Leilão de Arte tableau - Dezembro de 2011

001 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Seca - lito. 10/100 - 16 x 23 - cie - 1996
Desenhista, pintor e gravador. Viveu em São Paulo a partir de 1946, após rápida permanência no Rio de Janeiro (1945). Um dos fundadores da Sociedade Cearense de Artes Plásticas. Participou da I à IV Bienal de São Paulo, premiado na Bienal de Veneza e MAM-RJ, 1951, 1953 e 1957, prêmio de melhor desenhista nacional. Dedicou-se a temas do nordeste (cangaceiros, rendeiras, retirantes), passando depois a retratar peixes, gatos, cabras, galos, flores e frutas do Brasil; sua obra caracteriza-se pelo traço múltiplo e variado. MEC, vol. 3, pág. 78, PONTUAL, págs. 342/343; ARTE NO BRASIL, vol 2, pág. 1051; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 637; LEONOR AMARANTE, pág. 18; Acervo FIEO.

002 - ARNALDO BARBIERI - (1913)
Lance Livre - No pasto - ostce - 22 x 16 - cie
Pintor contemporâneo ativo em São Paulo. Ainda muito jovem fez curso de desenho na Escola Profissional de Franca. Transferiu-se mais tarde para a Capital e frequentou por vários anos o ateliê de Aliberto Baroni. A partir de 1959 participou regularmente do Salão Paulista de Belas Artes, onde conquistou inúmeras premiações, inclusive prêmio de aquisição. JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 91; MEC, vol, 1, pág. 179; Acervo FIEO.

003 - ALBERTO LUME - (1944)
Lance Livre - Marinha - ost - 50 x 100 - cid
No estado. -Nascido José Alberto Nascimento Gomes Lume, natural da Ilha da Madeira, Portugal, em 6 de fevereiro de 1944. Formou-se artísticamente na Europa, onde conviveu com renomados pintores, tornando-se um colorista experimentado. Radicado no Brasil, usa o seu talento para fixar a beleza da cor brasileira. JULIO LOUZADA vol.11, pág. 184

004 - ANTONIO MAIA - (1928 - 2008)
Lance Livre - Ex-voto - ast - 40 x 40 - ci e d - 2006
Natural de Carmópolis, SE. Pintor e desenhista. Radicado no Rio de Janeiro desde 1955. Em 1959 fez suas primeiras apresentações em coletivas. Estreou no SNAM, obtendo o prêmio de viagem ao exterior (1969). Pertencente àquele grupo de artistas que organizam seu trabalho em torno de valores culturais vindos da expressão popular, o artista assumiu como um dos temas de sua pintura a imagem do ex-voto., escultura religiosa de caráter popular e votivo. O ex-voto representa, para o artista, um ponto de partida na realização de uma paisagem brasileira sem conotações urbanas. É uma pintura em que o mundo dos homens é construído pelos homens e por suas criações. O artista empresta às figuras com que trabalha, os ex-votos, conotações de análise ideológica, e o faz sem palavras, apenas pela força da presença visual. Figurou em diversas coletivas nacionais e internacionais, conquistando prestigio de critica e público. MEC vol.3, pág.42; PONTUAL, pág. 330 e 331; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 697; Acervo FIEO.

005 - ARTHUR ALVES FIGUEIREDO - (1924)
Lance Livre - " Igreja de Santo Antônio - Tiradentes MG " - ost - 48 x 63 - cie e d - 1980
Pintor nascido em Indaiatuba, SP. Assina Arthur Figueiredo. Iniciou sua formação artística com Caetano Miami, Silvio Alves, Augusto Barboso e curso de cerâmica com Mme Leduc, no Museu de Arte de São Paulo (década de 60). Participou de vários Salões oficiais, obtendo vários prêmios em: São Paulo (1978, 1983); Estados Unidos (década de 60); São Lourenço, MG (1983); Rio de Janeiro (1983). JULIO LOUZADA VOL 1, PÁG. 383.

006 - ARTHUR BYRNE - (1946)
Lance Livre - Jardim - lito. 71/260 - 65 x 48 - cid
Pintor inglês, natural de Londres, onde nasceu a 3 de agosto. Tem a sua atuação em galerias européias e americanas. A fauna e a flora são caracterizadas em seus trabalhos de jardins londrinos, com o uso de técnicas mistas tendo o papel como suporte.

007 - CARLOS BORGES - (1959)
Lance Livre - Balão - ostce - 20 x 16 - cie
Pintor e escultor, natural de Itumbiara, GO. Formou-se em Desenho e Artes Plásticas na UNB, Brasília - DF, em 1982. Exposição individual em Brasília (1992). Coletivas em Brasília, Goiânia, GO e Cuiabá, MT (1991). Prêmios: Brasília, DF (1991, 1992). JULIO LOUZADA, VOL. 6, PÁG.142.

008 - CHARBEL HANNA ELL OUTRA - (1950)
Lance Livre - " Almoço sobre a relva " - ast - 74 x 61 - cid e d - 1983
Natural do Líbano, Charbel, como assina suas obras, transferiu-se com a familia para o Brasil em 1952, fixando residência em São Paulo SP. Segundo o crítico Olivio Tavares de Araújo: "O desenho e a pintura têm uma certa dureza intencional, como que um desejo de não adular o olhar. A adesão requerida pela obra de Charbel tem que ser à sua Weltanschung à sua visão do mundo e universo de valores como um todo. Nesse sentido ele é um artista radical. Ou entramos na sua, ou ele nos recusa. Nada de concessões ou meio-termos. E também aí, sem hesitar, ele nos dá mais uma faceta de sua contemporaneidade estilisticamente atemporal". in CHARBEL. Charbel. São Paulo: Galeria Paulo Prado, 1984. Expõe individualmente desde 1975 - São Paulo SP, e coletivamente a partir de 1971 - Santo André SP - 4° Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal. WALMIR AYALA, vol.1, pág. 198; ITAUCULTURAL.

009 - ALBERTO KAPLAN - (1957)
Lance Livre - Composição - a - 50 x 66 - cid - 1992
Pintor, arquiteto e professor nascido no Rio de Janeiro. Cursou desenho com Aluísio Carvão no Museu de Arte Moderna, MAM - RJ, em 1974; dois anos depois, ingressou no curso de arquitetura e belas artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro, formando-se em 1980, cursou Metodologia da Arte na Universidade de São Paulo onde defendeu a tese "As Aparências da Aquarela". Realizou exposições individuais no: Rio de Janeiro (1980 a 1982, 1984, 1990, 1991, 1993); Vitória, ES (1982); Recife, PE (1986, 1989, 1991); Viçosa, MG (1991); São Paulo (1992); Toronto, Canadá (1993). Coletivas: Rio de Janeiro (1978, 1983 a 1987, 1990, 1996, 1997, 2001, 2003); Santos, SP (1984); Recife , PE (1985). ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA VOL. 10, PÁG. 462.

010 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Gato - grav. - 23 x 15 - cid - 1967
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

011 - DOMINGOS GEMELLI - (1903 - 1985)
Lance Livre - Natureza morta - ost - 37 x 46 - cie - Rio
Pintor, participou do Salão da Sociedade Brasileira de Belas Artes do Rio de Janeiro nos anos de 1935, 1948 e 1961. Figurou também no SNBA-RJ, onde recebeu Menção Honrosa. JULIO LOUZADA, vol. 1 pág. 414

012 - ANTONIO AUGUSTO MARX - (1919 - 2008)
Lance Livre - Paisagem - lito. 71/110 - 70 x 100 - cid
Arquiteto e pintor ativo em São Paulo, onde participa de mostras coletivas a partir de 1966, com reconhecimento de crítica e público. Artista de muitos recursos técnicos, suas obras tem como tema a paisagem, do campo e da cidade, com conteúdo de atmosfera, côr e equilibrio. MEC vol.3, pág. 99; PONTUAL, pág. 346; JULIO LOUZADA vol.11, pág. 203; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 803, Acervo FIEO.

013 - CHARLES LAPICQUE - (1898 - 1988)
Lance Livre - Figura - lito. 3/99 - 36 x 28 - cid
Importantissimo pintor, escultor e gravador francês, natural de Theizé, e falecido em Orsay, em 15 de julho de1988. Como engenheiro desenvolveu sua paixão pelos desenhos geométricos e perspectivas. Incentivado por Jacques Lipchitz, ele decide em 1928 dedicar-se mais à pintura. Em 1937, Lapicque foi contratado para executar 5 paineis decorativos para o Palais de la Découverte em Paris. Despertou particular interesse no Cubismo. Junto com Jean Bazaine e Maurice Estève formaram um grupo distinto da Ecole de Paris. BENEZIT, vol 6 pág. 442/443

014 - ÉLON BRASIL - (1957)
Lance Livre - " Chuva no centro - série metrópoles " - ast - 61 x 80 - cse e d
Artista plástico autodidata, nasceu em 1957, na praia de Jurujuba, em Niterói-RJ, onde aos seis anos de idade começou a rabiscar seus primeiros crayons. Mudando-se em 1968 para São Paulo, aos 12 anos, ganhou sua primeira medalha de ouro na II PINARTE de Pinheiros. Em 1970, juntamente com os artista Aldemir Martins, Clóvis Graciano e Carlos Scliar, Élon ilustrou o livro de poesias "Cantando os Gols" de Tito Battine. Hoje, sua obra figurativa e abstrata é composta por imagens da terra: índios, negros e caboclos, cercados por textura e cores marcantes. Sua temática busca ressaltar e preservar a cultura brasileira e suas próprias raízes. Filho de baianos - mãe negra, neta de índios, e pai (o artista Milton Brasil), neto de imigrantes italianos e portugueses - Élon resgata em sua história e origem, a fonte de inspiração . Ao morar na Suíça por seis meses, obteve a oportunidade de expor o seu trabalho em diversas ocasiões, tornando-se conhecido internacionalmente, principalmente com encomendas para colecionadores europeus.

015 - MARCIO SCHIAZ - (1965)
Lance Livre - " Olaria " - ost - 20 x 30 - cid e d
Com certificado de autenticidade, firmado pelo autor.Paulistano, o pintor nasceu em 10/5/1965. Estudou na APBA-SP, onde desenvolveu curso de desenho e pintura, frequentado sessões de modelo vivo. Individuais desde 1989 e coletivas em Salões Oficiais, com sucesso de crítica. Recebeu diversos prêmios. JULIO LOUZADA, vol.13, pág. 304; Acervo FIEO.

016 - CARLOS MERIDA - (1891 - 1984)
Lance Livre - Composição - g - 20 x 27 - cid - 1944
Desenhista, pintor, muralista, gravador e professor nascido na Cidade da Guatemala, Guatemala e falecido na Cidade do México, México. Seu aprendizado artístico se iniciou na Guatemala (Cidade da Guatemala e Queltzaltenango) e, em Paris (1910-1914), onde teve contato com Pablo Picasso e Amedeo Modigliani. Retornou à Guatemala (1914) e fez sua primeira individual. Em 1919, interessado na revolução artística e social do México, mudou-se para lá e se envolveu na escola de pintura mural mexicana trabalhando como assistente de Diego Rivera. Criou numerosos murais na Guatemala e no México. Em 1942 foi professor da atual Universidade do Norte do Texas. Suas obras podem ser encontradas em muitos museus do mundo. www.adanigallery.com; www.literaturaguatemalteca.org; www..artcyclopedia.com; www.britannica.com; www.latinart.com; www.latinamericanart.com; artnet.com; askart.com; arcadja.com; artprice.com.

017 - BETH MAGLI - (1944)
Lance Livre - Vila de pescadores - a - 50 x 70 - cid - 1995
Paulistana, viveu sua juventude no interior de São Paulo e no Paraná. Autodidata, seus temas iniciais foram os motivos brasileiros do interior paulista e quadros folclóricos de Salvador, Bahia. Suas obras, de grande sensibilidade e fantasia, retratam a farta e rica diversidade das cores tropicais. Expõe desde 1981, inclusive na Alemanha (1992 e 1993). Suas obras fazem parte de coleções no Brasil, USA, Suiça, Alemanha, França, Italia, Espanha e Inglaterra. JULIO LOUZADA, vol. 9, pág. 517

018 - FERNANDO COELHO - (1939)
Base: R$ 1.500,00 - " O tocador e o malabarista " - ost - 30 x 60 - cie e d - 1980 - Itapuã/BA
Pintor baiano nascido em Salvador. Inicialmente publicitário de sucesso, dedica-se integralmente à pintura a partir de 1963. Além de exposições individuais nas Galerias Querino (Salvador), Astréia (SP), e Bonino (RJ), expôs na Alemanha e participou dos SNAM e BNAP. Produz pintura que, fixando paisagens urbanos, se situa entre o figurativismo e o abstracionismo. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 209/210; MEC, vol. 1,pág. 441; PONTUAL, pág. 139; TEIXEIRA LEITE, pág. 126; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 74.; ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO.

019 - CLAUDIO TOZZI - (1944)
Lance Livre - Composição - ser. 38/40 - 60 x 100 - cid
Pintor, arquiteto e gravador paulista com diversas exposições e participações em salões e bienais no Brasil e no exterior. Dedicou-se inicialmente à colagem e à gravura, numa utilização crítica das histórias em quadrinhos; numa fase posterior passou a criar múltiplos tridimensionais e a efetuar pesquisas em torno dos efeitos ópticos. WALMIR AYALA vol.2, pág.388/9; PONTUAL, pág.525/6; TEIXEIRA LEITE, pág. 512; ARTE NO BRASIL vol.2, pág.1059; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 740; LEONOR AMARANTE, pág. 170; Acervo FIEO.

020 - TAPETE ORIENTAL, -
Lance Livre - ARDEBIL -
- Medindo 150 cm x 95 cm = 1,42 m².

021 - GIANCARLO ZORLINI - (1931)
Lance Livre - " Rua de Diamantina - MG " - osm - 27 x 21 - cid e d - 1980
Médico de profissão, iniciou-se autodidaticamente na pintura, em 1962. É filho do escultor e pintor Ottone Zorlini. Participou diversas vezes do Salão Paulista de Belas Artes, nele recebendo diversas premiações. Sua pintura tem como tema predominante a paisagem. JULIO LOUZADA vol. 3, pág. 124; MEC vol.4, pág.534; PONTUAL, pág. 559; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

022 - DARCY PENTEADO - (1926 - 1987)
Lance Livre - Figura - dn - 30 x 20 - cie - 1949
Desenhista, pintor, cenógrafo, figurinista e escritor, Darcy Penteado foi a personalidade polimorfe, que buscava tornar a própria existência matéria de arte. Em 1948 passou a integrar em São Paulo o Grupo Novíssimos. Expôs individualmente a partir de 1949, participando de inúmeras exposições coletivas e individuais, no país e no exterior. MEC, vol. 3, pág. 365; PONTUAL, pág. 416; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 241. WALMIR AYALA, vol 2, pág 183; TEIXEIRA LEITE, pág 401; ITAÚ CULTURAL ; WALTER ZANINI, pág. 717; LEONOR AMARANTE, pág. 75.

023 - GILBERTO BAPTISTA - (1929)
Lance Livre - Paisagem - ose - 36 x 27 - cid - 1984
Pintor, Gilberto Alves Baptista nasceu no Rio de Janeiro. Assina Gilberto Baptista. Estudou no Liceu de Artes e Ofícios, RJ, onde foi aluno de Newton Coutinho e na Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Frequentou também o ateliê de Ney Tecídio. Realizou exposições individuais, no Rio de Janeiro, de 1981 a 1987. Participou de vários Salões, exposições oficiais e foi premiado no Rio de Janeiro (1981, 1985, 1986, 1988, 1989); em Maceió, AL (1981); em Niterói, RJ (1988). JULIO LOUZADA VOL. 5, PÁG. 82; vol. 6, pág. 98.

024 - FABIO COLOMBINI - (1964)
Lance Livre - Folhas - foto - 13 x 17
Fotógrafo, Fábio Colombini Medeiros nasceu em São Paulo. Formou-se em arquitetura pela Universidade de São Paulo, onde estudou também publicidade antes de se decidir pela fotografia, área na qual é autodidata. É um dos raros fotógrafos brasileiros a se especializar em fotografias de natureza, com predileção para a macrofotografia. Obtém, na última década e meia, amplo reconhecimento por seu trabalho, que é publicado em diversas revistas, calendários e livros, tanto no Brasil quanto no exterior, graças à difusão da prestigiosa agência norte-americana Animals Animals/Earth Scenes. Dentre os prêmios recebidos, destacam-se o da Organização dos Estados Americanos (OEA), Fundação SOS Mata Atlântica, World Calendar Awards (Illinois, EUA), National Geographic Channel. ITAU CULTURAL; www.fabiocolombini.com.br.

025 - EMANOEL ARAÚJO - (1940)
Lance Livre - Pelourinho - xilo. - 48 x 36 - cid - 1964
Gravador e escultor, o baiano Emanuel Araújo estudou com Henrique Oswald e expõe individualmente desde 1960, já tendo mostrado sua obra em inúmeras cidades do Brasil, Europa, Estados Unidos e Extremo Oriente. Foi Diretor da PINACOTECA do Estado de São Paulo, cujo cargo exerceu com extrema competência. TEIXEIRA LEITE, pág. 190; MEC, vol. 2, pág. 143; PONTUAL, pág. 37; JULIO LOUZADA, vol 1, págs. 68/69 e vol. 11, pág. 18; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 846; WALTER ZANINI, pág. 770; Acervo FIEO.

026 - HARRY ELSAS - (1925 - 1994)
Base: R$ 2.500,00 - Jogando cartas - ost - 70 x 50 - cid - 1976
Nascido na Alemanha e radicado no Brasil desde 1936, Elsas desenvolveu suas aptidões artísticas com Lasar Segall, que muito o incentivou a ingressar na carreira das artes. Permaneceu no Nordeste brasileiro por oito anos, retratando com maestria e singularidade paisagens e aspectos da vida local, sempre com influência renascentista, com cor e desenhos fortíssimos. Participou de coletivas no Brasil e no exterior a partir de 1962, com excelente repercussão. JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 99. MEC, vol, 2, pág, 111; TEIXEIRA LEITE, pág 176; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

027 - MANOEL MARTINS - (1911 - 1979)
Lance Livre - Cidade - dce - 31 x 24 - cid
Natural de São Paulo, MANOEL MARTINS participou ativamente do Grupo Santa Helena, onde defendeu a necessidade de fazer da arte uma profissão, e ocupar com ela, um espaço na sociedade. Manoel Martins, a partir da exposição da Familia Artística Paulista em 1937, realizado pelos integrantes do Grupo, desenvolveu obras no âmbito do figurativo, buscando incorporar a vida, o movimento, as aglomerações do mundo urbano, substituindo a figuração pós-impressionistas por elementos racionais do cubismo com a valorização do expressionismo. TEIXEIRA LEITE, pág. 316; JULIO LOUZADA, vol.11, pág. 201; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584; ARTE NO BRASIL, pág. 784, Acervo FIEO.

