenhos em papel, que transpõe posteriormente para a tela. Participa de várias edições da Exposição Geral de Belas Artes, entre 1850 e 1900, obtém menção honrosa em 1864 e medalha de prata em 1865. Sua produção é objeto de estudo do historiador Donato Mello Júnior, que publica livro sobre o artista em 1982. Em 2004, é realizada a exposição Nicolau Facchinetti: 1824-1900, no Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB, no Rio de Janeiro, com curadoria do museólogo e artista plástico Carlos Martins e da historiadora Valéria Piccoli. ITAÚ CULTURAL; MEC vol. 2, pág. 121; PONTUAL pág. 199; WALMIR AYALA vol. 1, pág. 293.

061 - LEVINO FANZERES - (1884 - 1956)
Lance Livre - Coqueiros de Olinda - ostcc - 18 x 26 - cid
Com etiqueta do ateliê do autor no dorso. -Pintor e professor. Estudou no Liceu de Artes e Ofícios e na antiga ENBA, ambas no Rio de Janeiro, recebendo nesta última, orientação de Zeferino da Costa e de João Batista da Costa. Excepcional colorista, interpreta com sentimento e honestidade o momento da natureza que se propõe a retratar, e sempre com admirável êxito. TEIXEIRA LEITE, pág.190; PONTUAL, pág.201; JULIO LOUZADA vol.2, pág.387; ITAU CULTURAL.

062 - IVAN SERPA - (1923 - 1973)
Lance Livre - Composição - lito. P. I. - 56 x 38 - cid - 1968
Pintor, desenhista, gravador e professor, estudou com Axel Leskoschek no Rio de Janeiro. Participou da Divisão Moderna do SNBA (1947-1951). Foi um dos precursores do concretismo no Brasil, criando ao lado de Aluisio Carvão, Lígia Clark, Hélio Oitica e outros o Grupo Frente, que se manteve ativo de 1954 a 1956, inclusive com exposições no Rio de Janeiro. Ivan Serpa possui invejável e extenso curriculum de vida artística, passando de exposições coletivas, a grandes retrospectivas de sua obras. Há um reconhecimento nacional da importância de sua atividade, tratando-se de um dos grandes artistas nacionais. PONTUAL, pág 486; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 605; ARTE NO BRASIL, pág. 840; LEONOR AMARANTE, pág. 26; Acervo FIEO.

063 - JEAN COCTEAU - (1889 - 1963)
Lance Livre - Paris - dn - 20 x 14 - cid - 1958
Artista, pintor, ceramista e escritor francês, mundialmente conhecido pela sua poesia, ficção, filmes, balets, etc. A obra de Cocteau reflete a influência recebida e a experiência do artista como: o surrealismo, a psicanálise, o cubismo, a religião católica, etc . No seu tempo Cocteau promoveu uma vanguarda de estilo e moda. Foi amigo de Pablo Picasso, do compositor Erik Satie, do escritor Marcel Proust, e do diretor russo Serge Diaghilev. Jean Cocteau nasceu em Maisons-Lafitte. Seu pai suicidou-se quando Jean tinha somente nove anos, era advogado e amante da pintura, influenciando muito o jovem Jean. JULIO LOUZADA, vol 9 - pág 214; BENEZIT, vol 3 - pág 89

064 - RENOT - (1932)
Lance Livre - "Bahianas e pássaros" - tm - 23 x 16 - csd - 1980
Tapeceiro, desenhista e pintor baiano, ativo em São Paulo desde 1978, com diversas premiações, exposições e leilões. Também atua no mercado de arte como "marchand". JULIO LOUZADA vol.1, pág. 816, Acervo FIEO.

065 - MARIO MAREL AGOSTINELLI - (1915 - 2000)
Lance Livre - Paris - osm - 38 x 54 - cid - Paris
Nasceu em Arequipa, Peru. Pintor e escultor. Ativo no Rio de Janeiro, cidade onde se radicou. Estudou na Escola Nacional de Belas Artes de Lima, Peru, com Daniel Hernandes. Fez cursos de aperfeiçoamento na Argentina, França, Itália e Brasil. Expôs individualmente em 1946 e 1966, na Galeria BoninoRJ e coletivamente a partir de 1943. Suas pinturas de cenas e tipos populares, revela virtuosismo de execução e vivacidade de colorido que assume aspecto suntuoso, particularidade acentuada pelo cronista Rubem Braga, na apresentação que fez do artista (1966). WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 15; MEC, vol 1, pág. 38; PONTUAL, págs. 5 e 6; JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 31; ITAU CULTURAL.

066 - BAJADO - (1912 - 1996)
Lance Livre - Frevo - dn e a - 28 x 47 - cid - 1975
Natural de Maraial-PE, onde nasceu a 9 de dezembro de 1912, falecendo na cidade de Olinda, no dia 15 de Novembro de 1996. Viveu e foi ativo nas cidades de Recife e Olinda, onde era Cartazista e Pintor de Alegorias para Carnavais. Expôs individualmente em 1990 e 1992. Coletivamente expôs em São Paulo (mostra Tradição e Ruptura), Rio de Janeiro e Paris. Postumamente foram realizadas outras mostras de sua obra. "A matéria-prima de Bajado é o povo de Olinda, com seus costumes, sofrimentos e alegrias; ele os interpreta com bom-humor, em meio a uma atmosfera carnavalesca a que nem sequer faltam, por vezes, a nota fescenina, mulheres de maiô e as sereias praianas, de anatomia desengonçada e tão pouca sensualidade a olhos não-sertanejos. E quando pinta para açougues, neles figura touros enormes, ´bichos que se desgastaram no caminho desde as grutas de Lascaux e Altamira até o sujo matadouro de Peixinhos, e que são mais parentes que propriamente consumo desta população pobre´. " José Roberto Teixeira Leite, na obra abaixo. TEIXEIRA LEITE, pág.51; JULIO LOUZADA, vol.2, pág.96.

067 - JUSTEN VANRENOLT - (1956)
Lance Livre - Composição - ast - 80 x 100 - cid e d
Pintor e escultor autodidata nascido e ativo em Taubaté, SP. Tem participado de inúmeras mostras e Salões oficiais pelo Brasil. http://davincigallery.net/art.

068 - J. CARLOS - (1884 - 1950)
Lance Livre - Conversando - dn e a - 21 x 29 - cid
Nasceu e faleceu no Rio de Janeiro. Foi pintor, desenhista, ilustrador e caricaturista. Realizou mais de cem mil desenhos, não se conhecendo um único ruim. Observador arguto, retratou com maestria e humor o cotidiano de sua cidade natal, da qual, consta, ausentou-se por duas únicas ocasiões. JULIO LOUZADA vol. 10, pág. 181; CARICATURISTAS BRASILEIROS, de Pedro Corrêa do Lago, pág. 74; WALTER ZANINI, pág. 448; ARTE NO BRASIL, pág. 646.

069 - ANTONIO BANDEIRA - (1922 - 1967)
Lance Livre - Composição - dn e a - 20 x 14 - cid - 1962
Grande pintor brasileiro, nascido em Fortaleza, Ceará e falecido em Paris onde viveu a maior parte de sua curta e rica vida. Começando figurativo, num estilo expressionista, adotou, já em França, um não figurativismo lírico, algo à maneira do grande Wols, seu amigo que iria manter até o precoce fim. É um dos pioneiros da arte abstrata no Brasil. BENEZIT, vol.1, pág.415; MEYER/87, pág.606; MEC, vol.1, págs.159,160 e 167; PONTUAL, págs. 48 e 49; WALMIR AYALA, vol.1, págs. 71 a 74; TEIXEIRA LEITE, pág. 52 a 54; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 637; ARTE NO BRASIL, pág. 599; LEONOR AMARANTE, pág. 34; Acervo FIEO.

070 - JOSÉ FERRAZ DE ALMEIDA JR. - (1850 - 1899)
Base: R$ 40.000,00 - Menina - ost - 46 x 35 - cse - 1896
Nasceu em Itú, SP, 8/5/1850, e faleceu, assassinado em Piracicaba, em 13/11/1899. Foi aluno de Vitor Meirelles (pintura) e de Jules Le Chevrel (desenho), a Academia Imperial de Belas Artes, do Rio de Janeiro. Seu curso foi brilhante, tendo obtido 9 premiações. Foi pensionista do Império, aperfeiçoando-se na Europa. Pinta com singular maestria temas ligados ao homem do campo, retratos e paisagens rurais. JULIO LOUZADA vol.1, pág. 49; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 418; ARTE NO BRASIL, pág. 566; F. ACQUARONE, pág. 89, RUTH TARASANTCHI.

071 - LIVIO ABRAMO - (1903 - 1992)
Lance Livre - Cavalos - lito. 22/50 - 37 x 52 - cie - 1979
Paulista de Araraquara, Lívio foi exímio gravador, desenhista, pintor, jornalista e professor. Autodidata, executou suas primeiras gravuras em madeira por volta de 1926. Sofreu influência de Lasar Segall, focalizando desde então de modo expressionista tipos e paisagens dos subúrbios paulistanos, inclusive temas de caráter social, como indicou Sérgio Milliet em sua obra de 1940. O autor, certa feita, assim falou de si próprio: "Geralmente persisto em um mesmo motivo por longo tempo: trabalho-o até que me pareça haver esgotado todas as possibilidades que ele oferece. Jamais pensei em fazer 'paisagens'. O que procuro é interpretar o sentido e a problemática da natureza de uma terra, a força dos sentimentos que ela provoca em mim, e assim, quanto mais de acordo com a minha própria natureza, tanto mais imediata surge a interpretaçãop plástica, como sucedeu, por exemplo, com meu 'encontro' com as 'arquiteturas' da realidade íntima da terra paraguaia. PONTUAL, pág. 1, JULIO LOUZADA vol. 3, pág. 19; MEC vol.1, pág. 33; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584; ARTE NO BRASIL, pág. 795; LEONOR AMARANTE, pág. 28; Acervo FIEO.

072 - ANTONIO PESSOA - (1943)
Lance Livre - Casal - e em b - h=8 - ass.
Conjunto de duas esculturas. -Escultor, assina Tonny. Radicado no Rio de Janeiro detentor de bom curriculo nacional e internacional com inumeras participações em Salões Oficiais,varias vezes premiado. Ótimo mercado.

073 - COLETTE PUJOL - (1913 - 1999)
Lance Livre - Flores - ose - 22 x 18 - cid
Esta premiadíssima pintora e professora paulistana, recebeu as suas primeiras aulas de desenho e pintura de Antonio Rocco e de Lucília Fraga, ainda na capital paulista. Residindo em Salvador, freqüentou a Escola de Belas Artes, onde foi aluna de Presciliano Silva (1942 a 1944); a partir de 1946 até 1949, estudou na Europa. Possui obras em museus brasileiros. PONTUAL, pág. 440; MEC, vol. 3, pág. 438; TEODORO BRAGA, pág. 73; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

074 - CHARLES LAPICQUE - (1898 - 1988)
Lance Livre - O beijo - lito. 80/99 - 37 x 28 - cid
Importantissimo pintor, escultor e gravador francês, natural de Theizé, e falecido em Orsay, em 15 de julho de1988. Como engenheiro desenvolveu sua paixão pelos desenhos geométricos e perspectivas. Incentivado por Jacques Lipchitz, ele decide em 1928 dedicar-se mais à pintura. Em 1937, Lapicque foi contratado para executar 5 paineis decorativos para o Palais de la Découverte em Paris. Despertou particular interesse no Cubismo. Junto com Jean Bazaine e Maurice Estève formaram um grupo distinto da Ecole de Paris. BENEZIT, vol 6 pág. 442/443

075 - IONE SALDANHA - (1921 - 2001)
Lance Livre - Composição - g - 21 x 25 - cid
Gaúcha de Alegrete, faleceu na cidade do Rio de Janeiro-RJ, onde residiu e foi ativa. Pintora, escultora e desenhista, realizou seus primeiros estudos no Rio de Janeiro, no ateliê de Pedro Luís Corrêa de Araújo, em 1948. Estudou a técnica de afresco em Paris, na Académie Julian, e em Florença, na Itália (1951). Inicialmente, produz obras figurativas, como cenas cotidianas e retratos. Realiza também uma série de pinturas de casarios, em que enfatiza a geometria. Posteriormente, sua produção adquire um caráter abstrato. No fim da década de 1960, passa utilizar novos suportes, abandonando a superfície bidimensional, e pintando sobre ripas, carretéis (bobinas de madeira para cabos elétricos) e bambus. Participa de várias edições da Bienal de São Paulo, com prêmio aquisição em 1967, e sala especial em 1975 e 1979. Em 2001, ano de seu falecimento, é realizada a retrospectiva Ione Saldanha e a Simplicidade da Cor, no Museu de Arte Contemporânea de Niterói - MAC/Niterói. "O que logo impressiona no desdobramento da pintura de Ione Saldanha, a partir da segunda metade dos anos 40, é a coerência interna do percurso, o rumo ordenado e lógico que a tem feito deslocar-se de um a outro ponto sem abandonar a concentração do interesse em alguns poucos problemas básicos (...). Na obra dos últimos 20 anos, Ione Saldanha, sem sair de seu casulo, alinhou-se numa via frequente da pintura contemporânea". PONTUAL, Roberto. Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand. JULIO LOUZADA, vol. 5, pág. 916, 917 e 918; ITAUCULTURAL; RGS, pág. 263/264

076 - INIMÁ DE PAULA - (1918 - 1999)
Lance Livre - Casario - dn - 18 x 22 - cie
Mineiro de Itanhomi, Inimá, depois de prestar o serviço militar em Juiz de Fora, passou a frequentar o Núcleo Antônio Parreiras (que no início dispunha de professores, mas logo se transformou em ateliê livre), da mesma cidade, em 1938. Integrou-se ao grupo de Bandeira e Aldemir Martins na cidade de Fortaleza (1941). No Rio frequentou o ateliê de Portinari e realizou a sua primeira individual (1948). Recebeu o prêmio viagem ao estrangeiro no I SNAM (1952), certame do qual participou por diversas vêzes até 1960. Em Paris estudou com Lothe. É um de nossos artistas mais completos. JULIO LOUZADA, vol.11, pág.152; PONTUAL, pág. 271; MEC, vol.3, pág.355; WALMIR AYALA, vol.1, págs. 401 1 404; TEIXEIRA LEITE, pág.260; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 637; ARTE NO BRASIL, pág. 870; Acervo FIEO.

077 - HILDE WEBER - (1913 - 1994)
Lance Livre - Crianças brincando - mon. - 36 x 30 - cie - 1948
Pintora, desenhista e caricaturista alemã. Iniciou o seu aprendizado de desenho e artes gráficas em Hamburgo, por volta de 1930, interrompendo três anos mais tarde, quando transferiu-se para o Brasil (país de quem se tornaria cidadã naturalizada), fixando-se primeiramente em São Paulo, até 1949. Entre 1941 e 1949, colaborou com trabalhos de pintura para o atelier OSIRARTE de azulejos. Foi caricaturista de diversos periódicos, destacando-se o Estado de São Paulo. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 391; PONTUAL, pág.265; MEC, vol. 2, pág. 337; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 630; ARTE NO BRASIL.

078 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Lance Livre - Mulatas - ser. P.I. - 55 x 70 - cid
Emiliano Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Melo (Rio de Janeiro RJ 1897 - idem 1976). Pintor, ilustrador, caricaturista, gravador, muralista, desenhista, jornalista, escritor e cenógrafo. Inicia sua carreira artística como caricaturista e ilustrador, publicando sua primeira caricatura em 1914, na revista Fon-Fon. Em 1917, reside em São Paulo, onde freqüenta o curso de Direito no Largo São Francisco e o ateliê de Georg Elpons (1865 - 1939). Convive com artistas e intelectuais paulistas como Oswald de Andrade (1890 - 1954) e Mário de Andrade (1893 - 1945), Guilherme de Almeida (1890 - 1969), entre outros. Em 1921, ilustra A Balada do Enforcado, de Oscar Wilde (1854 - 1900), e publica o álbum Fantoches da Meia-Noite, editado por Monteiro Lobato (1882 - 1948). É o idealizador e o principal organizador da Semana de Arte Moderna de 1922, na qual expõe 12 obras. Em 1923, faz sua primeira viagem à França, onde atua como correspondente do jornal Correio da Manhã. Em Paris, freqüenta a Academia Ranson, instala ateliê e conhece obras, artistas e escritores europeus de vanguarda como, Pablo Picasso (1881 - 1973), Georges Braque (1882 - 1963), Fernand Léger (1881 - 1955), Henri Matisse (1869 - 1954), Jean Cocteau (1889 - 1963) e Blaise Cendrars (1887 - 1961). Volta a São Paulo em 1926, trabalha como jornalista e ilustrador no jornal Diário da Noite. A estada em Paris marca um novo direcionamento em sua obra. Em 1938 viaja a Paris, onde trabalha na rádio Diffusion Française nas emissões Paris Mondial. Retorna ao Brasil em 1940, trabalha como ilustrador, e publica poemas e memórias de viagem. Em 1972, seu álbum 7 Xilogravuras de Emiliano Di Cavalcanti é editado pela Editora Chile. REIS JR., págs. 378/379; TEODORO BRAGA, pág. 82; MEC, vol. 2, págs. 53 e 54; PONTUAL, págs. 176 a 178; WALMIR AYALA, vol. 1, págs. 256 e 257; ART SALES, vol.1, pág. 207; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 446; LEONOR AMARANTE, pág. 12, Acervo FIEO.

079 - JOÃO APARECIDO DE GODOY - (1936)
Lance Livre - Paisagens paulistanas - ose - 21 x 30 cada - cid
Conjunto de 4 quadros montados em uma só moldura. -Pintor e professor, cursou pintura artística na APBA-SP , da qual fez parte da Diretoria. Teve como mestres Davy Levy, Camol e Romeu Caiani. Leciona pintura à óleo na APBA. Individuais em 1991e 1992. Participou de diversas coletivas, recebendo premiações. JULIO LOUZADA, vol 07 - pág 302

080 - ESCOLA FRANCESA SÉC. XX -
Lance Livre - Paris - ost - 35 x 26 - cid - Jean Molan

081 - NOEMIA MOURÃO - (1912 - 1992)
Lance Livre - Mulheres - dl - 31 x 22 - cid
Pintora e desenhista. Assina Noemia. Realizou sua primeira individual em 1934, no Rio de Janeiro. Residiu na Europa de 1934 a 1940, frequentando em Paris as academias de la Grande Chaumière e Ranson. Expôs em Montevideu e Buenos Aires. Foi citada por REIS JUNIOR e TEODORO BRAGA. Foi aluna (1932) e mulher (1933) de Di Cavalcanti. MEC vol.3, pág. 265; WALMIR AYALA vol.2, pág.135; PONTUAL, pág. 375; TEIXEIRA LEITE, pág. 356; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 684. Acervo FIEO.

082 - AUTOR DESCONHECIDO, SÉC. XX -
Lance Livre - Pássaros - e em b - h=30 - n/as.

083 - TARSILA DO AMARAL - (1890 - 1973)
Lance Livre - Crianças - grav. P. A. - 10 x 10 - cid
Com certificado de autenticidade firmado por Maria Del Carmem Pérez Sola. -Monstro sagrado da pintura brasileira, Tarsila é a criadora de duas das principais tendências ou movimentos de nossa arte nacionalista: o Pau Brasil (1924) e o Antropofagia. Sua arte poderia ser definida como um Cubismo adaptado às condições e ao temperamento brasileiros. TEODORO BRAGA, págs. 220/21/22/23; REIS JR.-págs.388/89 ; WALMIR AYALA, vol. 2-págs. 365 e 367 ; MEC, vol. 4-págs. 370/71; PONTUAL, pág. 511; TEIXEIRA LEITE, pág. 492; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 389; ARTE NO BRASIL, pág. 577; LEONOR AMARANTE, pág. 24.

084 - CARLOS CRUZ DIEZ - (1923)
Lance Livre - Composição - ser. 142/200 - 61 x 60 - cid - 1970
No estado. -Pintor, ilustrador, escultor e professor, natural de Caracas - Venezuela. Sua formação artística foi em Caracas onde trabalhou como publicitário, ilustrador e professor. Em 1960 vai residir em Paris, mas viaja regularmente à Venezuela. Participou das Bienais de São Paulo (1953, 1957, 1963, 1967, 1969, 1979); da Bienal Americana de Arte em Córdoba - Argentina (1966), da Bienal de Veneza - Itália (1962) e de muitas outras exposições e Salões oficiais. Recebeu inúmeros prêmios, inclusive na Bienal Internacional de São Paulo (1967). Possui obras em vários museus e coleções de arte pelo mundo. BENEZIT, VOL.3, PÁG. 291; ITAU CULTURAL; ART PRICE; ARTNET; DICIONÁRIO OXFORD; www.cruz-diez.com.

085 - CARLOS SCLIAR - (1920 - 2001)
Base: R$ 8.000,00 - "Barco no canal em fim da tarde" - v e c e s/e - 37 x 56 - cie e d - 13/07/1971
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 027 deste catálogo.

086 - HELENOS SILVA - (1941)
Lance Livre - Vaso de flores e gato - tm s/t - 30 x 60 - cie - 1987
Pintor pernambucano, há longos anos em São Paulo, já participou da Bienal de São Paulo e realizou inúmeras individuais. MEC, vol. 2-pág. 334; WALMIR AYALA, vol. 1-págs. 386/7; PONTUAL, pág. 262; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 462, ITAÚ CULTURAL; ACERVO FIEO.

087 - AUTOR DESCONHECIDO, SÉC. XIX - XX -
Lance Livre - Leda e o cisne - e em b - h=18 - n/as.

088 - NERÃO - (ANTONIO JOAQUIM NERY) - (1903 - 1997)
Lance Livre - " Rancho do sossego e do descanso " - ost - 38 x 46 - cid - 1986
Pintor primitivo, de singular criatividade em seus temas, expôs no MASP, tendo sido apresentado em catálogo pelo saudoso P. M. Bardi, que o considerava depois de José Antonio da Silva, o melhor pintor primitivo brasileiro,tendo inclusive realizado uma exposição individual do autor no MASP - SP. JULIO LOUZADA, vol. 2 pág. 715, Acervo FIEO.

089 - OSCAR NIEMEYER - (1907)
Lance Livre - Catedral de Brasília - dn - 18 x 41 - cid
Oscar Niemeyer Soares Filho nasceu no Rio de Janeiro. Arquiteto, gravador e urbanista. Forma-se em arquitetura pela Escola Nacional de Belas Artes - ENBA, Rio de Janeiro, em 1934. Nesse ano, passa a freqüentar o escritório do arquiteto e urbanista Lucio Costa. Em 1936, integra a comissão criada para definir os planos da sede do Ministério da Educação e Saúde, no Rio de Janeiro, com a supervisão do arquiteto suíço Le Corbusier, a quem assiste como desenhista. Entre 1940 e 1944 projeta o conjunto arquitetônico da Pampulha, Belo Horizonte - MG, que se configura como um marco de sua obra, pois rompe com os conceitos rigorosos do funcionalismo e utiliza uma linguagem de formas novas, de superfícies curvas, explorando as possibilidades plásticas do concreto armado. Em 1947, é convidado pela Organização das Nações Unidas - ONU a participar da comissão de arquitetos encarregada de definir os planos de sua futura sede em Nova York. Seu projeto, associado ao de Le Corbusier, é escolhido como base do plano definitivo. No Rio de Janeiro, em 1955, funda a revista ‘Módulo’ e no ano seguinte começa a colaborar na construção da nova capital do Brasil, Brasília, cujo plano urbanístico é confiado a Lucio Costa. Participou da I e II Bienal Internacional de São Paulo. Em 1965 é realizada uma retrospectiva sua no Museu do Louvre, Paris, a primeira dedicada a um arquiteto. Projetou inúmeras obras pelo mundo e recebeu vários prêmios. O Parque Ibirapuera (1951), São Paulo, também foi um dos seus grandes projetos. ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA, VOL.5, PÁG.744; VOL.6, PÁG.785; MEC, VOL.3, PÁG. 263; DICIONÁRIO OXFORD; www.niemeyer.org.br.

090 - BENEDITO CALIXTO DE JESUS - (1853 - 1927)
Base: R$ 33.000,00 - Paisagem - ostcc - 34 x 46 - n/as.
Com certificado de autenticidade firmado por João Calixto. -Pintor, professor, historiador, ensaísta, nascido em Conceição de Itanhaém, SP e falecido em São Paulo. Transferiu-se para Brotas, SP, onde adquiriu noções de pintura com o tio Joaquim Pedro de Jesus, ao auxiliá-lo na restauração de imagens sacras de uma igreja local. Realizou sua primeira individual em São Paulo, no ano de 1881. Fixou-se por algum tempo em Santos e depois de ter executado a decoração do Teatro Guarani, partiu para Paris em 1883, estudando na Academia Julian e no ateliê de Jean François Raffaëlli. Retornou ao Brasil em 1885 e passou a residir em São Vicente. Produziu inúmeras marinhas em que representa o litoral paulista; realizou diversos painéis de temas religiosos para igrejas na capital e interior do Estado de São Paulo; pintou vistas de antigos trechos das cidades de São Paulo, Santos e São Vicente para o Museu Paulista da Universidade de São Paulo, por encomenda do diretor do museu o historiador Afonso d´Escragnolle Taunay. Dedicou-se também a estudos históricos da região e à preservação de seu patrimônio e publicou, entre outros, os livros 'A Vila de Itanhaém' (1895) e 'Capitanias Paulistas' (1924). Existem obras suas nos acervos de diversos museus brasileiros. TEODORO BRAGA PÁG. 51; REIS JR PÁG. 214; LAUDELINO FREIRE PÁG. 387; PONTUAL PÁG. 68/69; MEC VOL.1, PÁG. 326/327; WALMIR AYALA VOL.1, PÁG.153; MAYER/83 PÁG. 601; TEIXEIRA LEITE PÁG. 97; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI PÁG. 505; ARTE NO BRASIL PÁG. 599, RUTH TARASANTCHI; JULIO LOUZADA VOL. 1, PÁG. 172.

091 - MARIO GRUBER - (1927 - 2011)
Lance Livre - Estandarte - lito. P.A. - 43 x 30 - cid - 1971
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 041 deste catálogo.

092 - RICARDO AMADASI - (1946)
Lance Livre - Amantes - e em r e l - h= 72 - n/as.
Escultor, pintor, desenhista e gravador nascido em Buenos Aires, Argentina. Formou-se em artes plásticas pela Escola Municipal de Belas Artes e Escola Superior de Belas Artes de Buenos Aires. Também fez cursos de aperfeiçoamento em escultura, desenho e anatomia. Bastante atuante no Brasil desde 1984 realizando exposições individuais e participando de muitos projetos, Salões oficiais e mostras coletivas. Foi premiado em São Bernardo do Campo, SP (1990, 1991, 1997, 1999) e em São Paulo (1993). ITAU CULTURAL; www.amadasi.com.br.

093 - JESUALDO ANTONIO GELAIN - (1940)
Lance Livre - "Petrificações" - ost - 50 x 70 - cid e d
Pintor nascido em Santa Rosa, RS. Autodidata no início de sua carreira, teve aulas com Colete Pujol. Participou de vários Salões e exposições oficiais em: Canoas, RS (1960); Aparecida do Norte, SP (1961); São Carlos, SP (1964); São Paulo (1966 a 1968, 1985). Foi premiado, em 1966, no Salão da Escola de Belas Artes de São Paulo.

094 - JANDYRA WATERS - (1921)
Lance Livre - Composição - ast - 30 x 35 - d - 1987
Reproduzido sob o número 200 em Catálogo de Leilão Lordello e Gobbi- São Paulo. -Natural de Sertãozinho, neste Estado, viajou em 1945 para a Europa, para auxiliar as vítimas da II Grande Guerra. Em 1947, inicia seus estudos de pintura na Inglaterra. No Brasil estuda pintura com Y. Takaoka, gravura com Marcelo Grassmann e Darel, e pintura mural com Graciano. Diversas participações em salões paulistas (SPAM, 1957/1967), e muitos outros no País. LOUZADA vol. 3, pág. 1214; PONTUAL, pág. 550; TEIXEIRA LEITE, pág. 541 Acervo FIEO.

095 - ANTONIO GOMIDE - (1895 - 1967)
Base: R$ 4.000,00 - Composição - a - 16 x 12 - cie
Com certificado de autenticidade firmado por Elvira Vernaschi - historiadora e crítica de arte - membro da ABCA/AICA, autora do livro Gomide editado pela Universidade de São Paulo, 1989. Com etiqueta número 5017 de Cosme Velho Galeria de Arte - São Paulo, no dorso. -Pintor nascido em Itapetininga e falecido em São Paulo. Gomide estudou com o grande Hodler em Genebra, 1915 a 1918, e mais tarde, já em Paris, ligou-se a Picasso e aos cubistas que iriam influenciá-lo. Voltando ao Brasil em 1926, integrou-se ao movimento de renovação de nossas artes plásticas, conservando-se até morrer fiel aos postulados e cubistas de sua mocidade. Em 1968 o Museu de Arte Contemporânea dedicou-lhe importante retrospectiva. THEODORO BRAGA, pág.110, REIS JUNIOR, pág.377; PONTUAL, pags 244/245; MEC, vol.2, pág.275; WALMIR AYALA, vol.1, págs.353 a 355, ART PRINCE ANNUAL 2000, pág.955; TEIXEIRA LEITE, pág.222; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 548; ARTE NO BRASIL, pág. 694; Acervo FIEO.

096 - IWAO NAKAJIMA - (1934 - 2011)
Lance Livre - "Névoa na manhã" - ost - 41 x 32 - cie
Natural de Guma-Ken, Japão, onde nasceu a 9 de abril de 1934, permanecendo no Japão, onde fez estudos de pintura e desenho, até 1955, quando se transfere para o Brasil, como técnico em pintura sobre esmalte. É associado na APBA. Expõe individualmente a partir de 1982, e participa de coletivas a partir de 1974, inclusive no exterior. Em seu curriculum constam diversas premiações em certames oficiais. Faleceu em Embu das Artes em 3 de setembro de 2011. JULIO LOUZADA, vol. 6 pág. 767

097 - JOAQUIM LOPES FIGUEIRA JUNIOR - (1904 - 1943)
Lance Livre - Rosto - dn - 28 x 20 - n/as.
Com a seguinte declaração no dorso: "desenho de Joaquim Figueira presente da família do artista para o também artista José Morais". -Escultor e pintor, participante do Salão Paulista de Belas Artes em 1934 e 1936, quando recebeu as pequenas medalhas de prata e de ouro. Na Divisão Moderna do SNBA recebeu o prêmio viagem ao País, em 1941. Integrou a Família Artística Paulista, participando de suas mostras entre 1937 e 1940. Quirino Campofiorito, artista e festejado crítico de arte, assim disse a seu respeito: "Faleceu prematuramente Figueira, quando sua obra confirmava um rigor estético que tinha sua medida na simplicidade do modelado e na espontaneidade da objetividade figurativa." MEC, vol.2, PÁG.173; JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 348; PONTUAL, pág. 212; TEIXEIRA LEITE, pág.193; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL; WALTER ZANINI, pág. 586.