028 - ALEX DOS SANTOS - (1980)
Lance Livre - " Reveillon no lago " - ast - 120 x 90 - cie - 2011
Alex Benedito dos Santos nasceu em Jaboticabal, SP, no dia 13 de fevereiro de 1980. Pintor autodidata, fez cursos de escultura com o prof. Silvio Scarpa e xilogravura com o prof. Saulo. Participou de "workshops" com o pintor Sigbert Franklin, em 2001. Tem participado regularmente dos diversos Salões Oficiais nas cidades do interior do Estado, destacando-se: I e II Bienal de Artes e Cultura de Jaboticabal, em 1999 e 2001, Salão de Artes Plásticas de Brodósqui, em 2003, quando foi selecionado para o Mapa Cultural Paulista, Salão de Artes Plásticas de Araraquara, em 2003, Salão de Artes Plásticas de Guarulhos, onde obteve Menção Honrosa, em 2004, Salão de Artes Plásticas de Santos, em 2004, Salão de Artes de Piracicaba, em 2005, Salão de Artes Plásticas de Sales de Oliveira, em 2005, onde obteve Menção Honrosa, Salão de Artes Plásticas de Catanduva, obtendo Menção Honrosa, em 2006. Foi premiado com o 1º lugar nos Salões de Artes de Mococa, em 2003, Sales de Oliveira, em 2003, Araraquara, em 2004 e Piracicaba, em 2006. Expõe individualmente desde 2004. Acervo FIEO. -

029 - HERTON ROITMAN - (1943)
Lance Livre - Composição - lito. P.A. - 100 x 70 - cid
Nascido em Porto Alegre, RS, no dia 28 de junho de 1943. Residindo em São Paulo, formou-se pela ECA-USP. Com parte de sua vida artística voltada para o teatro e elaboração de figurinos, fez diversos cursos ligados a esta arte, onde também lecionou. Participa de exposições a partir de 1966, apresentando a mostra Máscaras, na Galeria Guignard, de BH-MG. ganhando diversos prêmios, tais como os de Melhor Figurinista do Ano, nos anos de 1964, 65, 66, 67, o de Melhor Cenógrafo, 1967, Revelação Desenho, 1967, e o de Melhor Figurinista Brasileiro, medalha de outro, XII Bienal Internacional, SP. RGS, pág. 251.

030 - SANSÃO CAMPOS PEREIRA - (1926)
Lance Livre - Marinha - ost - 22 x 14 - cie
Ativo no Rio de Janeiro, foi membro da Academia Brasileira de Artes, e da Academia Brasileira de Belas Artes. Artista várias vezes premiado, participou de diversas coletivas e salões, recebendo premiações várias. Seu tema preferido é a marinha. MEC vol.3, pág.389; JULIO LOUZADA vol.11, pág.243, Acervo FIEO.

031 - ROBERTO BURLE MARX - (1909 - 1994)
Base: R$ 5.000,00 - Composição - a - 24 x 28 - cid
Nasceu em São Paulo e faleceu no Rio de Janeiro. Pintor, paisagista, arquiteto, desenhista, pintor, gravador, litógrafo, escultor, tapeceiro, ceramista, designer de jóias, decorador. Durante a infância viveu no Rio de Janeiro. Foi com a família para a Alemanha, em 1928. Em 1929, freqüentou o ateliê de pintura de Degner Klemn. Nos jardins e museus botânicos de Dahlen, em Berlim, entusiasmou-se ao encontrar exemplares da flora brasileira. De volta ao Brasil, fez curso de pintura e arquitetura na Escola Nacional de Belas Artes, RJ (1930 - 1934), onde foi aluno de Leo Putz , Augusto Bracet e Celso Antônio. Seu primeiro projeto paisagístico foi para a arquitetura de Lúcio Costa e Gregori Warchavchik, em 1932. Entre 1934 e 1937, ocupou o cargo de diretor de parques e jardins do Recife, PE, onde passou a residir. Nesse período, foi com freqüência ao Rio de Janeiro e teve aulas com Candido Portinari e com o escritor Mário de Andrade. Em 1937, retornou ao Rio de Janeiro e trabalhou como assistente de Candido Portinari. Foi em 1949, conforme sua paixão por plantas e seu interesse por botânica e jardinagem, que Burle Marx adquiriu um sítio em Barra de Guaratiba, RJ. Com auxílio de botânicos, viajou, coletou, catalogou exemplares de plantas do Brasil e reproduziu em seu sítio a diversidade fitogeográfica brasileira. Em 1985 doou esse sítio, com todo o seu acervo, à extinta Fundação Nacional Pró Memória, atual Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN.Realizou muitas exposições individuais e projetos paisagísticos, participou de diversas mostras oficiais coletivas pelo Brasil e no exterior. PONTUAL, PÁG. 94; TEIXEIRA LEITE, PÁG. 93; MEC. VOL.1, PÁG.303; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, PÁG.564; ARTE NO BRASIL, PÁG. 738; LEONOR AMARANTE, PÁG. 98; JULIO LOUZADA VOL.1, PÁG. 179; artnet.com.

032 - MILLAN HORVAT - (1946)
Lance Livre - Figuras - ost - 80 x 70 - cid - 1976
Pintor iuguslavo, natural de Novi Sad, onde nasceu a 26 de maio de 1946. Residente e ativo em São Paulo, cuja obra foi assim apresentada por Pietro Maria Bardi: " ... sua arte pode ser inscrita na categoria que Ortega y Gasset reservava aos artífices que comunicam e são entendidos pelos apreciadores do figurativo. Pintura rica em percepções que transparecem num conceber geométrico, pacatas colorações justamente apropriadas às composições. As paisagens reconstroem idealmente as arquiteturas, harmonizando-as e as exaltando em sigulares sínteses formais." JULIO LOUZADA, vol. 12 pág. 275, Acervo FIEO.

033 - TORQUATO BASSI - (1880 - 1967)
Lance Livre - Marinha - ost - 30 x 40 - cie
Nascido em Ferrara / Itália, veio para o Brasil ainda muito jovem, fixando-se em São Paulo, onde desenvolveu sua vida artística. Participou durante anos do Salão de Belas Artes do Rio de Janeiro, Salão Paulista de Belas Artes e de mostras de pintores italianos. Tem obras na Pinacoteca do Estado de São Paulo e no Museu Paulista de Belas Artes. TEODORO BRAGA, pág. 47; PONTUAL, pág. 58; MEC, vol. 1, pág. 188; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 89; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO, RUTH TARASANTCHI.

034 - JOHN GRAZ - (1891 - 1980)
Lance Livre - Anunciação - dn - 20 x 14 - cid
Com certificado nº 08 do Instituto John Graz.Pintor suíço, estudou em Genebra, Munique e Paris. Casando-se com a brasileira Regina Gomide em 1920, fixou-se no Brasil, de onde não mais sairia. Foi um dos integrantes da Semana de Arte Moderna de 1922. Sua arte alia decorativismo e estilização. TEODORO BRAGA, pág. 112; PONTUAL, pág. 251; MEC, vol. 2, pág. 283; ITAU CULTURAL.; WALTER ZANINI, pág. 530; ARTE NO BRASIL, pág. 672; LEONOR AMARANTE, pág. 200, Acervo FIEO.

035 - RODRIGO DE HARO - (1939)
Lance Livre - Figuras - dn - 30 x 20 - cie - 1967 - São Paulo
Com dedicatória.Rodrigo de Haro nasceu em Paris-França. Pintor, desenhista e escritor. Divide suas atividades profissionais entre Florianópolis e São Paulo. Por volta de 1987, trabalha na decoração do Teatro Municipal de Florianópolis com 80 painéis Mandalas. Entre as mostras de que participa, destacam-se: Coletiva Artistas Catarinenses, Santa Catarina, 1955 (Prêmio Aquisição); Salão Nacional do Paraná, 1967; Arte Fantástica, no Paço das Artes de São Paulo, 1972; Destaques da Pintura Brasileira, no Museu de Arte Moderna de São Paulo, 1985; Mostra do Desenho Brasileiro, no Museu de Arte Contemporânea de Curitiba, Paraná, 1994. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 244; PONTUAL, pág. 260; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 143; WALTER ZANINI, pág. 805; ITAU CULTURAL.

036 - HERMELINDO FIAMINGHI - (1920 - 2004)
Base: R$ 2.500,00 - Composição - g - 26 x 18 - cid
Nasceu em São Paulo, a 22 de outubro de 1920. Pintor e artista gráfico. Dedicou-se regularmente à pintura a partir de 1950, com seu mestre Volpi. Foi um dos pioneiros do concretismo, com o qual rompeu anos mais tarde, para fazer uma pintura mais solta, através de seu diálogo com a cor e da interação com a luz em contato com a natureza. Expõs individualmente a partir de 1961 e coletivamente desde 1955, sempre com premiações. JULIO LOUZADA, vol. 4 pág. 401; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 928; LEONOR AMARANTE, pág. 75.

037 - LOURENÇO - (1945 - 1997)
Lance Livre - Circo - ostce - 90 x 70 - cid - 1982
Pintor, desenhista, artista gráfico, o artista José Toledo Piza Lourenço Júnior nasceu e faleceu em São Paulo - SP. Estudou desenho com Nelson Nóbrega na Fundação Armando Álvares Penteado, FAAP-SP, entre 1962 e 1965. Neste mesmo ano viaja à Bahia, onde executa a série de desenhos Lavadeiras. Entre 1965 e 1967, trabalha como diagramador para a Editora Abril nas revistas Realidade e Conhecer. Em 1987, é escolhido o melhor pintor do ano por alunos da Chapel School, em São Paulo. Entre as exposições das quais participa, destacam-se: Salão de Belas Artes de São Bernardo do Campo, São Paulo, 1967; Salão Paulista de Arte Moderna, São Paulo, 1969; Panorama de Arte Brasileira, no Hotel Nacional, Brasília, 1970; Image du Brésil, no Manhattan Center, Bruxelas (Bélgica), 1973; Panorama de Arte Atual Brasileira, no Museu de Arte Moderna, MAM/SP, 1973; Mostra Realismo, no Paço das Artes, São Paulo, 1976; José Lourenço, na Galeria Allan Ko, Paris (França), 1978; José Lourenço, na Galeria de Arte André, São Paulo, 1980/1985; Exposição de Pinturas de Lourenço, na Ranulpho Galeria de Arte, Recife, 1989; A Música na Pintura, na Ranulpho Galeria de Arte, São Paulo,1992; 4º Stúdio Unesp, Sesc e Senai de Tecnologia de Imagens, no Sesc/Pompéia, São Paulo, 1996. JULIO LOUZADA, vol 11, pág. 179; ITAÚ CULTURAL; ACERVO FIEO.

038 - MARIO CRAVO JR - (1923)
Lance Livre - Composição - tm - 18 x 22 - cid - 1963
Escultor. Após realizar seus estudos, primeiro com um santeiro baiano,e depois com Cozzo, seguiu para os Estados Unidos, aperfeiçoando-se ali com Mestrovic (1949). Teve o prêmio de escultura na II Bienal de São Paulo, e tem participações em várias exposições, dentro e fora do Brasil. Professor de gravura na Universidade da Bahia. Sua escultura, de cunho expressionista, divide-se em duas fases: a figurativa (santos e imagens na tradição barroca) e não figurativa (experiências formais). Mário Cravo trabalha a madeira e o metal com perícia idêntica. Permaneceu na Europa (Berlim e outros centros) entre 1963 e 1964. MEC,vol. 1, págs. 495 a 497; PONTUAL, págs. 150/1; JULIO LOUZADA, Ed./85, págs. 281/2; BENEZIT, vol. 3, pág. 261; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 638; ARTE NO BRASIL, pág. 846; LEONOR AMARANTE, pág. 23.

039 - IVAN SERPA - (1923 - 1973)
Base: R$ 1.000,00 - " P.Impressos " - lito. - 55 x 37 - cid - 1968
Pintor, desenhista, gravador e professor, estudou com Axel Leskoschek no Rio de Janeiro. Participou da Divisão Moderna do SNBA (1947-1951). Foi um dos precursores do concretismo no Brasil, criando ao lado de Aluisio Carvão, Lígia Clark, Hélio Oitica e outros o Grupo Frente, que se manteve ativo de 1954 a 1956, inclusive com exposições no Rio de Janeiro. Ivan Serpa possui invejável e extenso curriculum de vida artística, passando de exposições coletivas, a grandes retrospectivas de sua obras. Há um reconhecimento nacional da importância de sua atividade, tratando-se de um dos grandes artistas nacionais. PONTUAL, pág 486; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 605; ARTE NO BRASIL, pág. 840; LEONOR AMARANTE, pág. 26; Acervo FIEO.

040 - ROBERTO DE LAMONICA - (1933 - 1995)
Lance Livre - Composição - lito. 91/110 - 26 x 19 - cid - 1965
Gravador, pintor e professor. Inicia seus estudos na Escola de Belas Artes de São Paulo. Trabalha no Museu de Arte de São Paulo sob orientação de Poty e Darel; mais tarde, estuda gravura com Renina Katz. Em 1958, muda-se para o Rio de Janeiro e estuda com Orlando da Silva no Liceu de Artes e Ofícios. No ano seguinte, aperfeiçoa-se com Johnny Friedlaender no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Em 1963, é convidado para lecionar na Escola de Belas Artes de Minneapolis, Estados Unidos. Em 1965, recebe a Bolsa Guggenheim e, no ano seguinte, vai para Nova York onde leciona gravura em várias instituições, como a New School for Social Research e a Art Students League. De 1982 a 1984, dirige o atelier de gravura da Universidade de Sydney. ITAÚ CULTURAL; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 521.

041 - FULVIO PENNACCHI - (1905 - 1992)
Lance Livre - Figuras - g - 22 x 16 - cid - 1986
Nasceu em 27 de dezembro na cidade de Villa Collemandina, na Itália, e fixou-se no Brasil desde 1929, após ter estudado em Florença, e haver-se diplomado em pintura pela Academia Real de Pintura de Lucca. Pennacchi integrou a Familia Artística Paulista. Muralista de inspiração pré-renascentista, sua pintura é sensível e pessoal de modo especial na interpretação dos grandes temas bíblicos e da vida dos santos (mercê de uma infância marcada por sólida educação religiosa Católica), e na evocação do mundo caipira. Realizada em 1973, considerado o Ano de Pennacchi, importante retrospectiva da obra deste festejado artista no MAM de São Paulo. O artista fez exposições em Milão e foi homenageado em seu país natal. TEODORO BRAGA, pág. 192; MEC, vol, 3, pág. 365; WALMIR AYALA, vol, 2, pág. 182; PONTUAL, pág. 416; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584; ARTE NO BRASIL, pág. 784; Acervo FIEO.

042 - ODETTO GUERSONI - (1924 - 2007)
Lance Livre - " Forma justapostas I.II " - xilo. - 77 x 61 - cid - 1973
Nasceu em Jaboticabal-SP, e faleceu na cidade de São Paulo, onde residia e era ativo. Gravador, pintor, desenhista, ilustrador e escultor. Estudou pintura e artes decorativas no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo - Laosp, entre 1941 e 1945. Nesse período, expôs no Sindicato dos Artistas Plásticos e freqüentava o círculo de artistas do Grupo Santa Helena. Em 1947, participa da exposição 19 Pintores, na Galeria Prestes Maia, e é contemplado com uma bolsa de estudo pelo governo francês, no mesmo ano viaja para Paris, onde inicia trabalhos em gravura. Em 1951 fundou a Oficina de Arte, em São Paulo. Estudou gravura com René Cottet, em Genebra e, em Paris, trabalhou no ateliê de Stanley Hayter. A partir de 1960, freqüenta, como estagiário, algumas escolas de arte nos Estados Unidos e no Japão como a The New York School of Printing e a Osaka University, respectivamente. Em 1971, também no Japão, freqüentou o ateliê de I. Jokuriti. Dois anos mais tarde, foi eleito melhor gravador do ano pela Associação Paulista de Críticos de Arte - APCA. Em 1983, participou, com sala especial, da Bienal Ibero-Americana de Montevidéu. Em 1994, a Pinacoteca do Estado de São Paulo realizou uma retrospectiva da obra do artista; , mostra que voltou a acontecer em 2007 sobre a sua obra gráfica, na Estação Pinacoteca-SP, no mesmo ano da morte do autor, que ainda a assistiu em vida. JULIO LOUZADA, vol.1, pág. 452; MEC, vol,2, pág, 303; TEIXEIRA LEITE, pág,236; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 645; ARTE NO BRASIL, pág. 803; LEONOR AMARANTE, pág. 146, Acervo FIEO.

043 - JOÃO SIMEONI - (1907 - 1969)
Lance Livre - " Parati " - ost - 60 x 81 - cie - 1969
Paisagista de origem italiana, sua obra caracteriza-se pela força e pelo lirismo. MEC, vol. 4-pág. 285. Acervo FIEO.

044 - CLÓVIS GRACIANO - (1907 - 1988)
Base: R$ 2.000,00 - Cavaleiro - dn - 18 x 37 - cie - 1969
Pintor e desenhista figurativo, integrou o Grupo Santa Helena, juntamente com Volpi, Zanini e outros, e foi um dos organizadores e expositores do I Salão da Família Artística Paulista; suas figuras seguem a disciplina cubista da organização do espaço, destacando-se uma série de Músicos; dedicou-se a pinturas murais e à ilustração de obras literárias. MEC, vol. 2, pág. 280; PONTUAL, pág. 247/8; TEIXEIRA LEITE, pág. 225 a 227; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 586; ARTE NO BRASIL, pág. 784; LEONOR AMARANTE, pág. 58; Acervo FIEO.

045 - MENASE WAIDERGORN - (1927)
Lance Livre - Árabes - ost - 30 x 60 - cid
Romeno da cidade de Hotin, Waidergorn veio para o Brasil em 1932, onde seus pais fixaram residência em São Paulo. Ingressou na APBA, onde conheceu Mecatti, que muito o estimulou e orientou, dele assimilando a luminosidade da pintura peninsular muito a gosto do ottocento italiano. Sua pintura aborda todos os gêneros, baseadas tanto nas recordações da infância pobre como nas lembranças das viagens que fez ao norte da Africa e Europa. Participou de diversos salões e coletivas, recebendo diversas premiações JULIO LOUZADA vol.11, pág. 330; Acervo FIEO.

046 - JOSÉ SABÓIA - (1949)
Lance Livre - Violeiro - ast - 40 x 40 - cid
Nascido em Almadina (BA). Indo para o Rio de Janeiro em 1967, começou a pintar no ano seguinte, passando a expor seus trabalhos na Feira Hippie de Ipanema. Sua primeira individual deu-se em Fortaleza em 1970; a partir de então, tem exposto com freqüência no Rio de Janeiro e em São Paulo. A pintura de Sabóia partiu de uma raiz eminentemente popular, tendo atingido depois um rebuscamento que se traduz no caprichoso desenho de linhas recurvas, na pincelada lisa, impessoal, no colorido reduzido a três ou quatro tons básicos e na composição, dotada daquele inconfundível horror vacui dos ingênuos. JULIO LOUZADA vol. 11, pág. 278; ARTE NAIF NO BRASIL, pág. 228; ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO.

047 - CESAR LACANNA - (1901 - 1983)
Base: R$ 1.300,00 - Carnaval - a - 33 x 23 - cid - 1966
Com dedicatória.Pintor, escultor e ceramista paulista, estudou com Elpons e Barchitta. Como pintor, trabalhou a paisagem, a natureza-morta, nus e retratos, numa atmosfera realista, evocativa de Daumier. TEODORO BRAGA, pág.136; MEC vol.2, pág. 435; WALMIR AYALA, vol.1, pág.453; PONTUAL, pág.297; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 623.

048 - AUTOR DESCONHECIDO, SÉC. XIX - XX -
Lance Livre - O Vesúvio - g - 23 x 28 - n/as.

049 - THÉO (DJALMA PIRES FERREIRA) - (1901 - 1980)
Lance Livre - Juscelino e Jânio - dn e a - 31 x 23 - cid
Caricaturista, Djalma Pires Ferreira, conhecido como Théo, nasceu na Bahia e veio para o Rio de Janeiro com 21 anos. Publicou seus primeiros trabalhos na "Tarde" (1918 a 1922) e no "Diário de Notícias", Seção Esportes (1919). Foi o divulgador da "Bola do Dia" das colunas de "O Globo" e colaborou no "Malho", "Careta", "Fon-Fon", outras revistas e jornais do Rio de Janeiro e na "Cigarra", em São Paulo. Exposições póstumas: São Paulo (1997, 2003); Belo Horizonte, MG (1997); Campinas, SP (1997); Brasília, DF (1998). ITAU CULTURAL; MEC VOL. 4, PÁG. 384; CARICATURISTAS BRASILEIROS, 1836 - 2001 PÁG. 120.

050 - SYLVIO PINTO - (1918 - 1997)
Lance Livre - Nu - tm e col. - 73 x 60 - cid
Freqüentou o Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro, lá recebendo suas primeiras noções de desenho. Mais tarde, recebe lições do pai - o Pinto das Tintas. Conheceu Pancetti na casa paterna. Em 1938 estudou no Núcleo Bernardelli e a partir de 1940 dedica-se exclusivamente à pintura. Participou de vários Salões de Belas Artes, recebendo inúmeros prêmios. MEC, vol. 3, pág. 419, Acervo FIEO.

051 - MEL RAMOS - (1935)
Lance Livre - Salada de frutas - ser. - 117 x 96 - csd
Pintor, desenhista, gravador e professor nascido em Sacramento - CA, EUA, onde fez sua formação artística. Em 1986 recebeu bolsa de estudos para a França. Realizou exposições e participou de diversas mostras oficiais pelos Estados Unidos e exterior. Possui obras em museus dos Estados Unidos, Canadá e Europa. www.melramos.com; artnet.com; artprice.com; askart.com.

052 - ANTONIO PESSOA - (1943)
Lance Livre - Pietá - e em b - h = 24 - ass.
Escultor, assina Tonny. Radicado no Rio de Janeiro detentor de bom curriculo nacional e internacional com inumeras participações em Salões Oficiais,varias vezes premiado. Ótimo mercado.

053 - DJANIRA DA MOTTA E SILVA - (1914 - 1979)
Lance Livre - Sinaleiro - dn - 22 x 15 - cid
Pintora, desenhista e gravadora, natural de Avaré, SP. Foi aluna de Marcier. A partir de 1942 participa do SNBA, recebendo premiação em 1943, 1944 e 1950. Realizou exposições individuais. Participou de diversas coletivas e salões de arte, nacionais e internacionais, com excelente recepção da crítica especializada. Diz-se que sua pintura é ingênua, mas ela declarava que ingênua, era ela mesma. JULIO LOUZADA vol.1, pág. 336; PONTUAL, pág. 181; TEIXEIRA LEITE, pág. 164; MEC, vol. 2, pág 58; WALMIR AYALA, vol. 1, pág, 263; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 810; ARTE NO BRASIL, pág. 824; Acervo FIEO.

054 - JOSÉ MARQUES CAMPÃO - (1892 - 1949)
Lance Livre - Paisagem - a - 37 x 32 - n/as.
Com autenticação de Marcos Marcondes - São Paulo. -Excelente paisagista paulistano, aluno de Oscar Pereira da Silva, da Academia Julian - Paris, e da Escola Nacional Superior de Belas Artes de Paris, entre 1912 e 1918. Foi membro da Comissão de Orientação Artística de São Paulo em 1944. Expôs no Salão dos Artistas Franceses e em diversas exposições coletivas e individuais. TEODORO BRAGA, pág. 61/62; PONTUAL, pág. 102; MEC, vol. 1, pág. 331; REIS JR., pág. 374; WALMIR AYALA, vol. 1,pág. 160; ITAU CULTURAL, Acervo FIEO, RUTH TARASANTCHI.

055 - NUCA DE TRACUNHAÉM - (1937)
Lance Livre - Pássaro - e em br - h = 21 - ass. - Pernambuco
Manoel Gomes da Silva, o Nuca de Tracunhaém, é um dos mais antigos e expressivos artistas de Tracunhaém tendo sempre trabalhado junto com sua esposa Maria. O artista possui o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco honraria obtida através de um processo de candidatura por indicação de entidades culturais e órgãos governamentais e da avaliação do Conselho Estadual de Cultura (CEC). Os agraciados assumem a missão de transmitir os seus conhecimentos a alunos e aprendizes em programas de ensino e aprendizagem. Tudo começou quando Mestre Nuca recebeu uma encomenda para fazer Leões. Seus Leões, quase sempre sentados, lembram os feitos de louça em Portugal que decoravam os jardins e varandas de muitas residências de antigamente. A característica marcante é o modo de apresentar as jubas que são feitas com dezenas de fragmentos circulares meio achatados, e também com pregas formando sulcos verticais. Outra peça inconfundível de Nuca e Maria são as bonecas com os cabelos encaracolados. Outras figuras também são produzidas: pinhas, animais:peixes, galinhas etc. Os trabalhos de Nuca e Maria são encontrados em Museus e coleções particulares no Brasil e no exterior. FONTE: www.ceramicanorio.com.br

056 - DURVAL PEREIRA - (1918 - 1984)
Lance Livre - Casario - ose - 35 x 27 - cie
Nascido e falecido em São Paulo, DURVAL PEREIRA foi pintor e professor ativo em São Paulo. Premiado com a Menção Honrosa no SPBA em 1944, passou a viver exclusivamente da pintura. Pintava ao ar livre aos domingos com os pintores Salvador Rodrigues, Salvador Santisteban, Cirilo Agostinho, Jaime Dinis, Djalma Urban, Innocencio Borghese, e outros. Premiado praticamente em todos os Salões de que participou. Recebeu ao todo, 15 comendas das mais importantes do Brasil. Nos últimos três anos de sua vida, recebeu todos os Primeiros Prêmios e Medalhas de Ouro nas exposições de Paris, Rouen, Lyon, Roma, Miami e Milão. MEC, vol. 3, pág. 368; JULIO LOUZADA, vol. 1, págs. 749/750/751. ITAU CULTURAL; Acervo FIEO.

057 - TARSILA DO AMARAL - (1890 - 1973)
Base: R$ 2.000,00 - Paisagem - dn - 15 x 20 - cid
Monstro sagrado da pintura brasileira, Tarsila é a criadora de duas das principais tendências ou movimentos de nossa arte nacionalista: o Pau Brasil (1924) e o Antropofagia. Sua arte poderia ser definida como um Cubismo adaptado às condições e ao temperamento brasileiros. TEODORO BRAGA, págs. 220/21/22/23; REIS JR.-págs.388/89 ; WALMIR AYALA, vol. 2-págs. 365 e 367 ; MEC, vol. 4-págs. 370/71; PONTUAL, pág. 511; TEIXEIRA LEITE, pág. 492; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 389; ARTE NO BRASIL, pág. 577; LEONOR AMARANTE, pág. 24.

058 - JOAQUIM LOPES FIGUEIRA JUNIOR - (1904 - 1943)
Lance Livre - Crianças - dc - 38 x 29 - ci - 1943
Escultor e pintor, participante do Salão Paulista de Belas Artes em 1934 e 1936, quando recebeu as pequenas medalhas de prata e de ouro. Na Divisão Moderna do SNBA recebeu o prêmio viagem ao País, em 1941. Integrou a Família Artística Paulista, participando de suas mostras entre 1937 e 1940. Quirino Campofiorito, artista e festejado crítico de arte, assim disse a seu respeito: "Faleceu prematuramente Figueira, quando sua obra confirmava um rigor estético que tinha sua medida na simplicidade do modelado e na espontaneidade da objetividade figurativa." MEC, vol.2, PÁG.173; JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 348; PONTUAL, pág. 212; TEIXEIRA LEITE, pág.193; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL; WALTER ZANINI, pág. 586.

059 - MARCIO SCHIAZ - (1965)
Lance Livre - " Olaria " - ost - 20 x 30 - cie e d
Com certificado de autenticidade, firmado pelo autor. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 015 deste catálogo.

060 - CARYBÉ - (1911 - 1997)
Base: R$ 1.500,00 - Feira - dn - 30 x 20 - cid
Reproduzido na pág. 90 no livro " Carybé - As sete portas da Bahia ", Livraria Martins Editora - São Paulo.Desenhista, gravador, pintor e escultor, radicado na Bahia. Sua arte é lírica, de boa técnica, baseada no povo, que lhe forneceu o melhor da sua temática. PONTUAL, pág. 116; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 180 e 181; TEIXEIRA LEITE, págs. 111 e 112; MEC, vol.1, pág. 355; BENEZIT, vol. 2, pág. 524; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 717;ARTE NO BRASIL, pág. 874; LEONOR AMARANTE, pág. 63; Acervo FIEO.

061 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - " Morro Nova Cintra - Santos " - osm - 26 x 21 - cie
Italiano da Lombardia, PELLEGATTA foi pintor e gravador dedicado a temas sacros e casarios coloniais. Em sua obra, o ser humano é apresentado sempre de modo idealizado, na figura de ternas madonas, santos, coroinhas e cavaleiros. Participou de diversas coletivas e salões, a partir de 1957, recebendo premiações em sua maioria. JULIO LOUZADA, vol. 1, pág.735; MEC vol.3, pág.363; ITAU CULTURAL; Acervo FIEO.

062 - BUSTAMANTE SÁ - (1907 - 1988)
Lance Livre - Paisagem do Paraná - ostcc - 24 x 25 - cid - 1939 - Paraná
Natural da cidade do Rio de Janeiro, estudou na ENBA naquela cidade, onde foi aluno de Rodolfo Amoedo e Rodolfo Chambelland. Participou do Núcleo Bernardelli, do qual foi um dos fundadores em 1931. Participou de sucessivas versões do SNBA a partir de 1928, recebendo diversas premiações. Excepcional pintor do gênero paisagem. TEODORO BRAGA, pág. 59; REIS JR. , pág. 385; MEC,vol. 4, pág. 127; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 145 e 147; TEIXEIRA LEITE, pág. 94; JÚLIO LOUZADA, vol. 11, pág. 47; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 579; ARTE NO BRASIL, pág. 763; Acervo FIEO.

063 - MARCELO GRASSMANN - (1925)
Lance Livre - Monstro - xilo. - 30 x 20 - cid - 1955
Desenhista, gravador, ilustrador, pintor, escultor e professor, nasceu em São Simão, SP. Estuda fundição, mecânica e entalhe em madeira na Escola Profissional Masculina do Brás, SP. Passa a realizar xilogravuras a partir de 1943. Atua como ilustrador do Suplemento Literário do ‘Diário de São Paulo’, do ‘O Estado de S. Paulo’ e do ‘Jornal do Estado da Guanabara’. Quando reside no Rio de Janeiro, a partir de 1949, freqüenta os cursos de gravura em metal, com Henrique Oswald e de litografia, com Poty, no Liceu de Artes e Ofícios. Em Salvador (1952), trabalha com Mario Cravo Júnior. .Recebe o prêmio de viagem ao exterior do Salão Nacional de Arte Moderna (1953) e vai para a Academia de Artes Aplicadas, em Viena. Passa a dedicar-se principalmente ao desenho, à litografia e à gravura em metal. Em 1969, sua obra completa é adquirida pelo governo do Estado de São Paulo, passando a integrar o acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo . Em 1978, a casa em que nasceu, em São Simão, é transformada em museu e tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo - Condephaat. Participou de muitas exposições e das Bienais de: São Paulo (1951 a 1961, 1967, 1969, 1979, 1985, 1989); Veneza (1950, 1956, 1958, 1962); Paris (1959). Principais prêmios: Bienal de São Paulo (1951, 1955, 1957, 1959, 1967); Bienal de Veneza (1950, 1956, 1958,1962); Bienal de Paris (1959). PONTUAL, PÁG. 249; MEC, VOL. 2, PÁG. 281 E 282; ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA, VOL.1, PÁG. 439; VOL. 5, PÁG. 453; VOL. 9, PÁG. 383.

064 - MICK CARNICELLI - (1893 - 1967)
Base: R$ 2.800,00 - Paisagem - ost - 38 x 46 - cid - 1961
Pintor ativo em São Paulo. Participou da coletiva 50 Anos de Paisagem Brasileira, São Paulo (1956), representado por obras em coleções paulistas; Paisagem Urbana, na Biblioteca Municipal de São Paulo;Santo André (1951), coleção João Amoroso Neto; e Coração de Jesus, coleção Lourdes Milliet. Participou, também, da I Bienal de São Paulo(1951) com as obras: Pátio de Manobras da Sorocabana e Subúrbio. MEC ,vol. 1, pág.359; JULIO LOUZADA, vol. 10 , pág. 595; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 630. Acervo FIEO.

065 - TÚLIO MUGNAINI - (1895 - 1975)
Base: R$ 1.800,00 - Paisagem - ost - 48 x 58 - cid - 1945
Pintor, Mugnaini realizou sua formação artística na Itália e na França. No SPBA conquistou as pequenas medalhas de prata (1933) e de ouro (1943), o segundo prêmio Fernando Costa (1943), o primeiro prêmio Governo do Estado (1957) e os prêmios Assembléia Legislativa do Estado (1960) e Prefeitura de São Paulo (1961). Recebeu ainda medalha de prata no SNBA de 1936. Pintor de paisagens, figuras e naturezas-mortas, coube-lhe realizar os trabalhos decorativos da Basílica de Nossa Senhora do Carmo-SP. De 1945 a 1965, ocupou a diretoria da Pinacoteca do Estado SP, onde se encontra sua tela "Outono", que exibiu no Salão de Paris de 1934. Recebeu consagradoras premiações nos salões nacionais. PONTUAL, pág. 375; TEODORO BRAGA, pág. 165; MEC, vol. 3, pág. 226; REIS JUNIOR, pág. 376; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 615, Acervo FIEO; ITAUCULTURAL, RUTH TARASANTCHI.

066 - MANOEL SANTIAGO - (1897 - 1987)
Lance Livre - Paisagem - osm - 30 x 33 - cid e d
Nascido em Manaus, pioneiro mundial da arte não-figurativa (a qual já praticava desde 1916), Santiago estudou no RJ com Visconti, e foi o principal responsável pelo Núcleo Bernardelli, no qual se formaram tantos dos melhores artistas do Modernismo carioca. Sua arte é um neo-impressionismo de belo colorido e opulentos efeitos de textura. PRIMORES DA PINTURA NO BRASIL, vol. 1, pág. 241; TEODORO BRAGA, pág. 211/212; Catálogo da Exposição de Paisagem Brasileira, MEC-MNBA / /Rio/1944; MAYER/84, pág. 1158; REIS JR., pág. 378; PONTUAL, pág. 473; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 292; ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO.

067 - BETH MAGLI - (1944)
Lance Livre - Vila de pescadores - a - 50 x 70 - cid - 1995
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 017 deste catálogo.

068 - RENOT - (1932)
Lance Livre - Desconhecido - ost - 44 x 30 - csd - 1980
Tapeceiro, desenhista e pintor baiano, ativo em São Paulo desde 1978, com diversas premiações, exposições e leilões. Também atua no mercado de arte como "marchand". JULIO LOUZADA vol.1, pág. 816, Acervo FIEO.

069 - VITTÓRIO GOBBIS - (1894 - 1968)
Base: R$ 2.000,00 - Natureza morta - ost - 54 x 65 - cid - 1930 - São Paulo
Reproduzido sob o n.° 314 em catálogo de Evandro Carneiro Leilões - Rio de Janeiro.Natural de Treviso, Itália. Iniciou seus estudos na terra de origem, tendo após fixado residência em São Paulo, onde foi pintor atuante. Obteve diversas premiações nos Salões Paulistas, no SNBA e no Salão Paulista de Arte Moderna. Participou da I e II Bienais de São Paulo. O MNBA e o MASP possuem obras deste festejado pintor. MEC, vol.2, pág.271; TEIXEIRA LEITE, pág. 220; PONTUAL, pág.240; WALMIR AYALA, vol.1, pág.350; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 579; ARTE NO BRASIL, pág. 777, Acervo FIEO.

070 - WALTER LEWY - (1905 - 1995)
Lance Livre - Paisagem surreal - ost - 50 x 73 - cid - 1975
Pioneiro do surrealismo, o qual praticava desde que chegou ao Brasil, em 1937, fixando residência em São Paulo. Participou de Salões Nacionais e Bienais de São Paulo, entre 1951 e 1965, recebendo diversas premiações oficiais. JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 497; MEC, vol. 2, pág. 474; TEODORO BRAGA, pág. 245; TEIXEIRA LEITE, pág. 286; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 630; LEONOR AMARANTE, pág. 142; Acervo FIEO.

071 - FERNANDO ODRIOZOLA - (1921 - 1986)
Lance Livre - Composição - grav. P.A. - 52 x 34 - cie - 1962
Fernando Pascual Odriozola nasceu em Oviedo, Espanha e faleceu em São Paulo. Pintor, desenhista e gravador. Começou a pintar em 1936. Veio para o Brasil em 1953 e fixou residência em São Paulo. No ano seguinte, realizou sua primeira exposição individual na Galeria Portinari. O Museu de Arte Moderna de São Paulo dedicou-lhe outra individual, em 1955. Na década de 1960, lecionou no Instituto de Arte Contemporânea da Fundação Armando Álvares Penteado e colaborou como ilustrador nos jornais O Estado de S. Paulo e Diário de S. Paulo, e na revista Habitat. Em 1964, integrou, com Wesley Duke Lee , Yo Yoshitome e Bin Kondo , o Grupo Austral, ligado ao movimento internacional Phases. Participou das 7ª, 8ª, 9ª, 12ª, 13ª, 14ª, 15ª e 18ª Bienais Internacionais de São Paulo onde foi premiado na 7ª, 8ª, e 14ª edição; da 7ª Bienal de Tóquio; dos 2º e 5º Panoramas da Arte Atual Brasileira, entre outras. No ano de seu falecimento, o Centro Cultural São Paulo (CCSP) realizou uma exposição retrospectiva póstuma em sua homenagem. JULIO LOUZADA VOL.11, PÁG. 231; MEC VOL.3, PÁG.291; PONTUAL PÁG. 389; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI PÁG. 737; ARTE NO BRASIL PÁG.907; LEONOR AMARANTE PÁG. 143; ACERVO FIEO.