098 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Lance Livre - Paisagem - dl - 36 x 54 - cid
Com etiqueta de Grifo Galeria de Arte- São Paulo, no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 078 deste catálogo.

099 - ANGELO DE AQUINO - (1945 - 2007)
Lance Livre - "Reflexões sobre a solidão" - lito. 184/200 - 50 x 70 - cid
Mineiro de Belo Horizonte, onde nasceu a 2 de agôsto de 1945. Pintor e gravador, assina ÂNGELO DE AQUINO. Seu trabalho tem um bom conceito em Paris, onde encontra mais incentivo e facilidade do que no Brasil. Em muitos de seus quadros aparece a figura do cão Rex, uma de suas criações. Expõe individualmente desde 1969. Coletivamente, desde 1965, inclusive com diversas e respeitadas criticas no exterior. JULIO LOUZADA vol. 13 pág. 19; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 743, Acervo FIEO.

100 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 14.000,00 - Natureza morta com melancia - astce - 45 x 59 - cid - 1999
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

101 - GILBERTO TROMPOWISKY - (1912 - 1982)
Lance Livre - "Vendedora ambulante do I Império" - g - 30 x 24 - cie - Rio, 1931
Pintor, nascido provavelmente em Florianópolis, SC, foi muito cedo para o Rio, onde passou a frequentar posteriormente a antiga ENBA e aparticipar do SNBA. Executou diversos retratos de figuras da sociedade carioca. Coube-lhe criar, por diversas, a decoração para os bailes carnavalescos do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. JULIO LOUZADA, vol. 11 pág.326

102 - BRUNO GIORGI - (1905 - 1993)
Lance Livre - Torso - e em b - h=32 - ass.
Escultor e pintor paulista, iniciou seus estudos de escultura em Roma 1920/1922. Mais tarde tornou-se aluno de Maillol, em Paris, onde também frequentou as academias Ranson e de La Grande Chaumière, em 1936. É considerado o maior escultor nacional. MEC, vol.2, pág. 250/1; PONTUAL, pág. 237/8; MAYER/84, pág. 1333; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 587; ARTE NO BRASIL, pág. 715; LEONOR AMARANTE, pág. 18.

103 - INGRES SPELTRI - (1940)
Lance Livre - Flautista - ost - 60 x 50 - cid - 1992
Nasceu em Jau, São Paulo, em 20/01/1940. Pintor, desenhista, escultor, gravador e professor. Apresentando uma pintura de fases bem demarcadas, onde as possibilidades plásticas do cubismo, do construtivismo e do concretismo foram exploradas com paixão e rigor de pesquisa, o autor tem percorrido um rico itinerário em sua incessante buscar de universo expressivo e de uma linguagem pictórica definitiva. O autor é professor titular da Escola Panamericana de Arte, SP. JULIO LOUZADA, vol 1, pág 937; ITAU CULTURAL; Acervo FIEO.

104 - ROSALVO RIBEIRO - (1865 - 1915)
Lance Livre - Paisagem - osm - 11 x 17 - cid - Maceió
Pintor, poeta, professor e músico. Retratista e paisagista, pintor de cenas históricas, de formação acadêmica. Nasceu e faleceu na cidade de Maceió, AL. Rosalvo Ribeiro tem grande parte de suas telas voltadas para a temática militar, especialmente cenas da guerra na França. Dedicou-se desde criança ao desenho de figuras e paisagens, tendo exposto, muito jovem, trabalhos a óleo e a crayon. Cursou a Imperial Academia de Belas Artes no Rio de Janeiro. Frequentou a Academia Julien em Paris, sendo discípulo de Edouard Detaille e de Jules Lefebvre. Além do Salon de Paris, o autor participou do SNBA-RJ obtendo Menção Honrosa de Primeiro Grau (1906 e 1907). Também foi incluído na Exposição Retrospectiva da Pintura no Brasil, realizada no Rio de Janeiro (1948), sob os auspícios do MNBA. JULIO LOUZADA, vol 1 pág 821

105 - PAULO VALLE JÚNIOR - (1889 - 1958)
Lance Livre - Paisagem - ostcc - 24 x 33 - cid - 1932
Paisagista e marinhista extremamente sensível, Valle Júnior postou-se à parte da renovação determinada pela Semana de Arte Moderna, tendo sido porém artista autêntico e pessoal. TEODORO BRAGA, pág. 187; REIS JUNIOR, pág. 373; MEC, vol 4, págs 441/442; PONTUAL, pág. 531; ITAU CULTURAL; Acervo FIEO, RUTH TARASANTCHI.

106 - ANTONIO PAIM VIEIRA - (1895 - 1988)
Lance Livre - Composição - p s/cer. - diâmetro 30 - d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 037 deste catálogo.

107 - ALMIR MAVIGNIER - (1925)
Lance Livre - Composição - ser. 71/200 - 60 x 60 - ci - 1973
Reproduzido sob o número 306 em Catálogo de Leilão Soraia Cals, Rio de Janeiro. -Pintor, artista gráfico, programador visual e professor natural do Rio de Janeiro. Inicia seus estudos com Arpad Szenes , Axl Leskoschek e Henrique Boese . Participa do primeiro grupo de arte abstrata do Rio de Janeiro (1949) com Ivan Serpa , Abraham Palatnik e Mário Pedrosa. Freqüenta a Académie de La Grande Chaumière, Paris, em 1951. Na Alemanha (1953 a 1958), estuda com Max Bense e Josef Albers na Hochschule für Gestaltung [Escola Superior da Forma] em Ulm, e mantém contato com Max Bill. Participa do Grupo Zero, entre 1958 e 1964, com Heinz Mack ,Otto Piene ,Yves Klein, Jean Tinguely. Foi professor de pintura na Hochschule für Bildende Kunste, em Hamburgo, Alemanha, entre 1965 e 1990. Realizou muitas exposições individuais (1950 a 2000) e diversas foram suas participações em Salões oficiais e Bienais (1947 a 2004) tanto no Brasil quanto na Europa, Ásia e EUA. Foi premiado na Polônia (1966) e Japão (1968). ITAU CULTURAL; PONTUAL, PÁG. 350; MEC VOL. 3, PÁG.107.

108 - INOS CORRADIN - (1929)
Lance Livre - O passeio com os cães - ast - 80 x 60 - cid e d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 034 deste catálogo.

109 - GEORGES WAMBACH - (1901 - 1965)
Lance Livre - Paisagem - dn e a - 25 x 15 - cid - 1956
Com dedicatória. -Belga de nascimento, veio a falecer no Rio de Janeiro. Excepcional aquarelista, que retratou o Brasil em suas inúmeras incursões. "Georges Wambach (1901-1965) talvez tenha sido um dos últimos exemplares de uma espécie em extinção, ou já extinta, quem sabe: a dos artistas viajantes de que o século XIX foi pródigo. Artistas com cavalete, paleta, tintas e pincéis na mochila, que vararam o mundo em busca do fantástico, do erótico, e, sobretudo, do excitante desconhecido, aventura que até custou a vida de alguns como Adrien Taunay, que viu a morte aos 25 anos em pleno Mato Grosso." Fernando Cerqueira Lemos, in AQUARELAS de Georges Wambach: impressões do Brasil. Ed. Marca d´Água-SP, 1988. JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 343; TEIXEIRA LEITE, pág. 540; ITAÚ CULTURAL.

110 - JOHN GRAZ - (1891 - 1980)
Base: R$ 7.500,00 - Fuga para o Egito - tm - 33 x 48 - cid
Pintor suíço, estudou em Genebra, Munique e Paris. Casando-se com a brasileira Regina Gomide em 1920, fixou-se no Brasil, de onde não mais sairia. Foi um dos integrantes da Semana de Arte Moderna de 1922. Sua arte alia decorativismo e estilização. TEODORO BRAGA, pág. 112; PONTUAL, pág. 251; MEC, vol. 2, pág. 283; ITAU CULTURAL.; WALTER ZANINI, pág. 530; ARTE NO BRASIL, pág. 672; LEONOR AMARANTE, pág. 200, Acervo FIEO.

111 - HIROO KABE - (1938)
Lance Livre - No café - ost - 50 x 30 - cie - 1970
Pintor nascido em Guma - Honshu, Japão. Em São Paulo realizou exposição individual (1981) e participou de mostras oficiais (1987, 1988). ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA VOL.1, PÁG. 505.

112 - CACIPORÉ TORRES - (1932)
Lance Livre - Composição - m em b - h=17 - ass.
Nascido CACIPORÉ de Sá Coutinho de Lamare TÔRRES, na cidade de Araçatuba, SP. É escultor e professor. Participou do I SPAM (1951) e da I, II, III, VI, VIII e IX Bienal de São Paulo. Recebeu diversos prêmios, inclusive de viagem à Europa em 1951. MEC, vol. 4, pág. 406; PONTUAL, pág. 524; JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 156; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 769; ARTE NO BRASIL, pág. 899; LEONOR AMARANTE, pág. 23.

113 - ALFREDO VOLPI - (1896 - 1988)
Lance Livre - Fachada - ser. 29/120 - 96 x 52 - cid
Pintor, desenhista, gravador e ceramista nascido em Lucca, Itália e falecido em São Paulo. Muda-se com os pais para São Paulo em 1897 e, ainda criança, estuda na Escola Profissional Masculina do Brás. Mais tarde trabalha como marceneiro, entalhador e encadernador. Em 1911, torna-se pintor decorador e começa a pintar sobre madeiras e telas. Na década de 1930 passa a fazer parte do Grupo Santa Helena com vários artistas como Mário Zanini e Francisco Rebolo. Em 1936, participa da formação do Sindicato dos Artistas Plásticos de São Paulo e integra, em 1937, a Família Artística Paulista - FAP. Em 1940, ganha o concurso promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN, com trabalhos realizados com base nos monumentos das cidades de São Miguel e Embu. Realiza trabalhos para a Osirarte, empresa de azulejaria criada em 1940, por Rossi Osir. Sua primeira exposição individual ocorre em São Paulo, em 1944. Em 1950, viaja para a Europa acompanhado de Rossi Osir e Mario Zanini. É convidado a participar, em 1956 e 1957, das Exposições Nacionais de Arte Concreta e mantém contato com artistas e poetas do grupo concreto. Recebe o prêmio Aquisição na Bienal de Veneza (1952), Melhor Pintor Nacional da Bienal Internacional de São Paulo (1953), dividido com Di Cavalcanti; o prêmio Guggenheim (1958); Melhor Pintor Brasileiro pela crítica de arte do Rio de Janeiro (1962 e 1966), Melhor Pintor Nacional no Panorama da Arte Brasileira MAM - SP (1970), entre outros. REIS JUNIOR, PÁG. 378; WALMIR AYALA, VOL. 2, PÁG. 426 e 428; JULIO LOUZADA VOL.1, pág.1048; MEC. VOL.4, PÁG. 496; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, PÁG. 584; ARTE NO BRASIL, PÁG. 684; LEONOR AMARANTE, PÁG. 28, Acervo FIEO; BENEZIT VOL. 10, PÁG. 567; PONTUAL PÁG.546. NTE, pág. 28, Acervo FIEO.

114 - FERNANDO COELHO - (1939)
Lance Livre - "Encontro" - ast - 30 x 60 - cie e d - 1980- Bahia
Pintor baiano nascido em Salvador. Inicialmente publicitário de sucesso, dedica-se integralmente à pintura a partir de 1963. Além de exposições individuais nas Galerias Querino (Salvador), Astréia (SP), e Bonino (RJ), expôs na Alemanha e participou dos SNAM e BNAP. Produz pintura que, fixando paisagens urbanos, se situa entre o figurativismo e o abstracionismo. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 209/210; MEC, vol. 1,pág. 441; PONTUAL, pág. 139; TEIXEIRA LEITE, pág. 126; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 74.; ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO.

115 - GEORGINA DE ALBUQUERQUE - (1885 - 1962)
Base: R$ 4.600,00 - Bordando - osm - 32 x 27 - cid
Com dedicatória. -Pintora e professora. Aos 15 anos, inicia sua formação artística com o pintor italiano Rosalbino Santoro (1858 - s.d.). Muda-se para o Rio de Janeiro em 1904, matricula-se na Escola Nacional de Belas Artes - Enba e estuda com Henrique Bernardelli. Em 1906, casa-se com o pintor Lucílio de Albuquerque e viaja para a França. Em Paris, frequenta a École Nationale Supérieure des Beaux-Arts e ainda a Académie Julian, onde é aluna de Henri Royer. Volta ao Brasil em 1911, expõe em São Paulo e, partir dessa data, participa regularmente da Exposição Geral de Belas Artes. De 1927 a 1948, leciona desenho artístico na Enba e, em 1935, é professora do curso de artes decorativas do Instituto de Artes da Universidade do Distrito Federal. Em 1940, em sua casa no bairro de Laranjeiras, no Rio de Janeiro, funda o Museu Lucílio de Albuquerque, e institui um curso pioneiro de desenho e pintura para crianças. Entre 1952 e 1954, exerce o cargo de diretora da Enba. TEIXEIRA LEITE, págs. 15 e 16; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 22 a 26; TEODORO BRAGA, pág. 107; REIS JR., pág. 370; PRIMORES DA PINTURA NO BRASIL, vol. 1, págs.17 e 141; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 455; ARTE NO BRASIL, pág 574; Acervo FIEO, RUTH TARASANTCHI.

116 - TSUGUHARU FOUJITA - (1886 - 1968)
Lance Livre - Moça - lito. 40/50 - 35 x 26 - cid
Pintor modernista japonês que se naturalizou francês e se converteu ao catolicismo. Viveu no Rio de Janeiro durante o ano de 1931 e o início de 1932, curto período durante o qual entrou em contato com artistas e poetas modernistas do período, expôs no Palace Hotel no Rio de Janeiro e, em São Paulo, no espaço expositivo à praça Ramos de Azevedo. Coletivas a partir de 1930 em São Paulo, Rio de Janeiro e Recife. ITAÚ CULTURAL.

117 - DAREL VALENÇA LINS - (1924)
Lance Livre - No espelho - p - 34 x 50 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 042 deste catálogo.

118 - IVAN SERPA - (1923 - 1973)
Lance Livre - "Fase negra" - dn - 24 x 20 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 062 deste catálogo.

119 - FUKUDA (ROBERTO KENJI FUKUDA) - (1943 - 2008)
Lance Livre - Composição - tm - 69 x 85 - cid
Pintor, gravador e escultor nascido em Indiana, SP, e ativo na Capital. Filho de artista (seu pai é o pintor Tamotsu Fukuda), pinta desde cedo. Suas telas não passam desapercebidas, sejam pelas cores harmoniosas, vivas e vibrantes, sejam pela suavidade das composições, que tranquilizam o expectador. JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 120; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

120 - ENRICO BIANCO - (1918)
Base: R$ 3.500,00 - Natureza morta - osc - 10 x 15 - cie - 1995
Nascido na Itália, é hoje considerado um de nossos melhores pintores. Atingiu um estilo pessoal, figurativo, eminentemente lírico, baseado em um desenho livre e numa cor sensível. THEODORO BRAGA, pág. 54; WALMIR AYALA, vol. 1, págs. 99, 110 e 104; MEC, vol. 1, pág. 242; PONTUAL, pág. 76; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 594. Acervo FIEO. -

121 - LIVROS -
Lance Livre - -
1- "E. Di Cavalcanti: reminiscências líricas de um perfeito carioca". Editora Civilização Brasileira S.A., 1964- Rio de Janeiro. 2- "Pequena história das artes plásticas no Brasil". Carlos Rubens. Série 5, Brasiliana, vol. 198. Biblioteca Pedagógica Brasileira, edição da Companhia Editora Nacional, 1941- São Paulo. 3- "Arte no Palácio dos Bandeirantes". Governo do Estado de São Paulo, 1979. 4- "Lasar Segall e o Rio de Janeiro". Frederico Morais. Catálogo da exposição inaugurada no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, 1991. RJ,1991. 5- "John Graz: vida e obra". Cândida Arruda Botelho. Terra editora, 1996- São Paulo. 6- "Arte/Brasil/Hoje: 50 anos depois". Roberto Pontual. Collectio Artes LTDA, 1973- São Paulo.

122 - G.T.O. (GERALDO TELES DE OLIVEIRA) - (1930 - 1990)
Base: R$ 6.000,00 - Equilibristas - e em m - h=60 - d
Mineiro de Itapecerica, Geraldo Teles de Oliveira, dito GTO, foi escultor. Começa sua atividade artística, em 1965, a partir de sonhos - em um deles, Deus lhe mostra a madeira e as esculturas que deveria realizar. Assim, tendo seus sonhos como referência, realiza grande parte de suas obras; mais tarde, utiliza apenas sua criatividade nos seus trabalhos. Entre as exposições das quais participa, destacam-se: 1º e 2º Salão de Arte Contemporânea, Belo Horizonte, 1969/1970; Bienal Internacional de São Paulo, 1969/1975/1981; Bienale Formes Humaines, no Museu Rodin, Paris (França), 1974; II Festival Mundial e Africano de Arte e Cultura Negra, em Lagos (Nigéria), 1977; 42ª Bienal de Veneza (Itália), 1978. Após sua morte, suas obras são expostas na mostra: Exposição Cinco Anos sem Novos Sonhos de GTO, na Galeria Paulo Campos Guimarães, Belo Horizonte, 1995. JULIO LOUZADA, vol. 5, pág. 763; LEONOR AMARANTE, pág. 294; ITAU CULTURAL.

123 - ARTHUR LUIS PIZA - (1928)
Lance Livre - Composição - grav. 3/99 - 33 x 24 - cid
Gravador, desenhista, pintor e escultor, nasceu em São Paulo, SP. Assina Piza. Iniciou a formação artística em 1943, estudando pintura e afresco com Antonio Gomide. Após participar da 1ª Bienal Internacional de São Paulo, em 1951, viajou para a Europa e passou a residir em Paris. Freqüentou o ateliê de Johnny Friedlaender, aperfeiçoando-se nas técnicas de gravura em metal. Realizou muitas exposições individuais e coletivas, participou de vários Salões oficiais e obteve importantes prêmios: Bienal Internacional de São Paulo (1953, 1959); Trienal de Grenchen, Suíça (1961); Bienal de Liubliana, atual Eslovênia (1961); Exposição Internacional de Havana, Cuba (1965); Bienal de Santiago do Chile (1965); Bienal de Veneza (1966); Bienal de Cracóvia, Polônia (1970); Bienal Internacional de Florença, Itália (1970); Bienal de San Juan, Porto Rico (1970, 1979); Mostra de Gravura, Curitiba – PR (1978); Bienal da Cidade do México (1980). No fim dos anos 1980, cria um mural tridimensional para o Centro Cultural da França, em Damasco, Síria. Em 2002, são apresentadas na Pinacoteca do Estado de São Paulo e no Museu de Arte do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, duas amplas retrospectivas de sua obra. BENEZIT VOL. 8, PÁG. 370; MEC, VOL. 3, PÁG. 422; PONTUAL, PÁG. 428/29; JÚLIO LOUZADA, VOL. 1, PÁG. 773; VOL. 2, PÁG. 823; VOL. 4, PÁG.899; VOL.6, PÁG. 896; VOL.13, PÁG. 268; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL, PÁG. 855; LEONOR AMARANTE, PÁG. 75; ACERVO FIEO; artfacts.net; artcyclopedia.com; artnet.com; artprice.com

124 - HEINZ KUHN - (1908 - 1987)
Lance Livre - Composição - ost - 25 x 37 - cid - 1982
Nasceu em Berlim, Alemanha, e faleceu em São Paulo-SP. Inicia seus estudos em sua terra natal, expondo obras na Alemanha e na França. No Brasil em 1950, fixa-se em São Paulo. Nesse período sua pintura é figurativa, voltando-se aos poucos, para a abstração geométrica. Theon Spanudis considerava o autor como "um dos pintores mais conscientes, inquietos e produtivos de São Paulo (1964)". A partir dos anos 60 sua pintura se move no âmbito da abstração informal, com eventuais referências ao mundo real. Obra de sua autoria faz parte da Coleção Adolpho Leirner, participando do livro Arte Construtiva no Brasil, de Aracy Amaral (pág. 193) MEC, vol. 2 pág. 430; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 688.

125 - CLÓVIS GRACIANO - (1907 - 1988)
Base: R$ 25.000,00 - Clarinetista - ost - 56 x 38 - cid - 1970
Pintor e desenhista figurativo, integrou o Grupo Santa Helena, juntamente com Volpi, Zanini e outros, e foi um dos organizadores e expositores do I Salão da Família Artística Paulista; suas figuras seguem a disciplina cubista da organização do espaço, destacando-se uma série de Músicos; dedicou-se a pinturas murais e à ilustração de obras literárias. MEC, vol. 2, pág. 280; PONTUAL, pág. 247/8; TEIXEIRA LEITE, pág. 225 a 227; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 586; ARTE NO BRASIL, pág. 784; LEONOR AMARANTE, pág. 58; Acervo FIEO.

126 - FRANKLIN GUANABARINO - (1946)
Lance Livre - Figura surreal - dn e a - 66 x 41 - cid
Com etiqueta do 4° Salão Paulista de Arte Contemporânea no dorso. -Pintor. Em Belo Horizonte foi aluno de Guignard , Yara Tupinambá, Maria Helena Andrés, Xanina, Inimá de Paula. Em 1973 estudou pintura no México e depois seguiu para Nova York onde frequentou a ‘Factory’, o ateliê de Andy Warhol. Morou também na Alemanha, França, Espanha e Portugal. Ao voltar para o Brasil fixou-se em Penedo – RJ, onde, desde 1998, dedica-se ao Vernissage Restaurante e Galeria de Arte no Rio de Janeiro. Participou de muitas exposições coletivas em Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Estados Unidos, Espanha e Portugal. Foi premiado em Belo Horizonte, em 1973. askart.com; artfact.com; restaurantevernissage.blogspot.com.br.

127 - DIONISIO DEL SANTO - (1925 - 1999)
Lance Livre - Composição - g - 20 x 20 - cid - 1986
Pintor, desenhista, gravador e serigrafista, nasceu em Colatina-ES, e faleceu em Vitória, naquele mesmo Estado. Autodidata. Em 1975, recebe o Prêmio de Melhor Exposição de Gravura do Ano, da APCA. Participou da 9ª Bienal Internacional de São Paulo, 1967 (Prêmio Itamarati Aquisição) e do Salão Nacional de Arte Moderna, Rio de Janeiro, 1968 (Prêmio Isenção do Júri). JULIO LOUZADA vol.11, pág. 88; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 682; ARTE NO BRASIL, pág. 934.

128 - HÉRCULES BARSOTTI - (1914 - 2010)
Lance Livre - Composição - ser. P.A. - 50 x 50 - cid
Pintor, desenhista, programador visual, gravador, nascido em São Paulo, SP . Iniciou-se nas artes em 1926, estudando desenho e composição com o pintor Enrico Vio. Começa a pintar em 1940 e, na década seguinte, realiza as primeiras pinturas concretas, além de trabalhar como desenhista têxtil e projetar figurino para o teatro. Em 1954, com Willys de Castro, funda o Estúdio de Projetos Gráficos, elabora ilustrações para várias revistas e desenvolve estampas de tecidos produzidos em sua tecelagem. Na década de 1960, convidado por Ferreira Gullar (1931), integra-se ao Grupo Neoconcreto do Rio de Janeiro e participa das exposições de arte do grupo realizadas no Ministério da Educação e Cultura, no Rio de Janeiro, e no Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM/SP. Em 1960, expõe na mostra Konkrete Kunst [Arte Concreta], organizada por Max Bill, em Zurique. Hercules Barsotti explora a cor, as possibilidades dinâmicas da forma e utiliza formatos de quadros pouco usuais, como losangos, hexágonos, pentágonos e circunferências. Em sua obra a disposição dos campos de cor cria a ilusão de tridimensionalidade. Entre 1963 e 1965, colabora na fundação e participa do Grupo Novas Tendências, em São Paulo. Em 2004, o MAM/SP organiza uma retrospectiva do artista. JULIO LOUZADA, vol. 1, pag. 98; ITAU CULTURAL

129 - MARIO ZANINI - (1907 - 1971)
Lance Livre - Conversando - psa - 15 x 15 - cid
Com etiqueta do Atelier de Arte Decorativa Osiarte- São Paulo, no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 021 deste catálogo.

130 - ALFREDO VOLPI - (1896 - 1988)
Base: R$ 15.000,00 - Paisagem - osm - 19 x 32 - cie
Com etiqueta de: Florestano Leiloeiro Oficial, avenida Rebouças 3551 São Paulo. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 113 deste catálogo.

131 - ANATOL WLADISLAW - (1953)
Lance Livre - Olhar - tm - 29 x 39 - cid - 1991

132 - OSMUNDO TEIXEIRA - (1954)
Lance Livre - Arcanjo - e em t - h=57 - b
Osmundo de Oliveira Teixeira Júnior nasceu em Itabuna, Bahia. Escultor, desenhista e pintor. Assina Osmundo. Iniciou sua carreira artística em 1971 e em 1978 concluiu o curso de Artes Plásticas na Universidade Federal da Bahia. Foi aluno de Hansen Bahia, Valentim Calderón, Eduardo Etzel, Demétrio Ramos Perez. Recebeu bolsa da Fundação Gulbekian (1981), em Lisboa - Portugal e lá, teve aulas com Querubim Lapa (1983). Realizou muitas exposições e trabalhos por todo o Brasil. ITAU CULTURAL; www.osmundoteixeira.com.br; LULIO LOUZADA VOL. 7, PÁG.526; VOL. 10, PÁG. 653.

133 - FARNESE DE ANDRADE - (1926 - 1996)
Lance Livre - Rosto - tm - 50 x 60 - cse - 1978
Mineiro de Araguari. Pintor e gravador. Foi discípulo de Guignard, e se tornou destacado aluno pela sua criatividade. Mais tarde mudou-se para o Rio de Janeiro, onde aperfeiçoou-se no curso de Friedlander no MAM. No principio suas obras eram compostas de objetos que eram devolvidos pelo mar, bonecos mutilados e corroídos, madeiras e imagens de gesso. Com o passar do tempo, desenvolveu seu processo de criação, voltando-se para as suas raízes, memórias, tabus familiares e morais. Assim, chegou aos " bric-à-bracs" , antiquários, o kitsch e o sacral. JULIO LOUZADA vol.1B, pág. 64.; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 760; ARTE NO BRASIL, pág. 911; Acervo FIEO.

134 - ALFREDO VOLPI - (1896 - 1988)
Lance Livre - Menina - lito. os P. A. - 61 x 44 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 113 deste catálogo.

135 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 30.000,00 - Natureza morta - a e c s/t - 85 x 35 - cid e d - outubro de 1979- SP
Número de registro no ateliê 123/79. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

136 - ADELIO SARRO - (1950)
Base: R$ 6.000,00 - "Olhar incandescente" - ost - 60 x 50 - cid - 2004
Artista do interior paulista, nascido em Andradina, está radicado em São Paulo desde 1968. Sua pintura inicialmente é expressionista e confessadamente inspirada nas obras de Portinari e Segall. Expôs no exterior e em divesos Salões Nacionais, recebendo excelente crítica. JULIO LOUZADA, vol.1 pág. 880, ITAÚ CULTURAL.

137 - MANOEL SANTIAGO - (1897 - 1987)
Lance Livre - Nu - dc - 38 x 27 - cid
Nascido em Manaus, pioneiro mundial da arte não-figurativa (a qual já praticava desde 1916), Santiago estudou no RJ com Visconti, e foi o principal responsável pelo Núcleo Bernardelli, no qual se formaram tantos dos melhores artistas do Modernismo carioca. Sua arte é um neo-impressionismo de belo colorido e opulentos efeitos de textura. PRIMORES DA PINTURA NO BRASIL, vol. 1, pág. 241; TEODORO BRAGA, pág. 211/212; Catálogo da Exposição de Paisagem Brasileira, MEC-MNBA / /Rio/1944; MAYER/84, pág. 1158; REIS JR., pág. 378; PONTUAL, pág. 473; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 292; ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO.

138 - FERNANDO VELLOSO - (1939)
Lance Livre - "Retalhos II" - lito. 17/24 - 33 x 48 - cid - 1993
Natural da cidade do Rio de Janeiro, onde é ativo. Frequentou aulas de pintura com os mestres Almir Gadelha e Fábio Ineco, desenvolvendo, a partir daí, uma técnica pessoal onde passa a compor temas festivos e que valorizam a vida. Participa de exposições coletivas a partir de 1965, expondo individualmente na sua cidade natal. JULIO LOUZADA, vol. 1 pág. 906

139 - FRANCISCO BIOJONE - (1934)
Lance Livre - "Natureza morta número 20" - tm - 32 x 47 - cid e d - 2009- Campinas
FRANCISCO Antão de Paula Souza BIOJONE, nasceu em Campinas, SP. Pintor, desenhista e professor, costuma assinar F. BIOJONE em suas obras. Foi aluno do pintor campineiro Geraldo de Souza, com quem fez pesquisas. A partir de 1955 participou de numerosos salões de arte. JULIO LOUZADA traz extensa citação sobre o curriculum deste singular artista. JULIO LOUZADA, vol. 3 págs. 128, 129 e 130; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 697; ARTE NO BRASIL, pág. 963.

140 - PAULO GAGARIN - (1885 - 1980)
Lance Livre - Morro Dois Irmãos e Pedra da Gávea- Rio - ost - 27 x 46 - cie - 1952
Pintor natural de Leningrado - anteriormente São Petesburgo. Estudou na Universidade daquela cidade, vindo para o Brasil em 1921, onde se naturalizou. Fixou-se no Rio de Janeiro, onde no ano seguinte realizou a sua primeira exposição. Recebeu medalha de ouro no SNBA, com participação também no SPBA, com premiações (1940 e 1941). Sobre a sua obra, assim se manifestou o autor: " ... Acredite, nunca estudei pintura. Não tive mestres. O meu mestre foi a natureza opulenta do Brasil" (´in´ A Inquietação das Abelhas, de Angione Costa, 1927) JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 123; PONTUAL, pág. 230; MEC, vol.2, pág. 219; PRIMORES DA PINTURA NO BRASIL, vol. 2, pág. 146; TEODORO BRAGA, pág. 186; REIS JR., pág. 370.

141 - GIUSEPPE PERISSINOTTO - (1881 - 1965)
Lance Livre - Flores - ost - 50 x 60 - cid
Nascido em Musile, Veneza, Itália, veio para o Brasil ainda criança e cuja família radicou-se no interior de São Paulo. Fez estudos de pintura na Academia de Belas Artes de Veneza, para onde retornou aos dezoitos anos, prosseguindo para Florença e demais centros de arte da Itália onde se aperfeiçoou; retornou a cidade de São Paulo em 1912, dedicando-se exclusivamente a sua pintura que sempre teve como tema paisagens, marinhas naturezas mortas e figuras. Expôs em várias capitais do Brasil, com sucesso de crítica e público; foi um dos idealizadores do SPBA, ao lado de Souza Pereira e outros. ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO, RUTH TARASANTCHI.

142 - FRANCISCO STOCKINGER - (1919 - 2009)
Lance Livre - "Conversando" - xilo. 2/60 - 39 x 27 - cid
Natural de Traum, Áustria, Xico Stockinger, como é conhecido, foi aluno de Bruno Giorgi e desde 1954, radicado em Porto Alegre, á um escultor da figura humana e do animal. Também é excelente desenhista e gravador. Começou a expor na década de 40, no Rio de Janeiro, recebendo premiações. Desempenhou importante papel no desenvolvimento das artes plástica gaúcha. Tem seu nome firmado no cenário nacional e internacional, como escultor expressivo e original. JULIO LOUZADA, vol.11, pág.311; PONTUAL, pág.506; MEC., vol.4, pág.342/3.; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 720; ARTE NO BRASIL, pág. 868; LEONOR AMARANTE, pág. 136.

143 - FERNANDO ODRIOZOLA - (1921 - 1986)
Lance Livre - Composição - a - 11 x 16 - cid - 1979
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 051 deste catálogo.

144 - SHOKICHI TAKAKI - (1914 - 2006)
Lance Livre - Flores - ost - 60 x 40 - cie e d
Nasceu em Niegata, Japão, em 15/7/1914. No Brasil desde 1927, onde faleceu. Autodidata até os últimos dias de vida. De lavra acadêmica, sua pintura reproduz paisagens, naturezas mortas, figuras humanas, flores e marinhas, em cunho realista e naturalista. Pintor com diversas participações no Salão Paulista de Belas Artes, tendo obtido medalha de bronze. JULIO LOUZADA, vol.11, pág. 315; MEC, vol. 4, pág. 352.

145 - MARIO ZANINI - (1907 - 1971)
Lance Livre - "Bar do Portuga" - osm - 44 x 73 - cid e d - 1968
Complemento do título: "Bar do Portuga- Rua Lins de Vasconcelos - Vila Mariana- SP". - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 021 deste catálogo.

146 - LEVINO FANZERES - (1884 - 1956)
Lance Livre - Paisagem - ostcm - 24 x 14 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 061 deste catálogo.

147 - ALDO BONADEI - (1906 - 1974)
Lance Livre - Figura - dn - 32 x 26 - cie
Estudou com Pedro Alexandrino (1923 a 1928) e aperfeiçoou-se na Itália. Integrou o Grupo Santa Helena, com Rebolo, Zanini, Rosa, Graciano, Pennacchi (1935) e participando em 1937 de exposições da Família Artística Paulista. Pintou paisagens e naturezas mortas, com composição estruturada no cubismo. MEC, vol. 1, pág. 247; PONTUAL, págs. 78/79; ARTE NO BRASIL, vol. 2, pág. 1041; ART PRICE ANNUAL 2000, pág. 258; TEIXEIRA LEITE, pág. 79; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 586; LEONOR AMARANTE, pág. 72; Acervo FIEO.

148 - GUANG HANG FANG - (1946)
Lance Livre - Paisagem - ost - 50 x 40 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 052 deste catálogo.

149 - FULVIO PENNACCHI - (1905 - 1992)
Lance Livre - Paisagem - ose -diâmetro 7 - ci
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 047 deste catálogo.

150 - FRANCISCO REBOLO GONSALES - (1903 - 1980)
Base: R$ 13.000,00 - "Montes de Santo António" - ose - 35 x 41 - cid e d - 1974- Recife-PE
Reproduzido no convite deste leilão. -Grande pintor paulistano, um dos principais membros do Grupo Santa Helena e da Família Artística Paulista, Rebolo é acima de tudo um paisagista de colorido suave e desenho sensível. MEC, vol. 4, pág. 28/29; TEODORO BRAGA, pág. 202/3; PONTUAL, pág. 447/448; REIS JR., pág. 382; TEIXEIRA LEITE, pág. 433/434/435.; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584; LEONOR AMARANTE, pág. 13; ARTE NO BRASIL; Acervo FIEO.

151 - BELMONTE, BENEDITO BASTOS BARRETO - (1887 - 1947)
Lance Livre - "Tempos de guerra" - dn - 30 x 42 - cid
Nascido em São Paulo. Desenhista, caricaturista e jornalista. Depois de estrear na imprensa ilustrada em 1912, popularizou-se com a criação do personagem Juca Pato, na Folha da Noite, de São Paulo. Na Folha da Manhã , de São Paulo, apresentou, de 1936 em diante, diversas caricaturas de campanha contra o nazismo. Além dos álbuns de desenhos que publicou - como Angústias do Juca Pato (1926), O Amor através dos Séculos (1928) e No Reino da Confusão (1939) - ilustrou livros infantis de Monteiro Lobato. TEODORO BRAGA, pág. 49 e 50; PONTUAL, pág. 67; MEC, vl. 1, pág. 213; TEIXEIRA LEITE, pág. 69; JULIO LOUZADA, vol.10, pág. 103; CARICATURISTAS BRASILEIROS, de Pedro Corrêa do Lago, pág. 100; ARTE NO BRASIL, pág. 392; WALTER ZANINI, pág. 806; Acervo FIEO.

152 - ANTÔNIO GARCIA BENTO - (1897 - 1929)
Lance Livre - Barcos nas baía de Guanabara - osm - 22 x 27 - cid - 1924
Pintava inicialmente ao ar livre, aos domingos, na Quinta da Boa Vista (Rio de Janeiro), sob a orientação de Levino Fanzeres. Posteriormente passou a dedicar-se às marinhas, gênero a que mais se ligou. Trabalhava a espátula e o pincel conjuntamente, com técnica e maestria. PONTUAL, pág. 232; JULIO LOUZADA, vol. 13, pág. 145

153 - MIRA SCHENDEL - (1918 - 1988)
Lance Livre - Sol refletido - mon. e g - 22 x 18 - cid - 1963
Suíça, Mira imigrou para o Brasil em 1949, fixando-se inicialmente em Porto Alegre, onde fez pinturas e esculturas em cerâmica, nas quais assinava Mirra Hargesheimer, seu nome de solteira.. Realizou a sua primeira exposição individual, em 1952. Expôs em 1954 em São Paulo (MAM), para onde se transferiu. Participou de diversos salões, tais como o SPAM e Bienais de São Paulo, Córdoba e Veneza, obtendo premiações. A principio exclusivamente desenhista, com a utilização de signos, índices e símbolos, dedicou-se posteriormente à pintura, dentro da vertente minimalista que norteou toda a sua carreira. TEIXEIRA LEITE, pág. 464; JULIO LOUZADA, vol. 13, pág. 304; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 688; LEONOR AMARANTE, pág. 187.

154 - CARLOS SCLIAR - (1920 - 2001)
Lance Livre - "Camponesa" - dn e a - 28 x 20 - cie - 1945
Com dedicatória ao jornalista Rubem Braga. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 027 deste catálogo.

155 - LUZIA SIMONS - (1953)
Base: R$ 8.000,00 - Figura - foto - 150 x 100 - d - 2001
Fotógrafa, desenhista e artista multimídia nascida em Quixadá, CE. Desde 1976 vive no exterior, com passagem pela França antes de fixar-se em Berlim, Alemanha, em meados dos anos 1980. O início de sua carreira se deu na década de 1990. Sua própria miscigenação cultural serve de mola propulsora para os trabalhos autorais que abrangem a fotografia, performance e filmes. Na fotografia, inspirada pela prática dos fotogramas, registros em papel fotográfico sem câmera, introduzidos por Man Ray, Simons desenvolveu sua própria forma de registro, o ‘scanograma’; um novo modo de ver, sem ponto de vista ou foco central, como é costume na prática com uma lente fotográfica. Expôs individualmente em São Paulo (2001, 2010); Belém, PA (2001); Stuttgart, Alemanha (2006). ITAU CULTURAL; www.nararoesler.com.br; artnet.com.

156 - MARCELO GRASSMANN - (1925)
Lance Livre - Figuras - dn e s - 34 x 48 - cid - 2005
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 046 deste catálogo.

157 - EUGÊNIO DE PROENÇA SIGAUD - (1889 - 1979)
Lance Livre - "Os armadores" - dch - 16 x 14 - csd - 1976
Estudou desenho na Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro com Modesto Brocos, formando-se em arquitetura em 1932, nessa mesma escola. A partir de 1935, dedicou-se à pintura mural e, de 1937, à pintura de temas sociais, com predominância de motivos de operários em construção e trabalhadores rurais. Caracteriza-se por uma grande versatilidade técnica, sendo dos raros pintores brasileiros a utilizar, lado a lado, o óleo, a têmpera e a encáustica, além da aquarela e do guache. Participou do Núcleo Bernardelli. PONTUAL, pág. 489; MEC, vol. 4, pág. 243; TEIXEIRA LEITE, pág. 475 e 476; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 324 a 327; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 579; ARTE NO BRASIL, pág. 763, Acervo FIEO.

158 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Lance Livre - Figuras - dn - 24 x 18 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 078 deste catálogo.

159 - RUBEM VALENTIM - (1922 - 1991)
Lance Livre - "Emblema 87" - ast - 70 x 50 - d - Brasília-DF, 1987
Reproduzido sob o número 78 em catálogo de leilão Renot- São Paulo. -Baiano de Salvador, autodidata, Rubem Valentin pinta desde meados de 1940. Sua primeira coletiva foi em 1949, no Salão Baiano de Belas Artes, do qual participaria outras vezes, recebendo premiações. Viveu no Rio de Janeiro e na Europa, fixando residência permanente em Brasil, DF, há mais de 20 anos. O artista assim explicava a sua arte: "Minha linguagem plástico-visual signográfica está ligada aos valores míticos profundos de uma cultura afro-brasileira (mestiça-animista-fetichista). Com o peso da Bahia sobre mim - a cultura vivenciada; com o sangue negro nas veias - o atavismo; com os olhos abertos para o que se faz no mundo - a contemporaneidade; criando os meus signos-símbolos procuro transformar em linguagem visual o mundo encantado, mágico, provavelmente místico que flui continuamente dentro de mim". PONTUAL, pág.532; WALMIR AYALA, vol.2, págs.395 a 397; TEIXEIRA LEITE, pág.517; MEC, vol.4, pág.443; JULIO LOUZADA, vol.11, pág.330; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 682; ARTE NO BRASIL, pág. 874; LEONOR AMARANTE, pág. 257, Acervo FIEO.

160 - ALOISIO LUCAS DE SIQUEIRA - (1938)
Lance Livre - Capoeira - ost - 50 x 70 - cid - 1972
Natural de Serra Talhada, PE. Transferindo-se para São Paulo em 1963, conheceu Mário Schemberg, que o incentivou a permanecer sempre fiel à sua maneira de ser como pintor, que transmite a pureza e o sentimento do sertanejo do nordeste. ARTE NAIF NO BRASIL, pág. 215; ITAÚ CULTURAL; ACERVO FIEO.

161 - F. IZIDRO MONTEIRO - (1893 - 1965)
Lance Livre - Natureza morta - osm - 18 x 23 - cid e d - 1910
Pintor, desenhista e professor nascido na cidade do Rio de Janeiro, cidade onde inciou a sua carreira artística, através do Liceu de Artes e Ofícios e, mais tarde, na antiga ENBA, onde teve como professores Rodolfo Chambelland, Lucilio de Albuquerque e Baptista da Costa. Participou de diversos Salões oficiais, a partir de 1948. Era formado em Farmacologia. JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 643

162 - ALFREDO CESCHIATTI - (1918 - 1989)
Lance Livre - Guanabara - e em b - h=16 - ass.
Natural de Belo Horizonte. Escultor, desenhista e professor. Passou a frequentar a antiga ENBA em 1940, depois de uma viagem à Europa, especialmente Itália, iniciada em 1938. Na Divisão Moderna do SNBA recebeu, como escultor as medalhas de bronze (1943) e de prata (1944), bem como o prêmio de viagem ao estrangeiro (1945), com o baixo-relevo para a Igreja de São Francisco de Assis, da Pampulha, em Belo Horizonte e, como desenhista, a medalha de prata (1945). Esteve mais uma vez na Europa entre 1946 e 1948, anos em que realizou exposição individual no Instituto dos Arquitetos do Brasil (GB). Figurou na II BSP e no II SNAM, em 1953. Fazendo parte da equipe que, em 1956, venceu o concurso de projetos para o Monumento aos Mortos da II Guerra Mundial (GB), ali executou o conjunto alusivo às três forças armadas. Integrou a Comissão Nacional de Belas Artes em 1960 e 1961, e entre 1963 e 1965, lecionou escultura e desenho na Universidade de Brasília. Quirino Campofiorito citou-o no estudo Ëscultura Moderna no Brasil"(Revista Crítica de Arte, nº único 1962). De seus trabalhos mais conhecidos destacam-se as esculturas As Banhistas e A Justiça, que se encontram, respectivamente, no lago em frente ao Palácio da Alvorada e defronte ao Supremo Tribunal Federal (Praça dos Três Poderes), em Brasília. Há ainda, obras escultóricas de sua autoria, entre outras no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Ministério das Relações Exteriores (Brasília) e em um edifício que Oscar Niemeyer projetou no conjunto residencial Hansa (setor ocidental de Berlim), assim como na embaixada brasileira em Moscou. MEC, vol. 1, pág. 397; PONTUAL, pág. 127; JÚLIO LOUZADA, vol. 11, pág. 70; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 609; ARTE NO BRASIL, pág. 872.

163 - JORGE REIDER - (1912 - 1962)
Lance Livre - Rosas - ost - 60 x 80 - cid
Natural da Áustria, foi pintor ativo em São Paulo, expondo no Salão Paulista de Belas Artes em 1952. Sua obra é vasta, tendo pintado mais de três mil telas durante a sua carreira, sendo as flores o seu tema predileto. JULIO LOUZADA vol.3, pág.953.

164 - ANA ANDRADE - (1953)
Lance Livre - "Quarto" - grav. 18/20 - 20 x 30 - cid - 1989
Complemento de técnica: água tinta, água forte, maneira negra e ponta seca.-Ana Cristina Andrade Moreira é pintora, gravadora, desenhista, professora e designer vidreira. Iniciou sua formação artística na Escola Superior de Arte Santa Marcelina, SP (1972-1975). Aprendeu gravura em metal (1980-1990) com Iole Di Natale; técnicas de gravura na Scuola Internazionale di Gráfica em Veneza, Itália (1983); Gravura Especial com Evandro Carlos Jardim, no MAC-SP (1991); Técnica Calcográfica Experimental com Mario Benedetti, na FASM-SP (1997); Vitrofusão com Roberto Bonino. Exposições individuais: São Paulo, SP (1984, 1987, 1995, 2003); Bauru, SP (1989); “Projeto Interior com Arte” – Museu Banespa (1998 – Exposição itinerante pelo interior do Estado de São Paulo). Coletivas: Epinal, França (1975); São Paulo, SP (1974,1982,1984,1985,1986,1988,1994,1995,2000,2002 a 2004); Santo André,SP (1982); Novo Hamburgo, RS (1982); Taiwan, China (1983,1985); San Juan, Porto Rico (1983); Santos, SP (1983); Cabo Frio, RJ (1983); Ribeirão Preto,SP (1984); Curitiba, PR (1984); Piracicaba,SP (1984); Veneza, Itália (1984,1985); Campinas, SP (1985); São José do Rio Preto, SP (1986); Limeira, SP (1986); Washington D.C.,EUA (1991); Campos do Jordão, SP (1991); Kanagawa, Japão (1992); Maastricht, Holanda (1993); Illinois, EUA (1994); Cidade do México, México (1996); Jacareí, SP (1998); Budapeste, Hungria (1996); Uzice, Yuguslávia (1997); Ourense, Espanha (1994,2006). Prêmios: São Paulo, SP (1974); Novo Hamburgo, RS (1982); Santos, SP (1983); Ribeirão Preto, SP (1984); Curitiba, PR (1984); Piracicaba, SP (1984); Campinas, SP (1985); São José do Rio Preto, SP (1986). JULIO LOUZADA, vol.1, pág. 62; vol.2, pág. 66; Acervo FIEO. ITAU CULTURAL.

165 - FRANCISCO REBOLO GONSALES - (1903 - 1980)
Base: R$ 5.500,00 - "Iconografia paulistana" - osc - 23 x 32 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 150 deste catálogo.

166 - AUTOR DESCONHECIDO, SÉC. XX -
Lance Livre - Irmãs - e em m - h=48 - n/as.

167 - DAREL VALENÇA LINS - (1924)
Lance Livre - Paisagem - ost - 59 x 80 - d - 1963
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 042 deste catálogo.

168 - J. CARLOS - (1884 - 1950)
Lance Livre - "O flerte" - dn e a - 20 x 29 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 068 deste catálogo.

169 - BUSTAMANTE SÁ - (1907 - 1988)
Lance Livre - "Campo de Sant´ana" - ose - 23 x 30 - cie e d - 1959- Rio de Janeiro
Natural da cidade do Rio de Janeiro, estudou na ENBA naquela cidade, onde foi aluno de Rodolfo Amoedo e Rodolfo Chambelland. Participou do Núcleo Bernardelli, do qual foi um dos fundadores em 1931. Participou de sucessivas versões do SNBA a partir de 1928, recebendo diversas premiações. Excepcional pintor do gênero paisagem. TEODORO BRAGA, pág. 59; REIS JR. , pág. 385; MEC,vol. 4, pág. 127; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 145 e 147; TEIXEIRA LEITE, pág. 94; JÚLIO LOUZADA, vol. 11, pág. 47; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 579; ARTE NO BRASIL, pág. 763; Acervo FIEO.

170 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 25.000,00 - Galo - ast - 46 x 27 - ld e d - julho de 1978
Reproduzido no convite deste leilão. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

171 - VIRGILIO LOPES RODRIGUES - (1863 - 1944)
Lance Livre - Marinha - osm - 30 x 40 - cid
Natural da cidade do Recife-PE, foi para o Rio de Janeiro em 1882, trabalhando com o leiloeiro J. Dias, onde encantou-se pela arte. Incentivado por Santa-Olalla, frequentou o Liceu de Artes da mesma cidade. Expôs em 1926, juntamente com Manuel Faria, Vicente Leite e outros. São belas as suas marinhas, e muito disputadas pelos colecionadores do gênero. MEC, vol. 4, págs. 94 e 95; PONTUAL, pág. 458; TEODORO BRAGA, pág. 240; TEIXEIRA LEITE, pág. 528; ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO.

172 - ADO MALAGOLI - (1906 - 1994)
Lance Livre - Figura - osm - 60 x 40 - cid - 1951
Natural de Araraquara-SP, Malagoli foi amigo de Rebolo, Volpi e Zanini, com os quais costumava pintar aos domingos a paisagem das cercanias da cidade. Mudando-se para o Rio, participa do Núcleo Bernardelli, ao lado de Pancetti e Dacosta. Expõe no SNBA a partir 1934, recebendo diversas premiações. Sua primeira individual foi em NY, em 1946. Fixa residência definitiva em Porto Alegre a partir de 1952, onde influenciará a obra de grandes artistas para quem passa a lecionar no Instituto de Belas Artes do Rio Grande do Sul. Malagoli participou de diversas coletivas, no país e no exterior. O MASP dedicou-lhe pequena retrospectiva em 1985. Malagoli pintou figuras, paisagens e naturezas mortas. Foi avesso ao academicismo, exercendo ao longo de sua obra, um modernismo moderado, impermeável aos estrangeirismos que esse movimento então assimilava. MEC, vol. 3, pág. 44; PONTUAL, págs. 331 e 332; TEIXEIRA LEITE, págs. 300 e 301; ITAÚ CULTURAL; RGS, pág. 60; WALTER ZANINI, pág. 579; ARTE NO BRASIL, pág. 763; Acervo FIEO.

173 - ALBERTO DA VEIGA GUIGNARD - (1896 - 1962)
Lance Livre - Ouro Preto - dn - 20 x 30 - cid - 1960
Pintor, desenhista, gravador e professor. No dizer de Rodrigo de Melo Franco de Andrade, no álbum de reproduções da obra do artista, em 1967: "Quando Guignard voltou da Europa, para onde tinha ido menino, só regressando com mais de 30 anos, redescobriu o Brasil, tomado de uma ternura e de uma admiração comovidas que conservou até os seus últimos dias. Toda a obra que produziu, desde então, ficou impregnada da emoção e da poesia sentidas naquele reencontro com a terra natal." PONTUAL, pág. 254 a 256; MEC, vol. 2, pag. 304; TEIXEIRA LEITE, pág. 236 a 240 ; JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 404; ART PRICE ANNUAL 2000, pág. 1013; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 373/375/377; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 559; ARTE NO BRASIL, pág. 505; LEONOR AMARANTE, pág. 28.

174 - ARTE PRIMITIVA HOLANDESA SÉC. XIX / XX -
Lance Livre - Galo - ost - 60 x 60 - n/as.

175 - DJANIRA DA MOTTA E SILVA - (1914 - 1979)
Base: R$ 25.000,00 - Brincando - ose - 41 x 24 - cie - 1975
Com a seguinte dedicatória no dorso: "Para Elísa a Djanira 15-3-75 Petrópolis". -Pintora, desenhista e gravadora, natural de Avaré, SP. Foi aluna de Marcier. A partir de 1942 participa do SNBA, recebendo premiação em 1943, 1944 e 1950. Realizou exposições individuais. Participou de diversas coletivas e salões de arte, nacionais e internacionais, com excelente recepção da crítica especializada. Diz-se que sua pintura é ingênua, mas ela declarava que ingênua, era ela mesma. JULIO LOUZADA vol.1, pág. 336; PONTUAL, pág. 181; TEIXEIRA LEITE, pág. 164; MEC, vol. 2, pág 58; WALMIR AYALA, vol. 1, pág, 263; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 810; ARTE NO BRASIL, pág. 824; Acervo FIEO.

176 - SONYA GRASSMANN - (1933 - 1997)
Lance Livre - Nu - grav. 7/10 - 38 x 54 - cid
Batizada Anne Marie Elisabeth Graesse, esta importante gravadora nasceu em Burgas, Bulgária , e faleceu em São Paulo. Era filha de pintor alemão e trapezista húngara. Veio para o Brasil em 1950, excursionando pelo país com uma trupe de luta livre. Em 1952, trabalha na Galeria Oxumaré em Salvador. Nesse ano, conhece o gravador e desenhista Marcelo Grassmann, casam-se e passam a viver em São Paulo. Por volta de 1962 começa a pintar; no entanto, é raro expor. Expõe em Individual, na Oficina de Arte, Porto Alegre, 1977; Individual, na Seta Galeria de Arte, São Paulo, 1982 e 1986; Individual, na Performance Galeria de Arte, Brasília, 1987; Coletiva, no Museu Banespa, São Paulo, 1994. "Existem artistas cuja produção, independem de sua vontade pessoal, desafia as verdades estabelecidas não por serem revolucionários ou inovadores. Às vezes, por parecerem distantes do processo histórico. Sonya Grassmann é uma dessas artistas. O seu trabalho é resultado de um imaginário no qual estão ausentes as referências da época, solicitações do século e, até mesmo, as preocupações típicas da sociedade de massa. O universo de Sonya é vagamente medieval. Estas imagens lembram uma Idade Média passada a limpo, vista de grandes sacadas de castelos idealizados. Tudo é particular, organizado e pesado de atmosfera cheia de intenções. Estas intenções podem ser românticas, mórbidas ou de expectantes. Alguma coisa está prestes a acontecer. Cada um percebe e recria a atmosfera que é mais afim." Jacob Klintowitz In: Sonya Grassmann. Brasília, Performance Galeria de Arte, 1987. JULIO LOUZADA vol.1, pág. 439; ITAU CULTURAL; TEIXEIRA LEITE, pág. 229.

177 - EMILIO CARDOSO AYRES - (1890 - 1916)
Lance Livre - Pianista - dn - 13 x 10 - cid - 1911
Caricaturista de muito talento, Emilio Cardoso Ayres era pernambucano, de família tradicional e rica do Recife. Viveu em Paris, suicidou-se em Marselha, aos 26 anos. Teve breve e intensa vida social, sendo figura obrigatória nas festas do Rio, nos dois anos que passou no Brasil, de 1910-1912. Retratou com acuidade mordaz as principais figuras dos salões cariocas. CARICATURISTAS BRASILEIROS, de Pedro Corrêa do Lago, 2001, pág. 56, 57 e 58; ARTE NO BRASIL, pág. 602; HISTORIA DA CARICATURA NO BRASIL, pág. 1289.

178 - FANG, CHEN KONG - (1931)
Base: R$ 4.500,00 - Natureza morta - ost - 61 x 87 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 058 deste catálogo.

179 - JOÃO PONCE PAZ - (1900 - 1988)
Lance Livre - Paisagem - ose - 60 x 40 - cid - 1960
Com carimbo do V Salão de Belas Artes de Bauru - São Paulo, no dorso. -Expôs em São Paulo em 1983; em 1985 no Museu Lasar Segall e MASP, a convite de Pietro Maria Bardi; pintor do Grupo "Vila Monumento", com Volpi, Rebolo, Zanini, Gobbis, Mecatti e outros. MEC vol.3, pág.357.

180 - INIMÁ DE PAULA - (1918 - 1999)
Base: R$ 8.000,00 - Natureza morta com cajus - ose - 46 x 38 - cie
Reproduzido no convite deste leilão. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 076 deste catálogo.

181 - EDUARDO MORI - (1943)
Base: R$ 3.800,00 - Composição - ost - 27 x 35 - cid
Nascido em São Paulo, iniciou seus estudo artísticos em Paris, onde residiu por longos anos, realizando algumas exposições de desenhos e óleos, retratando cenas do cotidiano. Posteriormente radicou-se em Los Angeles-EUA onde, mais liberto da influência acadêmica, se fixou no abstracionismo, buscando apenas na cor a forma de expressar toda a sua arte, com a qual se consagrou. JULIO LOUZADA vol.11, pág.219

182 - BRUNO GIORGI - (1905 - 1993)
Lance Livre - "Candangos" - m em b - h=30 - b
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 102 deste catálogo.

183 - NOEMIA MOURÃO - (1912 - 1992)
Lance Livre - "Procissão" - g - 33 x 22 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 081 deste catálogo.

184 - DUDU SANTOS - (1943)
Lance Livre - Pássaro - a - 46 x 29 - cid - 1969
Pintor e gravador paulistano, estudou com Mário Gruber, Darel, Grassmann e Nélson Nóbrega, entre outros. Expõe individualmente desde 1961. JULIO LOUZADA, vol, 5, pág, 935; MEC, vol, 4 pág, 182; PONTUAL, pág, 474; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

185 - ANTONIO FERRIGNO - (1863 - 1940)
Lance Livre - Pescaria - osm - 20 x 28 - cid - São Paulo
Representou com maestria a chamada Escola de Amalfi. Estudou com Di Chirico e Morelli. Expôs em 1882 em Nápoles, imigrando para o Brasil em 1892, permanecendo em São Paulo até 05, quando retornou à Itália e fixou residência definitivamente em Salerno. No Brasil executou paisagens e marinhas, utilizando de técnica pictórica empastada e de um colorido cheio de vivacidade. Várias obras suas ficaram no Brasil, em importantes coleções particulares. ANTONIO FERRIGNO; BENEZIT, vol. 4, pág. 343; ANUAL ART SALES INDEX/82, vol.1, pág. 383; TEODORO BRAGA, pág. 94; MEC, vol. 2, pág. 156; LAUDELINO FREIRE, págs. 381 e 389; REIS JÚNIOR, pág. 365; PONTUAL, pág. 212. TEIXEIRA LEITE, pág. 192; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 535, RUTH TARASANTCHI.

186 - RENOT - (1932)
Lance Livre - "Bahianas no palanque de plataforma" - ost - 50 x 60 - csd e d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 064 deste catálogo.

187 - DJANIRA DA MOTTA E SILVA - (1914 - 1979)
Lance Livre - Figura - dch - 23 x 18 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 175 deste catálogo.

188 - IVAN SERPA - (1923 - 1973)
Lance Livre - Bicho - g - 16 x 10 - csd - 26/07/1963
Ex coleção Raul de Souza Dantas Forbes- São Paulo. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 062 deste catálogo.

189 - CLÓVIS GRACIANO - (1907 - 1988)
Lance Livre - Dançarino - mon. - 45 x 30 - cid - 1968
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 125 deste catálogo.

190 - MILTON DACOSTA - (1915 - 1988)
Base: R$ 12.000,00 - Cena de ateliê - osm - 41 x 31 - csd - 1938- Rio de Janeiro
Reproduzido no convite deste leilão. - Ex coleção de Deocleciano Martins de Oliveira Filho- Rio de Janeiro. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 016 deste catálogo.

191 - CARLOS PRADO - (1908 - 1992)
Lance Livre - Composição - dce - 30 x 21 - cid
Arquiteto, pintor, gravador e ceramista paulistano. Recebeu menção honrosa no SPBA de 1935, participando também na I e II BSP e na exposição de Arte Moderna no Brasil, realizada em Buenos Aires, Rosário, Santiago do Chile e Valparaíso, em 1957. No dizer de TEIXEIRA LEITE, em sua obra A Gravura Brasileira Contemporânea, Carlos Prado utilizava por vezes a gravura como meio expressivo, subordinando-a, porém, a interesses maiores. TEIXEIRA LEITE, pág. 421; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 254. PONTUAL, pág. 438; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 582; ARTE NO BRASIL, pág. 781. Acervo FIEO.

192 - VASCO PRADO - (1914)
Lance Livre - Sonhando - m em cer. 10/100 - h=25 - ass.
Escultor, desenhista e gravador, VASCO PRADO abriu seu primeiro ateliê em 1941. Bolsista do governo francês, estudou na França na Escola de Belas Artes de Paris, tendo recebido ensinamentos de Fernand Léger. De volta ao Brasil em 1951, foi um dos fundadores do Clube de Gravura de Porto Alegre, ao lado de Scliar. Artista atuante, VASCO PRADO valoriza a sua arte pelo esmero e originalidade de suas obras. JULIO LOUZADA vol.9, pág. 699; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 711; ARTE NO BRASIL, pág. 842.