072 - LEVINO FANZERES - (1884 - 1956)
Lance Livre - Paisagem - osm - 19 x 27 - cie
Pintor e professor. Estudou no Liceu de Artes e Ofícios e na antiga ENBA, ambas no Rio de Janeiro, recebendo nesta última, orientação de Zeferino da Costa e de João Batista da Costa. Excepcional colorista, interpreta com sentimento e honestidade o momento da natureza que se propõe a retratar, e sempre com admirável êxito. TEIXEIRA LEITE, pág.190; PONTUAL, pág.201; JULIO LOUZADA vol.2, pág.387; ITAU CULTURAL.

073 - HENRIQUE BOESE - (1897 - 1982)
Base: R$ 9.000,00 - Composição - ost - 33 x 40 - cid - 1968
Reproduzido sob o nº 88 em catálogo de Leilão da Companhia das Artes - São Paulo.Natural de Berlim, Alemanha. Pintor. Realizou seus estudos na sua cidade natal, onde foi discípulo de Kothe Kollwitz, entre os anos de 1918 e 1922. Fixou residência no Brasil em 1938, vivendo algum tempo em Caraguatatuba, no litoral paulista. Sua primeira fase foi dedicada 'a pintura expressionista, voltando-se mais tarde para o abstracionismo, gênero em que se fixou e o consagrou. Participou da II, III, V 'a IX Bienal de São Paulo, entre 1953 e 1967, premiado com Isenção do Júri. Realizou exposições individuais no MAM-SP, nas Galerias Seta, São Luiz e Astreia, todas em São Paulo. Participou de exposição em Hamburgo. na Alemanha. JULIO LOUZADA vol. 10 pág. 121; PONTUAL, pág. 78; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 697.

074 - ELISEU D´ANGELO VISCONTI - (1866 - 1944)
Lance Livre - Estudo - dc - 30 x 25 - cid
Considerado o maior pintor que trabalhou no Brasil, nasceu na Itália, mas fez sua formação artística na Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro e em Paris. Foi sucessivamente, realista, simbolista, adepto do Art Noveau e pós- impressionista, até chegar em algumas paisagens já quase no fim da vida, a uma síntese admirável de todos esses estilos e tendências. Sua obra-prima - e uma das obras- primas da arte brasileira de todos os tempos - é a decoração do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, principamente o friso do foyer, iniciado em 1914. TEODORO BRAGA, pág. 240/241; LAUDELINO FREIRE, págs. 515/ 133/ 151/ 510 e 512; BENEZIT, vol. 10, pág. 535; REIS JR., pág. 293 /300 /304 /371 /375/ 380/ 381/ 388/ 389; MEC, vol. 4, pág. 393; PONTUAL, pág. 543/544/545; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 422 e 423; MAYER/84, pág. 1252; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 420; ARTE NO BRASIL, pág. 553; LEONOR AMARANTE, pág. 42; Acervo FIEO; F. ACQUARONE, pág. 171.

075 - VICENTE LEITE - (1900 - 1941)
Base: R$ 2.500,00 - Paisagem - osm - 19 x 14 - cie
Vicente Rosal Ferreira Leite nasceu no estado do Ceará, onde servia na guarda do Palácio do Governo, quando o então governador João Tomé de Sabóia e Silva lhe ofereceu uma bolsa de estudos no Rio de Janeiro, em virtude de seus dotes como desenhista. Na antiga Escola Nacional de Belas-Artes, no Rio, teve Cândido Portinari e Orlando Teruz, entre outros, como seus condiscípulos. De 1920 a 1926 estudou sob a orientação de Lucílio de Albuquerque, Rodolfo Chambelland e João Batista da Costa - de quem sofreu grande influência em sua dedicação às paisagens. Reconhecido e condecorado com menções honrosas em todo país, realizou exposições em diversos estados brasileiros, e também participou de salões em países como Argentina e Estados Unidos. Executou ainda, no Palácio do Governo do Ceará, uma alegoria da Revolução de 1930 - obra onde empregou a técnica pontilhista da última fase dos impressionistas franceses. Suas obras podem ser encontradas no Museu Nacional de Belas-Artes, na Pinacoteca do Estado de São Paulo e no Museu Mariano Procópio, em Juiz de Fora. JULIO LOUZADA, VOL ,10, pág, 487. PONTUAL, pág, 308. MEC, VOL, 2, pág, 468; TEIXEIRA LEITE.pág, 284; ITAÚ CULTURAL.

076 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - " Marinha " - asc - 29 x 41 - cid
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

077 - NERÃO - (ANTONIO JOAQUIM NERY) - (1903 - 1997)
Base: R$ 1.200,00 - " Igreja da Pampulha " - ast - 38 x 46 - cid - 1986
Pintor primitivo, de singular criatividade em seus temas, expôs no MASP, tendo sido apresentado em catálogo pelo saudoso P. M. Bardi, que o considerava depois de José Antonio da Silva, o melhor pintor primitivo brasileiro,tendo inclusive realizado uma exposição individual do autor no MASP - SP. JULIO LOUZADA, vol. 2 pág. 715, Acervo FIEO.

078 - BERTONI FILHO - (1892 - 1959)
Lance Livre - Barcos ao luar - osc - 35 x 50 - cid
Pintor paisagista, filho de Angelo Bertoni, e irmão de J. Bertoni. Como seu pai, fixou temas do Rio de Janeiro, de grande valor iconográfico. JULIO LOUZADA, vol. 1, pag. 120; ACERVO FIEO, pág. 329.

079 - FELISBERTO RANZINI - (1881 - 1976)
Base: R$ 3.800,00 - Visita do Papa - ost - 46 x 64 - cie - 1948
Arquiteto, desenhista e escritor, Felisberto Ranzini nasceu em Mântua, Itália e faleceu em São Paulo - SP. Sobresaiu-se principalmente na técnica de aquarela, na qual se especializou. Suas composições em óleo são claras e detalhadas, quase que miniaturistas. JULIO LOUZADA, vol 1, pág. 805; MEC vol.4, pág. 26, RUTH TARASANTCHI.

080 - YOSHIYA TAKAOKA - (1909 - 1978)
Lance Livre - Cavalos - ag. - 52 x 69 - cid - 1974
Pintor e desenhista nascido em Tóquio, Japão, veio para o Brasil em 1925, fixando-se no interior de São Paulo, trabalhando na lavoura. Mudou-se para São Paulo, onde ganhava a vida vendendo pastéis, fazendo caricaturas e como pintor de paredes. Foi aluno de Bruno Lechowsky no Rio de Janeiro. Foi um dos fundadores do Grupo Seibi, que reuniu artistas plásticos da colônia japonesa em São Paulo (1935). Fundou em 1948, juntamente com Geraldo de Barros e Antonio Carelli, o Grupo dos Quinze. Viveu em Paris de 1952 a 1953, estudando técnica de mosaico; Freqüentou o Núcleo Bernardelli, onde se ligou de amizade a Pancetti. Participou de diversos salões e exposições, nacionais e estrangeiras, recebendo diversas premiações. PONTUAL, pág. 510; TEIXEIRA LEITE, pág. 490; MEC, vol. 4, pág. 352; TEODORO BRAGA, pág. 220; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 361; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 579; ARTE NO BRASIL.

081 - TITO DE ALENCASTRO - (1934 - 1999)
Lance Livre - Figura - a - 19 x 11 - cid
Com etiqueta de Renot Galeria de Arte, no dorso.Pintor, desenhista, gravador e mosaicista, radicou-se em 1961 em São Paulo, após ter estudado no Rio de Janeiro com Abelardo Zaluar, José Morais e Johnny Friedlaender. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 29; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 6; PONTUAL, pág. 14; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

082 - MARIO ZANINI - (1907 - 1971)
Lance Livre - Paisagem - dn - 30 x 21 - cid - 1964
Fez parte da Família Artística Paulista, grupo com o qual expôs. Notáveis foram suas paisagens, tendo José Geraldo Vieira afirmado ser ele "o pintor da paisagem paulistana". MEC, vol. 4, pág. 531; PONTUAL, pág. 557; TEODORO BRAGA, pág. 250; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 451; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 586; ARTE NO BRASIL, pág. 778; LEONOR AMARANTE, pág.38; Acervo FIEO.

083 - BRUNO GIORGI - (1905 - 1993)
Base: R$ 4.000,00 - Banhista - e em b - h = 19 - ass.
Escultor e pintor paulista, iniciou seus estudos de escultura em Roma 1920/1922. Mais tarde tornou-se aluno de Maillol, em Paris, onde também frequentou as academias Ranson e de La Grande Chaumière, em 1936. É considerado o maior escultor nacional. MEC, vol.2, pág. 250/1; PONTUAL, pág. 237/8; MAYER/84, pág. 1333; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 587; ARTE NO BRASIL, pág. 715; LEONOR AMARANTE, pág. 18.

084 - NORBERTO STORI - (1946)
Lance Livre - Paisagem - a - 70 x 100 - cid - 1989
Pintor, desenhista, gravador e professor, natural de São Joaquim da Barra, SP. Sua formação artística foi em Minas gerais, São Paulo e em Portugal. É professor na Faculdade de Comunicações e Artes da Universidade Mackenzie. Exposições coletivas em: São Paulo, SP, Campinas; Santos, SP; Santo André, SP; Barcelona, Espanha; Curitiba, PR; Bagé, RS; Goiânia, GO; Rio de Janeiro, RJ; Pittsburg, USA; Novo Hamburgo, RS; Ribeirão Preto, SP; Caraguatatuba, SP; Estoril, Portugal; Quito, Equador; Ubatuba, SP; Cidade do México, México; São José dos Campos, SP; Jacareí, SP; Vitória, ES. Exposições individuais: Rio de janeiro, RJ; Belo Horizonte, MG; Caxias do Sul, RS; Santos,SP; Guarujá, SP; Bagé, RS; Porto Alegre, RS; Novo Hamburgo, RS; Curitiba, PR, Roma, Itália (1991); Florença, Itália (1991). Prêmios: Santos, SP (1973); Barcelona, Espanha; Goiânia, GO; Presidente Prudente, SP; Novo Hamburgo, RS; Santo André, SP. JULIO LOUZADA, vol. 2, pág. 974. ITAÚ CULTURAL.

085 - TADASHI KAMINAGAI - (1899 - 1982)
Base: R$ 10.000,00 - Ladeira de São Luiz do Maranhão - oscce - 80 x 63 - cid - 1952 - São Luis
Grande pintor japonês da Escola de Paris, amigo de Marquet, Vlaminch e Déiran, entre outros, passou no Brasil praticamente toda a década de 1940, aqui se ligando de amizades a pintores como Portinari, Pancetti e Djanira, e iniciando na arte vários jovens pintores de ascendência nipônica, como Flávio Shiró Tanaka, por exemplo. Autor de paisagem, naturezas mortas e retratos de excelente qualidade pictórica, Kaminagai veio freqüentes vezes ao Brasil, onde expôs com enorme sucesso. TEODORO BRAGA, pág.134; BENEZIT, vol.6, pág.152; WALMIR AYALA, vol.1, pág.435 e 437; MEC, vol.2, pág.401; PONTUAL, pág.287; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 643; ARTE NO BRASIL; Acervo FIEO.

086 - MARIA FREIRE - (1919)
Base: R$ 5.000,00 - Composição em 4 tons - g - 34 x 47 - cid
Com inscrições no dorso.Artista do Uruguai que tem realizado inúmeras exposições individuais: Uruguai (1970, 1975, 1977, 1987, 1990, 1992, 1998); São Paulo (1956 - MAM, 1976); Rio de Janeiro (1957 - MAM); Espanha (1958); Bélgica (1959); Argentina (1967). Coletivas: Uruguai (1982, 1983, 1990, 1996, 2006); EUA (1992, 2001); Inglaterra (1994, 1996); Espanha (1997), México (2002); Porto Alegre (2005 - Bienal do Mercosul); Suíça (2005). www.fundacaobienal.art.br; www.artnet.com; artprice.com; www.artinfo.com

087 - HEINZ KUHN - (1908 - 1987)
Lance Livre - Composição - ost - 25 x 38 - cid - 1982
Nasceu em Berlim, Alemanha, e faleceu em São Paulo-SP. Inicia seus estudos em sua terra natal, expondo obras na Alemanha e na França. No Brasil em 1950, fixa-se em São Paulo. Nesse período sua pintura é figurativa, voltando-se aos poucos, para a abstração geométrica. Theon Spanudis considerava o autor como "um dos pintores mais conscientes, inquietos e produtivos de São Paulo (1964)". A partir dos anos 60 sua pintura se move no âmbito da abstração informal, com eventuais referências ao mundo real. Obra de sua autoria faz parte da Coleção Adolpho Leirner, participando do livro Arte Construtiva no Brasil, de Aracy Amaral (pág. 193) MEC, vol. 2 pág. 430; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 688.

088 - ANTONIO AUGUSTO MARX - (1919 - 2008)
Base: R$ 1.500,00 - Composição - ost - 60 x 60 - cie e d - 1991
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 012 deste catálogo.

089 - EUGÊNIO LATOUR - (1874 - 1942)
Lance Livre - Volta da missa - osm - 33 x 24 - csd
Com dedicatória.Nascido e falecido na cidade do Rio de Janeiro, onde frequentou a ENBA a partir de 1894. Foi aluno de Rodolfo Amoedo, Zeferino da Costa e H. Bernardelli. Expôs no SNBA em diversas oportunidades, recebendo premiações, inclusive de viagem ao exterior. Latour é um pintor da expressão humana, e feminina sobretudo. Cada cabeça sua representa um estado de alma. Aqui tristeza, dor concentrada; ali a despreocupação e o coquetismo. Sua obra é graciosa, sensível e elegante. JULIO LOUZADA, Vol. pág.522, TEIXEIRA LEITE, pág. 278, PONTUAL, pág. 300, ITAÚ CULTURAL, ARTE NO BRASIL, pág. 556.

090 - MILTON DACOSTA - (1915 - 1988)
Base: R$ 50.000,00 - "Vênus" - ost - 38 x 46 - d
Este quadro participou da SP -Arte de 12 a 15 de maio de 2011 e da ART RIO de 8 a 11 de setembro de 2011. Reproduzido na capa do catálogo do Grande Leilão de Agosto de 1988 - Organização Paulo Puglise Galeria de Arte - Leiloeiro Oficial Roberto Castelli - São Paulo. Reproduzido no site www.galeria-ipanema.comPintor, desenhista, gravador, ilustrador. Milton Rodrigues da Costa nasceu em Niterói, RJ e faleceu no Rio de Janeiro. Iniciou estudos de desenho e pintura, em 1929, com o professor alemão August Hantv. No ano seguinte matriculou-se no curso livre de Marques Júnior, na Escola Nacional de Belas Artes. Junto com Edson Motta, Bustamante Sá e Ado Malagoli , entre outros, criou o Núcleo Bernardelli em 1931. Viajou para Estados Unidos em 1945, com o prêmio de viagem ao exterior do Salão Nacional de Belas Artes do ano anterior. Na cidade de Nova York, estudou na Art's Students League of New York. Em 1946, foi para a Europa e após visita a vários países, fixou-se em Paris, onde estudou na Académie de La Grande Chaumière. Conheceu Pablo Picasso, por intermédio de Cícero Dias, e freqüentou os ateliês de Georges Braque e Georges Rouault. Expôs no Salon d'Automne (Paris) e regressou ao Brasil em 1947. Em 1949, casou-se com a pintora Maria Leontina e passou a residir em São Paulo. Realizou muitas exposições individuais e também recebeu prêmios nas Bienais Internacionais de São Paulo (1955, 1957). TEODORO BRAGA, PÁG. 163; WALMIR AYALA, VOL. 1, PÁG. 229; MEC, VOL. 2, PÁG. 13; BENEZIT, VOL. 3, PÁG.315; ITAU CULTURAL; PONTUAL, PÁG. 155; WALTER ZANINI, PÁG. 573; ARTE NO BRASIL, PÁG. 763; LEONOR AMARANTE, PÁG. 63; ACERVO FIEO.

091 - ANTONIO MALUF - (1926 - 2005)
Base: R$ 2.600,00 - Composição geométrica - dn - 25 x 23 - cid - 1951
Nasceu em São Paulo, onde formou-se em engenharia. Estudou no Instituto de Arte Contemporânea do MASP, orientando-se desde o início pela vertente da arte construtiva. Em 1951 obteve o prêmio de cartaz da I Bienal de São Paulo, da qual participou. TEIXEIRA LEITE, pág. 306; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 654; ARTE NO BRASIL, pág. 930; LEONOR AMARANTE, pág. 12; Acervo FIEO.

092 - ALFREDO VOLPI - (1896 - 1988)
Base: R$ 7.000,00 - Olaria na margem do Rio Tietê - osm - 15 x 22 - d
Pintor, desenhista, gravador e ceramista nascido em Lucca, Itália e falecido em São Paulo. Muda-se com os pais para São Paulo em 1897 e, ainda criança, estuda na Escola Profissional Masculina do Brás. Mais tarde trabalha como marceneiro, entalhador e encadernador. Em 1911, torna-se pintor decorador e começa a pintar sobre madeiras e telas. Na década de 1930 passa a fazer parte do Grupo Santa Helena com vários artistas como Mário Zanini e Francisco Rebolo. Em 1936, participa da formação do Sindicato dos Artistas Plásticos de São Paulo e integra, em 1937, a Família Artística Paulista - FAP. Em 1940, ganha o concurso promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN, com trabalhos realizados com base nos monumentos das cidades de São Miguel e Embu. Realiza trabalhos para a Osirarte, empresa de azulejaria criada em 1940, por Rossi Osir. Sua primeira exposição individual ocorre em São Paulo, em 1944. Em 1950, viaja para a Europa acompanhado de Rossi Osir e Mario Zanini. É convidado a participar, em 1956 e 1957, das Exposições Nacionais de Arte Concreta e mantém contato com artistas e poetas do grupo concreto. Recebe o prêmio Aquisição na Bienal de Veneza (1952), Melhor Pintor Nacional da Bienal Internacional de São Paulo (1953), dividido com Di Cavalcanti; o prêmio Guggenheim (1958); Melhor Pintor Brasileiro pela crítica de arte do Rio de Janeiro (1962 e 1966), Melhor Pintor Nacional no Panorama da Arte Brasileira MAM - SP (1970), entre outros. REIS JUNIOR, PÁG. 378; WALMIR AYALA, VOL. 2, PÁG. 426 e 428; JULIO LOUZADA VOL.1, pág.1048; MEC. VOL.4, PÁG. 496; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, PÁG. 584; ARTE NO BRASIL, PÁG. 684; LEONOR AMARANTE, PÁG. 28, Acervo FIEO; BENEZIT VOL. 10, PÁG. 567; PONTUAL PÁG.546. NTE, pág. 28, Acervo FIEO.