193 - DURVAL PEREIRA - (1918 - 1984)
Lance Livre - Pescadores - ose - 19 x 27 - cid - 1980
Com etiquetas de Renot Art Dealer e Renot Galeria de Arte - São Paulo. -Nascido e falecido em São Paulo, DURVAL PEREIRA foi pintor e professor ativo em São Paulo. Premiado com a Menção Honrosa no SPBA em 1944, passou a viver exclusivamente da pintura. Pintava ao ar livre aos domingos com os pintores Salvador Rodrigues, Salvador Santisteban, Cirilo Agostinho, Jaime Dinis, Djalma Urban, Innocencio Borghese, e outros. Premiado praticamente em todos os Salões de que participou. Recebeu ao todo, 15 comendas das mais importantes do Brasil. Nos últimos três anos de sua vida, recebeu todos os Primeiros Prêmios e Medalhas de Ouro nas exposições de Paris, Rouen, Lyon, Roma, Miami e Milão. MEC, vol. 3, pág. 368; JULIO LOUZADA, vol. 1, págs. 749/750/751. ITAU CULTURAL; Acervo FIEO.

194 - ANTONIO BANDEIRA - (1922 - 1967)
Lance Livre - Composição - dn e a - 20 x 28 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 069 deste catálogo.

195 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 12.500,00 - Flores - ast - 41 x 33 - cie - 1968
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

196 - CARLOS OSWALD - (1882 - 1971)
Lance Livre - "Bois molestados pelas moscas" - grav. 19/30 - 33 x 47 - cid
Reproduzido sob o número 100 do livro "Carlos Oswald" editado pelo Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro. -Gravador e pintor, ativo no Rio de Janeiro, estudou na Europa; foi o primeiro a fazer gravura em metal com finalidade artística; dedicou-se a temas religiosos, paisagens, cenas de gêneros e retratos. PONTUAL, pág. 397; ARTE NO BRASIL, vol. 2, pág. 1053; ITAÚ CULTURAL.; WALTER ZANINI, pág. 446; Acervo FIEO.

197 - RAIMUNDO DE OLIVEIRA - (1930 - 1966)
Base: R$ 10.000,00 - Anjo - tm - 46 x 52 - cid - 1958
Nasceu RAIMUNDO Falcão DE OLIVEIRA, em Feira de Santana, BA. Recebeu da mãe os primeiros rudimentos de pintura e desenho. Autodidata, apresenta os seus trabalhos a partir de 1951. Reside em São Paulo a partir de 1958, aprofundando-se na sua experiência expressionista, com o aproveitamento transfigurador de imagens de velhos santos. Na sua última fase, bem distinta das anteriores, dedicou-se à narração de temas bíblicos, seguindo um estilo que alguns erroneamente ligaram à arte primitiva. TEIXEIRA LEITE, 365; PONTUAL, 394; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 717; ARTE NO BRASIL, pág. 798; Acervo FIEO.

198 - INOS CORRADIN - (1929)
Base: R$ 4.000,00 - "Equilibrista em fundo escuro" - ost - 80 x 60 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 034 deste catálogo.

199 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Flor - grav. P.A. - 43 x 32 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

200 - ELISEU D´ANGELO VISCONTI - (1866 - 1944)
Base: R$ 16.000,00 - Paisagem - osm - 24 x 16 - cie - 1941
Reproduzido no convite deste leilão. -Considerado o maior pintor que trabalhou no Brasil, nasceu na Itália, mas fez sua formação artística na Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro e em Paris. Foi sucessivamente, realista, simbolista, adepto do Art Noveau e pós- impressionista, até chegar em algumas paisagens já quase no fim da vida, a uma síntese admirável de todos esses estilos e tendências. Sua obra-prima - e uma das obras- primas da arte brasileira de todos os tempos - é a decoração do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, principamente o friso do foyer, iniciado em 1914. TEODORO BRAGA, pág. 240/241; LAUDELINO FREIRE, págs. 515/ 133/ 151/ 510 e 512; BENEZIT, vol. 10, pág. 535; REIS JR., pág. 293 /300 /304 /371 /375/ 380/ 381/ 388/ 389; MEC, vol. 4, pág. 393; PONTUAL, pág. 543/544/545; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 422 e 423; MAYER/84, pág. 1252; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 420; ARTE NO BRASIL, pág. 553; LEONOR AMARANTE, pág. 42; Acervo FIEO; F. ACQUARONE, pág. 171.

201 - DOMINGOS ANTEQUERA - (1921 - 1984)
Lance Livre - Feira - ost - 50 x 35 - cid e d - 1977
Natural de Lençois Paulista, SP. Faleceu em São Paulo, em 8 de outubro de 1984. Assinava seus trabalhos D. ANTEQUERA. Desenvolveu-se artisticamente com os pintores Cirilo Agostini, Migliaccio e José Barchita. Impresionista, é considerado um artista de sensibilidade invulgar, cuja obra é repleta de recursos técnicos próprios, fortes e seguros. A bibliografia abaixo exibe extensa lista de exposições e prêmios recebidos pelo artista. JULIO LOUZADA, vol.3, pág.56, Acervo FIEO.

202 - LOUCO - BOAVENTURA DA SILVA FILHO - (1932 - 1992)
Lance Livre - Nu - e em m - h=85 - d
O autor, conhecido como Louco, é natural de Cachoeira, histórica cidade baiana, às margens do rio Paraguaçu. Foi aí que começou seu trabalho. Pouco a pouco suas esculturas tornaram-se amplamente conhecidas, garantindo, para Boaventura, um lugar de destaque entre os artistas populares brasileiros. A partir do reconhecimento de sua obra, participou de exposições significativas como a mostra do Centro Domus, em Milão, Itália; o Espírito Criador do Povo Brasileiro, através da coleção de Abelardo Rodrigues, e Sete Brasileiros e seu Universo, em Brasília. É dele a seguinte explicação para o seu novo nome: "É porque sou louco pra trabalhar! Fui o primeiro artista da cidade. Trabalho com inspiração e amor. Às vezes me afasto de tudo - vou pro mato, fico lá sozinho, sem zuada, só com o meu radinho e os troncos de madeira, despreocupado, longe da mulher, dos dez filhos, dos fregueses. eles conversam muito e atrapalham. E a mulher quer muita coisa, Mulher é como criança, nada chega." (texto extraído do livro O Reinado da Lua - Escultores Populares do Nordeste, de Silvia Rodrigues Coimbra, Flávia Martins e Maria Letícia Duarte - Ed. Salamandra, 1980, págs. 112, 113 e 114).

203 - CARYBÉ - (1911 - 1997)
Lance Livre - Vendedor de peixe - dn - 30 x 20 - cid
Reproduzido na página 145 do livro "Carybé as sete portas da Bahia" edição Livraria Martins Editora- São Paulo. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 025 deste catálogo.

204 - ARTUR BÁRRIO - (1945)
Lance Livre - "Série africana" - g - 26 x 33 - d - 1982
Nascido Artur Alípio Barrio de Souza Lopes, na cidade do Porto, Portugal, no dia 1 de fevereiro de 1945. Pintor e desenhista. Jovem ainda fixou-se no Rio de Janeiro. Frequentou a Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro, recebendo orientação artística do prof. Onofre Penteado. Trabalha com materiais recicláveis (papel, plástico, etc). Em 1969 participou da seleção da representação para a VI Bienal dos Jovens em Paris, com Ivald Granato e Luis Pires. JULIO LOUZADA vol. 1 pág. 96; ITAU CULTURAL.

205 - MANOEL SANTIAGO - (1897 - 1987)
Lance Livre - "Praia de Copacabana" - osc - 40 x 50 - cie e d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 137 deste catálogo.

206 - CARLOS BALLIESTER - (1874 - 1926)
Lance Livre - Barco - dl - 12 x 17 - cie - 1915
Pintor pernambucano, ativo no Rio de Janeiro, onde foi discípulo de Auguste Petit. Participou várias vezes da Exposição Geral de Belas Artes (1896, 1898, 1899, 1916, 1919 e 1925). Paisagista e marinhista. TEODORO BRAGA, pág. 45; MAYER/87, pág. 604, JULIO LOUZADA vol.11, pág. 24; ITAÚ CULTURAL.

207 - SILVIA ALVES - (1947)
Lance Livre - "A igreja do Sumaré" - ost - 38 x 46 - cid e d
Nascida SILVIA Ferraro ALVES, em São Paulo, SP, a 2 de maio de 1947. É pintora, desenhista, escultora, gravadora, ilustradora, professora, poetiza e atriz, ativa nesta Capital. Estudou pintura e desenho com Lecy Bonfim, e pintura acadêmica com o professor Desdedith Campanelli. Artista festejada nos variados meios em que expressa as suas brilhantes qualidades artísticas. JULIO LOUZADA, vol, 10, pág, 49.

208 - DENISE OTERO STORER SÉC XX -
Lance Livre - Remadores - a - 31 x 41 - cid - 2010
Pintora, natural de Piracicaba, SP. Teve aulas de aquarela, desenho e pintura com Norberto Stori e participou de diversas oficinas e workshops com Norma Grimberg, Ermelindo Nardin, Maria Lídia Magliani, Sara Goldman Belz, Leda Catunda e Osvaldo Piva. Realizou várias exposições individuais e tem participado de inúmeros salões oficiais pelo estado de São Paulo, onde foi premiada de 1991 a 1995, 1998, 2000 a 2010. Desde 1991 participa também de exposições com o grupo contemporâneo (7 + 2) em espaços como: Hall do Teatro Municipal de Piracicaba, Galeria Jardim Contemporâneo (Ribeirão Preto), Espaço Cultural Casper Líbero (São Paulo), Universidade Mackenzie (São Paulo), Espaço Cultural SESC - São Carlos, Casa do Povoador (Piracicaba) e outros. ITAU CULTURAL.

209 - TARSILA DO AMARAL - (1890 - 1973)
Lance Livre - Paisagem antropofágica - dn - 14 x 21 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 083 deste catálogo.

210 - JOAQUIM TENREIRO - (1906 - 1992)
Base: R$ 6.000,00 - Fita - m em m 6/12 - 90 x 33 - cid - 1975
Reproduzido no convite deste leilão. - Ex coleção Renato António Brogiolo- Rio de Janeiro. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 053 deste catálogo.

211 - ALICE BRILL - (1920)
Lance Livre - Casario - tst - 27 x 20 - cid - 1978
Com etiqueta número 38 da Galeria Paulo Prado- São Paulo no dorso. -No Brasil desde os 14 anos, esta artista alemã, nascida em Colônia, radicou-se em São Paulo, onde estudou com Osir, Bonadei e Yolanda Mohalyi, aperfeiçoando-se com bolsa de estudos nos Estados Unidos. Estudou gravura em São Paulo com Karl-Heinz Hansen, voltando a fazê-lo com Potty Lazzarotto em 1950, no MASP.Como pintora, a primeira exposição de que participou, em 1944, foi o Salão do Sindicato dos Artistas Plásticos de São Paulo, desde então, este sempre presente em diversas coletivas nacionais e estrangeiras. Sua pintura traz a cidade em suas telas. JULIO LOUZADA, vol. 8, pág. 134; MEC, vol. 1, pág. 296; PONTUAL, pág. 90; TEIXEIRA LEITE, pág. 88; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 717; Acervo FIEO.

212 - PIETRINA CHECCACCI - (1941)
Lance Livre - Dedos - m em b P. A. - h=17 - b
Nasceu em Taranto, Itália. Pintora e desenhista. Vindo para o Brasil em 1954, fixou-se no Rio de Janeiro. Formou-se no curso de pintura da antiga ENBA em 1964. Apresentando seus trabalhos desde 1961, participou, entre outras mostras coletivas, dos XII, XIII, XIV, XV, XVII, XVIII SNAM (entre 1963 e 1969), Exposição Geral de Belas Artes do IV Centenário (GB, 1965), Prêmio Homenagem a Dante (Piccola Galeria, GB, 1965) I e II SEAJ (1965 e 1968), I Salão de Abril (Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, 1966), XXIV Spar. BA (1967 / segundo prêmio de pintura) e XXII e XXIII SMBABH (1967 e 1968). Expôs individualmente no Instituto de Belas Artes (GB, 1961), nas galerias Varanda (GB, 1966), Grupiara (Belo Horizonte, 1966), Celina (Juiz de Fora, 1966), Concivivium (Salvador, 1967), da Cultura Francesa (Porto Alegre, 1968) e Atelier de Arte (Belo Horizonte, 1969), bem como na Petite Galerie (GB, 1968), apresentando nesta última seus estandartes. PONTUAL, pág. 133; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 203; MEC, vol. 1, pág. 435; WALTER ZANINI, pág. 740; ITAÚ CULTURAL. Acervo FIEO.

213 - DOMENICO PEDRINI - (1876 - 1932)
Lance Livre - Mulher a beira mar - ost - 75 x 47 - cid
Pintor italiano, nascido em Verona, que aos vinte anos se mudou para Roma. Participou de muitos Salões oficiais e exposições coletivas.

214 - AUGUSTO LUIZ DE FREITAS - (1868 - 1962)
Lance Livre - Paisagem - a - 28 x 20 - cie - Nictheroy
Pintor gaúcho, estudou em Portugal e na Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro, com Henrique Bernardelli, tendo-se radicado em Roma em fins do século passado, após ter conquistado em 1898 o prêmio de Viagem do Salão Nacional de Artes. Foi um dos decoradores do Pavilhão Brasileiro na Exposição de Turim em 1911. LAUDELINO FREIRE, pág. 515; TEODORO BRAGA, pág. 103; REIS JR., pág. 366; MEC, vol. 2, pág. 210; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 323; PONTUAL, pág. 225; TEIXEIRA LEITE, pág. 208; JÚLIO LOUZADA, vol. 10, pág. 358; RGS, pág. 101, RUTH TARASANTCHI.

215 - FULVIO PENNACCHI - (1905 - 1992)
Base: R$ 14.000,00 - Retirantes - ose - 26 x 33 - csd e d - 1986
Com etiquetas: do ateliê do artista, n° 015.h0435.86b e da 5° Seleção de artistas contemporâneos realizada pela Sociarte no Clube Atlético Monte Líbano em 1986. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 047 deste catálogo.

216 - LIVIO ABRAMO - (1903 - 1992)
Lance Livre - Negra - xilo. - 30 x 40 - cie - 1951
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 071 deste catálogo.

217 - RUBEM VALENTIM - (1922 - 1991)
Lance Livre - "Emblema 89" - ast - 70 x 50 - d - 1989
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 159 deste catálogo.

218 - LEOPOLDO RAIMO - (1912 - 2001)
Base: R$ 5.000,00 - Composição - ast - 64 x 45 - cie - 1968
Pintor e gravador, nascido em Botucatu/SP, com diversas participações em Salões e Exposições, tais como: Salão Paulista de Arte Moderna, Salão Baiano de Belas Artes, Bienal de São Paulo e Salão Nacional de Arte Moderna, entre outros. MEC. VOL. 4, PÁG. 22

219 - YASUICHI KOJIMA - (1934)
Lance Livre - "Telhado vermelho" - ost - 40 x 50 - cid e d - 2007
Nascido no Japão em 24 de fevereiro de 1934, naturalizou-se brasileiro. Após o término da guerra, imigrou com grande esperança para o Brasil, como técnico em cerâmica. Fixou residência em São Paulo, onde pinta desde 1969, tendo contato com Mabe e Takaoka. Foi selecionado para os salões SEIBI, de São Caetano, de São Bernardo, de Santo André e de Mauá.

220 - ORLANDO TERUZ - (1902 - 1984)
Base: R$ 50.000,00 - Carrossel - ost - 81 x 100 - cid - 1983- Rio de Janeiro
Reproduzido no convite deste leilão. - Reproduzido sob o número 09 de catálogo de leilão das Galerias em São Paulo, realizado em 31 de agosto de 2010. -Natural do Rio de Janeiro, RJ, foi aluno de Rodolfo Chambelland e Batista da Costa na antiga ENBA. Participa do SNBA a partir de 1924, ganhando diversas premiações, inclusive o prêmio de viagem ao exterior. Diversos e importantes museus do mundo tem obras suas, inclusive o Hermitage de Moscou. TERUZ encanta pela sua apurada técnica e temas, seus personagens e suas cores. TEODORO BRAGA- pág. 226; PONTUAL- -págs. 520/1; WALMIR AYALA, vol. 2-págs. 379/81; MEC, vol. 4-pág. 383; TEIXEIRA LEITE, pág. 505; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 578, Acervo FIEO.

221 - LUCILIA FRAGA - (1895 - 1979)
Lance Livre - Flores - ostcc - 22 x 17 - cid
Importante pintora que foi ativa na cidade de São Paulo. Participou regularmente do SPBA, recebendo premiações em 1938, 1939, 1960. Quatro de suas obras constam do acervo da PINACOTECA-SP. REIS JUNIOR, pág. 387; THEODORO BRAGA, pág. 145 a 147; PONTUAL, pág. 222; MEC, vol, 2, pág. 188; ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO.

222 - MARIO GRUBER - (1927 - 2011)
Lance Livre - Carnaval - lito. PA - 44 x 30 - cid - 1971
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 041 deste catálogo.

223 - TEISUKE KUMASSAKA - (1901 - XX)
Lance Livre - Flores - ost - 46 x 55 - cie - 1960
Pintor japonês, ativo em São Paulo, foi aluno de Auguste Petit no Rio de Janeiro, e professor de Manabu Mabe e Tamaki em São Paulo . Participou do Salão Paulista de Belas Artes e de diversas exposições individuais e coletivas. MEC vol. 2, pág.430.

224 - NELSON NOBREGA - (1900 - 1997)
Lance Livre - Figura - ost - 65 x 52 - cid - 1939
Natural de Piracicaba, SP. Pintor, desenhista e professor. Estudou na Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro. Optou pela pintura moderna, integrando a Familia Artística Paulista no final da década de 30. Pintor de temática variada, destacou-se pelo seu estilo próprio. A sua primeira individual aconteceu em 1926, dando inicio a uma carreira brilhante e muito destacada no cenário nacional. JULIO LOUZADA, vol. 1 pág. 677; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584.

225 - BENEDITO CALIXTO DE JESUS - (1853 - 1927)
Base: R$ 60.000,00 - "Santos ..." - g - 65 x 40 - cid
Complemento do título: "Cidade de Santos por uma vista imaginária da Ilha Barnabé, para o porto". Com certificado de autenticidade firmado por Celso Calixto Rios- São Paulo. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 090 deste catálogo.

226 - MARIA LEONOR APPE - (1933)
Lance Livre - Composição - o e a s/t - 70 x 50 - cid - 2012
Nasceu em Santos, SP, no dia 22 de maio, transferindo residência para a Capital com a família em 1942, onde reside e é ativa. Desde cedo acompanhava o trabalho do pai, então pintor amador, que procurava incentivá-la nas artes plásticas. Autodidata, após o falecimento do pai em 1968, dedica-se à pintura, recebendo ensinamentos dos mestres Nestor Peres, Colete Pujol e Waldemar da Costa. A partir de 1990 dedica-se totalmente à pintura e à aquarela; integra a Diretoria da Associação Paulista de Belas Artes, da qual é sócia benemérita e conselheira perpétua. Participou de diversos certames oficiais, com premiações várias, tais como medalhas de bronze e de prata.

227 - SILVIA DE LEON CHALREO - (1905 - 1991)
Lance Livre - "Retirantes" - ost - 33 x 54 - cid - 1953
Esta importante pintora, crítica de arte, escritora, tradutora e jornalista, nasceu na cidade do Rio de Janeiro. Autodidata, pinta o gênero figurativo primitivo, expondo pela primeira vez em 1941, na Divisão Moderna do SNBA. Possui extenso curriculum de exposições e premiações no País e no exterior. Segundo o crítico Teixeira Leite, "(...) Sua pintura, de caráter primitivista, representa as praias repletas de diminutas figurinhas, o morro carioca, os barracos na favela e os folguedos infantis, numa técnica rudimentar, mas com bom colorido, vívido movimento e inegável atmostera poética." . JULIO LOUZADA, vol. 1 pág. 921; ITAU CULTURAL; TEIXEIRA LEITE, pág. 482.

228 - EMANOEL ARAÚJO - (1940)
Lance Livre - Composição - lito. 86/100 - 47 x 31 - cid - 1971
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 032 deste catálogo.

229 - NOEMIA MOURÃO - (1912 - 1992)
Lance Livre - Moça com cavalo - dl - 25 x 20 - cie
Com estudos no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 081 deste catálogo.

230 - VITTÓRIO GOBBIS - (1894 - 1968)
Lance Livre - Nu - dn - 34 x 48 - cid - 1937
Natural de Treviso, Itália. Iniciou seus estudos na terra de origem, tendo após fixado residência em São Paulo, onde foi pintor atuante. Obteve diversas premiações nos Salões Paulistas, no SNBA e no Salão Paulista de Arte Moderna. Participou da I e II Bienais de São Paulo. O MNBA e o MASP possuem obras deste festejado pintor. MEC, vol.2, pág.271; TEIXEIRA LEITE, pág. 220; PONTUAL, pág.240; WALMIR AYALA, vol.1, pág.350; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 579; ARTE NO BRASIL, pág. 777, Acervo FIEO.

231 - JOSÉ SABÓIA - (1949)
Lance Livre - Torceida do Flamengo - ast - 50 x 70 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 024 deste catálogo.

232 - MARINA CARAN - (1925 - 2008)
Lance Livre - Composição - lito. 7/8 - 70 x 53 - cid - 1959- Bahia
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 022 deste catálogo.

233 - ORLANDO TARQUINIO - (1894 - 1977)
Lance Livre - Paisagem - osm - 18 x 26 - cie
Com carimbo do Estúdio do autor no dorso. -Nasceu e faleceu em São Paulo-SP, onde foi ativo pintor, aluno de Zillani e de Antonio Parreiras. A seu respeito, Quirino da Silva escreveu: "Orlando Tarquinio era de uma finíssima sensibilidade, e durante toda a sua existência dourou com ela tudo o que idealizou, tudo o que fez. Era um excelente pintor, que conhecia o seu ofício; um notável artista que, em cada pincelada, deixava a sua fina sensibilidade; em cada tela o impulso de sua alma ..." Participou do SNBA, obtendo Menção Honrosa (1928) e Medalha de Bronze (1929); do SPBA (1934, 1939, 1951, 1959, 1966 e 1970), conquistando Medalhas de Prata (1939 e 1951) e Medalha de Ouro (1959). O MNBA-RJ e a Pinacoteca-SP, guardam obras de sua autoria. JULIO LOUZADA, vol.1, pág. 957

234 - JOSÉ ANTONIO MORETO - (1938)
Lance Livre - Paisagens - osm - 10 x 20 cada - cie - Itapuí
Conjunto de 3 quadros montados em uma só moldura. -Natural de Pederneiras, SP, onde nasceu em 14/7/1938. Seu principal mestre e orientador foi Aldo Cardarelli. Fixou-se em Campinas, onde seu talento paisagista é bem reconhecido. Sua pintura é neo-clássica, e produz paisagens, marinhas, naturezas-mortas e figuras. JULIO LOUZADA, vol. 2, pág. 694; ITAU CULTURAL, Acervo FIEO.

235 - TSUKIKA OKAYAMA - (1908 - 1997)
Lance Livre - Paisagem - ost - 33 x 40 - cie
Pintora nascida no Japão, onde iniciou seus estudos. Em 1932, radicou-se em São Paulo participando do Grupo Seibi e mais tarde do Grupo Guanabara . Exposições coletivas: São Paulo, SP em 1953, 1958, 1959, 1960, 1961, 1962, 1965, 1966, 1968, 1973, 1978, 1988 e 1993; Curitiba, PR em 1979; Japão em 1995 e 1996; Jacareí em 1997. Exposições individuais: SÃO Paulo, SP em 1971, 1973 e 1974. Exposições póstumas: São Paulo, SP em 1998, 2001 e 2004. Prêmios: São Paulo, SP em 1960, 1962, 1965, 1973, 1980 e 1991. ITAÚ CULTURAL.

236 - CARLOS SÖRENSEN - (1928 - 2008)
Lance Livre - "Copo verde" - tsc - 30 x 40 - cie e d - 2006
Com dedicatória no dorso. -Paulista de Baurú, Sorensen fez importantes estudos em Paris, onde a convite do governo francês, freqüenta o ateliê de André Lhote, onde conhece Picasso, Roonet e Fernand Léger e no ano seguinte freqüenta a Escola Superior de Belas Artes-Paris, estudando com Gleizes e André Lhote(1952-1953). Foi artista de múltiplas atividades, ceramista, tapeceiro, cenógrafo, ilustrador, arquiteto, designer e pintor, com sucesso de crítica e de público. Citado em Delta Larouse/1970, pág. 6406; MEC vol.4, pág. 309; PONTUAL, pág. 500, WALMIR AYALA vol.2, pág.347; JULIO LOUZADA vol.11, pág. 306; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

237 - MARCIO SCHIAZ - (1965)
Lance Livre - "Garrafão de vinho" - ost - 60 x 50 - cie e d - 2006
Paulistano, o pintor nasceu em 10/5/1965. Estudou na APBA-SP, onde desenvolveu curso de desenho e pintura, frequentado sessões de modelo vivo. Individuais desde 1989 e coletivas em Salões Oficiais, com sucesso de crítica. Recebeu diversos prêmios. JULIO LOUZADA, vol.13, pág. 304; Acervo FIEO.

238 - CARLOS PRADO - (1908 - 1992)
Lance Livre - Nu - osc - 30 x 44 - cid - 1945
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 191 deste catálogo.

239 - ARMANDO BALLONI - (1901 - 1975)
Lance Livre - Galo - enc. - 57 x 37 - cid - 1955
Italiano, o pintor foi ativo em São Paulo, onde participou do Salão Paulista de Belas Artes a partir de 1933. Foi premiado com medalha de bronze, do Salão de Arte Moderna (1954), e em outros Salões oficiais. Participou da I e II Bienal de São Paulo.Membro e expositor da Familia Artistica Paulista. MEC, vol. 1, pág.159; JULIO LOUZADA vol.10, pág. 87; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 582, Acervo FIEO.

240 - REINALDO MANZKE - (1906 - 1980)
Lance Livre - Pescadores - g - 20 x 28 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 033 deste catálogo.

241 - NELSON LEIRNER - (1932)
Lance Livre - Figuras - grav. - 83 x 62 - cid - 1983
No estado. -Paulista da Capital, o autor descende de uma família de artistas. Foi aluno de Joan Ponç e Samson Flexor. Participa de coletivas a partir de 1958, inclusive com premiações nas bienais de Tóquio e São Paulo. Sua trajetória artística merece ser melhor conhecida pelos admiradores de sua obra. TEIXEIRA LEITE, pág. 283; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 734; ARTE NO BRASIL, pág. 893; LEONOR AMARANTE, pág. 154.

242 - ALOYZIO ZALUAR - (1937)
Lance Livre - Composição - o e c s/m - 44 x 41 - cid e d - 1986- Rio de Janeiro
Escultura de parede. -Natural da cidade do Rio de Janeiro. Passou a frequentar a antiga ENBA em 1956. Participou de diversos SNAM entre 1958 e 1967, recebendo a Certificado de Isenção em 1966. Expõe individualmente a partir de 1964. TEIXEIRA LEITE chamou atenção, em 1964, para a influência de Goeldi nos seus trabalhos que, mais tarde, abordaram a temática do carnaval carioca, levando o artista e poeta José Paulo Moreira da Fonseca a situá-lo na fronteira entre o desenho e a pintura. ITAÚ CULTURAL; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 349; MEC, vol. 4, pág. 528; PONTUAL, pág. 556; ACERVO FIEO, pág. 785. Acervo FIEO. -

243 - ARMANDO VIANNA - (1897 - 1988)
Lance Livre - Vista do Rio de Janeiro - ose - 35 x 54 - cid - 1968
Este grande pintor carioca foi discípulo de Rodolfo Chambelland e Rodolfo Amoedo na antiga Escola Nacional de Belas Artes e de Eurico Alves e Stefano Cavalaro, no Liceu de Arte e Ofícios do Rio de Janeiro. É ainda hoje, considerado um dos maiores aquarelistas brasileiros. Realizou exposições individuais e em todas as principais capitais brasileiras. MEC vol.4, pág.470; JULIO LOUZADA vol.3, pág.186. PONTUAL pág. 538; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

244 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - "Cavalinho" - dce - 14 x 10 - cid - maio de 1976
Com certificado de autenticidade emitido pelo Estúdio Aldemir Martins. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

245 - AGUILLAR NAVARRO - (1917 - 1983)
Lance Livre - "Paris" - ost - 60 x 120 - cid e d
Pintor espanhol, natural de Barcelona. Desde os 13 anos de idade, quando residia em Paris, percorria as ruas fazendo delas temas para os seus quadros, o que lhe permitiu realizar a primeira individual aos 16 anos. Sua trajetória artística foi acompanhada de várias exposições com uma série de premiações internacionais e reconhecimento pela crítica francesa. No Brasil, vários foram os prêmios, com menções nos Salões Paulista de Belas Artes. Suas telas retratam Paris ou o Brasil, onde as cores vibrantes irradiam toda a natureza. JULIO LOUZADA vol.9, pág. 614; ACERVO FIEO, pág. 41.

246 - ANTONIO MAIA - (1928 - 2008)
Lance Livre - "Ex voto" - ast - 40 x 40 - ci e d - 2006
Natural de Carmópolis, SE. Pintor e desenhista. Radicado no Rio de Janeiro desde 1955. Em 1959 fez suas primeiras apresentações em coletivas. Estreou no SNAM, obtendo o prêmio de viagem ao exterior (1969). Pertencente àquele grupo de artistas que organizam seu trabalho em torno de valores culturais vindos da expressão popular, o artista assumiu como um dos temas de sua pintura a imagem do ex-voto., escultura religiosa de caráter popular e votivo. O ex-voto representa, para o artista, um ponto de partida na realização de uma paisagem brasileira sem conotações urbanas. É uma pintura em que o mundo dos homens é construído pelos homens e por suas criações. O artista empresta às figuras com que trabalha, os ex-votos, conotações de análise ideológica, e o faz sem palavras, apenas pela força da presença visual. Figurou em diversas coletivas nacionais e internacionais, conquistando prestigio de critica e público. MEC vol.3, pág.42; PONTUAL, pág. 330 e 331; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 697; Acervo FIEO.