093 - JESUALDO ANTONIO GELAIN - (1940)
Lance Livre - Surreal - oscce - 60 x 90 - cid
Pintor nascido em Santa Rosa, RS. Autodidata no início de sua carreira, teve aulas com Colete Pujol. Participou de vários Salões e exposições oficiais em: Canoas, RS (1960); Aparecida do Norte, SP (1961); São Carlos, SP (1964); São Paulo (1966 a 1968, 1985). Foi premiado, em 1966, no Salão da Escola de Belas Artes de São Paulo.

094 - JUAREZ MACHADO - (1941)
Base: R$ 3.000,00 - " Nubentes " - dn e a - 67 x 50 - cse - 1974 - Rio - verão
Com a seguinte inscrição: " Aos amigos com amor e carinho dos Nubentes. Rio, verão 1974 ".Nasceu em Joinville, SC. Atualmente reside e trabalha em Paris, França, onde mantem ateliê. Pintor, escultor, desenhista, caricaturista, jornalista, cenógrafo, escritor e ator. Desenvolveu sólida carreira como desenhista de charges de humor. Sua arte essencialmente criativa, vai do lirismo à violência, da análise microscópica ao extravasamento onírico. Entre as exposições de que participa, destacam-se: 9ª Bienal Internacional de São Paulo, 1967; Zona Gallery, Nova Iorque (Estados Unidos), 1981; Retrospectiva Quatro Artistas da Geração 60, no MAC/PR, Curitiba, 1987; Châteaux Bordeaux, no Centro Georges Pompidou, Paris, 1988; Retrospectiva, no MAC/Joinville, 1990; Arte na América Latina: 100 Anos de Produção, no Instituto Estadual de Artes Plásticas da UFRGS, Porto Alegre, 1996. "Juarez Machado expõe a natureza humana, olha, registra, interpreta, ilumina, focaliza. É o mundo dos humanos, mas não é o mundo do juiz dos homens. Aqui não estamos no Juízo Final. Juarez é o artista contemporâneo, ele tem este olhar elaborado pela ciência, o grau de consciência reflexiva. Podemos dizer deste ponto de vista, que esta obra humanística e esta atitude de intensa pesquisa confere ao seu trabalho um caráter anti-medieval." Jacob Klintowitz in: "Juarez Machado - Copacabana 100 Anos, Ed. Simões de Assis, 1992." JULIO LOUZADA vol.11, pág. 186; PONTUAL, pág.284; Acervo FIEO; ITAU CULTURAL; MEC, vol. 3; TEIXEIRA LEITE, pág. 298. Acervo FIEO.

095 - RUBENS GERCHMAN - (1942 - 2008)
Base: R$ 1.000,00 - " Use para ser - querida - de todos " - ser. 84/200 - 31 x 46 - cid
Pintor, desenhista, gravador, escultor nascido no Rio de Janeiro e falecido em São Paulo. Em 1957, freqüenta o Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro, onde estuda desenho. Faz curso de xilogravura com Adir Botelho e freqüenta a Escola Nacional de Belas Artes - Enba, entre 1960 e 1961. Em 1967, é contemplado com o prêmio de viagem ao exterior no 16º Salão Nacional de Arte Moderna e viaja para os Estados Unidos. Reside em Nova York entre 1968 e 1972. Retorna ao Brasil e faz o roteiro, a cenografia e a direção do filme 'Triunfo Hermético' e os curtas 'ValCarnal' e 'Behind the Broken Glass'. De 1975 a 1979, assume a direção da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, RJ. É co-fundador e diretor da revista 'Malasartes'. Em 1978, viaja para os Estados Unidos com bolsa da Fundação John Simon Guggenheim. Em 1982, permanece por um ano em Berlim como artista residente, a convite do Deutscher Akademischer Austauch Dienst - DAAD [Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico]. Realizou diversas exposições individuais e participou de muitas mostras oficiais no Brasil e pelo mundo recendo prêmios na Bienal de São Paulo (1965), Bienal de Salvador, BA (1966), Bienal de Cali, Colômbia (1967, 1970). JULIO LOUZADA VOL. 1, PÁG. 417; PONTUAL, PÁG. 235; TEIXEIRA LEITE, "in" A GRAVURA BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, PÁG. 734; ARTE NO BRASIL, PÁG. 974; LEONOR AMARANTE, PÁG. 143, MEC VOL. 2, PÁG. 246; Acervo FIEO.

096 - ADALBERTO MOREIRA CARDOSO - (1961)
Lance Livre - Abajour - ost - 110 x 130 - cid e d
Pintor nascido em Uberlândia, MG. Assina Adalberto. Em 1981 iniciou suas atividades de pintura. Foi aluno de Carlos Fajardo (1983) e trabalhou como assistente de Sérgio Fingermann (1984). Realizou exposições individuais em São Paulo (1986, 1987) e participou de várias mostras coletivas oficiais como: Curitiba, PR (1984); São Paulo (1985, 1986). ITAUCULTURAL; JULIO LOUZADA, VOL. 5; PÁG. 21.

097 - MARCIO SCHIAZ - (1965)
Lance Livre - " Ouro Preto " - ost - 60 x 80 - cie e d - 2011
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 015 deste catálogo.

098 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 2.000,00 - O passeio - dn - 20 x 15 - cid
Emiliano Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Melo (Rio de Janeiro RJ 1897 - idem 1976). Pintor, ilustrador, caricaturista, gravador, muralista, desenhista, jornalista, escritor e cenógrafo. Inicia sua carreira artística como caricaturista e ilustrador, publicando sua primeira caricatura em 1914, na revista Fon-Fon. Em 1917, reside em São Paulo, onde freqüenta o curso de Direito no Largo São Francisco e o ateliê de Georg Elpons (1865 - 1939). Convive com artistas e intelectuais paulistas como Oswald de Andrade (1890 - 1954) e Mário de Andrade (1893 - 1945), Guilherme de Almeida (1890 - 1969), entre outros. Em 1921, ilustra A Balada do Enforcado, de Oscar Wilde (1854 - 1900), e publica o álbum Fantoches da Meia-Noite, editado por Monteiro Lobato (1882 - 1948). É o idealizador e o principal organizador da Semana de Arte Moderna de 1922, na qual expõe 12 obras. Em 1923, faz sua primeira viagem à França, onde atua como correspondente do jornal Correio da Manhã. Em Paris, freqüenta a Academia Ranson, instala ateliê e conhece obras, artistas e escritores europeus de vanguarda como, Pablo Picasso (1881 - 1973), Georges Braque (1882 - 1963), Fernand Léger (1881 - 1955), Henri Matisse (1869 - 1954), Jean Cocteau (1889 - 1963) e Blaise Cendrars (1887 - 1961). Volta a São Paulo em 1926, trabalha como jornalista e ilustrador no jornal Diário da Noite. A estada em Paris marca um novo direcionamento em sua obra. Em 1938 viaja a Paris, onde trabalha na rádio Diffusion Française nas emissões Paris Mondial. Retorna ao Brasil em 1940, trabalha como ilustrador, e publica poemas e memórias de viagem. Em 1972, seu álbum 7 Xilogravuras de Emiliano Di Cavalcanti é editado pela Editora Chile. REIS JR., págs. 378/379; TEODORO BRAGA, pág. 82; MEC, vol. 2, págs. 53 e 54; PONTUAL, págs. 176 a 178; WALMIR AYALA, vol. 1, págs. 256 e 257; ART SALES, vol.1, pág. 207; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 446; LEONOR AMARANTE, pág. 12, Acervo FIEO.

099 - FULVIO PENNACCHI - (1905 - 1992)
Lance Livre - Figura - dlc e g - 19 x 8 - cid - 1985
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 041 deste catálogo.

100 - JOAQUIM TENREIRO - (1906 - 1992)
Base: R$ 10.000,00 - "Fita nº 35" - e em mad. - 129 x 66 - ass. - 1977
Ex-coleção Sr. Renato Antônio Brogiolo - Rio de Janeiro.Português da cidade de Melo, Serra da Estrela, foi discípulo do Núcleo Bernardelli e de Quirino Campofiorito, no Rio de Janeiro-RJ. Fixou residência definitiva no Brasil no ano de 1929. Fez o Curso de Desenho do Liceu Português, onde conquista o prêmio Joaquim Alves Meira, a maior láurea daquele estabelecimento. Tem pinturas suas figurando no MAM-SP, no MNBA e Museu Manchete-RJ. Mário Barata escreve a seu respeito: " Depois de uma fatura limpa, de acabamento preciso e claro, Tenreiro, mesmo prosseguindo com certo rigor estilistico, cedeu, ultimamente, 'a tentação das densidades de matéria e ao cromatismo baixo, 'as vezes terroso, cinza, que o informal bastante generalizou." É o renovador do mobiliário brasileiro, responsável por toda uma linha de criação em que a funcionalidade se alia o bom gosto e o aproveitamento racional dos materais do País. MEC, vol.4, págs.381 E 382; PONTUAL, pág.520,; TEIXEIRA LEITE, pág.504; WALMIR AYALA, vol.2, pág.376 e 377 ; JULIO LOUZADA, vol.11, pág.320; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 580; ARTE NO BRASIL, pág. 763.

101 - FRANCISCO STOCKINGER - (1919 - 2009)
Lance Livre - Nu - m em b - h = 21 - b
Natural de Traum, Áustria, Xico Stockinger, como é conhecido, foi aluno de Bruno Giorgi e desde 1954, radicado em Porto Alegre, á um escultor da figura humana e do animal. Também é excelente desenhista e gravador. Começou a expor na década de 40, no Rio de Janeiro, recebendo premiações. Desempenhou importante papel no desenvolvimento das artes plástica gaúcha. Tem seu nome firmado no cenário nacional e internacional, como escultor expressivo e original. JULIO LOUZADA, vol.11, pág.311; PONTUAL, pág.506; MEC., vol.4, pág.342/3.; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 720; ARTE NO BRASIL, pág. 868; LEONOR AMARANTE, pág. 136.

102 - MANOEL MARTINS - (1911 - 1979)
Base: R$ 3.000,00 - Cidade - ost - 47 x 34 - ci - 1971
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 027 deste catálogo.

103 - DJANIRA DA MOTTA E SILVA - (1914 - 1979)
Lance Livre - O anjo músico - dn - 23 x 15 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 053 deste catálogo.

104 - WALDEMAR DA COSTA - (1904 - 1982)
Base: R$ 3.800,00 - " Estático senovente LX " - osm - 53 x 42 - cid - 1969
Com etiqueta do ateliê do autor, no dorso.Paraense de Belém, onde nasceu em 11 de junho de 1904. Faleceu em Curitiba, no ano de 1982. Foi pintor e professor. Estudou na Escola de Belas Artes de Lisboa, em 1910. Foi para Paris, lá permanecendo de 1928 a 1931, quando retornou para o Brasil, integrando-se no meio artístico. Foi professor de Maria Leontina, Charoux e Clovis Graciano. JULIO LOUZADA vol. 12 pág. 115; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág.584; ARTE NO BRASIL, pág. 795; Acervo FIEO.

105 - RUBEM VALENTIM - (1922 - 1991)
Base: R$ 7.000,00 - " Emblema - 86 " - ast - 100 x 73 - d - 1986 - Brasília/DF
Baiano de Salvador, autodidata, Rubem Valentin pinta desde meados de 1940. Sua primeira coletiva foi em 1949, no Salão Baiano de Belas Artes, do qual participaria outras vezes, recebendo premiações. Viveu no Rio de Janeiro e na Europa, fixando residência permanente em Brasil, DF, há mais de 20 anos. O artista assim explicava a sua arte: "Minha linguagem plástico-visual signográfica está ligada aos valores míticos profundos de uma cultura afro-brasileira (mestiça-animista-fetichista). Com o peso da Bahia sobre mim - a cultura vivenciada; com o sangue negro nas veias - o atavismo; com os olhos abertos para o que se faz no mundo - a contemporaneidade; criando os meus signos-símbolos procuro transformar em linguagem visual o mundo encantado, mágico, provavelmente místico que flui continuamente dentro de mim". PONTUAL, pág.532; WALMIR AYALA, vol.2, págs.395 a 397; TEIXEIRA LEITE, pág.517; MEC, vol.4, pág.443; JULIO LOUZADA, vol.11, pág.330; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 682; ARTE NO BRASIL, pág. 874; LEONOR AMARANTE, pág. 257, Acervo FIEO.

106 - FARNESE DE ANDRADE - (1926 - 1996)
Base: R$ 1.000,00 - " Cabeça de sereia " - dn e g - 40 x 29 - cie - 1955
Com estudos, no dorso.Mineiro de Araguari. Pintor e gravador. Foi discípulo de Guignard, e se tornou destacado aluno pela sua criatividade. Mais tarde mudou-se para o Rio de Janeiro, onde aperfeiçoou-se no curso de Friedlander no MAM. No principio suas obras eram compostas de objetos que eram devolvidos pelo mar, bonecos mutilados e corroídos, madeiras e imagens de gesso. Com o passar do tempo, desenvolveu seu processo de criação, voltando-se para as suas raízes, memórias, tabus familiares e morais. Assim, chegou aos " bric-à-bracs" , antiquários, o kitsch e o sacral. JULIO LOUZADA vol.1B, pág. 64.; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 760; ARTE NO BRASIL, pág. 911; Acervo FIEO.

107 - GILBERTO TROMPOWISKY - (1912 - 1982)
Lance Livre - " Vendedor de galinhas no tempo de Pedro I " - g - 31 x 24 - cie - 1931 - Rio
Pintor, nascido provavelmente em Florianópolis, SC, foi muito cedo para o Rio, onde passou a frequentar posteriormente a antiga ENBA e aparticipar do SNBA. Executou diversos retratos de figuras da sociedade carioca. Coube-lhe criar, por diversas, a decoração para os bailes carnavalescos do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. JULIO LOUZADA, vol. 11 pág.326

108 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - " Coqueiros " - asc - 43 x 32 - cie
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

109 - MARIA LEONOR APPE - (1933)
Base: R$ 1.000,00 - Composição - ost - 70 x 70 - d - 2009
Nasceu em Santos, SP, no dia 22 de maio, transferindo residência para a Capital com a família em 1942, onde reside e é ativa. Desde cedo acompanhava o trabalho do pai, então pintor amador, que procurava incentivá-la nas artes plásticas. Autodidata, após o falecimento do pai em 1968, dedica-se à pintura, recebendo ensinamentos dos mestres Nestor Peres, Colete Pujol e Waldemar da Costa. A partir de 1990 dedica-se totalmente à pintura e à aquarela; integra a Diretoria da Associação Paulista de Belas Artes, da qual é sócia benemérita e conselheira perpétua. Participou de diversos certames oficiais, com premiações várias, tais como medalhas de bronze e de prata.

110 - ANTONIO HENRIQUE AMARAL - (1935)
Base: R$ 15.000,00 - " Cor, corações II " - tm - 100 x 100 - cid e d - 1986
Reproduzido no convite deste leilão.Gravador, desenhista e pintor, foi aluno de Lívio Abramo no MAM / SP, e de Shiko Munakata, no Pratt Graphic Art, em Nova York. Artista consagrado nacional e internacionalmente. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 37; MEC, vol. 1, pág. 73; PONTUAL, pág. 21;TEIXEIRA LEITE, pág. 23 a 25; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 754; ARTE NO BRASIL, pág.903; LEONOR AMARANTE, pág. 170; Acervo FIEO.

111 - DIONISIO DEL SANTO - (1925 - 1999)
Lance Livre - Composição - g - 20 x 20 - cid - 1987
Pintor, desenhista, gravador e serigrafista, nasceu em Colatina-ES, e faleceu em Vitória, naquele mesmo Estado. Autodidata. Em 1975, recebe o Prêmio de Melhor Exposição de Gravura do Ano, da APCA. Participou da 9ª Bienal Internacional de São Paulo, 1967 (Prêmio Itamarati Aquisição) e do Salão Nacional de Arte Moderna, Rio de Janeiro, 1968 (Prêmio Isenção do Júri). JULIO LOUZADA vol.11, pág. 88; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 682; ARTE NO BRASIL, pág. 934.

112 - MANABU MABE - (1924 - 1997)
Base: R$ 1.800,00 - Figuras - p s/cer. - 25 x 27 - cid
Com autenticação de Satoru Mabe, irmão do autor.Pintor autodidata, veio para o Brasil com a família em 1934, fixando-se em Lins-SP, onde trabalhou na lavoura do café; ligado ao abstracionismo informal, até a metade dos anos 50 fez pintura figurativa, especialmente paisagens e naturezas mortas; dedicou-se ainda à tapeçaria. ARTE NO BRASIL, vol. 2, pág. 1050; TEIXEIRA LEITE, pág. 296; PONTUAL, pág. 325/6; MEC, vol. 3, pág. 13; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 644; LEONOR AMARANTE, pág. 83, Acervo FIEO.

113 - CARLOS SÖRENSEN - (1928 - 2008)
Base: R$ 2.300,00 - " Margaridas " - enc. s/t - 50 x 40 - cie e d - 1991
Com certificado de autenticidade, firmado pelo autor.Paulista de Baurú, Sorensen fez importantes estudos em Paris, onde a convite do governo francês, freqüenta o ateliê de André Lhote, onde conhece Picasso, Roonet e Fernand Léger e no ano seguinte freqüenta a Escola Superior de Belas Artes-Paris, estudando com Gleizes e André Lhote(1952-1953). Foi artista de múltiplas atividades, ceramista, tapeceiro, cenógrafo, ilustrador, arquiteto, designer e pintor, com sucesso de crítica e de público. Citado em Delta Larouse/1970, pág. 6406; MEC vol.4, pág. 309; PONTUAL, pág. 500, WALMIR AYALA vol.2, pág.347; JULIO LOUZADA vol.11, pág. 306; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

114 - JOAQUIM TENREIRO - (1906 - 1992)
Base: R$ 10.000,00 - Galo - ose - 73 x 50 - cid - 1968
Ex-coleção Sr. Renato Antônio Brogiolo - Rio de Janeiro. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 100 deste catálogo.

115 - NELSON NOBREGA - (1900 - 1997)
Lance Livre - Figura - ost - 65 x 52 - cid - 1939
Natural de Piracicaba, SP. Pintor, desenhista e professor. Estudou na Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro. Optou pela pintura moderna, integrando a Familia Artística Paulista no final da década de 30. Pintor de temática variada, destacou-se pelo seu estilo próprio. A sua primeira individual aconteceu em 1926, dando inicio a uma carreira brilhante e muito destacada no cenário nacional. JULIO LOUZADA, vol. 1 pág. 677; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584.

116 - ALUISIO CARVÃO - (1920 - 2001)
Base: R$ 1.500,00 - Composição - g - 30 x 20 - cid
Importante pintor, escultor, Ilustrador, ator e cenógrafo brasileiro, natural de Belém-PA. Em 1952 estuda pintura com Ivan Serpa, no MAM-RJ, participando, entre 1954 e 1956, Grupo Frente e, entre 1960 e 1961, integra o Grupo Neoconcreto. Nos anos seguintes viaja para a Europa com o prêmio de viagem recebido no SNAM-RJ. No fim dos anos 60 passa a empregar materiais não tradicionais, como tampinhas metálicas de garrafa, pregos e barbante agrupados em suportes de madeira. Em 1996 ocorre retrospectiva de sua obra no Museu Metropolitano de Arte, em Curitiba, no Museu de Arte Moderna - MAM/BA e no MAM/RJ. "A preocupação inicial de Aluísio Carvão era com a forma: reduzir a obra a estruturas elementares, gestálticas. A partir da dissidência neoconcreta, da qual fez parte, é a cor que irá se impor, envolvendo a estrutura, ou melhor, a cor é, ela mesma, espaço. Carvão não é um pintor metafísico. Através da cor ele revela sua relação sensual com o mundo. Como ele diz: ´Vermelhos-guarás, araras, aroma das flores de manacá, o som do vento terral, o calor equatorial, o amarelo-laranja do sol, ressonâncias atávicas de Van Gogh e Mondrian, em trânsito pela Península Ibérica, Nordeste, Amazônia e nosso litoral daqui´. Nas pinturas da ´série cromativa´ ou no ´cubocor´ da fase neoconcreta, Carvão dá à cor sua máxima concretude e fisicalidade, mas, feito isto, ocorre a retração da cor, que se mutiplica em complementares, abrindo caminho para a caracterização como espaço lírico, território da memória. Sua linguagem e seus motivos são aéreos: sóis, luas, pipas, bandeirolas, mastros, arcos. Enfim, são formas que voam e ascendem, sem contudo perder o vínculo com a terra. " Frederico Morais, in MORAIS, Frederico. Vertente construtiva. In: DACOLEÇÃO: os caminhos da arte brasileira. São Paulo: Júlio Bogoricin, 1986. p. 131-132. JULIO LOUZADA, vol. 5 pág. 210/211; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, 655; LEONOR AMARANTE, 75; ARTE NO BRASIL, 921; Acervo FIEO.

117 - WANDA PIMENTEL - (1943)
Base: R$ 9.000,00 - Composição - ast - 54 x 65 - d - 1981
Pintora, desenhista e gravadora nascida no Rio de Janeiro. Estudou pintura com Ivan Serpa no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Realizou exposições individuais: Rio de Janeiro (1969, 1970, 1973, 1975, 1987, 1994, 1997); Paris (1969); São Paulo (1974, 1996, 1998). Participou de muitos Salões e exposições oficiais no Brasil e pelo mundo como: Bienal de Paris (1971), Panoramas da Arte Brasileira em São Paulo (1970, 1972, 1973); Bienal Internacional de São Paulo (1971). Foi premiada no Rio de Janeiro (1969) no Salão Nacional de Arte Moderna e no Salão do Museu de Arte Moderna com o Grande Prêmio de Viagem ao Exterior; em São Paulo (1973) recebeu o prêmio do Panorama da Arte Brasileira no Museu de Arte Moderna. JULIO LOUZADA VOL.12, PÁG. 317; ITAU CULTURAL; PONTUAL PÁG. 424; MEC VOL. 3, PÁG. 396; arcadja.com; artebrasileira1960.blogspot.com.

118 - LIVROS -
Lance Livre - -
8 livros da coleção Museus Brasileiros - Projeto Cultural Banco Safra. A) Museu Imperial; B) Itamaraty; C) Museu Mariano Procópio; D) Museu Paulista; E) Museu do Homem do Nordeste; F) Museu de Arte Moderna de São Paulo; G) Museu da Inconfidência; H) Museu do Estado de Pernambuco.

119 - ALEX VALLAURI - (1949 - 1987)
Lance Livre - Figura - tm - 32 x 47 - cie - 1969
Natural de Asmara, Etiópia, faleceu em São Paulo-SP. Grafiteiro, artista gráfico, pintor, desenhista, cenógrafo e gravador. Chegou ao Brasil com a família em 1965. Era residente e ativo na capital paulista. Iniciou-se em xilogravura, retratando personagens do porto de Santos. No começo da década de 1970, formou-se em comunicação visual pela FAAP-SP. Especializou-se em litografia no Litho Art Center de Estocolomo, em 1975. Retornou ao Brasil em 1978, realizando grafites em espaços públicos de São Paulo. Produzia silhuetas de figuras, com tinta spray sobre moldes de papelão. Residiu em Nova York entre 1982 e 1983, onde cursou artes gráficas no Pratt Institute. Nesse período, fez grafites nos muros da cidade. Além de usar o muro como suporte, seus trabalhos estampam camisetas, broches e adesivos. Voltou ao Brasil e começa a lecionar na Faap. Em sua produção destaca-se a série A Rainha do Frango Assado, que é também tema de instalação apresentada na 18ª Bienal Internacional de São Paulo, em 1985. Retrospectiva Viva Vallauri, realizada no Museu da Imagem e do Som - MIS, em São Paulo, em 1998. JULIO LOUZADA, vol 3 pag 1170; ITAUCULTURAL.

120 - ALBERTO PASINI - (1826 - 1899)
Base: R$ 8.000,00 - Feira - oscce - 70 x 98 - cid - 1896
Reproduzido no convite deste leilão.Pintor, dedicou-se à pintura de gênero, à paisagem e à litografia. Foi aluno da Academia de Parma. Residiu em Paris durante algum tempo, estreando nos salôes em 1859. Condecorado Cavaleiro da Legião de Honra, em 1868, com Grau de Oficial em 1878. Consta de acervos em toda a parte do mundo. BENEZIT vol.8, pág.148; MAYER, PÁG. 1050; COMANDUCCI, vol. IV, pág. 2358; BOLLAFI, vol. 12, pág. 267 e vol. 16, pág. 275; ANUAL ART INDEX/82, pág. 930; MAYER/83, pág. 958; ART PRICE ANNUAL 2000, pág. 1897.

121 - ARTUR BÁRRIO - (1945)
Lance Livre - " Série Africana " - tm - 25 x 32 - d - 1982
Nascido Artur Alípio Barrio de Souza Lopes, na cidade do Porto, Portugal, no dia 1 de fevereiro de 1945. Pintor e desenhista. Jovem ainda fixou-se no Rio de Janeiro. Frequentou a Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro, recebendo orientação artística do prof. Onofre Penteado. Trabalha com materiais recicláveis (papel, plástico, etc). Em 1969 participou da seleção da representação para a VI Bienal dos Jovens em Paris, com Ivald Granato e Luis Pires. JULIO LOUZADA vol. 1 pág. 96; ITAU CULTURAL.

122 - JOSÉ ROBERTO AGUILAR - (1941)
Base: R$ 10.000,00 - " Eu não acredito em nada " - ost - 116 x 81 - cie - 1964
Surgiu em 1963, quando expôs na VII Bienal de São Paulo. Autodidata. Participou de diversas e importantes exposições coletivas, ligado ao figurativismo expressionista e à pop-art. JULIO LOUZADA, vol. 10, pág, 34. PONTUAL, pág, 6. MEC , vol 1, pág,40; TEIXEIRA LEITE, pág. 14; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág 734; ARTE NO BRASIL, pág 975; LEONOR AMARANTE, pág. 170; Acervo FIEO.

123 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - Casario - ose - 50 x 30 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 061 deste catálogo.

124 - VICTOR VASARELY - (1908 - 1997)
Base: R$ 1.800,00 - Figura - lito. E.A. - 100 x 73 - cid
Natural de Pecs, Hungria, onde nasceu a 9 de abril de 1908. Pintor e gravador, viveu em Paris desde 1930, naturalizando-se frânces em 1961. Iniciou-se na Academia de Padolini-Volkmann, Hungria, filiando-se à Bauhaus de Budapest. Mestre da pesquisa abastrata, é tido como continuador do espírito que moveu as realizações da Bauhaus, de de Albers e de Moholy Nagy. Deu um impulso excepcional à arte ótica, pela qualidade de suas realizações. Expôs individualmente em Paris, Bruxelas, Copenhagen, Estocolmo e outros grandes centros culturais europeus. WALTER ZANINI, pág. 664; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 1024; LEONOR AMARANTE, pág. 137;

125 - NOEMIA MOURÃO - (1912 - 1992)
Base: R$ 1.500,00 - Figura - a - 30 x 22 - cid
Pintora e desenhista. Assina Noemia. Realizou sua primeira individual em 1934, no Rio de Janeiro. Residiu na Europa de 1934 a 1940, frequentando em Paris as academias de la Grande Chaumière e Ranson. Expôs em Montevideu e Buenos Aires. Foi citada por REIS JUNIOR e TEODORO BRAGA. Foi aluna (1932) e mulher (1933) de Di Cavalcanti. MEC vol.3, pág. 265; WALMIR AYALA vol.2, pág.135; PONTUAL, pág. 375; TEIXEIRA LEITE, pág. 356; ITAU CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 684. Acervo FIEO.

126 - HENRIQUE BERNARDELLI - (1858 - 1936)
Base: R$ 5.000,00 - Figuras - ost - 81 x 90 - c - Rio de Janeiro
Natural de Valparaíso, Chile, Henrique Bernardelli faleceu no Rio de Janeiro, cidade brasileira que adotou, inclusive a nacionalidade na década de 1870. Frequentou a Academia Imperial de Belas Artes, inclusive como aluno de Zeferino da Costa. Em 1878 viajou para a Itália, encontrando-se com o irmão, Rodolfo, escultor, que gozava merecido prêmio de viagem conquistado na Academia. Foi professor da ENBA-RJ. Os seus trabalhos inculcam um temperamento irriquieto, nervoso, sôfrego de impressões. A sua obra é original, vigorosa, cheia de calor e de ousadia. MEC, vol.1, pág.217/218; WALMIR AYALA, vol.1, pág.96/7; TEIXEIRA LEITE, pág.71, ARTE NO BRASIL, vol.1, pág.32; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 411; ARTE NO BRASIL, pág. 392; F. ACQUARONE.

127 - LEVINO FANZERES - (1884 - 1956)
Lance Livre - Casa de pescadores - ostcm - 17 x 25 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 072 deste catálogo.

128 - BRUNO GIORGI - (1905 - 1993)
Base: R$ 4.000,00 - Mulher sentada - e em b - h = 38 - ass.
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 083 deste catálogo.

129 - MARIA LEONTINA - (1917 - 1984)
Lance Livre - Menina - a e g - 40 x 30 - cid - 1947
Aluna de Waldemar da Costa, Maria Leontina é uma pintora que conquista o espectador pela finura de seus acostamentos cromáticos. Em 1947, integrava o Grupo dos 19, e, nos anos "50", passou por interessante fase geométrica. MEC, vol. 2, pág. 471; TEIXEIRA LEITE, pág. 309; PONTUAL, pág. 338; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 772; LEONOR AMARANTE, pág. 25; WALTER ZANINI, pág. 645.

130 - BENEDITO CALIXTO DE JESUS - (1853 - 1927)
Base: R$ 12.000,00 - Barco - osc - 18 x 32 - cie - 28.7.1917
Reproduzido no convite deste leilão. - Com etiqueta nº 9745 de Florestano Leiloeiro Oficial - São Paulo. Ex-coleções: Carlos Nogueira Ferraz e N. Moraes Corrêa - São Paulo.Pintor, professor, historiador, ensaísta, nascido em Conceição de Itanhaém, SP e falecido em São Paulo. Transferiu-se para Brotas, SP, onde adquiriu noções de pintura com o tio Joaquim Pedro de Jesus, ao auxiliá-lo na restauração de imagens sacras de uma igreja local. Realizou sua primeira individual em São Paulo, no ano de 1881. Fixou-se por algum tempo em Santos e depois de ter executado a decoração do Teatro Guarani, partiu para Paris em 1883, estudando na Academia Julian e no ateliê de Jean François Raffaëlli. Retornou ao Brasil em 1885 e passou a residir em São Vicente. Produziu inúmeras marinhas em que representa o litoral paulista; realizou diversos painéis de temas religiosos para igrejas na capital e interior do Estado de São Paulo; pintou vistas de antigos trechos das cidades de São Paulo, Santos e São Vicente para o Museu Paulista da Universidade de São Paulo, por encomenda do diretor do museu o historiador Afonso d´Escragnolle Taunay. Dedicou-se também a estudos históricos da região e à preservação de seu patrimônio e publicou, entre outros, os livros 'A Vila de Itanhaém' (1895) e 'Capitanias Paulistas' (1924). Existem obras suas nos acervos de diversos museus brasileiros. TEODORO BRAGA PÁG. 51; REIS JR PÁG. 214; LAUDELINO FREIRE PÁG. 387; PONTUAL PÁG. 68/69; MEC VOL.1, PÁG. 326/327; WALMIR AYALA VOL.1, PÁG.153; MAYER/83 PÁG. 601; TEIXEIRA LEITE PÁG. 97; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI PÁG. 505; ARTE NO BRASIL PÁG. 599, RUTH TARASANTCHI; JULIO LOUZADA VOL. 1, PÁG. 172.

131 - ADIR SODRÉ - (1962)
Lance Livre - Reunião - ost - 100 x 120 - cie - 1987 - São Paulo
Com etiqueta e carimbo do Mirante da Artes de Pietro Maria Bardi - São Paulo, no dorso.Pintor, desenhista, Adir Sodré de Souza nasceu em Rondonópolis, MT. Em 1977, freqüenta o Ateliê Livre da Fundação Cultural de Mato Grosso, onde é orientado por Humberto Espíndola e Dalva Maria de Barros . Nos dois anos seguintes, integra, com Gervane de Paula e outros artistas, um grupo que procura renovar a arte mato-grossense. Nessa época, participa de exposições coletivas organizadas pelo Museu de Arte e de Cultura Popular da Universidade Federal do Mato Grosso - MACP/UFMT. Participa também, entre muitas outras, das coletivas 'Como Vai Você, Geração 80?', na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, RJ, em 1984; 'Panorama da Pintura Brasileira' no Museu de Arte Moderna de São Paulo, em 1983; 'Modernidade, Arte Brasileira no Século XX', no Museu de Arte Moderna de Paris, em 1987. Recebeu prêmios em: Cuiabá, MT (1978, 1979); Goiânia, GO (1981); Presidente Prudente e Assis, SP (1981); Rio de Janeiro (1982, 1985). ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA VOL. 3, PÁG. 1075; VOL. 4, PÁG. 1052; VOL. 6, PÁG. 1072; VOL. 7 PÁG. 667; VOL. 9; PÁG. 814; VOL. 10, PÁG.836.

132 - LULA CARDOSO AYRES - (1910 - 1987)
Base: R$ 2.200,00 - Figuras - g - 48 x 34 - cie
Natural do Recife, PE, foi pintor e desenhista, tendo se iniciado artisticamente sob a orientação de Henrich Moser, naquela mesma cidade. Estudou no Rio de Janeiro com Carlos Chambelland e na antiga ENBA até 1930, onde foi aluno de Rodolfo Amoedo. Foi contemporâneo nessa escola de Portinari, Teruz, Oswaldo Teixeira, Joaquim da Rocha Ferreira e Orózio Belém. A partir de 1933, já de volta à sua terra natal, dedica-se totalmente aos temas regionais. JULIO LOUZADA vol. 1, pág. 31; TEIXEIRA LEITE, pág. 293; WALTER ZANINI, pág. 637; ARTE NO BRASIL, pág. 879; Acervo FIEO.

133 - FELICIA LEIRNER - (1904 - 1984)
Base: R$ 9.000,00 - Figuras - e em b - h = 43 - ass.
Natural de Varsóvia, Polônia. Escultora. Transferindo-se para Brasil em 1927, fixou-se em São Paulo, onde em 1948, passou a estudar escultura com Victor Brecheret. Participou das II, III, VI, VII, VIII e IX Bienal de São Paulo. Dedicou-se no início 'a figura humana, filiando-se mais tarde ao Abstracionismo. MEC. vol. 2 pág. 466 - PONTUAL, pág. 30; ARTE NO BRASIL, pág. 1049.; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 708; LEONOR AMARANTE, pág. 75.

134 - LIVIO ABRAMO - (1903 - 1992)
Lance Livre - Paraguay - xilo. P.A. - 21 x 30 - cie - 1966
Paulista de Araraquara, Lívio foi exímio gravador, desenhista, pintor, jornalista e professor. Autodidata, executou suas primeiras gravuras em madeira por volta de 1926. Sofreu influência de Lasar Segall, focalizando desde então de modo expressionista tipos e paisagens dos subúrbios paulistanos, inclusive temas de caráter social, como indicou Sérgio Milliet em sua obra de 1940. O autor, certa feita, assim falou de si próprio: "Geralmente persisto em um mesmo motivo por longo tempo: trabalho-o até que me pareça haver esgotado todas as possibilidades que ele oferece. Jamais pensei em fazer 'paisagens'. O que procuro é interpretar o sentido e a problemática da natureza de uma terra, a força dos sentimentos que ela provoca em mim, e assim, quanto mais de acordo com a minha própria natureza, tanto mais imediata surge a interpretaçãop plástica, como sucedeu, por exemplo, com meu 'encontro' com as 'arquiteturas' da realidade íntima da terra paraguaia. PONTUAL, pág. 1, JULIO LOUZADA vol. 3, pág. 19; MEC vol.1, pág. 33; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584; ARTE NO BRASIL, pág. 795; LEONOR AMARANTE, pág. 28; Acervo FIEO.

135 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 10.000,00 - Mulata - dce - 23 x 15 - n/as.
Com certificado de autenticidade, firmado pelo Professor Doutor José Roberto Teixeira Leite em 02 de Maio de 1976. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 098 deste catálogo.

136 - JOSÉ PANCETTI - (1902 - 1958)
Base: R$ 16.000,00 - Paisagem - ost - 16 x 17 - n/as.
Nasceu em Campinas e faleceu no Rio de Janeiro. Filho de italianos chegados a Campinas em 1891. Foi marinheiro por longos anos, tendo aprendido a sua arte a bordo dos navios. Era conhecido como o Pintor Marinheiro. Participou do Núcleo Bernardelli, no Rio de Janeiro, onde conviveu com Milton Dacosta, Ado Malagoli e João José Rescala. Participou do SNBA durante vários anos, recebendo premiações. Sobre o artista assim se manifestou Medeiros de Lima: " ... Juntamente com Alberto da Veiga Guignard, Alfredo Volpi e Lasar Segall, Pancetti retoma na pintura a melhor tradição da paisagística brasileira (...) Mas, de todos, Pancetti foi o que melhor soube captar a fôrça, a exuberância e a luminosidade litorânea brasileira" . TEODORO BRAGA, pág. 130; PONTUAL, págs. 403 e 404; MEC, vol. 3, pág. 332; REIS JUNIOR, pág. 383; ITAU CULTURAL; TEIXEIRA LEITE, pág. 380; WALTER ZANINI, pág. 573; ARTE NO BRASIL, pág. 597; LEONOR AMARANTE, pág. 28.