247 - ANTONIO AUGUSTO MARX - (1919 - 2008)
Lance Livre - Florista - ost - 70 x 70 - cid
Arquiteto e pintor ativo em São Paulo, onde participa de mostras coletivas a partir de 1966, com reconhecimento de crítica e público. Artista de muitos recursos técnicos, suas obras tem como tema a paisagem, do campo e da cidade, com conteúdo de atmosfera, côr e equilibrio. MEC vol.3, pág. 99; PONTUAL, pág. 346; JULIO LOUZADA vol.11, pág. 203; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 803, Acervo FIEO.

248 - MARIO GRUBER - (1927 - 2011)
Lance Livre - Estandarte - lito. 1/140 - 42 x 29 - cid - 1971
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

249 - ALBERTO LUME - (1944)
Lance Livre - Menina - osm - 19 x 40 - cid
Nascido José Alberto Nascimento Gomes Lume, natural da Ilha da Madeira, Portugal, em 6 de fevereiro de 1944. Formou-se artísticamente na Europa, onde conviveu com renomados pintores, tornando-se um colorista experimentado. Radicado no Brasil, usa o seu talento para fixar a beleza da cor brasileira. JULIO LOUZADA vol.11, pág. 184

250 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Gato - lito. 79/140 - 30 x 50 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

251 - CARYBÉ - (1911 - 1997)
Base: R$ 3.500,00 - Mulheres - dn e a - 37 x 28 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 025 deste catálogo.

252 - ALCIDES PINTO DA FONSECA - (1943)
Lance Livre - Capoeira - ost - 55 x 38 - cid - 1973
Pintor paulista, começou a pintar por volta de 1962, tendo recebido orientação de Américo Modanez e Cássio M'Boy. Diversas participações em salões oficiais e individuais. Seus trabalhos fixam cenas populares do interior paulista, sempre com a preocupação pela variedade e quantidade de detalhes. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 315; PONTUAL, pág. 219; JÚLIO LOUZADA, vol. 10, pág. 39, Acervo FIEO.

253 - TOMOSHIGUE KUSUNO - (1935)
Lance Livre - Chaplin - lito. 64/100 - 32 x 30 - cid - 1971
Natural de Yubari, Japão. Pintor, desenhista e gravador. A obra do autor situa-se no limiar entre o formalismo e o objeto. Individuais a partir de 1976, coletivas internacionais em 1982, e premiações diversas. JULIO LOUZADA, vol.4, pág.1101; MEC, vol.2, pág.430 e 431; PONTUAL, págs.295 e 296; TEIXEIRA LEITE, pág.274; WALMIR AYALA, vol.1, pág.452; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 697; ARTE NO BRASIL, pág. 968; LEONOR AMARANTE, pág. 171, Acervo FIEO.

254 - SERGIO TELLES - (1936)
Lance Livre - Paisagem com figuras - tm - 21 x 29 - cid
Pintor, professor e diplomata, estudou pintura na ENBA/Rio; foi discípulo de Levino Fanzeres, Paul Gagarin, Rodolpho Chambelland e Paschoal Valente. Artista de renome internacional, consagrou-se pela sua requintada técnica de composição e domínio da cor. Com exposição retrospectiva programada para o Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro em 2009. TEIXEIRA LEITE, pág. 503; MEC, vol. 4, pág. 380; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 319; ITAÚ CULTURAL. Acervo FIEO.

255 - WALDOMIRO DE DEUS - (1944)
Lance Livre - Composição - tm - 25 x 17 - cid - 1967
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 004 deste catálogo.

256 - ROBERTO BURLE MARX - (1909 - 1994)
Lance Livre - Composição - lito. 50/100 - 56 x 75 - cid
Nasceu em São Paulo e faleceu no Rio de Janeiro. Pintor, paisagista, arquiteto, desenhista, pintor, gravador, litógrafo, escultor, tapeceiro, ceramista, designer de jóias, decorador. Durante a infância viveu no Rio de Janeiro. Foi com a família para a Alemanha, em 1928. Em 1929, freqüentou o ateliê de pintura de Degner Klemn. Nos jardins e museus botânicos de Dahlen, em Berlim, entusiasmou-se ao encontrar exemplares da flora brasileira. De volta ao Brasil, fez curso de pintura e arquitetura na Escola Nacional de Belas Artes, RJ (1930 - 1934), onde foi aluno de Leo Putz , Augusto Bracet e Celso Antônio. Seu primeiro projeto paisagístico foi para a arquitetura de Lúcio Costa e Gregori Warchavchik, em 1932. Entre 1934 e 1937, ocupou o cargo de diretor de parques e jardins do Recife, PE, onde passou a residir. Nesse período, foi com freqüência ao Rio de Janeiro e teve aulas com Candido Portinari e com o escritor Mário de Andrade. Em 1937, retornou ao Rio de Janeiro e trabalhou como assistente de Candido Portinari. Foi em 1949, conforme sua paixão por plantas e seu interesse por botânica e jardinagem, que Burle Marx adquiriu um sítio em Barra de Guaratiba, RJ. Com auxílio de botânicos, viajou, coletou, catalogou exemplares de plantas do Brasil e reproduziu em seu sítio a diversidade fitogeográfica brasileira. Em 1985 doou esse sítio, com todo o seu acervo, à extinta Fundação Nacional Pró Memória, atual Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN.Realizou muitas exposições individuais e projetos paisagísticos, participou de diversas mostras oficiais coletivas pelo Brasil e no exterior. PONTUAL, PÁG. 94; TEIXEIRA LEITE, PÁG. 93; MEC. VOL.1, PÁG.303; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, PÁG.564; ARTE NO BRASIL, PÁG. 738; LEONOR AMARANTE, PÁG. 98; JULIO LOUZADA VOL.1, PÁG. 179; artnet.com.

257 - SAMI AKL - (1959)
Lance Livre - "Monalisa" - tm e col. s/t - 90 x 50 - cid e d - 2008
Sami Hassan Akl vive e trabalha em São Paulo. Arquiteto, pintor, desenhista, gravador, fotógrafo e artista multimídia. Foi aluno de Rodrigo Naves, Thierry De Duve e Rubens Espírito Santo. Cursou arquitetura em Mogi das Cruzes, SP. Exposições individuais: Taubaté, SP (1997); Blumenau, SC (2006); São Paulo (2007). Coletivas: São José dos Campos, SP (1995, 1996, 1997, 1998); Ribeirão Preto, SP (1996); São Paulo (2005, 2009); Blumenau, SC (2005); Santos, SP (2006); Kassel, Alemanha (2007) Documenta 12 Magazine). ITAU CULTURAL; www.samiakl.art.br.

258 - RENINA KATZ - (1925)
Lance Livre - "Alfa" - lito. 92/250 - 67 x 48 - cid
Pintora, gravadora e professora, Renina Katz é paulista. Sua arte é dominada pelo vigor e pela imaginação. MEC vol.2, pág.403/4; PONTUAL, pág. 288/9; WALMIR AYALA vol.1, pág.441; JULIO LOUZADA vol.11, pág.262; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 606; ARTE NO BRASIL, pág. 834; LEONOR AMARANTE, pág. 98, Acervo FIEO.

259 - TOMOO HANDA - (1906 - 1996)
Lance Livre - Flores - ost - 46 x38 - cid - 1992
Pintor, desenhista e historiador. Natural de Utsonomiya, Japão, imigrou para o Brasil no início do séc. passado.Foi o grande precursor dos artistas nipo-brasileiros em atividade no País, cuja obra praticou com finura e lirismo. Foi o mestre inconteste de duas gerações de artistas que nele tinham seu líder. PONTUAL, 259; JULIO LOUZADA, vol. 2, 489; TEIXEIRA LEITE, pág. 242; ITAU CULTURAL ; WALTER ZANINI, pág. 587.

260 - STELIO TEIXEIRA - (1937)
Lance Livre - Flores - osm - 57 x 37 - cid
Pintor natural do Rio de Janeiro, Stélio Leonardo Teixeira tem participado de muitas exposições e Salões oficiais. JULIO LOUZADA, VOL.6,PÁG. 1108; VOL.13, PÁG.329

261 - MACIEJ ANTONI BABINSKI - (1931)
Lance Livre - "Situação I" - grav. 7/35 - 18 x 23 - cid
Natural de Varsóvia, Polônia, viveu sucessivamente na Inglaterra e no Canadá, radicando-se em 1953 no Brasil. Antigo aluno de Maurice Denis em Paris, e expoente da pintura abstracionista canadense. Babinski foi colega de Goeldi, de quem adotou a linguagem expressionista. Esplêndido gravador. Atualmente vive é ativo no Ceará. TEIXEIRA LEITE, pág. 48; PONTUAL, págs. 46 e 47; MEC, vol. 1, pág. 157; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 69; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 24; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 720; ARTE NO BRASIL, pág. 903, Acervo FIEO.

262 - OLE RING - (1902 - 1972)
Lance Livre - Paisagem - a - 30 x 40 - cid
Pintor dinamarquês que realizou diversas exposições individuais e participou de vários Salões oficiais. Leilões da Europa e Estados Unidos têm apresentado obras suas. artprice.com; askart.com; artnet.com; arcadja.com; invaluable.com.

263 - SHUNGO SEKIGOCHI - (1911 - 2002)
Lance Livre - Paisagem - ost - 44 x 35 - cid - 1967
Pintor e aquarelista nascido em Kobe, Japão. Representante da Escola Japonesa trabalhou em Tóquio e em Paris. Em Paris, estudou na Escola de Belas Artes onde foi aluno de Louis Roger (1935 a 1940) e expôs nos Salões: de Outono, dos Independentes e das ‘Tuilleries’. BENEZIT VOL. 9, PÁG. 513; artfact.com; artnet.com; findartinfo.com; artprice.com; christies.com.

264 - RODOLPHO TAMANINI NETTO - (1951)
Lance Livre - Quintal - ost - 33 x 46 - cie - 1969
Nasceu em São Paulo. Pintor urbano, soube captar o ambiente de sua cidade natal, essa cidade tão complexa, tão imensa, tão feia, mas que a gente ama, ficando com jeito de explicar as razões dessa paixão para quem não vive aqui (Jacques Ardies). JULIO LOUZADA vol.9, pág. 834; ARTE NAIF NO BRASIL, pág. 235.

265 - JOÃO ROSSI - (1932 - 2000)
Lance Livre - Palhaços - grav. P.A. - 44 x 11 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 015 deste catálogo.

266 - KASUO WAKABAYASHI - (1931)
Lance Livre - "Sazão" - lito. P.A. - 34 x 30 - cid - 1994
Com dedicatória. -Pintor natural da cidade japonesa de Kobe. Inicia seus estudos na Escola Técnica de Hikone, em Shiga (Japão), em 1944. Em 1946, inicia aprendizado de pintura a óleo. Torna-se membro do Grupo Babel, composto por Rokuichi, Kaibara, Ko Nishimura e outros. Em 1952 monta seu atelier. Em 1961, vem para o Brasil e radica-se em São Paulo, onde integra-se ao Grupo Seibi. Em 1966, é convidado para ser membro do júri do 10º Salão do Grupo Seibi de Artistas Plásticos, salão em que ganha a Grande Medalha de Ouro, na edição de 1963. Em 1968, naturaliza-se brasileiro. Entre 1963 e 1967, participa de várias edições da Bienal Internacional de São Paulo, recebendo o Prêmio Aquisição do Itamarati na 9ª edição. Em 1984, participa da exposição itinerante por Europa e América, Mestres do Abstracionismo Brasileiro; em 1994, participa da Bienal Brasil Século XX, na Fundação Bienal de São Paulo. Em 2001, realiza exposição individual comemorativa dos seus 70 anos, na A Galeria em São Paulo. TEIXEIRA LEITE, pág. 540; PONTUAL, pág. 550; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 939, Acervo FIEO.

267 - MILLÔR FERNANDES - (1924 - 2012)
Lance Livre - "O todo poderoso" - dn e a - 42 x 30 - cid
Carioca, o autor é escritor, jornalista, humorista, caricaturista, cenógrafo e teatrólogo. Colaborou com sua arte em diversas publicações de sucesso, tais como O Cruzeiro, Cigarra e Veja. Foi diretor d'O Pasquim. MEC, vol. 2, pág. 148

268 - RAUL DEVEZA - (1891 - 1952)
Lance Livre - Paisagem da Bahia - ost - 33 x 41 - cid e d - 1949- Bahia
Pintor, cenógrafo, decorador e professor, natural do Rio de Janeiro. Estuda no Liceu de Artes e Ofícios, tendo aulas com J. Santos e Isaltino Barbosa, e na Escola Nacional de Belas Artes, Enba, em 1914, com Batista da Costa (1865-1926), no Rio de Janeiro. Em 1920, vai para Paris, França, onde estuda na "Académie Julian" e trabalha para a Revista Rio-Paris. Várias são as exposições e Salões oficiais que participou: Rio de janeiro, RJ (1915, 1918, 1919, 1921, 1922, 1929, 1944, 1945, 1946, 1948); São Paulo, SP (1939, 1945, 1949, 1952); Nova York, EUA (1939); Porto Alegre, RS (1940) e Niterói, RJ (1942, 1950). Prêmios: Rio de Janeiro, RJ (1915, 1918, 1919, 1922, 1948); Porto Alegre, RS (!940); Niterói, RJ (1950); São Paulo, SP (1952). Exposições póstumas: São Paulo, SP (1952); Goiânia, GO (1954) e Belém, PA (2000). Possui obras no Museu Antonio Parreiras em Niterói, RJ e no Museu Nacional de Belas Artes no Rio de Janeiro, RJ. JULIO LOUZADA, vol. 2, pág. 341; vol. 5, pág. 306. ITAU CULTURAL.

269 - PAUL LEMASSON - (1897 - 1971)
Lance Livre - No inverno - ostce - 16 x 21 - cid
Pintor francês nascido em Saint Mars du Désert e falecido em Nantes. Estudou na Escola de Belas Artes de Nantes e na de Paris onde teve como professor Fernand Cormon, aluno de Maurice Denis. Ao mesmo tempo também se especializou na técnica de afrescos no ateliê de Paul Baldoin, aluno de Puvis de Chavannes. Assina Paul Lemasson J. ou Paul Lemasson Jeune ( de jovem) para se diferenciar de seu irmão mais velho Albert Lemasson, também pintor. De 1927 a 1946 realizou diversas pinturas murais em igrejas, muitas vezes junto com seu irmão. Sua primeira exposição individual foi em 1935 e outras se seguiram no Brasil, Estados Unidos, Canadá, Chile, Peru e em Paris. Seu talento foi popularizado entre os anos 50 e 60, nos Estados Unidos, pela reprodução de suas pinturas e até mesmo em 'puzzles'. paullemasson.free.fr; JULIO LOUZADA VOL. 1, PÁG. 535; artnet.com; arcadja.com; askart.com; artprice.com; artfact.com.

270 - FRANCISCO PROHANE - (1921)
Lance Livre - Paisagem - ose - 30 x 18 - cie - 1977
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 020 deste catálogo.

271 - JOSÉ ROBERTO AGUILAR - (1941)
Lance Livre - "Igreja Bom Jesus de Matosinhos" - xilo. 182/250 - 27 x 38 - cid - Congonhas do Campo
Surgiu em 1963, quando expôs na VII Bienal de São Paulo. Autodidata. Participou de diversas e importantes exposições coletivas, ligado ao figurativismo expressionista e à pop-art. JULIO LOUZADA, vol. 10, pág, 34. PONTUAL, pág, 6. MEC , vol 1, pág,40; TEIXEIRA LEITE, pág. 14; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág 734; ARTE NO BRASIL, pág 975; LEONOR AMARANTE, pág. 170; Acervo FIEO.

272 - MARINA CARAN - (1925 - 2008)
Lance Livre - Composição - lito. 7/8 - 68 x 52 - cid - 1959- Bahia
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 022 deste catálogo.

273 - LOUISE VISCONTI - (1882 - 1954)
Lance Livre - Flores - a - diâmetro 19 - ci
Louise D’Angelo Visconti, pintora nascida em Paris - França e falecida em Teresópolis, RJ. Foi casada com o pintor Eliseu Visconti que a iniciou em sua formação artística. Naturalizou-se brasileira em 1908. Participou das exposições e Salões oficiais do Rio de Janeiro de 1925 a 1930, 1933, 1934, 1936, 1941 e 1944. Prêmios: 1925, 1926, 1928, 1934, 1936. Exposição póstuma em São Paulo no ano de 2004. ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA, VOL. 1, PÁG. 1045; MEC, VOL. 4, PÁG. 495.

274 - JOSÉ SABÓIA - (1949)
Lance Livre - Colhendo mangas - ost - 30 x 30 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 024 deste catálogo.

275 - CARYBÉ - (1911 - 1997)
Lance Livre - pescadores - lito. os 1080/2000 - 53 x 35 - ci - 1961
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 025 deste catálogo.

276 - ODETTO GUERSONI - (1924 - 2007)
Lance Livre - "Formas justapostas C" - xilo. 5/10 - 90 x 61 - cid - 1975
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 026 deste catálogo.

277 - CARLOS SCLIAR - (1920 - 2001)
Lance Livre - Rosto - lin. g 94/100 - 24 x 17 - cid
Reproduzido sob o número 105 de catálogo de leilão da Bolsa de Arte do Rio de Janeiro datado de 6/07/2004 em São Paulo. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 027 deste catálogo.

278 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - Esquina - ost - 40 x 50 - cie
Italiano da Lombardia, PELLEGATTA foi pintor e gravador dedicado a temas sacros e casarios coloniais. Em sua obra, o ser humano é apresentado sempre de modo idealizado, na figura de ternas madonas, santos, coroinhas e cavaleiros. Participou de diversas coletivas e salões, a partir de 1957, recebendo premiações em sua maioria. JULIO LOUZADA, vol. 1, pág.735; MEC vol.3, pág.363; ITAU CULTURAL; Acervo FIEO.

279 - RENZO GORI - (1911 - 1999)
Lance Livre - Paisagem - osm - 12 x 17 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 029 deste catálogo.

280 - WALTER FEDER - (1909 - 1957)
Lance Livre - Paisagem - tsc - 28 x 38 - cid - 1957
Nasceu e faleceu no Rio de Janeiro. Pintor autodidata, recebeu influência da Escola Impressionista conforme demonstram seus trabalhos. Participou de diversas coletivas, dentre elas destacam-se: Salão da Sociedade Brasileira de Belas Artes (1948), SNBA (1952), premiado com Menção Honrosa. JULIO LOUZADA, vol. 1 pág. 373

281 - NARCISO CONILLO MARTINS - (1963)
Lance Livre - Composição - ost - 90 x 80 - cid
Nascido em Gleba Keller, no Paraná, o autor demonstra desde cedo talento para a pintura. Estudou com Arrigo Libarde (professor austríaco), com Manuel Victor Filho, (Escola Panamericana de Arte em SP), com Roberto Magalhães e Achile Noris. CONILLO teve como mestre de filosofia da arte Tao Sigulda, artista plástico que lhe mostrou o caminho da composição das cores, suas combinações e efeitos, lições essas que o autor soube muito bem aproveitar, como podemos desfrutar em suas belas e harmoniosas telas. Excelente crítica e mercado. Livro: SECRET GARDEN, Ed. Almacen, Portugal, 2001, português/inglês; Acervo FIEO.

282 - EMANOEL ARAÚJO - (1940)
Lance Livre - Composição - lito. 65/80 - 51 x 35 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 032 deste catálogo.

283 - REINALDO MANZKE - (1906 - 1980)
Lance Livre - Paisagem - g - 20 x 27 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 033 deste catálogo.

284 - HANSEN BAHIA - (1915 - 1978)
Lance Livre - Bahianas - xilo. 55/100 - 55 x 84 - cid
Seu nome de batismo era Karl Heinz Hansen, nascido na Alemanha. Dedicou quase toda a sua vida de artista fixando aspectos da Bahia, daí o nome artístico que adotou. Apegou-se ao povo, aos animais e principalmente aos cenários daquela região, e que tão bem soube reproduzir com sua alma e essencia. JULIO LOUZADA vol.1, pág. 81; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 720; ARTE NO BRASIL, pág. 842; ACERVO FIEO, pág. 251.

285 - PIOTR MICHALOWSKI - (1800 - 1855)
Lance Livre - Cigano - osc - 39 x 31 - cid
Desenhista, pintor, aquarelista e escultor nascido e falecido na Polônia, representante da Escola Polonesa. Descendente de uma rica e nobre família de Cracóvia estudou Ciências na Universidade de Cracóvia e depois em Göttingen, Alemanha (1821 a 1832). Recebeu aulas particulares de desenho e pintura, em Cracóvia, dos pintores Stachowicz e Brodowski. Fez viagens de estudo à Viena, à Itália e à Paris onde foi aluno de Charlet e Vernet. Passou muito tempo de sua vida na Galícia onde realizou a maior parte de sua obra, ocupando postos administrativos militares. Esteve na Inglaterra e mais algumas vezes em Paris. Pintou cenas militares, de batalha, cavalos e mais tarde, retratos de pessoas do povo. Em 1969 fez parte da Exposição de Arte Polonesa no Grand Palais, em Paris. Possui obras no Museu de Cracóvia e de Varsóvia. BENEZIT VOL.7, PÁG. 384; artprice.com; info-poland.buffalo.edu/exhib/poznan/michal.html.

286 - JOSÉ RIOS PINTO - (1926)
Lance Livre - Paisagem - g - 20 x 30 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 044 deste catálogo.

287 - ANTONIO PAIM VIEIRA - (1895 - 1988)
Lance Livre - "Cachoeira de Paulo Afonso" - psa - 15 x 15 - cie e d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 037 deste catálogo.

288 - HERMELINDO FIAMINGHI - (1920 - 2004)
Lance Livre - Flores - lito. 54/58 - 36 x 52 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 038 deste catálogo.

289 - MILLAN HORVAT - (1946)
Lance Livre - Flores - ost - 100 x 50 - cie - 1994
Pintor iuguslavo, natural de Novi Sad, onde nasceu a 26 de maio de 1946. Residente e ativo em São Paulo, cuja obra foi assim apresentada por Pietro Maria Bardi: " ... sua arte pode ser inscrita na categoria que Ortega y Gasset reservava aos artífices que comunicam e são entendidos pelos apreciadores do figurativo. Pintura rica em percepções que transparecem num conceber geométrico, pacatas colorações justamente apropriadas às composições. As paisagens reconstroem idealmente as arquiteturas, harmonizando-as e as exaltando em sigulares sínteses formais." JULIO LOUZADA, vol. 12 pág. 275, Acervo FIEO.

290 - ESCOLA ITALIANA SéC XX -
Lance Livre - Vendedoras de flores - g - 38 x 28 - cid ileg.
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 045 deste catálogo.

291 - MARIO GRUBER - (1927 - 2011)
Lance Livre - Composição - lito. 16/140 - diâmetro 40 - ci - 1971
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 041 deste catálogo.

292 - DAREL VALENÇA LINS - (1924)
Lance Livre - Paisagem - grav. - 11 x 16 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 042 deste catálogo.

293 - GLAUCO PINTO DE MORAES - (1928 - 1990)
Lance Livre - "Locomotiva U-1, 4-8-2, n° 601. Cabina' - lito. P.A. - 48 x 34 - cid - 1977
Pintor, desenhista e gravador nascido em Passo Fundo, RS e falecido em São Paulo, em 5/5/1990. Em 1968 abandona a carreira jurídica para se dedicar somente à pintura. Para tanto muda-se para São Paulo, onde participa com sucesso na XIII BSP, através do tema Locomotivas. Artista engajado, participou de todos os movimentos nas décadas de 70 e 80. O festejado crítico Jacob Klintowitz assim se referiu ao artista e obra no seu livro O Oficio da Arte: A Pintura: "um dos casos raros de pintor tardio, oriundo de outra atividade. Talvez seja o que explique a repentina maturidade humana desta pintura já revelada pronta aos olhos do público brasileiro." TEIXEIRA LEITE, 408; JULIO LOUZADA, vol. 12, pág. 179; RGS, pág. 226; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 754; LEONOR AMARANTE, pág. 267.

294 - MARIE LOUISE MATTOS - (1916)
Lance Livre - Paris - osc - 33 x 25 - cid - 1963
Nascida em Paris, França, filha do escultor Antônio Pinto de Mattos. Pintora, cresceu em ambiente de intensa produção artística, tomando gosto pela arte desde muito criança. Transferiu-se para o Brasil na dec. de 40, passou a frequentar o Liceu de Artes e Ofícios do RJ, onde foi aluna de Armando Viana (1946). Já no ano seguinte recebia Menção Honrosa no SNBA. Nesse mesmo salão conquistou ainda a Medalha de Prata (1951). Ganhadora de prêmio viagem 'a Europa (1960), participou de salões na capital da França. Algumas de suas obras encontram-se no MNBA-RJ. JULIO LOUZADA, vol. 1 pág. 610, Acervo FIEO.

295 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Paisagem com coqueiro - ascce - 33 x 52 - cid - 2001
Com certificado de autenticidade firmado pelo autor. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

296 - MARCELO GRASSMANN - (1925)
Lance Livre - Guerreiros - grav. 91/110 - 31 x 50 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 046 deste catálogo.

297 - BELMONTE, BENEDITO BASTOS BARRETO - (1887 - 1947)
Lance Livre - Nossa Senhora - dn - 30 x 23 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 151 deste catálogo.

298 - FLÁVIO DE CARVALHO - (1899 - 1973)
Lance Livre - Mulheres - lito. 29/50 - 75 x 52 - cid - 1972
Pintor, desenhista, escultor, cenógrafo, engenheiro civil, arquiteto e escritor. Educou-se na Inglaterra. Foi um dos pioneiros da arquitetura moderna no Brasil. Figura polêmica e provocativa, teve vida cultural bastante agitada. Participou em diversas bienais e exposições nacionais e internacionais. TEODORO BRAGA, pág. 95/96/97; REIS JR., pág. 379; PONTUAL, pág. 113/114; MEC, vol.1, pág. 363; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 177.; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 478; ARTE NO BRASIL, pág. 746; LEONOR AMARANTE, pág. 28; Acervo FIEO.

299 - JOHN GRAZ - (1891 - 1980)
Lance Livre - Cavalos - dlc - 21 x 31 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 110 deste catálogo.

300 - TIKASHI FUKUSHIMA - (1920 - 2001)
Lance Livre - Composição - ost - 60 x 50 - cid
Natural da cidade japonesa de Fukushima, onde nasceu em 19 de janeiro. Vem para o Brasil em 1940, fixando-se em Lins, SP. Recebendo influência de Manabu Mabe, começa a se interessar por pintura. Em 1946, segue para o Rio de Janeiro, onde estuda com Tadashi Kaminagai, que o orienta na execução de paisagens impressionistas. Participa da I à IX BSP. Seu trabalho sofre transformações mais na direção do cubismo, no período da I à III BSP. A partir de 1957 sua pintura é informal, transformando-se depois no estilo que viria consagrá-lo como um dos grandes pintores abstratos do Brasil.
JULIO LOUZADA, vol. 13 pág. 141; TEIXEIRA LEITE, pág. 210; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 644; LEONOR AMARANTE, pág. 383.

301 - MADALENA ZAWADZKA - (1937)
Lance Livre - "O menino com garças" - ost - 27 x 41 - cie
Polonesa, natural de Varsóvia, onde nasceu em 3 de maio. Formação artística concluída em seu país de origem, e cursos de aperfeiçoamento em Roma e Gênova, Itália. Veio para o Brasil em 1975, fixando-se em São Paulo. Segundo Luiz Ernesto Kawat, a autora ".. se situa numa faixa figurativa, mágica, agora influenciada pela temática Brasileira". JULIO LOUZADA, vol. 9 pág. 940

302 - GUANG HANG FANG - (1946)
Lance Livre - Barcos - a - 22 x 25 - cie - 1989
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 052 deste catálogo.

303 - FERNANDO ODRIOZOLA - (1921 - 1986)
Lance Livre - Composição - grav. 1/3 - 32 x 40 - cid
Com dedicatória. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 051 deste catálogo.

304 - THÉO (DJALMA PIRES FERREIRA) - (1901 - 1980)
Lance Livre - Alpinistas da economia - dn e g - 44 x 32 - cie
Capa da revista Careta. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 054 deste catálogo.

305 - NICOLA FABRICATORE - (1889 - 1960)
Lance Livre - Marinha - ost - 27 x 32 - cie
Napolitano, pintava figuras, retratos, paisagens e naturezas mortas. Participou da Quadriennali d'Arte Romana, em 1931, 1935, 1939 e 1943, além de outros certames de prestigio em sua terra natal. Esteve em São Paulo, onde pintou cenas urbanas e paisagens da várzea do Rio Tietê. Citado em Pintores Italianos no Brasil, ed. SOCIARTE/1982; ART SALE, vol.1, pág.372; JULIO LOUZADA, ed.1987, pág.381; ART PRICE ANNUAL, 200, PÁG.768; ITAU CULTURAL, RUTH TARASANTCHI.

306 - JOÃO KOZO SUZUKI - (1935)
Lance Livre - "Napalm" - tm - 15 x 33 - cie e d - 1969
Natural de Mirandópolis, SP, é pintor, desenhista e gravador. Foi discípulo de João Rossi. Expõe individualmente a partir de 1959, e coletivamente desde 1957. Ganhador de diversos premios em certames oficiais, tais como SPAM-SP, Grupo Seibi, etc. JULIO LOUZADA, vol. 3 , pág 1102; ITAU CULTURAL.

307 - TADASHI KAMINAGAI - (1899 - 1982)
Lance Livre - Flores - a - 25 x 20 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 055 deste catálogo.

308 - FANG, CHEN KONG - (1931)
Lance Livre - Casario - ost - 15 x 20 - cid - 1966
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 058 deste catálogo.

309 - KENICHI KANEKO - (1935)
Lance Livre - Paisagem - ost - 60 x 40 - cie
Pintor, gravador e professor, nascido em Yokohama, Japão, em 30 de março de 1935. Formou-se em artes em 1958, vindo para o Brasil dois anos após, onde se dedica com refinada técnica e perseverança, a construir uma nova cultura. Expõe individualmente desde 1963 e coletivamente a partir de 1962, com unanimidade de crítica e sucesso de público. Também expôs no Japão em diversas oportunidades, e no México. JULIO LOUZADA, vol. 4, 568/569, Acervo FIEO.

310 - BENEDITO CALIXTO DE JESUS - (1853 - 1927)
Base: R$ 3.500,00 - Paisagem - dl - 37 x 29 - ci - 1905
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 090 deste catálogo.

311 - LEVINO FANZERES - (1884 - 1956)
Lance Livre - Paisagem - ostcc - 25 x 18 - cie
No estado. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 061 deste catálogo.

312 - IVAN SERPA - (1923 - 1973)
Lance Livre - Composição - dn e a - 24 x 19 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 062 deste catálogo.

313 - ELIZABETH CORTELA - (1950)
Lance Livre - "Algum dia..." - lito. 136/200 - 31 x 21 - cid - 1996
Elizabeth Cortella Oliveira Lima. Assina Elizabeth Cortella. É natural de São Paulo, SP. Participou de diversas exposições e Salões oficiais como: em 1984 - São Paulo (Itu, Ribeirão Preto, São Paulo); Roma, Itália; em 1985 - Piracicaba, SP; Estocolmo, Suécia; em 1986 - São Paulo (Santo André, Ribeirão Preto, Prudente, Franca, Piracicaba), Paraná; em 1987 - Chile (Valparaiso), São Paulo (Santo André, Franca, Marília); em 1988 - São Paulo (Americana, Mococa, Santo André, São Paulo), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF); em 1990 - São Paulo (Ribeirão Preto, São Paulo), Paraná; em 1991 - São Paulo (SP); em 1992 - São Paulo (Jundiaí); em 1994 e 1995 - São Paulo (SP). Individuais: São Paulo, SP (1987,1993). Prêmios: Roma, Itália (1984); Prudente, SP; Franca, SP (1986); Franca, SP (1987); São Paulo, SP (1988); São Paulo, SP (1991). JULIO LOUZADA, vol. 3, pág. 291; vol. 4, pág.283; vol.13, pág. 92.

314 - RENOT - (1932)
Lance Livre - "Bahianas malabaristas" - tm - 23 x 16 - csd - 1980
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 064 deste catálogo.

315 - MANOEL MARTINS - (1911 - 1979)
Base: R$ 10.000,00 - Pescadores - ost - 60 x 40 - cid
Natural de São Paulo, MANOEL MARTINS participou ativamente do Grupo Santa Helena, onde defendeu a necessidade de fazer da arte uma profissão, e ocupar com ela, um espaço na sociedade. Manoel Martins, a partir da exposição da Familia Artística Paulista em 1937, realizado pelos integrantes do Grupo, desenvolveu obras no âmbito do figurativo, buscando incorporar a vida, o movimento, as aglomerações do mundo urbano, substituindo a figuração pós-impressionistas por elementos racionais do cubismo com a valorização do expressionismo. TEIXEIRA LEITE, pág. 316; JULIO LOUZADA, vol.11, pág. 201; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584; ARTE NO BRASIL, pág. 784, Acervo FIEO.

316 - BAJADO - (1912 - 1996)
Lance Livre - Frevo - a - 29 x 47 - cid - 1975
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 066 deste catálogo.

317 - ISABEL DE JESUS - (1938)
Lance Livre - "O polvo" - dn e a - 13 x 8 - cie
Mineira de Cabo Verde, é pintora e desenhista. Começou a pintar em 1965, já em São Paulo. Estudou anteriormente desenho com Iracema Arditi. Participou do setor de desenho do XXIII SPar.BA, 1966, realizando exposições individuais no mesmo ano em São Paulo e Rio. MEC, vol.2, pág.374; PONTUAL, pág.280; JULIO LOUZADA, vol.11, pág.158; ARTE NAIF NO BRASIL, pág. 226; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

318 - J. CARLOS - (1884 - 1950)
Lance Livre - "Churchill" - dn e a - 17 x 20 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 068 deste catálogo.

319 - JOSÉ FONSECA - (XX - 1991)
Lance Livre - Flores - ost - 54 x 48 - cid - 1946
Nasceu na cidade do Rio de Janeiro, e faleceu em São Paulo, no mês de abril de 1991. Pintor, participou dos SPBA, recebendo prêmios em 1974, 1976, 1977. JULIO LOUZADA, vol.8, pág.325

320 - FRANCISCO REBOLO GONSALES - (1903 - 1980)
Base: R$ 12.500,00 - Paisagem - ost - 24 x 33 - cie e d - 1978
Com etiqueta número 1072/259 de André Galeria de Arte, Alameda Jaú 1795- São Paulo e etiqueta de Uirapuru Galeria de Arte, Rua Afonso Brás 673- São Paulo. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 150 deste catálogo.

321 - LIVIO ABRAMO - (1903 - 1992)
Lance Livre - Figuras - xilo. - 32 x 25 - cie - 1946
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 071 deste catálogo.

322 - COLETTE PUJOL - (1913 - 1999)
Lance Livre - Casario - ost - 35 x 27 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 073 deste catálogo.

323 - CHRISTINA OITICICA - (1951)
Lance Livre - Composição - lito. 20/50 - 46 x 64 - cid - 1998
Maria Christina Bastos Oiticica, pintora, desenhista e artista multimídia, é natural do Rio de Janeiro, RJ. Entre idas e vindas pela Europa, em 2003 optou por dividir seu tempo entre os Pirineus do sudoeste da França e o Rio de Janeiro. Tem realizado muitas exposições individuais no Brasil e pelo mundo e também participado de inúmeras mostras coletivas. ITAU CULTURAL; www.christinaoiticica.com.br; pt.wikipedia.org.

324 - HÉLIOS SEELINGER - (1878 - 1965)
Lance Livre - Índias - dlc e a - diâmetro 45 - ld - Paris, 1913
Natural do Rio de Janeiro, seu pai era alemão e sua mãe brasileira, descendentes de franceses e gregos. O artista estudou na ENBA (1892-1896), onde foi aluno de Henrique Bernardelli. Recebeu influência do artista alemão Franz von Stuck, na Academia de Belas Artes de Munique, onde ali foram seus contemporâneos Kandinsky, Paul Klee e Franz Marc. SEELINGER decorou o salão nobre do Clube Naval do Rio de Janeiro, a convite do Ministério do Marinha (1910). PONTUAL, pág.481; TEIXEIRA LEITE, pág. 466; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 431; ARTE NO BRASIL, pág. 574.

325 - ESCOLA ESPANHOLA, SÉC. XIX -
Lance Livre - Após a tourada - osm - 31 x 20 - cie ileg.

326 - INIMÁ DE PAULA - (1918 - 1999)
Lance Livre - Paisagem - dn - 29 x 22 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 076 deste catálogo.

327 - JOÃO ALVES - (1905 - 1970)
Lance Livre - "Festa do Bonfm" - ost - 50 x 60 - cid e d - 1964
Pintor ingênuo, autodidata, cuja obra tem como tema a paisagem urbana de Salvador, capital de seu Estado natal. Expôs individualmente no Museu de Arte Moderna de Salvador em 1961, e na Galeria Montmartre - RJ em 1965, com apresentação de Jorge Amado. JULIO LOUZADA vol. 9 pág 38; TEIXEIRA LEITE, pág. 22; ITAU CULTURAL; MEC, vol. 1, pág. 71; PONTUAL, pág. 20. Acervo FIEO.

328 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Lance Livre - Mulatas - ser. - 24 x 14 - ci
Com etiqueta número 2123 de Marc Chagall Galeria de Arte no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 078 deste catálogo.

329 - ANTONIO PETICOV - (1946)
Lance Livre - "Composição n.7" - ser. 92/99 - 38 x 38 - cid - 1988
Nasceu em Assis, SP. Desenhista, gravador e escultor. Autodidata. Integra os movimentos movimentos artísticos de vanguarda da segunda metade da década de 60. De produção diversificada, segue tendências variadas das vanguardas artísticas internacionais das últimas décadas. Participa de várias exposições entre elas, Bienal Internacional de São Paulo, 1967, 1969 e 1989; Panorama da Pintura Brasileira, no MAM/SP, São Paulo, 1983; Destaques da Arte Contemporânea Brasileira, no MAM/SP, 1985; Bienal Brasileira de Design, Curitiba, 1990; OFF Bienal, no MuBE, São Paulo, 1996; Arte Suporte Computador, na Casa das Rosas, São Paulo, 1997. ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 757/758; WALTER ZANINI, pág. 760; LEONOR AMARANTE, pág. 185. Acervo FIEO.

330 - CLAUDIO TOZZI - (1944)
Base: R$ 6.500,00 - Gaiola - astcm - 57 x 57 - cid e d - 1980
Pintor, arquiteto e gravador paulista com diversas exposições e participações em salões e bienais no Brasil e no exterior. Dedicou-se inicialmente à colagem e à gravura, numa utilização crítica das histórias em quadrinhos; numa fase posterior passou a criar múltiplos tridimensionais e a efetuar pesquisas em torno dos efeitos ópticos. WALMIR AYALA vol.2, pág.388/9; PONTUAL, pág.525/6; TEIXEIRA LEITE, pág. 512; ARTE NO BRASIL vol.2, pág.1059; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 740; LEONOR AMARANTE, pág. 170; Acervo FIEO.

331 - HARRY ELSAS - (1925 - 1994)
Lance Livre - Figura - g - 27 x 38 - cid - 1959
Nascido na Alemanha e radicado no Brasil desde 1936, Elsas desenvolveu suas aptidões artísticas com Lasar Segall, que muito o incentivou a ingressar na carreira das artes. Permaneceu no Nordeste brasileiro por oito anos, retratando com maestria e singularidade paisagens e aspectos da vida local, sempre com influência renascentista, com cor e desenhos fortíssimos. Participou de coletivas no Brasil e no exterior a partir de 1962, com excelente repercussão. JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 99. MEC, vol, 2, pág, 111; TEIXEIRA LEITE, pág 176; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

332 - OSCAR PEREIRA DA SILVA - (1867 - 1939)
Lance Livre - Estudos - dc - 35 x 25 - cid - 1895
Grande pintor brasileiro; prêmio de viagem à Europa em 1889, aperfeiçoou-se em Paris com Gérome e Leon Bonnat. "Sem ter revelado impulsos vigorosos que lhe evidenciassem poder emotivo, Oscar Pereira da Silva soube manter no transcorrer de bem cinquenta e sete anos de produção permanente e intensa, desde que retornou ao país, em 1896, todo o cuidado de um desenho severamente elaborado, sem num só instante voltar-se para o novo semblante que a pintura adquiria nessa transposição de tempo. " Quirino Campofiorito, in CAMPOFIORITO, Quirino. História da Pintura Brasileira no Século XIX. Ed.Pinakotheke-SP, 1983. PRIMORES DA PINTURA NO BRASIL, vol. 1, págs. 245/281; TEODORO BRAGA, pág. 177/8; LAUDELINO FREIRE, pág. 383; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 185; MEC, vol. 4, pág.277; PONTUAL, pág. 419; TEIXEIRA LEITE, pág. 402; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 437; ARTE NO BRASIL, pág. 553, Acervo FIEO; F. ACQUARONE, pág. 187, RUTH TARASANTCHI.

333 - TADAO - (1947)
Lance Livre - Menina - ost - 50 x 40 - cid e d
Tadao Nakabayashi, nasceu em Shimane, Japão. Suas pinturas sempre tiveram o caráter contemplativo do budismo. Atualmente, o artista encontrou um novo estilo: são formas e figuras lúdicas em cores suaves, mas sem deixar de lado o budismo. Individuais desde 1985 e coletivas em 1988. Internacionais em 1976, 1978 e 1987, todas no Japão. JULIO LOUZADA, vol.4, pág. 1075

334 - JAVIER ALVARO ASFADUROFF NIBBES - (1954)
Lance Livre - Figuras - ost - 70 x 90 - csd
Uruguaio de Montevideu, onde nasceu a 14 de novembro de 1954. Frequentou o Liceu Onze de Cerro Montevidéu, entre 1965 e 1967, sendo aluno de Torres Garcia. A partir de 1994 passou a figurar em bienais e várias exposições coletivas. JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 637

335 - AGUSTIN SALINAS Y TERUEL - (1862 - 1915)
Lance Livre - Marinha - ost - 30 x 40 - cid - 1910
Pintor espanhol, fez seus estudos em Madrid e Roma, esteve no Brasil no início do século. BENEZIT, vol. 9, pág. 249; BOLAFFI, vol. 12, pág. 305; MAYER/84, pág. 1156; TEODORO BRAGA, pág. 210; ANUAIRE DES COTES INTERNATIONAL, pág. 1728; ART PRICE ANNUAL 2000, pág. 2202, RUTH TARASANTCHI.

336 - NOEMIA MOURÃO - (1912 - 1992)
Lance Livre - Homem - dl - 31 x 22 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 081 deste catálogo.

337 - AUTOR DESCONHECIDO, SÉC. XX -
Lance Livre - Paisagem - a - 50 x 34 - cid ileg. - 1946
Com dedicatória datada de 1955. -

338 - NERÃO - (ANTONIO JOAQUIM NERY) - (1903 - 1997)
Lance Livre - " Os plaqueiros e o movimento nas ruas " - ost - 38 x 46 - cid - 1987
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 088 deste catálogo.

339 - IZRAEL SZAJNBRUM - (1924)
Lance Livre - Paisagem - ost - 61 x 50 - cid - 1954
Natural da Polônia, o autor é arquiteto e pintor. Veio para o Brasil em 1937, ficando-se no Rio de Janeiro, onde formou-se em arquitetura pela Faculdade Nacional. Fez estudos de pintura com Augusto Bracet e Rodolfo Chambelland. Participou do SNBA, da I BSP e dos SNAM entre 1954 e 1958. PONTUAL, pág. 508; JULIO LOUZADA, vol. 4 , pág. 1071

340 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 10.000,00 - Gato - ast - 40 x 50 - ci - 1999
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

341 - MARIO GRUBER - (1927 - 2011)
Lance Livre - Composição - lito. P.A. - 28 x 35 - cid - 1971
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 041 deste catálogo.

342 - SERGIO CAMARGO - (1930 - 1990)
Base: R$ 3.600,00 - Toquinhos - edp e m - 25 x 25 - n/as.
Com cartão do artista no dorso. -Escultor. Inicia sua formação em artes aos 16 anos, na Academia Altamira, em Buenos Aires, sob orientação de Emilio Pettoruti (1892 - 1971) e Lucio Fontana (1899 - 1968). Em 1948, viaja para a Europa, onde entra em contato com a obra dos escultores Constantin Brancusi (1876 - 1957), Hans Arp (1886 - 1966) e Georges Vantongerloo (1886 - 1965). Na França, freqüenta o curso de filosofia na Sorbonne, e estuda com Gaston Bachelard. Em 1953, volta ao Brasil e, no ano seguinte, expõe no Salão Nacional de Arte Moderna, no Rio de Janeiro. Ainda em 1954, realiza suas primeiras esculturas figurativas em bronze. Em 1961, passa a residir em Paris, onde freqüenta o curso de sociologia da arte com Pierre Francastel (1905 - 1970), na École Pratique des Hautes Études e realiza suas primeiras experimentações com estruturas irregulares, em gesso, areia e tecido. Em 1963, executa os primeiros trabalhos da série "relevos", quando utiliza cilindros de madeira para compor a obra. ITAÚ CULTURAL; JULIO LOUZADA, vol. 13, pág. 63

343 - IVAN MORAES - (1936)
Lance Livre - Baianas - ost - 60 x 20 - cid - 1969
Pintor natural da cidade do Rio de Janeiro. Estudou com Ivan Serpa, no MAM-RJ. Participou do IX ao XII SNAM, da VI BSP e II Bienal de Paris. Quirino Campofiorito sobre o temas de seus quadros escreveu: "Tira-os do popular, denuncia afinidades, respeita-lhes a autenticidade. Candomblé, memória de ritos, visões religiosas, gente na rua. O mundo da imagem anedódita, sim, mas a que não falta, em expressão rigorosa, a comunicação artística." PONTUAL, pág. 368;

344 - ANGELO DE AQUINO - (1945 - 2007)
Lance Livre - "Reflexões sobre a saudade" - lito. 184/200 - 50 x 70 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 099 deste catálogo.

345 - PAULO PEDRO LEAL - (1894 - 1968)
Base: R$ 4.500,00 - Objetos na mesa - tm - 30 x 45 - cie
Pintor primitivo natural da cidade do Rio de Janeiro, sendo ativo no subúrbio da cidade, em Coelho da Rocha. Foi descoberto pelo marchand Jean Boghici-RJ, que o lançou. Expôs na Petite Galerie-RJ (1955), com participação no X SNAM (1961), e em diversas coletivas internacionais de artistas primitivos brasileiros. JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 170; WALMIR AYALA.

346 - PEDRO WEINGÄRTNER - (1856 - 1929)
Lance Livre - Rostos - dn - 22 x 16 - cid
Pintor gaúcho de origem alemã, Weingärtner estudou no Brasil, Alemanha e Itália, residindo por longos anos na Europa. Ao retornar ao Brasil, dedicou-se a temática gauchesca, que lhe motivou os trabalhos mais sensíveis. Um dos pioneiros da gravura de arte no Brasil. JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 343; BENEZIT, vol. 10, pág. 675; TEODORO BRAGA, pág. 246; REIS JUNIOR, pág. 220/224; MEC, vol. 4, pág. 506/507; LAUDELINO FREIRE, pág. 386; PONTUAL, pág. 551/552; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 438/439; MAYER/84, pág. 1268; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 443; ARTE NO BRASIL, pág. 560; RGS, pág. 402; PEDRO WEINGÄRTNER;

347 - JOAQUIM LOPES FIGUEIRA JUNIOR - (1904 - 1943)
Lance Livre - Paisagem - osm - 20 x 26 - cid
Reproduzido sob o número 237 em Catálogo de Leilão de Evandro Carneiro, Rio de Janeiro. Com etiqueta número 2845 de Grifo Galeria de Arte, São Paulo- no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 097 deste catálogo.

348 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Lance Livre - Casal - tm - 29 x 39 - ci - 1959
Reproduzido sob o número 162 em catálogo de leilão Renot- São Paulo. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 078 deste catálogo.

349 - HUGO ADAMI - (1900 - 1999)
Lance Livre - "Positano" - ost - 33 x 41 - cid e d - 1952
Pintor. Fez estudos artísticos em Florença e Paris. O artista participou da Bienal de Veneza e do Salão das Tulheries em Paris. Destacou-se como um dos nossos melhores paisagistas. TEODORO BRAGA, pág. 120; PONTUAL, pág. 3; REIS JUNIOR, pág. 380; MEC, vol. 1, pág. 36; WALMIR AYALA, vol. 1 , pág. 11; TEIXEIRA LEITE, pág. 13; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 580; ARTE NO BRASIL, pág. 777; ACERVO FIEO, pág. 998.

350 - MILTON DACOSTA - (1915 - 1988)
Base: R$ 25.000,00 - Figura - ost - 22 x 16 - cid e d - 1969
Com a deguinte dedicatória: "Para doutor Magaldi em 2-4-69 do M. Dacosta". - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 016 deste catálogo.

351 - CARMÉLIO CRUZ - (1924)
Lance Livre - Composição - tm - 22 x 12 - cie - 1965
Natural de Canindé, CE. Pintor e desenhista iniciou suas atividades artísticas em sua terra natal. De 1947 a 1950 lecionou desenho no Rio, na Associação Brasileira de Desenho. Fixou-se em São Paulo a partir de então, participando de diversas Bienais até 1967 e nos SNAM, de 1959 a 1963, recebendo diversas premiações. Expôs individualmente em diversas cidades do País. Sobre sua obra, assim se referiu Theon Spanudis (1965): "Partindo de algumas experiências plásticas de Paul Klee, desenvolveu nos últimos anos uma pintura sui-generis, que se caracteriza pelo feliz casamento de dois elementos diferentes, senão opostos (...) Um elemento rítmico, linear que invade a tela e a subdivide em segmentos rítmicos, e um elemento cromático, difuso", encontrando nas suas obras "evocações poéticas de muros antigos, muros abandonados, muros com musgo, e a melancolia de cidadezinhas do interior (...) com seus humildes casebres ritmicamente seriados." MEC, vol. 1, pág. 498; PONTUAL, pág. 152; WALMIR AYALA, vol. 1, págs. 224/226; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 697; LEONOR AMARANTE, pág. 18; Acervo FIEO.

352 - MEGUMI YUASA - (1938)
Lance Livre - Paisagem com nuvens - e em c - h=48 - d
Escultor e ceramista. É autodidata, iniciando-se nas artes plásticas em 1960. Em 1971, freqüenta por seis meses a Escola Brasil:, a convite de Luiz Paulo Baravelli. Pesquisa materiais e técnicas expondo esculturas e objetos em cerâmica no Brasil e exterior. Desde o início da carreira expõe seu trabalho assiduamente, dando preferência à mostras coletivas. Yuasa está sempre presente nas mostras de artistas nipo-brasileiros, assim como nas exposições comemorativas da imigração japonesa no Brasil. Em 1979 inicia atividades como professor de cerâmica, às quais se dedica até hoje, organizando cursos e oficinas de cerâmica. Entre 1981 a 1982 presta assessoria à Escola Senai Armando Arruda Sampaio. Em 1982 é convidado a ministrar um curso de cerâmica na Universidade Caxias do Sul. Em 1984 é convidado pelo Museu de Artes do Rio Grande do Sul - Margs, a ministrar o curso Observação da Realidade. Em 1988 recebe o Prêmio Escultura Associação Paulista dos Críticos de Arte - APCA. Em 1989, viaja a Lisboa (Portugal) para ministrar curso no Seminário de Cerâmica Brasileira em Lisboa (Portugal). Atualmente, além da cerâmica, utiliza em suas obras materiais como pedra e madeira. ITAÚ CULTURAL

353 - ALFREDO VOLPI - (1896 - 1988)
Lance Livre - Bandeirinhas - lito. os 65/100 - 40 x 28 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 113 deste catálogo.

354 - GALDINO GUTTMANN BICHO - (1888 - 1955)
Lance Livre - Paisagem - a - 17 x 23 - cid
Nascido em Petrópolis, passou sua infância em Sergipe, transferindo-se para o Rio de Janeiro, onde iniciou seus estudos. Foi aluno de Zeferino da Costa e de Rodolpho Amoedo. Recebeu diversos prêmios pelas suas participações em Salões Nacionais, inclusive o de Viagem à Europa em 1921. De espírito inquieto e temperamento polêmico, foi elemento ativo na vida artística carioca, sobretudo antes do predomínio das tendências modernas de que fora um dos precursores, pelo gosto nas pesquisas de luz dos impressionistas. LAUDELINO FREIRE, pág. 512; TEODORO BRAGA, pág. 114; REIS JUNIOR, pág. 372; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 104; PRIMORES DA PINTURA NO BRASIL, vol. 2, pág. 248; ARTE NO BRASIL, pág. 602.

355 - ANTONIO BENEVENTO - (1945)
Lance Livre - Composição - ast - 61 x 51 - cid - 1978
Nasceu em Nova Friburgo/RJ. Em 1963 estuda com Chlau Deveza na Escola Fluminense de Belas Artes. Realizou diversas exposições coletivas e individuais, recebendo em 1981, o Troféu Mário Pedrosa, concedido pela Associação Internacional de Críticos de Arte, pela melhor exposição individual do ano - Galeria Bonino/RJ. ITAÚ CULTURAL.

356 - ANTONIO PAIM VIEIRA - (1895 - 1988)
Lance Livre - "Minha terra tem palmeiras" - p s/cer. - diâmetro 25 - d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 037 deste catálogo.

357 - HEITOR DE PINHO - (1897 - 1968)
Lance Livre - Paisagem - ostce - 12 x 17 - cie
Nascido e falecido na cidade do Rio de Janeiro, onde estudou na antiga Escola Nacional de Belas Artes. Foi discípulo de Rodolfo Chambelland, Batista da Costa, Lucílio de Albuquerque e Modesto Brocos. Participa de Salões Oficiais a partir de 1924, recebendo diversas premiações. JULIO LOUZADA, vol.11, pág.247; MEC. Vol.3, pág.400; WALMIR AYALA. Vol.2, pág.194; TEIXEIRA LEITE, pág.408; PONTUAL, pág.426.

358 - INOS CORRADIN - (1929)
Lance Livre - Pôr do sol - ast - 45 x 37 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 034 deste catálogo.

359 - ALFREDO VOLPI - (1896 - 1988)
Lance Livre - Fachada - ser. P. A. 7/25 - 77 x 50 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 113 deste catálogo.

360 - MANABU MABE - (1924 - 1997)
Base: R$ 28.000,00 - Natureza morta - ost - 40 x 60 - d - déc. 50
Registrado sob o número 1278 no Instituto Manabu Mabe conforme etiqueta no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 040 deste catálogo.

361 - FRANCISCO DA SILVA - (1910 - 1985)
Lance Livre - Peixe - tst - 50 x 72 - cie - 1973
Natural de Alto Tejo, Acre, foi o pintor FRANCISCO DA SILVA um primitivista, fabulista das lendas amazonenses, ativo no Ceará. Filho de índio peruano com brasileira, fixou-se ainda criança em Fortaleza. Foi descoberto artista em 1943, pelo também artista o suiço Jean Pierre Chabloz, que bancou suas primeiras tintas. O mesmo Jean Pierre, nove anos depois, lança-o em Paris. O crítico Rubens Navarra assim escreveu sobre a obra desse artista acreano: " ... os guaches desse artista indígena são qualquer coisa de muito sério. Esse índio é uma espécie de Dali em estado de natureza. Ao lado do seu surrealismo primitivo, chamemos assim, há um lado arte-aplicada que podia servir excelentemente para ornamentos de cerâmicas , lembrando estampas chinesas de pássaros ou antigos vasos de civilizações passadas." Já André Malraux qualifica-o de " um artista primitivo dentre os maiores do mundo." Expôs individualmente no Brasil a partir de 1943 e em diversas mostras coletivas no exterior, com premiações, destacando-se aquela recebida na XXXIII Bienal de Veneza, 1966. JULIO LOUZADA, vol. 3 pág. 1056; ITAU CULTURAL; LEONOR AMARANTE; ARTE NO BRASIL, Acervo FIEO; TEIXEIRA LEITE, pág. 478.

362 - VASCO PRADO - (1914)
Lance Livre - Nu - m em cer. 92/150 - h=40 - ass.
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 192 deste catálogo.

363 - ANGELO CANNONE - (1899 - 1992)
Lance Livre - Paisagem de São Paulo - ostcm - 32 x 38 - cid - São Paulo
Nascido na Itália, radicou-se no Brasil. Seu estilo liga-se ao dos Macchiajoli oitocentistas (os equivalentes italianos dos impressionistas franceses) e ao de Pratella em especial. São especialmente notáveis suas paisagens e marinhas. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 168; JULIO LOUZADA vol.11, pág.54; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

364 - GUERINO GROSSO - (1907 - 1988)
Lance Livre - Quintal - ost - 27 x 41 - cie
Natural de Rio Claro, neste Estado, Guerino Grosso iniciou seu aprendizado artístico em 1917. Frequentou a Escola de Belas Artes de São Paulo. Artista de grande sensibilidade, dedicou-se à pintura de naturezas mortas com metais, confirmando-se como um dos melhores do gênero. JULIO LOUZADA, vol, 12 ,pág 189. MEC, vol, 2, pág, 284; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

365 - KARL ERNEST PAPF - (1838 - 1910)
Lance Livre - Orquídeas - ostcc - 30 x 22 - cid - 1985
Natural de Dresden, Alemanha, veio para o Brasil em 1867 sob contrato do fotógrafo Albert Henschel. Residiu no Recife - Pernambuco, e Salvador-Bahia. Foi exímio retratista, paisagista e pintor de naturezas mortas, destacando-se aí as orquídeas, que o artista cultivava em um esplêndido orquidário, em sua casa de Petrópolis - RJ. BENEZIT, vol. 8, pág. 119; MAYER / 83, págs. 84/957/1081; MEC, vol. 3, pág. 333; PONTUAL, pág. 405; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 162 e 165. TEIXEIRA LEITE pág. 384; ITAÚ CULTURAL.

366 - TSUGUHARU FOUJITA - (1886 - 1968)
Lance Livre - Rosto - dl - 21 x 16 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 116 deste catálogo.

367 - ALBA SANTISTEBAN - (1937)
Lance Livre - 'Igreja Santa Efigênia" - xilo. 11/30 - 42 x 30 - cid
Esta excepcional gravadora, ativa em São Paulo, nasceu em Santa Catarina no dia 7/10/1937. Estudou desenho e pintura na APBA (1963-1967). Fez curso de xilografia com Mário Zanini. A partir de 1965 expõe coletivamente, recebendo diversos prêmios, tais como: Menção Honrosa - ASBA-SBC; APBA; Medalha de Bronze, APBA; Prêmio Secretaria de Estado da Cultura, SP, 45º SPBA-SP, e tantos outros. MEC, vol. 1, pág. 107; JÚLIO LOUZADA, vol. 3, pág. 34.

368 - IVAN SERPA - (1923 - 1973)
Lance Livre - Composição - g - 22 x 18 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 062 deste catálogo.

369 - FRANCESCO DOMINGO SEGURA - (1893 - 1974)
Lance Livre - Carregando água - a - 34 x 24 - cid
Pintor, desenhista, gravador. Estuda na Academia Livre - formada pelo grupo Les Arts - e realiza sua primeira mostra individual no Salão de Publicidade em 1917, em Barcelona. Em Paris, entre 1919 e 1927 convive com o pintor Pablo Picasso (1881 - 1973). Entre 1932 e 1939, atua como secretário do Sindicato dos Artistas Pintores e Escultores da Catalunha, organizando, por incumbência do governo republicano, a Casa de Cultura. Com o fim da Guerra Civil Espanhola, é proibido de expor, tornando-se alvo de perseguições políticas. Em 1950, muda-se para a Argentina e, no ano seguinte, para São Paulo, onde leciona gravura na Escola de Belas Artes. Em 1962, inaugura a Galeria F. Domingo e cria o Grupo Bisonte, com Walter Levy, Pere Tort, Jagobo, Paulo Chaves e outros. Em 1965, Júlio de Mesquita Filho encomenda-lhe retratos de personalidades ligadas ao jornal O Estado de S. Paulo, como Alberto Salles e Euclides da Cunha - entre suas obras, é conhecido o retrato de Gaudí, 1968, doado pelo colégio de Arquitetos à Prefeitura Municipal de Barcelona. É homenageado com o Prêmio Inglada - Guillot, em 1953, nessa mesma cidade. ITAU CULTURAL.

370 - IRACEMA ARDITI - (1924 - 2006)
Lance Livre - "Mansinho" - ost - 46 x 33 - cid e d - Guarujá - 1972
Com etiqueta nº 2637 de Cosme Velho Galeria de Arte - São Paulo, no dorso. -Esta festejadíssima artista brasileira, tanto em solo pátrio como no exterior, nasceu em São Paulo, SP. Suas obras ganharam o mundo pela linguagem própria e límpida de suas obras, nada ingênua ou primitiva. PONTUAL, pág. 272; TEIXEIRA LEITE, pág. 261; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

371 - LIVIO ABRAMO - (1903 - 1992)
Lance Livre - Composição - xilo. 4/60 - 26 x 20 - cie - Rio- 1954
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 071 deste catálogo.