137 - DORIVAL CAYMMI - (1914)
Base: R$ 6.200,00 - Na lagoa de Abaeté - ostcm - 90 x 120 - cid
Compositor, cantor e pintor bahiano. Sua fama como compositor corre o País e o mundo, mas não muitos tem conhecimento de que quando se propõe a pintar um quadro, o faz tão bem quanto as letras de suas músicas. É considerado um dos grandes nomes do panorama cultural brasileiro contemporâneo, pela sua originalidade, riqueza de inspiração e fusão de todos os elementos emocionais e pitorescos do cenário praiano nordestino. JULIO LOUZADA, vol 1, pág 247

138 - ALFREDO VOLPI - (1896 - 1988)
Base: R$ 8.000,00 - Quintal - osm - 21 x 34 - cid e d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 092 deste catálogo.

139 - LE CORBUSIER - (1887 - 1965)
Base: R$ 5.000,00 - Paisagem urbana - dn - 27 x 20 - cid - 1955
Arquiteto, pintor, gravador, escultor, projetista e escritor. Charles-Édouard Jeanneret nasceu em La Chaux-de-Fonds, Suíça, e faleceu em Roquebrune-Cap-Martin, França. Naturalizou-se francês em 1930. Embora aclamado como um dos maiores e mais influentes arquitetos do século XX, também ocupa lugar notável na história da pintura moderna. Junto com Amédée Ozenfant fundou o ‘Purismo’ e publicaram suas doutrinas estéticas. Adotou o pseudônimo Le Corbusier (derivado do nome de um de seus avós) em 1920, mas continuou a assinar suas pinturas como ‘Jeanneret’. Também produziu desenhos, ilustrações para livros, litogravuras, desenhos de tapeçaria, mobiliário e numerosos livros, panfletos e artigos. Esteve no Brasil dando conferências, em 1929 e 1936. Sua influência sobre o pensamento arquitetônico e urbanístico em todo o mundo foi enorme. BENEZIT VOL.6, PÁG.522; DICIONÁRIO OXFORD, PÁG.298; www.fondationlecorbusier.fr; www.centerlecorbusier.com artprice.com; artnet.com.

140 - ELISEU D´ANGELO VISCONTI - (1866 - 1944)
Base: R$ 50.000,00 - " Retrato de Alberto " - ost - 67 x 82 - csd - 1912
Reproduzido no convite deste leilão. - Registrado sob o nº P216 no Projeto Eliseu Visconti. Com etiqueta nº 336/026 da Galeria de Arte Ipanema - Rio de Janeiro. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 074 deste catálogo.

141 - RODOLPHO CHAMBELLAND - (1879 - 1967)
Lance Livre - Flores - ost - 47 x 39 - cid
Com dedicatória.Pintor, professor, desenhista e decorador. Inicia seus estudos em artes no Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro RJ). Trabalha inicialmente realizando capas de partituras para a Casa Bevilacqua e retoques em fotografias para a Casa Bastos Dias. Em 1901, ingressa no curso livre da Escola Nacional de Belas Artes - Enba, onde é aluno de Rodolfo Amoedo (1857 - 1941), Zeferino da Costa (1840 - 1915) e Henrique Bernardelli (1858 - 1936). Em 1905, recebe o prêmio de viagem da Enba pelo quadro Bacantes em Festa e viaja para Paris no mesmo ano, onde permanece por dois anos. Em Paris, cursa a Académie Julien e estuda com Jean-Paul Laurens (1838 - 1921). Ao retornar ao Brasil realiza a primeira individual, no Rio de Janeiro, em 1908. Em 1911, viaja para Turim, Itália, acompanhado de Carlos Chambelland (1884 - 1950), seu irmão, e dos artistas João Timótheo da Costa (1879 - 1930) e do irmão Arthur Timótheo da Costa (1882 - 1922), entre outros, contratados pelo governo brasileiro para realizar a decoração do Pavilhão do Brasil na Exposição Internacional daquela cidade. Em 1916, assume a cadeira de professor de desenho de modelo vivo da Enba, cargo que exerce até 1946. Participa freqüentemente das Exposições Gerais de Belas Artes, entre 1896 e 1927, recebendo a pequena medalha de ouro, em 1912, pelo retrato de José Mariano Filho. Em colaboração com Carlos Chambelland, pinta oito painéis para a cúpula da sala de sessões do Palácio Tiradentes, no Rio de Janeiro em 1920.

142 - J. CARLOS - (1884 - 1950)
Base: R$ 2.200,00 - Dançarinos - a - 21 x 15 - cid
Nasceu e faleceu no Rio de Janeiro. Foi pintor, desenhista, ilustrador e caricaturista. Realizou mais de cem mil desenhos, não se conhecendo um único ruim. Observador arguto, retratou com maestria e humor o cotidiano de sua cidade natal, da qual, consta, ausentou-se por duas únicas ocasiões. JULIO LOUZADA vol. 10, pág. 181; CARICATURISTAS BRASILEIROS, de Pedro Corrêa do Lago, pág. 74; WALTER ZANINI, pág. 448; ARTE NO BRASIL, pág. 646.

143 - ANNA MARIA MAIOLINO - (1942)
Base: R$ 1.000,00 - Composição - lito. 7/40 - 100 x 70 - cie - 1995
Pintora, gravadora e escultora natural de Scalea (Calábria) Itália. Residiu na Venezuela com a família, onde estudou pintura na Escola de Belas Artes Cristóbal Rojas. Posteriormente transferiu sua residência para o Rio de Janeiro-RJ, onde fez curso de gravura em madeira na ENBA. Participou nos anos 60 do movimento carioca Nova Figuração, com Vergara, Gerchman, Antonio Dias e Roberto Magalhães. Em 1978 e 1981 foi estudar em NY. Individuais a partir de 1967 e coletivas desde 1965, inclusive na Bienal de São Paulo. Recebeu premiações. JULIO LOUZADA, vol.5 pág.630

144 - HÉRCULES BARSOTTI - (1914 - 2010)
Base: R$ 5.000,00 - Composição - dn - 27 x 29 - cid
Pintor, desenhista, programador visual, gravador, nascido em São Paulo, SP . Iniciou-se nas artes em 1926, estudando desenho e composição com o pintor Enrico Vio. Começa a pintar em 1940 e, na década seguinte, realiza as primeiras pinturas concretas, além de trabalhar como desenhista têxtil e projetar figurino para o teatro. Em 1954, com Willys de Castro, funda o Estúdio de Projetos Gráficos, elabora ilustrações para várias revistas e desenvolve estampas de tecidos produzidos em sua tecelagem. Na década de 1960, convidado por Ferreira Gullar (1931), integra-se ao Grupo Neoconcreto do Rio de Janeiro e participa das exposições de arte do grupo realizadas no Ministério da Educação e Cultura, no Rio de Janeiro, e no Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM/SP. Em 1960, expõe na mostra Konkrete Kunst [Arte Concreta], organizada por Max Bill, em Zurique. Hercules Barsotti explora a cor, as possibilidades dinâmicas da forma e utiliza formatos de quadros pouco usuais, como losangos, hexágonos, pentágonos e circunferências. Em sua obra a disposição dos campos de cor cria a ilusão de tridimensionalidade. Entre 1963 e 1965, colabora na fundação e participa do Grupo Novas Tendências, em São Paulo. Em 2004, o MAM/SP organiza uma retrospectiva do artista. JULIO LOUZADA, vol. 1, pag. 98; ITAU CULTURAL

145 - MARIO ZANINI - (1907 - 1971)
Base: R$ 7.500,00 - Casa de pescadores - osc - 47 x 55 - cid - 1959
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 082 deste catálogo.

146 - JOSÉ MARIA DE SOUZA - (1935 - 1987)
Base: R$ 3.500,00 - " Ipitanga " - osm - 38 x 46 - cie e d - 1992
Baiano de Valença, Bahia. Diplomou-se na Escola de Belas Artes da Bahia, onde teve como prof. Mario Cravo em gravura e Juarez Paraíso, em desenho. Realizou várias individuais no Rio de Janeiro, cidade onde se fixou por algum tempo, retornando para a Bahia. Sua figuração é pessoal e o limite profundo de sua obra está povoado de algo cuja definição se coloca entre o humilde e o grotesco. Realizou individuais a partir de 1960 (entre elas: Galeria Bonino, RJ-1965 e 1967); e coletivas (SNAM-RJ 1959, 1962 e 1963, entre outras). JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 498; ITAÚ CULTURAL.

147 - DARIO MECATTI - (1909 - 1976)
Base: R$ 3.800,00 - Paisagem - ost - 60 x 46 - cid - N. Giordani
Pintor nascido na Itália. Mecatti radicou-se no Brasil em 1940, após trabalhar por vários anos na Tripolitânia, no norte da África. É notável pela estilização de suas figuras e paisagens concebidas, em tons baixos e obedientes a uma composição pessoal. TEODORO BRAGA, pág. 161/2; MEC, vol. 3, pág. 109; PONTUAL, pág. 352; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 72; TEIXEIRA LEITE, pág. 320; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

148 - ANTONIO FERRIGNO - (1863 - 1940)
Base: R$ 28.000,00 - Veneza - ost - 81 x 37 - cid
Reproduzido sob o n.° 106 em catálogo de Evandro Carneiro Leilões - Rio de Janeiro.Representou com maestria a chamada Escola de Amalfi. Estudou com Di Chirico e Morelli. Expôs em 1882 em Nápoles, imigrando para o Brasil em 1892, permanecendo em São Paulo até 05, quando retornou à Itália e fixou residência definitivamente em Salerno. No Brasil executou paisagens e marinhas, utilizando de técnica pictórica empastada e de um colorido cheio de vivacidade. Várias obras suas ficaram no Brasil, em importantes coleções particulares. ANTONIO FERRIGNO; BENEZIT, vol. 4, pág. 343; ANUAL ART SALES INDEX/82, vol.1, pág. 383; TEODORO BRAGA, pág. 94; MEC, vol. 2, pág. 156; LAUDELINO FREIRE, págs. 381 e 389; REIS JÚNIOR, pág. 365; PONTUAL, pág. 212. TEIXEIRA LEITE, pág. 192; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 535, RUTH TARASANTCHI.

149 - EDGARD OEHLMEYER - (1909 - 1967)
Lance Livre - Paisagem - dlc - 32 x 45 - cie - 1966
Nasceu em Rio Claro, no dia 31 de maio e falecido em 4 de outubro de 1967. Nessa cidade cursou na Escola Profissional a seção de pintura com o prof. Carlos Hadler. Discípulo de Rocco, foi destacado paisagista e pintor de naturezas-mortas, tendo obtido diversas premiações nos SNBA e SPBA. TEODORO BRAGA, pág. 175; MEC. Vol.3, pág. 291; MAYER/1984, pag. 1070; TEIXEIRA LEITE, pág. 362; PONTUAL, pág. 389; ITAU CULTURAL; Acervo FIEO.

150 - ANTONIO BANDEIRA - (1922 - 1967)
Base: R$ 20.000,00 - Composição - ost - 27 x 35 - cid - 1955
Reproduzido no convite deste leilão. - Com etiqueta de Galeria de Arte Bonino - Rio de Janeiro, no dorso.Grande pintor brasileiro, nascido em Fortaleza, Ceará e falecido em Paris onde viveu a maior parte de sua curta e rica vida. Começando figurativo, num estilo expressionista, adotou, já em França, um não figurativismo lírico, algo à maneira do grande Wols, seu amigo que iria manter até o precoce fim. É um dos pioneiros da arte abstrata no Brasil. BENEZIT, vol.1, pág.415; MEYER/87, pág.606; MEC, vol.1, págs.159,160 e 167; PONTUAL, págs. 48 e 49; WALMIR AYALA, vol.1, págs. 71 a 74; TEIXEIRA LEITE, pág. 52 a 54; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 637; ARTE NO BRASIL, pág. 599; LEONOR AMARANTE, pág. 34; Acervo FIEO.

151 - JULIO LE PARC - (1928)
Lance Livre - Dança das cores - ser. 28/100 - 34 x 24 - cid
Nasceu em Mendonza, Argentina. Escultor, pintor e gravador, entrou para a Escola de Belas Artes de Buenos Aires aos 15 anos onde estudou com Lucio Fontana. Vive e trabalha em Paris, desde 1958. Sua obra é um marco pioneiro dentro do contexto da arte cinética. Em 1960 participa da fundação do Grupo de Pesquisa de Arte Visual (GRAV) com Garcia - Rossi, Morellet, Sobrino, Stein e Yvaral. Exposições individuais: França (1966, 1996); Itália (1999, 2004); Brasil (2001, 2007); Suíça (2005); México (2006); Colômbia (2007). Coletivas: França (1963, 2000); Alemanha (1966); Argentina, Inglaterra (2000); Suíça (2006); Espanha, Itália, Brasil (2007); Estados Unidos (2008). Prêmios: França (1963); Itália (1963, 1966 - Bienal de Veneza); Argentina (1964); Espanha (1978); Equador (1987). BENEZIT, VOL. 6, PÁG. 590; www.artnet.com; www.nararoesler.com.br.

152 - DJANIRA DA MOTTA E SILVA - (1914 - 1979)
Base: R$ 25.000,00 - " Bumba meu boi " - g - 46 x 32 - cie e d - Paraty
Reproduzido sob o nº 79 em catálogo de leilão de Soraia Cals - Rio de Janeiro. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 053 deste catálogo.

153 - GUERINO GROSSO - (1907 - 1988)
Lance Livre - Natureza morta - ost - 35 x 77 - cid
Natural de Rio Claro, neste Estado, Guerino Grosso iniciou seu aprendizado artístico em 1917. Frequentou a Escola de Belas Artes de São Paulo. Artista de grande sensibilidade, dedicou-se à pintura de naturezas mortas com metais, confirmando-se como um dos melhores do gênero. JULIO LOUZADA, vol, 12 ,pág 189. MEC, vol, 2, pág, 284; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

154 - ANA ANDRADE - (1953)
Lance Livre - " Pasto " - grav.metal 3/20 - 40 x 30 - cid
Complemento de técnica: água forte e água tinta.Ana Cristina Andrade Moreira é pintora, gravadora, desenhista, professora e designer vidreira. Iniciou sua formação artística na Escola Superior de Arte Santa Marcelina, SP (1972-1975). Aprendeu gravura em metal (1980-1990) com Iole Di Natale; técnicas de gravura na Scuola Internazionale di Gráfica em Veneza, Itália (1983); Gravura Especial com Evandro Carlos Jardim, no MAC-SP (1991); Técnica Calcográfica Experimental com Mario Benedetti, na FASM-SP (1997); Vitrofusão com Roberto Bonino. Exposições individuais: São Paulo, SP (1984, 1987, 1995, 2003); Bauru, SP (1989); “Projeto Interior com Arte” – Museu Banespa (1998 – Exposição itinerante pelo interior do Estado de São Paulo). Coletivas: Epinal, França (1975); São Paulo, SP (1974,1982,1984,1985,1986,1988,1994,1995,2000,2002 a 2004); Santo André,SP (1982); Novo Hamburgo, RS (1982); Taiwan, China (1983,1985); San Juan, Porto Rico (1983); Santos, SP (1983); Cabo Frio, RJ (1983); Ribeirão Preto,SP (1984); Curitiba, PR (1984); Piracicaba,SP (1984); Veneza, Itália (1984,1985); Campinas, SP (1985); São José do Rio Preto, SP (1986); Limeira, SP (1986); Washington D.C.,EUA (1991); Campos do Jordão, SP (1991); Kanagawa, Japão (1992); Maastricht, Holanda (1993); Illinois, EUA (1994); Cidade do México, México (1996); Jacareí, SP (1998); Budapeste, Hungria (1996); Uzice, Yuguslávia (1997); Ourense, Espanha (1994,2006). Prêmios: São Paulo, SP (1974); Novo Hamburgo, RS (1982); Santos, SP (1983); Ribeirão Preto, SP (1984); Curitiba, PR (1984); Piracicaba, SP (1984); Campinas, SP (1985); São José do Rio Preto, SP (1986). JULIO LOUZADA, vol.1, pág. 62; vol.2, pág. 66; Acervo FIEO. ITAU CULTURAL.

155 - MANOEL SANTIAGO - (1897 - 1987)
Base: R$ 1.800,00 - Marinha - ost - 28 x 36 - cid e d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 066 deste catálogo.

156 - ANTONIO GOMIDE - (1895 - 1967)
Base: R$ 10.000,00 - Meninas - a - 12 x 18 - cie
Reproduzido sob o n.° 89 em catálogo de Evandro Carneiro Leilões - Rio de Janeiro.Pintor nascido em Itapetininga e falecido em São Paulo. Gomide estudou com o grande Hodler em Genebra, 1915 a 1918, e mais tarde, já em Paris, ligou-se a Picasso e aos cubistas que iriam influenciá-lo. Voltando ao Brasil em 1926, integrou-se ao movimento de renovação de nossas artes plásticas, conservando-se até morrer fiel aos postulados e cubistas de sua mocidade. Em 1968 o Museu de Arte Contemporânea dedicou-lhe importante retrospectiva. THEODORO BRAGA, pág.110, REIS JUNIOR, pág.377; PONTUAL, pags 244/245; MEC, vol.2, pág.275; WALMIR AYALA, vol.1, págs.353 a 355, ART PRINCE ANNUAL 2000, pág.955; TEIXEIRA LEITE, pág.222; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 548; ARTE NO BRASIL, pág. 694; Acervo FIEO.

157 - AUTOR DESCONHECIDO, SÉC. XIX - XX -
Lance Livre - Marinha - ost - 30 x 73 - cie ileg.

158 - ATHOS BULCÃO - (1918)
Base: R$ 4.000,00 - Composição - g - 28 x 27 - cid
Pintor e desenhista. Começou a dedicar-se a arte estimulado por Portinari, que, em 1945, o convidou a trabalhar nas obras da Pampulha, em Belo Horizonte. No ano anterior realizara exposição individual na sede recém-inaugurada do Instituto dos Arquitetos do Brasil no Rio de Janeiro, voltando a fazê-lo na Capital mineira em 1946 e 1947. Já então conquistara medalhas de prata em pintura e desenho no SNBA. Recebendo bolsa de estudos no governo francês, viajou em 1948 para Paris, onde permaneceu um ano, visitando ainda a Itália. De regresso ao Brasil, passou a dedicar-se também a trabalhos no campo da decoração. Residindo mais recentemente em Brasília, ali criou azulejos e vitrais para a Igreja de Nossa Senhora de Fátima, com motivos cristãos da Pomba e da Estrela, símbolos do Divino Espírito Santo e da natividade. Participou como isento de júri dos II SAMDF (1965), realizando em 1968 exposição individual de desenhos em Brasília (Galeria Encontro). Rubem Braga focalizou-o em uma crônica publicada na revista Manchete (14 de agosto de 1954). TEODORO BRAGA, PÁG. 59; MEC, vol. 1, pág. 301; WALMIR AYALA, vol.1, pág. 140; PONTUAL, pág. 93; TEIXEIRA LEITE, pág. 92; JÚLIO LOUZADA, vol. 7, pág.112; ITAÚ CULTURAL.

159 - FULVIO PENNACCHI - (1905 - 1992)
Base: R$ 18.500,00 - " A vida de São Francisco " - ose - 60 x 40 - cid e d - 1981
Com etiqueta do ateliê do autor e dedicatória, no dorso. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 041 deste catálogo.