372 - BRUNO GIORGI - (1905 - 1993)
Base: R$ 6.500,00 - Mulher sentada - e em b - h=65 - ass.
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 102 deste catálogo.

373 - ARTHUR LUIS PIZA - (1928)
Lance Livre - "Jacaré" - grav. 18/99 - 77 x 59 - cid
Reproduzido sob o número 176 do Catálogo Geral da obra gravada do autor. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 123 deste catálogo.

374 - GASTÃO FORMENTI - (1894 - 1974)
Lance Livre - Rochedos- Avenida Niemayer - osm - 27 x 35 - cid e d - 1944- Rio de Janeiro
Pintor nascido em Guaratinguetá-SP. Após iniciar-se em arte com Pedro Strina, em São Paulo, foi residir no Rio de Janeiro, onde, com seu pai, dedicou-se à execução de vitrais. Recebeu medalhas de bronze e de prata no SNBA, do qual ainda participava em 1961. TEODORO BRAGA, pág. 98; WALMIR AYALA vol.1, pág.317; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

375 - GEDLEY BELCHIOR BRAGA - (1967)
Lance Livre - Composição - tm e col. - 22 x 22 - d
Pintor, desenhista e artista multimídia nascido em Divinópolis, MG. Residiu em Belo Horizonte de 1983 a 1993 onde cursou a Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais. Também estudou desenho e pintura com Inimá de Paula, Carlos Fajardo e Marco Tulio Resende. Especializou-se em Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis. Concluiu o Mestrado e o Doutorado na Universidade de São Paulo. Participou de muitos Salões e mostras oficiais no Brasil e Exterior. Realizou exposições individuais em: Divinópolis, MG (1993, 1995); Belo Horizonte, MG (1993, 1995); Brasília (1995); Passos, MG (1995);Uberlândia, MG (2005) e São Paulo (2005, 2008). ITAU CULTURAL.

376 - ALEX CERVENY - (1963)
Lance Livre - "Uma cabeça de homem" - tm - 38 x 54
Reproduzido sob o número 27 de Catálogo de Leilão da Bolsa de Arte do Rio de Janeiro datado de 30/04/2010 em São Paulo. -Alexandro Júlio de Oliveira Cerveny é desenhista, gravador, escultor, ilustrador e pintor. Assina ALEX CERVENY. Dedica-se a narrar histórias em cada uma de suas criações, e não só através das ilustrações que realiza para livros infantis. Artista autodidata, recebe orientação sobre desenho e pintura de Valdir Sarubbi e gravura em metal de Selma Daffré, professores independentes. Seu trabalho reflete a importância e o gosto pelo constante deslocamento, de uma técnica a outra, de um material a outro, de uma linguagem a outra, resultando em desenhos, pinturas, aquarelas, gravuras, esculturas e colagens que guardam, como ponto comum, uma forte linguagem narrativa. JULIO LOUZADA, VOL. 11 PÁG. 70 , ITAÚ CULTURAL.

377 - DIONISIO DEL SANTO - (1925 - 1999)
Lance Livre - Figura e gato - g - 22 x 18 - cid - 1984
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 127 deste catálogo.

378 - HÉRCULES BARSOTTI - (1914 - 2010)
Lance Livre - Composição - ser. 7/20 - 52 x 52 - cid - 1990
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 128 deste catálogo.

379 - FERNANDO LUCCHESI - (1955)
Lance Livre - Oratório - al e acr s/m - 40 x 40 x 9
Com certificado de autenticidade firmado por C/ Arte, Projetos Culturais- Belo Horizonte- MG. -Desenhista, pintor, artista intermídia. Em 1977 trabalha no setor de artes plásticas da Fundação Clóvis Salgado em Belo Horizonte. Participa de sua primeira exposição coletiva, A Paisagem Mineira, em 1977. Dois anos depois, realiza sua primeira exposição individual na Fundação de Arte de Ouro Preto. Em 1983, integra a Escola de Artes e Ofícios de Contagem, Minas Gerais, idealizada por Amilcar de Castro (1920 - 2002), onde ministra aulas de desenho, pintura e objetos para crianças carentes da cidade. Em 1989, muda-se para Ouro Preto, onde no ano seguinte, durante a Semana Santa, realiza uma exposição a céu aberto, cobrindo com banners as fachadas das casas. Volta a residir em Belo Horizonte em 1995, e passa a realizar pinturas constituídas sobretudo por pequenos toques circulares do pincel. Muda-se novamente para Ouro Preto em 1997 e monta seu ateliê. Fixa residência em Nova Lima, na região de Belo Horizonte em 1999. ITAÚ CULTURAL.

380 - ABELARDO ZALUAR - (1924 - 1987)
Base: R$ 4.000,00 - Composição - ose - 61 x 72 - cid e d
Reproduzido sob o número 132 de catálogo de leilão das Galerias em São Paulo, realizado em 30 de setembro de 2009. -Desenhista, pintor e professor. Frequentou a antiga ENBA, de 1944 a 1948. Participou do I ao XII e do XV SNAM (entre 1952 e 1966/ prêmio de viagem ao estrangeiro em 1963.). Realizou exposições individuais no MNBA (1947) e na Galeria Ambiente (São Paulo, 1960), Museu de Arte de Belo Horizonte (1960), Instituto de Belas Artes de Porto Alegre (1961), Petite Galerie-GB (1962). Sua obra experimentou uma simplificação de traços de tendência geometrizante, levando Frederico Morais a comentar a seu respeito em 1969; "Não se pensem que Zaluar, por ser um partidário da ordem, afaste deliberadamente o imprevisto, a contribuição do acaso, o vôo poético (...) seus últimos trabalhos fazem lembrar, na monumentalidade silenciosa da forma despojada, o mundo futuro do espaço cósmico, das estruturas moventes, das plataformas que se acoplam ou se dividem numa metamorfose constante". Encontra-se representado no acervo do MNBA, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e Museu de Arte de Belo Horizonte. WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 449/50; MEC, vol. 4, pág. 527; PONTUAL, pág. 556; TEIXEIRA LEITE, pág. 546; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 682; ARTE NO BRASIL, pág. 934; LEONOR AMARANTE, pág. 218.

381 - IBERÊ CAMARGO - (1914 - 1994)
Base: R$ 3.200,00 - Brincando de roda - dn - 30 x 21 - cid - 1954
Natural da cidade de Restinga Seca, RS, e falecido na capital gaúcha. Foi aluno de Salvador Parlagreco e João Fahrion. No Rio de Janeiro, a partir de 1942, estudou pouco tempo na Escola Nacional de Belas Artes, trocando-a pelos ensinamentos de Guignard. Recebeu o prêmio viagem ao estrangeiro em 1947, na Divisão Moderna do Salão Nacional de Belas Artes. Morou dois anos em Paris e Roma, aperfeiçoando-se com De Chirico, Lhote, Achille e Rosa em pintura e Petrucci em gravura. Foi considerado o Melhor Pintor Nacional na VI Bienal de São Paulo, em 1961. MEC, vol.1, pág.328 e 329; WALMIR AYALA, vol.1, pág.156 a 158; JULIO LOUZADA, vol.11, pág.51; TEIXEIRA LEITE, pág.101; PONTUAL, pág.100 e 101; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 573; ARTE NO BRASIL, pág. 853; LEONOR AMARANTE, pág. 127.

382 - OSMUNDO TEIXEIRA - (1954)
Lance Livre - Cristo crucificado - e em t - h= 100
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 132 deste catálogo.

383 - MIGUEL DOS SANTOS - (1944)
Lance Livre - "Perfil de guerra" - ost - 60 x 40 - cid - 4/12/1982
Com dedicatória no dorso. -Pintor, desenhista e ceramista pernambucano da cidade de Caruaru. " ... é um ceramista ligado por raízes profundas 'a imagística popular. Suas formas (atropomorfas) e suas cores, são mais um estandarte contra a resignação e a indignidade. O onírico de suas cerâmicas é o grito mais alto dessa rica forma de arte do Nordeste" (catálogo da exposição do artista na Universidade da Bahia, em 1968) JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 793; ITAÚ CULTURAL.

384 - DANTE DADO DE GIÁCOMI - (1930)
Base: R$ 30.000,00 - Jogadores de capoeira - e em res. - h=76 - ass.
Escultor nascido em Brescia, Itália. Aprendeu com seu tio avô Giuseppe Mastrocchio, escultor de grande renome e autor de inúmeros monumentos, a arte de manipular o barro, os segredos do bronze, a arte clássica e barroca lombardas. Formou-se em farmácia pela Universidade de Bologna onde paralelamente estudou no Liceu de Artes e Ofícios. Em 1957 transferiu-se para o Brasil onde passou a frequentar o atelier de Gian Domenico Marchis e Maximo Rossi. Ao abrir o seu próprio atelier iniciou-se na elaboração de azulejos decorados, dos quais foi um dos precursores no Brasil. Em seguida passa a trabalhar com cerâmica decorativa e cobre esmaltado. Participou de inúmeras exposições individuais e coletivas em São Paulo, Tóquio, Milão. Realizou diversos monumentos, entre eles: ‘As Parcas’, encomendado pelo consulado da Itália; ‘Joana D'Arc’; ‘A Baiana’, encomendada pela Pepsi Cola para a cidade de Salvador; ‘Maternidade’; ‘São Francisco’. O monumento ‘A Baiana’ recebeu o Prêmio de destaque do Jornal da Tarde e o monumento ‘A Dom Quixote’, medalha de bronze em São Bernardo do Campo, SP.

385 - ALDIR MENDES DE SOUZA - (1914 - 2007)
Lance Livre - "Perspectiva agrícola número 26" - tst - 52 x 90 - d
Pintor, desenhista, gravador e escultor. Ativo em São Paulo, onde participou da I BNAP (1966), SPAM (1966/7), SACC (1996/7), IX BSP (1967), com premiações. "A cor é o conteúdo e a forma na pintura de Aldir. A geometria ajuda-o a construir a cor, enquanto sua temática, seja ela a Geometria da Terra (o campo) ou a Geometria da Urbe (os edifícios), são formas, meros pretextos e, às vezes, intertextos, para a arquitetura de sua linguagem iconográfica. Se é com a cor que Aldir traça sua geometria, o produto obtido é uma geometria da cor". Alberto Beutenmüller, in18 CONTEMPORÂNEOS. Apresentação de J. Peter Cohn. São Paulo: Dan Galeria, 1987. PONTUAL, pág. 501; MEC, vol. 4, pág. 310/11; CATÁLOGO DA EXPOSIÇÃO PANORAMA DE ARTE ATUAL BRASILEIRA - MUSEU DE ARTE MODERNA / 1976; TEIXEIRA LEITE, pág. 18; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 349; JÚLIO LOUZADA, vol. 10, pág. 40; ITAÚ CULTURAL; LEONOR AMARANTE, pág. 252; Acervo FIEO.

386 - ADELIO SARRO - (1950)
Lance Livre - "Fonte mágica" - ost - 60 x 40 - cid e d - 1998
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 136 deste catálogo.

387 - MANOEL SANTIAGO - (1897 - 1987)
Lance Livre - Paisagem - ostce - 22 x 15 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 137 deste catálogo.

388 - FERNANDO VELLOSO - (1939)
Lance Livre - "Lembranças" - astce - 38 x 46 - cid - 1983
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 138 deste catálogo.

389 - EUGÊNIO PRATI - (1889 - 1979)
Lance Livre - Composição - dl - 27 x 18 - cid
Escultor, pintor e desenhista, natural de Cerro Veronese, Itália, e falecido em São Paulo-SP. Figura de relevo na escultura paulista, sua produção inclui numerosos crayons e pinturas. Participou de diversos salões, bem como venceu importantes concursos. JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 783. MEC vol.3, pág.435/436; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 631.

390 - IONE SALDANHA - (1921 - 2001)
Base: R$ 5.500,00 - Bambu - t s/b - h=193 - as. sup/int
Reproduzido no convite deste leilão. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 075 deste catálogo.

391 - FUKA (LUIZ FERNANDO DA CUNHA PEPE) - (1948)
Lance Livre - "Ikebana I" - ost - 50 x 60 - cid e d
Mineiro de Uberaba, nascido a 13 de agosto de 1948. Dedica-se excluvamente à pintura a partir de 1981. Segundo o premiado artista Sansão Campos Pereira, da ABBA: "...Fuka pereniza na combinação de suas cores um universo de beleza e lirismo onde demonstra conhecer tão bem as diversas mudanças de sombra e luz. A beleza de sua obra é inata, perene e consciente na multiplicidade da diversidade temática." JULIO LOUZADA, vol. 4, pág. 429

392 - BRUNO GIORGI - (1905 - 1993)
Lance Livre - "Flautista" - dlc - 30 x 22 - cid
Com inscrições. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 102 deste catálogo.

393 - ESTER GRINSPUM - (1955)
Lance Livre - Composição - dn - 50 x 60 - cid - 1981
Com dedicatória. -Desenhista, escultora, gravadora, pintora e ilustradora nascida na cidade do Recife--PE. Estuda com Baravelli e Marcello Nitsche no Instituto de Arte e Decoração, com Renina Katz, Flávio Império, Cláudio Tozzi, Flávio Motta, Aracy Amaral e Luis Carlos Daher no decorrer da década de 1970. Cursa arquitetura na FAU/USP de 1973 a 1977. Na década de 90, recebe bolsa de pesquisa para artistas da Fundacion Helena Segy, Paris, bolsa de trabalho do European Ceramic Work Center, em s'Hertogenbosch, Holanda, e bolsa de residência no Cité des Arts, Paris. Expõe individual e coletivamente desde 1981, com sucesso de crítica e de público. ITAUCULTURAL; Acervo FIEO. -

394 - SHOKICHI TAKAKI - (1914 - 2006)
Lance Livre - "Composição" - ost - 40 x 60 - cie e d - 1999
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 144 deste catálogo.

395 - DJANIRA DA MOTTA E SILVA - (1914 - 1979)
Lance Livre - Músicos - gscce - 23 x 34 - cid - 1962
Reproduzido sob o número 134 em catálogo de leilão Renot- São Paulo. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 175 deste catálogo.

396 - LEVINO FANZERES - (1884 - 1956)
Lance Livre - Moinho - oscce - 18 x 25 - cid
No estado. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 061 deste catálogo.

397 - ALDO BONADEI - (1906 - 1974)
Base: R$ 10.000,00 - Composição - tm - 24 x 35 - cid - 1973
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 147 deste catálogo.

398 - GRAUBEM DO MONTE LIMA - (1889 - 1972)
Lance Livre - Pássaro e borboletas - ost - 27 x 22 - cid - 1968
Reproduzido sob o número 320 em Catálogo de Leilão de Evandro Carneiro, Rio de Janeiro. -Pintora natural da cidade de Iguatu-CE. Faleceu na cidade do Rio de Janeiro-RJ. Fixou residência no Rio de Janeiro em 1908, onde inicia-se na pintura como autodidata em 1958. Em 1960, prossegue seus estudos com Ivan Serpa, no MAM-RJ. Entre as exposições das quais participa, destacam-se: Salão Nacional de Arte Moderna, Rio de Janeiro, 1962 e 1963; Bienal Internacional de São Paulo, de 1963 a 1967; Bienal Americana de Arte, Córdoba (Argentina), 1964; Oito Pintores Brasileiros, na Galeria Jacques Massol, Paris (França), 1965; Bienal Nacional de Artes Plásticas, Salvador, Bahia, 1966; Artistas Primitivos Brasileiros Contemporâneos, no Museu de Arte Moderna de Buenos Aires, Argentina, 1966; Arte/Brasil/Hoje - Cinqüenta Anos Depois, na Galeria Collectio, São Paulo, 1973. PONTUAL, pag. 250; ITAU CULTURAL

399 - ADAM HENDLER - (1909 - 1981)
Lance Livre - Paisagem - ost - 40 x 55 - cid e d - 1978
Pintor, gravador, ceramista e professor nascido em Lódz, Polônia. Assina A. Hendler. Estudou, na Polônia, com Radwanski e Friderick Pautsch (década de 30). Em 1945, imigra para a Suécia, torna-se cidadão sueco e abre uma escola de desenho e pintura, em Lidhoping. Nos anos 50 vai para Paris e estuda na Academia Julien com Saboraud, participando de exposições. Volta para a Suécia até imigrar para o Brasil onde adquriu, em 1977, a cidadania brasileira. A partir de 1954 participa de várias exposições e Salões oficiais sendo premiado de 1974 a 1979, aqui em São Paulo. JULIO LOUZADA, VOL. 1, PÁG. 464, ACERVO FIEO; ITAU CULTURAL.

400 - ALFREDO VOLPI - (1896 - 1988)
Base: R$ 20.000,00 - Barcos - ost - 30 x 39 - cid
Reproduzido no convite deste leilão. - Com a seguinte etiqueta no dorso: "Autor A.Volpi- este trabalho foi adquirido no leilão realizado nos dias 4-5-6 de dezembro de 1963, no Museu de Arte de São Paulo, em benefício do Hospital Albert Einstein. Leiloeiro Oficial Florestano. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 113 deste catálogo.

401 - BELMONTE, BENEDITO BASTOS BARRETO - (1887 - 1947)
Lance Livre - São Paulo antigo - g - 23 x 28 - cie
Com a segunite dedicatória: "Ao Florestano, com um abraço do Belmonte, 22-6-38". - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 151 deste catálogo.

402 - ENRICO BIANCO - (1918)
Base: R$ 3.500,00 - Nu - osc - 14 x 10 - cie - 1994
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 120 deste catálogo.

403 - EGÁS MUNIZ SÉC. XX -
Lance Livre - "O porto" - ast - 90 x 120 - d - 2005
Pintor e desenhista com diversas exposições coletivas e participações em Salões oficiais. www.sainttropez.art.br.

404 - CARLOS REIS - (1863 - 1940)
Lance Livre - Jardineiro - dn e a - 22 x 16 - ci
Com dedicatória. -Pintor português, foi aluno de Silva Porto, freqüentou a Academia Colarossi- Paris, de 1889 a 1895. A partir de 1896 foi professor da Escola de Belas Artes de Lisboa, e a partir de 1911 diretor do Museu de Arte Moderna. Pintor de gênero retratista e excelente paisagista. LIVRO UM SÉC. DE PINTURAS E ESCULTURAS EM PORTUGAL, de Fernando de Pamplona, págs. 161, 166, 186, 275, 284, 186, 194, 196, 197, 199, 305, 363, 365, 366; BENEZIT vol.8, pág. 672,; JULIO LOUZADA vol.11, pág.262.

405 - AGOSTINHO BATISTA DE FREITAS - (1927 - 1997)
Lance Livre - Pão de Açúcar - ost - 43 x 66 - cie - 1974
Começou a pintar no início da década de 1950 (e ele próprio relatou que vendia seus trabalhos na Praça do Correio da capital paulista) sendo logo descoberto por Pietro Maria Bardi que organizou uma exposição de seus trabalhos no Museu de Arte de São Paulo, em 1952, mais tarde apresentados também, no Museu de Arte Moderna de São Paulo e da Bahia e no Museu de Arte Contemporânea de Campinas. Participou da XXXIII Bienal de Veneza (1966). MEC, vol. 2, pág. 210; PONTUAL, pág. 225; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 323; TEIXEIRA LEITE, PÁG. 208; ARTE NAIF NO BRASIL, pág. 214; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 832; Acervo FIEO.

406 - MARCELO GRASSMANN - (1925)
Lance Livre - Rosto - dn e s - 30 x 40 - cid - 1979
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 046 deste catálogo.

407 - RODOLPHO AMOÊDO - (1857 - 1941)
Lance Livre - Paisagem - dl - 11 x 16 - cid - Paris
Natural da cidade de Salvador, o artista chegou ao Rio de Janeiro no ano de 1868, ingressando, cinco anos depois, no Liceu de Artes e Ofícios e, em 1874, na Academia Imperial de Belas Artes, onde teria Vitor Meirelles, Agostinho da Mota e João Zeferino da Costa como mestres. Na Escola de Belas Artes de Paris, já estudante bolsista da Academia, aperfeiçoou-se com Cabanel e Puvis de Chavanes. De volta ao Rio de Janeiro, onde viria a falecer, destacou-se no exercício do magistério, como professor honorário e, posteriormente, como diretor da antiga Escola Nacional de Belas Artes. Dono de grande preciosismo técnico, Amoedo aborda com despojamento os mais delicados matizes nos seus temas, geralmente a figura humana. O MNBA possui em seu acervo mais de 300 obras do artista TEIXEIRA LEITE, 26/29; PONTUAL, pág. 24; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 411; ARTE NO BRASIL, pág. 566.; JULIO LOUZADA, VOL. 1 PÁGS. 58/59/60; F. ACQUARONE, pág. 101.

408 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Lance Livre - Pensativa - dn - 23 x 16 - cid - 1958
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 078 deste catálogo.

409 - ALUISIO CARVÃO - (1920 - 2001)
Lance Livre - Composição - tm - 37 x 22 - cie
Reproduzido sob o número 53 de Catálogo de Leilão da Bolsa de Arte do Rio de Janeiro datado de 24/10/2009 em São Paulo. -Importante pintor, escultor, Ilustrador, ator e cenógrafo brasileiro, natural de Belém-PA. Em 1952 estuda pintura com Ivan Serpa, no MAM-RJ, participando, entre 1954 e 1956, Grupo Frente e, entre 1960 e 1961, integra o Grupo Neoconcreto. Nos anos seguintes viaja para a Europa com o prêmio de viagem recebido no SNAM-RJ. No fim dos anos 60 passa a empregar materiais não tradicionais, como tampinhas metálicas de garrafa, pregos e barbante agrupados em suportes de madeira. Em 1996 ocorre retrospectiva de sua obra no Museu Metropolitano de Arte, em Curitiba, no Museu de Arte Moderna - MAM/BA e no MAM/RJ. "A preocupação inicial de Aluísio Carvão era com a forma: reduzir a obra a estruturas elementares, gestálticas. A partir da dissidência neoconcreta, da qual fez parte, é a cor que irá se impor, envolvendo a estrutura, ou melhor, a cor é, ela mesma, espaço. Carvão não é um pintor metafísico. Através da cor ele revela sua relação sensual com o mundo. Como ele diz: ´Vermelhos-guarás, araras, aroma das flores de manacá, o som do vento terral, o calor equatorial, o amarelo-laranja do sol, ressonâncias atávicas de Van Gogh e Mondrian, em trânsito pela Península Ibérica, Nordeste, Amazônia e nosso litoral daqui´. Nas pinturas da ´série cromativa´ ou no ´cubocor´ da fase neoconcreta, Carvão dá à cor sua máxima concretude e fisicalidade, mas, feito isto, ocorre a retração da cor, que se mutiplica em complementares, abrindo caminho para a caracterização como espaço lírico, território da memória. Sua linguagem e seus motivos são aéreos: sóis, luas, pipas, bandeirolas, mastros, arcos. Enfim, são formas que voam e ascendem, sem contudo perder o vínculo com a terra. " Frederico Morais, in MORAIS, Frederico. Vertente construtiva. In: DACOLEÇÃO: os caminhos da arte brasileira. São Paulo: Júlio Bogoricin, 1986. p. 131-132. JULIO LOUZADA, vol. 5 pág. 210/211; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, 655; LEONOR AMARANTE, 75; ARTE NO BRASIL, 921; Acervo FIEO.

410 - RUBEM VALENTIM - (1922 - 1991)
Base: R$ 12.500,00 - "Simbologia n° 3" - ast - 46 x 38 - d - 1986- Brasília, DF
Reproduzido no convite deste leilão. -Ex coleção Embaixador Sérgio Telles- São Paulo. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 159 deste catálogo.

411 - EDUARDO SUED - (1925)
Lance Livre - Homenagem a Léger - dlc - 22 x 16 - cid - 1968
Natural da cidade do Rio de Janeiro-RJ, onde reside e é ativo. Pintor, desenhista, ilustrador e gravador. Formou-se na Escola Nacional de Engenharia do Rio de Janeiro em 1948. Foi aluno de desenho e pintura do pintor Henrique Boese. Trabalhou como desenhista no escritório do arquiteto Oscar Niemeyer (1950-1951). Freqüenta os ateliês de La Grande Chaumière e L'Académies Julian em Paris (1951), retornando ao Rio de Janeiro em 1953, onde estuda gravura em metal com Iberê Camargo. Diversas exposições coletivas e individuais. JULIO LOUZADA, vol. 2, pág. 975/976; ARTE NO BRASIL, pág. 814; ITAU CULTURAL; Acervo FIEO.

412 - GILBERTO SALVADOR - (1946)
Lance Livre - Composição - m em f 76/100 - h=18 - b - 2008
Paulistano, Gilberto Salvador é pintor e desenhista, desfrutando de reconhecidos méritos pela critica especializada. Participou da IX Bienal de São Paulo (1967) e de outros Salões Oficiais a partir desse mesmo ano, recebendo diversas premiações. MEC, vol. 4, pág. 153; PONTUAL, pág. 469; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 740; ARTE NO BRASIL, pág. 971; LEONOR AMARANTE, pág. 185; Acervo FIEO.

413 - ARMANDO PACHECO - (1913 - 1965)
Lance Livre - Veneza - ost - 46 x 38 - cid
Pintor, gravador e desenhista, nascido e falecido na cidade do Rio de Janeiro. Ingressou no Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro em 1930, aos 17 anos de idade, ali tornando-se aluno de Isaltino Barbosa e aluno de Oswaldo Teixeira no ano seguinte. Na ENBA, foi aluno de Rodolpho Chambelland e Augusto Bracet. Participou regularmente do SNBA-RJ, conquistando prêmio viagem ao Exterior em 1950. Em 1968 o Museu Nacional de Belas Artes realizou um exposição com seus principais trabalhos. JULIO LOUZADA vol.1b, pág.705; TEXEIRA LEITE, pág. 372; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 766.

414 - ANA ANDRADE - (1953)
Lance Livre - "Os pinheiros" - grav. 22/30 - 30 x 20 - cid - 1985
Complemento de técnica: água tinta, maneira negra e ponta seca.- - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 164 deste catálogo.

415 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 12.000,00 - Paisagem - asj - 40 x 105 - cie e d - 1986
Reproduzido na página 219 do livro "Aldemir Martins por Aldemir Martins" editado por Best Point editora, São Paulo, 2005. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

416 - AUTOR DESCONHECIDO, SÉC. XX -
Lance Livre - Paisagem - osc - 30 x 40 - cie

417 - DAREL VALENÇA LINS - (1924)
Lance Livre - Marinha - ost - 14 x 22 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 042 deste catálogo.

418 - J. CARLOS - (1884 - 1950)
Lance Livre - "Não tain açucri" - g - 41 x 33 - cid
Capa da revista Careta. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 068 deste catálogo.

419 - VICENTE LEITE - (1900 - 1941)
Lance Livre - Estudo - a - 23 x 29 - cid - 1937- Espírito Santo
Vicente Rosal Ferreira Leite nasceu no estado do Ceará, onde servia na guarda do Palácio do Governo, quando o então governador João Tomé de Sabóia e Silva lhe ofereceu uma bolsa de estudos no Rio de Janeiro, em virtude de seus dotes como desenhista. Na antiga Escola Nacional de Belas-Artes, no Rio, teve Cândido Portinari e Orlando Teruz, entre outros, como seus condiscípulos. De 1920 a 1926 estudou sob a orientação de Lucílio de Albuquerque, Rodolfo Chambelland e João Batista da Costa - de quem sofreu grande influência em sua dedicação às paisagens. Reconhecido e condecorado com menções honrosas em todo país, realizou exposições em diversos estados brasileiros, e também participou de salões em países como Argentina e Estados Unidos. Executou ainda, no Palácio do Governo do Ceará, uma alegoria da Revolução de 1930 - obra onde empregou a técnica pontilhista da última fase dos impressionistas franceses. Suas obras podem ser encontradas no Museu Nacional de Belas-Artes, na Pinacoteca do Estado de São Paulo e no Museu Mariano Procópio, em Juiz de Fora. JULIO LOUZADA, VOL ,10, pág, 487. PONTUAL, pág, 308. MEC, VOL, 2, pág, 468; TEIXEIRA LEITE.pág, 284; ITAÚ CULTURAL.

420 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 30.000,00 - Mulatas - d.b.p. e ag n - 50 x 35 - ld - década 1930
Reproduzido no convite deste leilão. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 078 deste catálogo.

421 - EDGARD OEHLMEYER - (1909 - 1967)
Lance Livre - Rosas - osm - 20 x 14 - cse
Nasceu em Rio Claro, no dia 31 de maio e falecido em 4 de outubro de 1967. Nessa cidade cursou na Escola Profissional a seção de pintura com o prof. Carlos Hadler. Discípulo de Rocco, foi destacado paisagista e pintor de naturezas-mortas, tendo obtido diversas premiações nos SNBA e SPBA. TEODORO BRAGA, pág. 175; MEC. Vol.3, pág. 291; MAYER/1984, pag. 1070; TEIXEIRA LEITE, pág. 362; PONTUAL, pág. 389; ITAU CULTURAL; Acervo FIEO.

422 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 15.000,00 - Peixe - ast - 41 x 33 - cid - 1970
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

423 - ALBERTO DA VEIGA GUIGNARD - (1896 - 1962)
Lance Livre - Ouro Preto - dn - 28 x 20 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 173 deste catálogo.

424 - ARTE PRIMITIVA HOLANDESA SÉC. XIX / XX -
Lance Livre - Galinha - ost - 60 x 60 - n/as.
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 174 deste catálogo.

425 - THOMAZ IANELLI - (1932 - 2001)
Base: R$ 8.000,00 - Composição - ost - 100 x 70 - cid
Natural de São Paulo, estudou com Angelo Simeone na Associação Paulista de Belas Artes (1953). Participou de coletivas do Grupo Guanabara. Expôs individualmente desde 1960, em diversas cidade do País e no exterior (Madrid, Paris, Bilbao e Lima), e particpou de coletivas nacionais e estrangeiras, sendo presença constante em mostras antológicas de pintura brasileira no país e no estrangeiro. Sobre sua obra mais recente, já se disse pertencer a um mundo de suavidades carinhosas, poéticas, sem se tornar adocicado, monótono e cansativo. Um mundo feérico, aberto, fluído. Viveu no Paraná, com grande sucesso de público e crítica. TEIXERIA LEITE, pág. 507; MEC, vol. 2, pág. 345; WALTER ZANINI, pág. 755; ARTE NO BRASIL, pág.914, Acervo FIEO.

426 - SONYA GRASSMANN - (1933 - 1997)
Lance Livre - Moça - grav. 6/10 - 38 x 54 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 176 deste catálogo.

427 - DJANIRA DA MOTTA E SILVA - (1914 - 1979)
Lance Livre - "Colégios: Castro Alves/ Formosa Maria - Avar - dce - 10 x 18 cada - cid e d - Avaré- SP
Obra composta de dois desenhos com dedicatória no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 175 deste catálogo.

428 - FANG, CHEN KONG - (1931)
Lance Livre - Maternidade - ost - 55 x 65 - cid e d - 1986
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 058 deste catálogo.

429 - CONCESSA COLAÇO - (1929)
Lance Livre - Candelabro - t - 164 x 47 - cid e d
Tapeceira e gravadora. A tapeçaria era uma tradição em sua família. Assim, ainda menina, começou a trabalhar com seus pais. Durante mais de vinte anos dedicou-se à tarefa de modificar seu modo de tecer, obtendo melhores resultados. José Geraldo Vieira escreveu sobre ela: "Incluo, sem vacilar, Concessa Colaço no rol artístico das artesãs originais da talagraça. Os seus tapetes constituem-se de temas cromáticos, cujos desenhos brilhantes, sem simetrias majestosas e em efeitos distintos, são comparáveis aos melhores pendores orientais, ingleses, flamengos e franceses." Exposições individuais no Rio de Janeiro e em São Paulo. JULIO LOUZADA, vol 2 pág 288

430 - BENEDITO CALIXTO DE JESUS - (1853 - 1927)
Base: R$ 45.000,00 - Marinha - ost - 28 x 44 - cie
Reproduzido no convite deste leilão. - Com certificado de autenticidade firmado por Celso Calixto Rios- São Paulo. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 090 deste catálogo.

431 - BRUNO LECHOWSKY - (1889 - 1941)
Lance Livre - Paisagem - osc - 39 x 49 - cid - 1933- Rio
Natural da Polônia, este grande pintor e professor veio para o Brasil em 1926, fixando-se inicialmente no Paraná, para depois vir a residir de forma permanente no Rio de Janeiro, o qual pintou com todas as cores e luzes. Integrou o Núcleo Bernardelli, onde orientou mestres como Tamaki, Takaoka, e principalmente Pancetti, a quem chegaria a marcar, inclusive nas cores chapadas. TEODORO BRAGA, pág. 139; PONTUAL, pág. 305; MEC, vol. 2, pág. 465; TEIXEIRA LEITE, pág. 281/282; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 449; ARTE NO BRASIL, pág. 764.

432 - CARYBÉ - (1911 - 1997)
Lance Livre - Maternidade - e em b - h=46 - ass.
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 025 deste catálogo.

433 - NOEMIA MOURÃO - (1912 - 1992)
Lance Livre - Dama - p - 73 x 55 - cid - São Paulo- 1943
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 081 deste catálogo.

434 - DOMINGOS GEMELLI - (1903 - 1985)
Lance Livre - Rosas - ost - 50 x 61 - cie - Rio
Pintor, participou do Salão da Sociedade Brasileira de Belas Artes do Rio de Janeiro nos anos de 1935, 1948 e 1961. Figurou também no SNBA-RJ, onde recebeu Menção Honrosa. JULIO LOUZADA, vol. 1 pág. 414

435 - PAULO CLÁUDIO ROSSI OSIR - (1890 - 1959)
Base: R$ 9.000,00 - Flores - ost - 60 x 50 - cid - 12/11/1938
Pintor e arquiteto nascido e falecido em São Paulo. Estudou na Europa, e em 1921 expõe individualmente em sua cidade natal. Integrou, mais tarde, a Família Artística Paulista. Seu estilo combina elementos impressionistas e cubistas. Criou a OSIRARTE, firma especializada no fabrico de azulejos artísticos. TEODORO BRAGA, pág. 208; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 268; PONTUAL, pág. 462; MEC, vol, 3, pág. 303; ITAU CULTURAL; LEONOR AMARANTE, pág. 128; ARTE NO BRASIL; WALTER ZANINI, pág. 579, Acervo FIEO, RUTH TARASANTCHI.

436 - RENOT - (1932)
Lance Livre - "Casario do Carmo" - ost - 33 x 41 - csd e d - 1977
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 064 deste catálogo.

437 - JURANDIR UBIRAJARA CAMPOS - (1912 - 1972)
Base: R$ 3.700,00 - Natureza morta - ose - 74 x 92 - cid - 1969
Pintor ativo em São Paulo, especializou-se em natureza-morta e figura. Expôs no Salão Paulista de Belas Artes, obtendo menção honrosa (1943), pequena medalha de prata (1944), grande medalha de prata (1947) e medalha de ouro (1957). Em 1954, expôs no SNBA-RJ. MEC, vol. 1, pág. 334; JULIO LOUZADA, vol. 6, pág. 193; ITAU CULTURAL

438 - IVAN SERPA - (1923 - 1973)
Lance Livre - Figuras - p - 43 x 30 - cid - 1966
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 062 deste catálogo.

439 - CARLOS LEÃO - (1906 - 1982)
Lance Livre - Figura - dn e a - 26 x 20 - cid
Arquiteto, pintor e desenhista ativo no Rio de Janeiro. Participou com Lucio Costa no projeto do edifício sede do Ministério de Educação do Rio de Janeiro (1937). Excepcional desenhista, praticou igualmente a pintura, sempre fiel a uma só temática - "a mulher, seu corpo, seu mundo de amor, sexo e poesia". MEC, vol. 2, pág. 462/3; TEIXEIRA LEITE, pág. 281; PONTUAL, PÁG. 303; JULIO LOUZADA VOL.11, PÁG.171; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 602; ARTE NO BRASIL, pág. 746.

440 - ANTONIO BANDEIRA - (1922 - 1967)
Base: R$ 170.000,00 - Composição - ost - 19 x 26 - cid - 1963
Reproduzido no convite deste leilão. - Com a seguinte dedicatória no dorso "Para Belmiro com um abraço amigo, António Bandeira. Rio- outubro de 1963". - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 069 deste catálogo.

441 - MARIO GRUBER - (1927 - 2011)
Base: R$ 3.000,00 - Boneca - ost - 60 x 50 - cie - 1977
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 041 deste catálogo.

442 - ANTONIO MARCIO JULIÃO - (1978)
Lance Livre - Leão - e em m - h= 30 - b
Ativa em Prados, MG. José de Pádua Lisboa (conhecido como Zezinho Julião, sobrenome do avô), carpinteiro, fabricante de arreios para montaria, móveis rústicos, caibros, transmite aos nove filhos a técnica de trabalhar a madeira. Itamar (falecido em 2004) é o primeiro dos irmãos a iniciar-se na escultura, aos dez anos de idade. No início eram imagens de Cristo, santos e anjos até encontrar seu imaginário próprio: montanhas com macacos saindo de grutas e os leões. Os outros irmãos (José, Valdir, João, Eleusa, Eliana, Vicentina, Maria e Antonio) se voltaram para a escultura em madeira devido ao êxito de Itamar. Uns se especializaram em montanhas com pássaros de asas espalmadas e serpentes em alto- relevo, outros em blocos de madeira nos quais são cavadas pequenas grutas de onde emergem cães, onças com filhotes, lobos, tatus. Na vizinhança há outros da família: Anésio Julião (Anésio Geraldo da Silva), Ari, Antonio e Márcio Julião (Márcio Geraldo Luz da Silva), filho de Anésio. Suas obras foram expostas em Paris (1987) na exposição "Brésil, Arts Populaires" e na Mostra do Redescobrimento na Fundação Bienal, em São Paulo (2000). LÉLIA COELHO FROTA , PEQUENO DICIONÁRIO DA ARTE DO POVO BRASILEIRO - PÁG. 261 A 263.

443 - JOSÉ ANTONIO DA SILVA - (1909 - 1996)
Base: R$ 4.000,00 - "Apite já" - ost - 50 x 70 - cid e d - 1972
Considerado por muitos críticos e colecionadores como o mais típico dos nossos pintores ingênuos, Silva foi o intérprete da cena rural de São Paulo, num estilo expontâneo em que assomam, por vezes, soluções plásticas inesperadas. MEC, vol. 4, pág. 256; PONTUAL, pág. 493 e 494; TEIXEIRA LEITE, pág. 478; JULIO LOUZADA, vol. 2, pág. 958; ARTE NO BRASIL, vol. 2, pág. 958; BENEZIT, vol. 9, pág. 602; ARTE NAIF NO BRASIL, pág. 227; ITAU CULTURAL; LEONOR AMARANTE, pág. 171; Acervo FIEO.

444 - ANTONIO BANDEIRA - (1922 - 1967)
Lance Livre - Composição - a - 13 x 19 - cid - 1961
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 069 deste catálogo.

445 - MARIO ZANINI - (1907 - 1971)
Base: R$ 18.000,00 - Iconografia paulistana - ost - 37 x 47 - cid - 1964
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 021 deste catálogo.

446 - NELSON NOBREGA - (1900 - 1997)
Lance Livre - Flores - ost - 52 x 65 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 224 deste catálogo.

447 - RAIMUNDO DE OLIVEIRA - (1930 - 1966)
Lance Livre - Projeto para vitral - tm - 32 x 22 - cid - 1965
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 197 deste catálogo.

448 - INOS CORRADIN - (1929)
Lance Livre - Vendedor de pássaros - ost - 110 x 50 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 034 deste catálogo.

449 - DOMENICO PEDRINI - (1876 - 1932)
Lance Livre - Mulher a beira mar - ost - 74 x 47 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 213 deste catálogo.

450 - ANTONIO PARREIRAS - (1860 - 1937)
Base: R$ 17.500,00 - Paisagem - osm - 16 x 26 - cie - 1911
Reproduzido no convite deste leilão. -Um dos maiores paisagistas do Brasil, autor também de imponentes nus, Antonio Parreiras estudou com Grimm, mas adquiriu em seguida um estilo próprio, que se traduziu numa cor e numa textura violentas, quase fauves. BENEZIT, vol. 8, pág. 136; MAYER/84, pág. 1082; MEC, vol, 3, págs. 335/6; PONTUAL, págs. 406/7; LAUDELINO FREIRE, pág. 382; WALMIR AYALA, vol. 2, págs. 168 e 170; TEIXEIRA LEITE, pág.386/388; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 416; ARTE NO BRASIL, pág. 532; LEONOR AMARANTE, pág. 42; F. ACQUARONE, pág. 155.

451 - AUGUSTO RODRIGUES - (1913 - 1993)
Lance Livre - Nu - dl - 27 x 20 - cid
Desenhista, caricaturista e educador, Augusto Rodrigues nasceu em Recife-PE, onde frequentou a partir de 1932, o ateliê de Percy Lau. Participou em 1934 da primeira exposição de arte moderna de Pernambuco. Desenhista e caricaturista por excelência, o artista destacou-se no Sul do País, participando de salões, coletivas e individuais, recebendo honrarias e premiações. Criou diversos personagens, amparado na visão do cotidiano das grandes cidades. MEC, vol. 4, pág. 89; PONTUAL, pág. 457; TEODORO BRAGA, pag. 43; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 602; ARTE NO BRASIL, pág. 517.

452 - TOMIE OHTAKE - (1913)
Base: R$ 7.500,00 - Máscara - pm c/hdb - 40 x 50 - 1989
Importantíssima pintora, nascida em Kyoto, Japão, e radicada no Brasil desde 1936, País que adotou inclusive a cidadania. Iniciou-se artisticamente a partir de 1950, com o pintor japonês visitante Keiya Sugano. Ligou-se ao Grupo Seibi, em cujos salões obteve diversas premiações. Participou ainda por várias vezes, com premiações, do SPAM e do SNAM. MEC, vol. 3, pág. 323; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 791; BENEZIT, vol. 7, pág. 791; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 140/141; PONTUAL, pág. 390; ART PRICE ANNUAL 1990, pág. 1464; TEIXEIRA LEITE, pág. 362/3/4; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 939; LEONOR AMARANTE, pág. 170; WALTER ZANINI, pág. 693; Acervo FIEO.

453 - CARYBÉ - (1911 - 1997)
Base: R$ 10.000,00 - Figuras da Bahia - dn e a - 26 x 20 - cid - 1940
Reproduzido sob o número 58 de catálogo de leilão das Galerias em São Paulo, realizado em 23 de março de 2010. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 025 deste catálogo.

454 - ARTUR BÁRRIO - (1945)
Lance Livre - Composição - p - 22 x 31 - cse - 1993
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 204 deste catálogo.

455 - LUZIA SIMONS - (1953)
Base: R$ 8.000,00 - Figura - foto - 150 x 100 - d - 2001
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 155 deste catálogo.

456 - DENISE OTERO STORER SÉC XX -
Lance Livre - "Nostalgia" - ost - 50 x 70 - cie - 2010
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 208 deste catálogo.

457 - SILVIA ALVES - (1947)
Lance Livre - "Amanhecer no Sumaré" - ost - 38 x 46 - cid e d - 2012
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 207 deste catálogo.

458 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 30.000,00 - Figuras - tm - 40 x 27 - ci
Reproduzido sob o número 28 de catálogo de leilão das Galerias em São Paulo, realizado em 31 de agosto de 2010. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 078 deste catálogo.

459 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 3.000,00 - "Bahiana com cesta de frutas" - ser. - 77 x 25 - cid - 1967
Com certificado de autenticidade emitido pelo Estúdio Aldemir Martins. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

460 - ALFREDO CESCHIATTI - (1918 - 1989)
Base: R$ 40.000,00 - Contorcionista - e em b - h=67 - ass.
Reproduzido no convite e na quarta capa do catálogo deste leilão. -Versão em tamanho menor da escultura que se encontra instalada no foyer da Sala Villa- Lobos do Teatro Nacional Cláudio Santoro em Brasília- DF. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 162 deste catálogo.

461 - TARSILA DO AMARAL - (1890 - 1973)
Lance Livre - Paisagem antropofágica - dn - 13 x 19 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 083 deste catálogo.

462 - BRUNO GIORGI - (1905 - 1993)
Lance Livre - "Meteoro" - e em b - h=11 - ass.
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 102 deste catálogo.

463 - VITTÓRIO GOBBIS - (1894 - 1968)
Lance Livre - Rosas - ost - 61 x 51 - ci - 1959
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 230 deste catálogo.

464 - MARCELO GRASSMANN - (1925)
Lance Livre - Nu - tm - 34 x 44 - cie - 1972
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 046 deste catálogo.

465 - INIMÁ DE PAULA - (1918 - 1999)
Base: R$ 12.500,00 - Paisagem - osm - 47 x 60 - cid - déc. 1950
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 076 deste catálogo.

466 - LIVIO ABRAMO - (1903 - 1992)
Lance Livre - Guerra - xilo. H. C. - 22 x 27 - cie - 1946
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 071 deste catálogo.

467 - RUBEM VALENTIM - (1922 - 1991)
Base: R$ 6.000,00 - "Emblema 77" - osm - 62 x 42 - d - 1977, Brasília-DF
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 159 deste catálogo.

468 - FULVIO PENNACCHI - (1905 - 1992)
Base: R$ 19.000,00 - "Aldeia de pescadores" - ase - 50 x 35 - cie e d - 1982
Com etiqueta número 049-BO.379-82A do ateliê do autor, no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 047 deste catálogo.

469 - MARIA LEONTINA - (1917 - 1984)
Lance Livre - Estandarte - p - 32 x 21 - cid - 1965
Aluna de Waldemar da Costa, Maria Leontina é uma pintora que conquista o espectador pela finura de seus acostamentos cromáticos. Em 1947, integrava o Grupo dos 19, e, nos anos "50", passou por interessante fase geométrica. MEC, vol. 2, pág. 471; TEIXEIRA LEITE, pág. 309; PONTUAL, pág. 338; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 772; LEONOR AMARANTE, pág. 25; WALTER ZANINI, pág. 645.

470 - JOSÉ FERRAZ DE ALMEIDA JR. - (1850 - 1899)
Base: R$ 7.000,00 - No ateliê - osm - 18 x 11 - cid - 1897
Reproduzido no convite e na capa do catálogo deste leilão. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 070 deste catálogo.

471 - LUCILIA FRAGA - (1895 - 1979)
Lance Livre - Flores - ostcc - 22 x 17 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 221 deste catálogo.

472 - APARÍCIO BASÍLIO DA SILVA - (1936 - 1992)
Lance Livre - Composição - e em b - h=33 - ass.
Aparício Antonio Basílio da Silva era escultor, estilista, ex-presidente do Museu de Arte Moderna de São Paulo e empresário, tendo sido responsável pela linha de perfumes RASTRO, a segunda perfumaria nacional, depois da PHEBO. Em 1981 inaugurou uma exposição de 23 esculturas e 78 múltiplos, em Nova York. Dentre as várias homenagens a ele prestadas estão o "Troféu Aparício Basílio da Silva" [7] e o nome Praça Aparício Basílio, ao local aonde veio a falecer.[8]pt.wikipedia.org.

473 - TADASHI KAMINAGAI - (1899 - 1982)
Lance Livre - Paisagem - a e g - 20 x 25 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 055 deste catálogo.

474 - LEVINO FANZERES - (1884 - 1956)
Lance Livre - Paisagem - ost - 61 x 44 - cid - 1950
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 061 deste catálogo.

475 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 12.500,00 - Limões - ast - 60 x 81 - cie e d - set 1992- São Paulo
Número de registro no ateliê 103-92. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

476 - ANTONIO PAIM VIEIRA - (1895 - 1988)
Lance Livre - "Pedra do Adeus" - psa - 15 x 15 - cid e d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 037 deste catálogo.

477 - SILVIA DE LEON CHALREO - (1905 - 1991)
Lance Livre - Crianças - g - 23 x 10 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 227 deste catálogo.

478 - ÉLON BRASIL - (1957)
Lance Livre - "Metrópoles" - ost - 100 x 130 - d
Artista plástico autodidata, nasceu em 1957, na praia de Jurujuba, em Niterói-RJ, onde aos seis anos de idade começou a rabiscar seus primeiros crayons. Mudando-se em 1968 para São Paulo, aos 12 anos, ganhou sua primeira medalha de ouro na II PINARTE de Pinheiros. Em 1970, juntamente com os artista Aldemir Martins, Clóvis Graciano e Carlos Scliar, Élon ilustrou o livro de poesias "Cantando os Gols" de Tito Battine. Hoje, sua obra figurativa e abstrata é composta por imagens da terra: índios, negros e caboclos, cercados por textura e cores marcantes. Sua temática busca ressaltar e preservar a cultura brasileira e suas próprias raízes. Filho de baianos - mãe negra, neta de índios, e pai (o artista Milton Brasil), neto de imigrantes italianos e portugueses - Élon resgata em sua história e origem, a fonte de inspiração . Ao morar na Suíça por seis meses, obteve a oportunidade de expor o seu trabalho em diversas ocasiões, tornando-se conhecido internacionalmente, principalmente com encomendas para colecionadores europeus.

479 - NOEMIA MOURÃO - (1912 - 1992)
Lance Livre - Porto - a - 35 x 25 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 081 deste catálogo.

480 - JOSÉ SABÓIA - (1949)
Lance Livre - Trabalhadores - ost - 100 x 80 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 024 deste catálogo.

481 - ALFREDO GALVÃO - (1900 - 1987)
Lance Livre - Paisagem - a - 17 x 11 - cie
Pintor e professor de arte, ex-diretor do Museu Nacional de Belas Artes, Galvão foi aluno de Amoedo, Chambelland e Lucílio de Albuquerque, tendo conquistado o prêmio de viagem ao estrangeiro no Salão Nacional de Belas Artes de 1927. Cultivou todos os gêneros, fiel ao estilo de sua mocidade. TEODORO BRAGA, págs. 30 e 105; Catálogo da Exp. De Paisagem Brasileira - Min. da Educ. e Saúde - MNBA / Rio / 1944 - n/nº P. 149; REIS JR. ,pág. 380; MEC, vol. 2, pág. 237; PONTUAL, pág. 231; TEIXEIRA LEITE, pág. 214.

482 - AGOSTINHO BATISTA DE FREITAS - (1927 - 1997)
Base: R$ 6.000,00 - Largo Paissandú - ost - 65 x 101 - cie - 1980
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 405 deste catálogo.

483 - ORLANDO TARQUINIO - (1894 - 1977)
Lance Livre - Quintal - osc - 38 x 54 - cid
Com carimbo do Estúdio Orlando Tarquinio no dorso. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 233 deste catálogo.

484 - CHARBEL HANNA ELL OUTRA - (1950)
Lance Livre - "Noite estrelada" - ast - 75 x 90 - cid e d - 1996
Natural do Líbano, Charbel, como assina suas obras, transferiu-se com a familia para o Brasil em 1952, fixando residência em São Paulo SP. Segundo o crítico Olivio Tavares de Araújo: "O desenho e a pintura têm uma certa dureza intencional, como que um desejo de não adular o olhar. A adesão requerida pela obra de Charbel tem que ser à sua Weltanschung à sua visão do mundo e universo de valores como um todo. Nesse sentido ele é um artista radical. Ou entramos na sua, ou ele nos recusa. Nada de concessões ou meio-termos. E também aí, sem hesitar, ele nos dá mais uma faceta de sua contemporaneidade estilisticamente atemporal". in CHARBEL. Charbel. São Paulo: Galeria Paulo Prado, 1984. Expõe individualmente desde 1975 - São Paulo SP, e coletivamente a partir de 1971 - Santo André SP - 4° Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal. WALMIR AYALA, vol.1, pág. 198; ITAUCULTURAL.

485 - TSUKIKA OKAYAMA - (1908 - 1997)
Lance Livre - Paisagem - ost - 33 x 41 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 235 deste catálogo.

486 - JOSÉ ANTONIO MORETO - (1938)
Lance Livre - Paisagens - osm - 10 x 20 cada - cie - 1979- Itapuí
Conjunto de 4 quadros montados em uma só moldura. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 234 deste catálogo.

487 - NELSON LEIRNER - (1932)
Lance Livre - Fósforos - grav. - 84 x 62 - cid - 1983
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 241 deste catálogo.

488 - MARCIO SCHIAZ - (1965)
Lance Livre - "Ouro Preto" - ost - 50 x 70 - cie e d - 2011
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 237 deste catálogo.

489 - ATHOS BULCÃO - (1918 - 2008)
Lance Livre - "Cromática número I" - dlc - 45 x 32 - cid
Pintor e desenhista. Começou a dedicar-se a arte estimulado por Portinari, que, em 1945, o convidou a trabalhar nas obras da Pampulha, em Belo Horizonte. No ano anterior realizara exposição individual na sede recém-inaugurada do Instituto dos Arquitetos do Brasil no Rio de Janeiro, voltando a fazê-lo na Capital mineira em 1946 e 1947. Já então conquistara medalhas de prata em pintura e desenho no SNBA. Recebendo bolsa de estudos no governo francês, viajou em 1948 para Paris, onde permaneceu um ano, visitando ainda a Itália. De regresso ao Brasil, passou a dedicar-se também a trabalhos no campo da decoração. Residindo mais recentemente em Brasília, ali criou azulejos e vitrais para a Igreja de Nossa Senhora de Fátima, com motivos cristãos da Pomba e da Estrela, símbolos do Divino Espírito Santo e da natividade. Participou como isento de júri dos II SAMDF (1965), realizando em 1968 exposição individual de desenhos em Brasília (Galeria Encontro). Rubem Braga focalizou-o em uma crônica publicada na revista Manchete (14 de agosto de 1954). TEODORO BRAGA, PÁG. 59; MEC, vol. 1, pág. 301; WALMIR AYALA, vol.1, pág. 140; PONTUAL, pág. 93; TEIXEIRA LEITE, pág. 92; JÚLIO LOUZADA, vol. 7, pág.112; ITAÚ CULTURAL.

490 - REINALDO MANZKE - (1906 - 1980)
Lance Livre - Marinha - g - 20 x 29 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 033 deste catálogo.

491 - ARNALDO FERRARI - (1906 - 1974)
Lance Livre - Composição - g - 21 x 24 - cid
Pintor e desenhista de São Paulo. Estudou artes decorativas, desenho e pintura no Liceu de Artes e Oficio de São Paulo e na Escola de Belas Artes de São Paulo, tendo sido aluno de Érico Vio . Pertenceu ao Grupo Guanabara de São Paulo, com Tomie Ohtake, Ianelli, Fukushima e outros. Passou, num trabalho lento e consciente, do figurativismo para uma abstração geometrizante. Participou do Grupo Santa Helena, com Alfredo Volpi, Mario Zanini e outros, nos anos de 1935 a 1950. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 304/5; MEC, vol. 2, pág. 149/50; TEIXEIRA LEITE, PÁG. 191; PONTUAL, pág. 207; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 378; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág.678, Acervo FIEO.

492 - CARLOS KAHAN - (1959)
Lance Livre - Paisagem - ost - 61 x 81 - cid
Nasceu em São Paulo, Capital, em 9 de maio de 1959. Inicia-se nas artes plásticas aos 16 anos, tendo aulas de pintura a óleo com Walter Lewy. Participou do XIV Salão Livre da Associação Paulista de Belas Artes. Figurou em exposições individuais e coletivas desde 1988, e internacional, a partir de 1986. JULIO LOUZADA, vol. 11 pág. 162

493 - ANATOL WLADYSLAW - (1913 - 2004)
Lance Livre - Composição - dn e a - 35 x 50 - cid - 1975
Pintor e desenhista nascido em Varsóvia, Polonia; faleceu em São Paulo, aos 91 anos de idade. No Brasil desde 1930, fixou residência em São Paulo, naturalizando-se brasileiro. Dedicou-se à pintura e ao desenho a partir de 1946, participando da I à IX Bienal, recebendo diversas premiações. Formado em engenharia no Mackenzie, tornou-se um dos pioneiros da arte abstrata, participando ativamente do movimento Ruptura, ao lado de Valdemar Cordeiro, Lothar Charoux e Luiz Sacilotto. Figura no acervo do MAM-RJ e MNBA de Buenos Aires. JULIO LOUZADA, VOL, 4, pág, 1177. MEC, VOL, 4 pág, 512. TEIXEIRA LEITE, pág, 544. WALMIR AYALA, VOL 2. pág, 442; PONTUAL, pág. 553; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 921.

494 - ALEXANDRE RAPOPORT - (1929)
Lance Livre - Composição - mon. - 53 x 34 - cid - 1958
Arquiteto, pintor, gravador, desenhista industrial e professor, RAPOPORT nasceu no Rio de Janeiro, onde cursou a Faculdade Nacional de Arquitetura da antiga Universidade do Brasil. Fêz aprendizado de gravura na antiga ENBA em 1952. Conquistou menções honrosas em pintura e desenho no SNBA a partir de 1948. WALMIR AYALA,vol. 2, pág. 237; MEC, vol. 4, pág. 26; PONTUAL, pág. 447; TEIXEIRA LEITE, pág. 431; JÚLIO LOUZADA, vol. 11, pág. 260; ITAU CULTURAL.

495 - AGUILLAR NAVARRO - (1917 - 1983)
Lance Livre - "Queimada" - ost - 60 x 120 - cie e d
No estado. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 245 deste catálogo.

496 - ADOLFO FONZARI - (1880 - 1959)
Lance Livre - Flores - p - 34 x 34 - cie
Pintor e decorador italiano. Expôs individualmente em Curitiba-PR (1937), Porto Alegre (1939) e São Paulo (1941). Obteve premiações em salões estaduais em São Paulo e Rio Grande do Sul. É de sua autoria a decoração do teto do Teatro Santa Helena, SP. THEODORO BRAGA, pág.98; Pintores Italianos no Brasil-abril/82; TEIXEIRA LEITE, pág.205; MEC. Vol.2, pág.186; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO, RUTH TARASANTCHI.

497 - ARTHUR ALVES FIGUEIREDO - (1924)
Lance Livre - Porto - ose - 27 x 35 - cid
Pintor nascido em Indaiatuba, SP. Assina Arthur Figueiredo. Iniciou sua formação artística com Caetano Miami, Silvio Alves, Augusto Barboso e curso de cerâmica com Mme Leduc, no Museu de Arte de São Paulo (década de 60). Participou de vários Salões oficiais, obtendo vários prêmios em: São Paulo (1978, 1983); Estados Unidos (década de 60); São Lourenço, MG (1983); Rio de Janeiro (1983). JULIO LOUZADA VOL 1, PÁG. 383.

498 - YOSHIYA TAKAOKA - (1909 - 1978)
Lance Livre - Cavalos - a - 30 x 30 - cid - 1967
Pintor e desenhista nascido em Tóquio, Japão, veio para o Brasil em 1925, fixando-se no interior de São Paulo, trabalhando na lavoura. Mudou-se para São Paulo, onde ganhava a vida vendendo pastéis, fazendo caricaturas e como pintor de paredes. Foi aluno de Bruno Lechowsky no Rio de Janeiro. Foi um dos fundadores do Grupo Seibi, que reuniu artistas plásticos da colônia japonesa em São Paulo (1935). Fundou em 1948, juntamente com Geraldo de Barros e Antonio Carelli, o Grupo dos Quinze. Viveu em Paris de 1952 a 1953, estudando técnica de mosaico; Freqüentou o Núcleo Bernardelli, onde se ligou de amizade a Pancetti. Participou de diversos salões e exposições, nacionais e estrangeiras, recebendo diversas premiações. PONTUAL, pág. 510; TEIXEIRA LEITE, pág. 490; MEC, vol. 4, pág. 352; TEODORO BRAGA, pág. 220; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 361; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 579; ARTE NO BRASIL.

499 - ADEMAR SHIMABUKURO - (1963)
Lance Livre - Composição - ost - diâmetro 43 - d - 1993
Pintor e gravador natural de Campinas-SP. formou-se em arquitetura pela PUC de sua cidade em 1991. Trabalha e reside em São Paulo, onde leciona e desenvolve atividades ligadas às artes plásticas. Estudou gravura com Evandro Carlos Jardim, pintura com Adolpho Hollanda e sumi-ê com Massao Okinaka, sendo autodidata nas demais técnicas. Expõe desde 1992, com sucesso de público de crítica. "Ademar Shimabukuro, promissor talento, apresenta uma obra pictórica de grande impacto pela sutileza em acoplar materiais recicláveis como madeira, feltro, barbante (...) com maestria, conseguinto efetios notáveis. Cada obra permite ao espectador uma viagem imaginária, por entre as texturas contrastantes em composições ritmadas pela perseverança em alcançar o equilíbrio perfeito das formas." José Henrique Fabre Rolim, junho de 1994, crítico da ABCA-APCA.

500 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Peixe - lito. PA - 48 x 30 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.