160 - ALBERTO DA VEIGA GUIGNARD - (1896 - 1962)
Base: R$ 50.000,00 - Ouro Preto - a - 36 x 27 - cid e d
Reproduzido no convite deste leilão. - Ex-coleção Prof. Santiago Americano Freire - Belo Horizonte - MG. -Pintor, desenhista, gravador e professor. No dizer de Rodrigo de Melo Franco de Andrade, no álbum de reproduções da obra do artista, em 1967: "Quando Guignard voltou da Europa, para onde tinha ido menino, só regressando com mais de 30 anos, redescobriu o Brasil, tomado de uma ternura e de uma admiração comovidas que conservou até os seus últimos dias. Toda a obra que produziu, desde então, ficou impregnada da emoção e da poesia sentidas naquele reencontro com a terra natal." PONTUAL, pág. 254 a 256; MEC, vol. 2, pag. 304; TEIXEIRA LEITE, pág. 236 a 240 ; JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 404; ART PRICE ANNUAL 2000, pág. 1013; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 373/375/377; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 559; ARTE NO BRASIL, pág. 505; LEONOR AMARANTE, pág. 28.

161 - SALVADOR DALI - (1904 - 1989)
Lance Livre - Rosto - lito. CCVI/MM - 63 x 48 - ass. - na matriz
Pintor, gravador e cartazista. Grande mestre Catalão. Personagem extravagante, louco, irreverente, apocalíptico, são alguns dos adjetivos mais frequentes dados à sua pessoa, mas foi, sobretudo, um gênio. ART PRICE ANNUAL, 2000, págs.582 a 585: BENEZIT, vol.3, págs. 329 a 331; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 309

162 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 15.000,00 - " Gato amarelo " - ast - 80 x 100 - cie e d - 2000
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

163 - REYNALDO FONSECA - (1925)
Base: R$ 4.200,00 - Liberdade - dn e a - 15 x 10 - cie - 1975
Pintor, desenhista, gravador e professor pernambucano, natural da cidade do Recife, onde é ativo. Estudou no Rio de Janeiro, pintura com Portinari e gravura em metal com Henrique Oswald. Conquistou diversos prêmios em pintura e gravura na Divisão Moderna do SNBA-RJ. JULIO LOUZADA, vol.11, pág.263; MEC, vol.2, pág.184; PONTUAL, pág.220; TEIXEIRA LEITE, pág.205; WALMIR AYALA, vol.2, págs. 243 a 245; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 879.

164 - ANTONIO PETICOV - (1946)
Base: R$ 5.000,00 - " Bioma " - ast - 77 x 77 - d - 2011
Nasceu em Assis, SP. Desenhista, gravador e escultor. Autodidata. Integra os movimentos movimentos artísticos de vanguarda da segunda metade da década de 60. De produção diversificada, segue tendências variadas das vanguardas artísticas internacionais das últimas décadas. Participa de várias exposições entre elas, Bienal Internacional de São Paulo, 1967, 1969 e 1989; Panorama da Pintura Brasileira, no MAM/SP, São Paulo, 1983; Destaques da Arte Contemporânea Brasileira, no MAM/SP, 1985; Bienal Brasileira de Design, Curitiba, 1990; OFF Bienal, no MuBE, São Paulo, 1996; Arte Suporte Computador, na Casa das Rosas, São Paulo, 1997. ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 757/758; WALTER ZANINI, pág. 760; LEONOR AMARANTE, pág. 185. Acervo FIEO.

165 - MANABU MABE - (1924 - 1997)
Base: R$ 16.000,00 - Casa da família Mabe - ost - 50 x 60 - n/as.
Com autenticação de Satoru Mabe, irmão do autor. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 112 deste catálogo.

166 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 12.000,00 - A mulata e o mar - ost - 19 x 23 - cid - 1959
Com etiqueta de Galeria de Arte Bonino - Rio de Janeiro, no dorso. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 098 deste catálogo.

167 - YUTAKA TOYOTA - (1931)
Base: R$ 18.000,00 - " Espaço Cósmico II " - e em a i - 130 x 230 X 38 - d
Natural de Yamagata, Japão. Pintor, desenhista e escultor. No Brasil desde 1962, Estudou na Universidade de Artes de Tóquio e no Instituto de Pesquisas Industriais de Shizuoka. Neste último cursou ciências exatas e a técnica industrial de lidar com novos materiais. Todo esse know-how o artista vem utilizando e adaptando à sua visão de arte. Fórmica, alumínio e aço inoxidável polido tem sido os suportes escolhidos por Yutaka para expressar-se fazendo uma escultura "como criação ambiental". Os volumes que constrói em alumínio, modulados com exatidão, excluem a rigidez e referem-se, poeticamente, à busca de diferentes existências de espaço em suas superfícies que refletem e deformam o entorno, constituindo para o artista a própria apreensão do mundo. JULIO LOUZADA, vol 11, pág. 325.; TEIXEIRA LEITE, pág. 510; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 682; ARTE NO BRASIL, pág. 933; LEONOR AMARANTE, pág. 171.

168 - BRUNO GIORGI - (1905 - 1993)
Base: R$ 12.000,00 - Torso - e em m p - h = 28 - ass.
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 083 deste catálogo.

169 - PAULO CLÁUDIO ROSSI OSIR - (1890 - 1959)
Lance Livre - Paisagem - a - 38 x 46 - cid - 1920
Pintor e arquiteto nascido e falecido em São Paulo. Estudou na Europa, e em 1921 expõe individualmente em sua cidade natal. Integrou, mais tarde, a Família Artística Paulista. Seu estilo combina elementos impressionistas e cubistas. Criou a OSIRARTE, firma especializada no fabrico de azulejos artísticos. TEODORO BRAGA, pág. 208; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 268; PONTUAL, pág. 462; MEC, vol, 3, pág. 303; ITAU CULTURAL; LEONOR AMARANTE, pág. 128; ARTE NO BRASIL; WALTER ZANINI, pág. 579, Acervo FIEO, RUTH TARASANTCHI.

170 - ROBERTO BURLE MARX - (1909 - 1994)
Base: R$ 120.000,00 - "Intolerância" - ostcc - 50 x 40 - cid e d - 1941
Reproduzido no convite e na quarta capa do catálogo deste leilão. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 031 deste catálogo.

171 - FABIO COLOMBINI - (1964)
Lance Livre - Folhas - foto - 13 x 17
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 024 deste catálogo.

172 - TARSILA DO AMARAL - (1890 - 1973)
Base: R$ 2.000,00 - Paisagem Antropofágica - dl - 11 x 20 - cie
Procedente da coleção do crítico de arte José Henrique Fabre Rolim, São Paulo. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 057 deste catálogo.

173 - CARYBÉ - (1911 - 1997)
Lance Livre - Pescadores - d em s - 31 x 44 - cid
No estado. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 060 deste catálogo.

174 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Base: R$ 2.000,00 - Ouro Preto - ost - 50 x 70 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 061 deste catálogo.

175 - RUBENS GERCHMAN - (1942 - 2008)
Base: R$ 30.000,00 - "Bicicleta no Coqueiral" - ast - 80 x 120 - cid e d
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 095 deste catálogo.

176 - MARCIO SCHIAZ - (1965)
Lance Livre - " Casario A " - ost - 100 x 80 - cid e d - 2005
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 015 deste catálogo.

177 - OSCAR PEREIRA DA SILVA - (1867 - 1939)
Lance Livre - Árabe - dlc - 19 x 20 - cid
Grande pintor brasileiro; prêmio de viagem à Europa em 1889, aperfeiçoou-se em Paris com Gérome e Leon Bonnat. "Sem ter revelado impulsos vigorosos que lhe evidenciassem poder emotivo, Oscar Pereira da Silva soube manter no transcorrer de bem cinquenta e sete anos de produção permanente e intensa, desde que retornou ao país, em 1896, todo o cuidado de um desenho severamente elaborado, sem num só instante voltar-se para o novo semblante que a pintura adquiria nessa transposição de tempo. " Quirino Campofiorito, in CAMPOFIORITO, Quirino. História da Pintura Brasileira no Século XIX. Ed.Pinakotheke-SP, 1983. PRIMORES DA PINTURA NO BRASIL, vol. 1, págs. 245/281; TEODORO BRAGA, pág. 177/8; LAUDELINO FREIRE, pág. 383; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 185; MEC, vol. 4, pág.277; PONTUAL, pág. 419; TEIXEIRA LEITE, pág. 402; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 437; ARTE NO BRASIL, pág. 553, Acervo FIEO; F. ACQUARONE, pág. 187, RUTH TARASANTCHI.

178 - BENNO TREIDLER - (1857 - 1931)
Lance Livre - Morro Dois Irmãos - dl - 13 x 22 - cie - 1906
Com estudos no dorso. Ex-coleção de Marcos Marcondes - São Paulo. -Natural de Berlim, Alemanha, foi pintor e cenógrafo. Fixou-se no Rio de Janeiro desde 1885. Acadêmico, foi observador minucioso da natureza. O autor foi paisagista por excelência. LAUDELINO FREIRE, pág.388; THEODORO BRAGA, pág.232; REIS JR, pág.220; PONTUAL, pág.526; MEC. vol.4, pág.411; GONZAGA DUQUE CONTEMPORÂNEOS (1929), págs.91 a 94; TEIXEIRA LEITE, pás.512/513; ITAU CULTURAL.

179 - MILLAN HORVAT - (1946)
Lance Livre - Paisagem - tm - 80 x 100 - cie - 1990
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 032 deste catálogo.

180 - MARIA TEREZA LOURO - (1963)
Lance Livre - " Lago, Taboa " - osc - ass. - 2003
Tríptico. 1) 26 x 11cm; 2) 26 x 23cm; 3) 26 x 18 cm.Maria Tereza Figueiredo das Neves Louro - desenhista, pintora e professora nasceu em São Paulo. Assina M.T. Louro. Entre 1981 e 1984, fez curso de artes plásticas na FAAP e, em 2001, concluiu mestrado em desenho e história da arte na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Participou, em 1989, da 20ª Bienal Internacional de São Paulo e da Bienal de Havana. Em 1990, realizou suas primeiras exposições individuais, na Galeria SESC Paulista e na Pinacoteca, em São Paulo. Obteve premiações no Salão Nacional de Arte de Brasília, Distrito Federal, e na Bienal Nacional de Santos, São Paulo, em 1991. No ano seguinte, foi premiada na Trienal de Osaka, Japão. Participou da Bienal de Cuenca, Equador, em 1996. Em 1998, recebeu o Prêmio Jabuti na categoria infanto-juvenil pelo projeto gráfico do livro ' Maria Martins: Mistério das Formas', de Kátia Canton. ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA VOL. 10, PÁG.508.

181 - MENASE WAIDERGORN - (1927)
Lance Livre - Carroceiro - ost - 20 x 35 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 045 deste catálogo.

182 - HENRI LANGEROCK - (1830 - 1915)
Base: R$ 1.500,00 - Paisagem - dl - 25 x 34 - cie
Pintor, litógrafo, fotógrafo, Henri Charles Langerock nasceu em Gand, Bélgica e faleceu em Paris, França. Cursou a Academia de Artes de sua cidade natal e mais tarde mudou-se para o Brasil. Expôs no Salão de Paris entre 1879 e 1884. Em 1885, executou o quadro 'A Família Imperial e o Corcovado' a partir de uma fotografia de Marc Ferrez. No mesmo ano ficou sócio de Victor Meirelles numa empresa de panoramas. Despediu-se do Brasil em 1886, doando à Academia Imperial de Belas Artes a tela 'Valle de Saint-Vaumerout em Auvergne', tornando-se membro correspondente da instituição. Entre 1886 e 1888, na Bélgica, executa com Meirelles o 'Panorama do Rio de Janeiro'. Ainda em 1888, produz o quadro ' La Montagne de L'Or Noire - Ouro Preto, Brésil'. Cinco anos após a sua morte, seu ateliê vai à venda pública com diversos dos seus quadros. Possui obras nos museus de: Amiens, Mulhouse, Saint Brieuc, Valence. ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA VOL. 3, PÁG. 590; BENEZIT VOL. 6, PÁG. 429; PONTUAL PÁG. 299; MEC VOL. 2, PÁG. 441; artnet.com; christies.com; arcadja.com; artprice.com; findartinfo.com; artprice.com.

183 - TOMOSHIGUE KUSUNO - (1935)
Base: R$ 5.000,00 - " Firmeza " - dn - 70 x 96 - cid e d - 1992
Natural de Yubari, Japão. Pintor, desenhista e gravador. A obra do autor situa-se no limiar entre o formalismo e o objeto. Individuais a partir de 1976, coletivas internacionais em 1982, e premiações diversas. JULIO LOUZADA, vol.4, pág.1101; MEC, vol.2, pág.430 e 431; PONTUAL, págs.295 e 296; TEIXEIRA LEITE, pág.274; WALMIR AYALA, vol.1, pág.452; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 697; ARTE NO BRASIL, pág. 968; LEONOR AMARANTE, pág. 171, Acervo FIEO.

184 - MARIA POLO - (1937 - 1983)
Base: R$ 2.000,00 - Composição - ost - 16 x 22 - ci - 1971
Natural de Veneza, Itália. Ainda em Roma, frequentou de 1955 a 1959 o ateliê de De Pisis. Residiu no Brasil a partir de 1962, fixando-se no Rio de Janeiro. Realizou diversas exposições individuais em algumas das principais capitais do País e no exterior. MEC, vol. 3, pág. 424; PONTUAL, pág. 430; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 776; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 697.

185 - JOSÉ SABÓIA - (1949)
Lance Livre - Banda - ast - 40 x 40 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 046 deste catálogo.

186 - JOSÉ LUIZ MESSINA - (1930)
Lance Livre - Costa italiana - ose - 40 x 35 - cie
Pintor atuante em São Paulo, foi aluno de Mecatti e Vicente Mecozzi. Expõe desde 1976, com sucesso de público. MEC, vol. 3, pág. 36; JULIO LOUZADA Ed./85, pág. 566; ACERVO FIEO.

187 - FRANCISCO BIOJONE - (1934)
Lance Livre - Composição - a - 46 x 10 - ci
FRANCISCO Antão de Paula Souza BIOJONE, nasceu em Campinas, SP. Pintor, desenhista e professor, costuma assinar F. BIOJONE em suas obras. Foi aluno do pintor campineiro Geraldo de Souza, com quem fez pesquisas. A partir de 1955 participou de numerosos salões de arte. JULIO LOUZADA traz extensa citação sobre o curriculum deste singular artista. JULIO LOUZADA, vol. 3 págs. 128, 129 e 130; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 697; ARTE NO BRASIL, pág. 963.

188 - JOSÉ PAULO MOREIRA DA FONSECA - (1922 - 2004)
Lance Livre - " Povoado brasileiro " - ost - 20 x 25 - cid e d - 1966
Carioca, advogado, filósofo, poeta e pintor. José Paulo dedicou-se à pintura desde 1950. Fez uso abundante da espátula, lançando luz e cor nos seus temas preferidos: fachadas, portas, janelas, marinhas e paisagens. MEC, vol. 2, pág. 183; WALMIR AYALA vol. 1, pág. 423 a 427; TEIXEIRA LEITE, pág. 268; ITAU CULTURAL, Acervo FIEO.

189 - KASUO WAKABAYASHI - (1931)
Lance Livre - " Kabuki " - lito. P.E. - 44 x 44 - cid - 2008
Pintor natural da cidade japonesa de Kobe. Inicia seus estudos na Escola Técnica de Hikone, em Shiga (Japão), em 1944. Em 1946, inicia aprendizado de pintura a óleo. Torna-se membro do Grupo Babel, composto por Rokuichi, Kaibara, Ko Nishimura e outros. Em 1952 monta seu atelier. Em 1961, vem para o Brasil e radica-se em São Paulo, onde integra-se ao Grupo Seibi. Em 1966, é convidado para ser membro do júri do 10º Salão do Grupo Seibi de Artistas Plásticos, salão em que ganha a Grande Medalha de Ouro, na edição de 1963. Em 1968, naturaliza-se brasileiro. Entre 1963 e 1967, participa de várias edições da Bienal Internacional de São Paulo, recebendo o Prêmio Aquisição do Itamarati na 9ª edição. Em 1984, participa da exposição itinerante por Europa e América, Mestres do Abstracionismo Brasileiro; em 1994, participa da Bienal Brasil Século XX, na Fundação Bienal de São Paulo. Em 2001, realiza exposição individual comemorativa dos seus 70 anos, na A Galeria em São Paulo. TEIXEIRA LEITE, pág. 540; PONTUAL, pág. 550; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 939, Acervo FIEO.

190 - MARCO TULIO REZENDE - (1950)
Lance Livre - Composição - osc - 48 x 66 - cid - 1995
Pintor, desenhista, professor. Estuda na Escola Guignard, em Belo Horizonte, Minas Gerais, entre 1971 e 1974. Conclui o mestrado em 1978, na School of the Art Institute of Chicago, Estados Unidos, como bolsista da Fullbright Comission. Neste mesmo ano, de volta ao Brasil, torna-se professor de desenho do curso de artes plásticas da Escola Guignard, onde permanece até hoje. Realiza sua primeira exposição individual na Galeria Ibeu em 1975, na cidade de Belo Horizonte. Em 1990, viaja para Alemanha com bolsa de estudos concedida pelo Instituto Goethe. ITAÚ CULTURAL.

191 - ROBERTO MORICONI - (1932 - 1993)
Lance Livre - Composição - a - 30 x 30 - cid - 1964
Pintor e escultor nascido em Perugia, Itália. Veio residir no Rio de Janeiro em 1953, onde, a partir de 1960 cria capas e ilustrações para a Livraria Freitas Bastos. Participou de algumas edições da Bienal de São Paulo, do SNAM e SEAJ. MEC, vol. 3, pág. 202; PONTUAL, pág. 372; JÚLIO LOUZADA, vol. 10, pág. 617; WALTER ZANINI, pág. 770.

192 - MOACIR ALVES - (1904 - 1982)
Lance Livre - " Paisagem da Gávea " - ostcm - 20 x 26 - cid e d - 1954
Carioca de nascimento, diplomou-se em arquitetura na antiga Universidade do Brasil. Anos mais tarde tornou-se membro e ocupou o cargo de secretário da Sociedade Brasileira de Artes do Rio de Janeiro. Começou a participar de coletivas em 1930, sendo grande o número de premiações.Possui obras no antigo Palácio da Fazenda (RJ) e na sede na Light, em Toronto, Canadá. JULIO LOUZADA vol.9, pág. 38; ITAÚ CULTURAL.

193 - RENZO GORI - (1911 - 1999)
Lance Livre - Árabes - ost - 50 x 70 - cid e d
Pintor de estilo, participou de diversos Salões Nacionais, com premiações; muito apreciado por colecionadores de cenas árabes. TEODORO BRAGA, pág. 110; MEC, vol. 2, pág. 278; JULIO LOUZADA, vol. 9, pág. 390; Acervo FIEO.

194 - SONIA EBLING - (1926 - 2006)
Lance Livre - Figura - grav. 6/25 - 37 x 32 - cid
Nascida em Taquara, RS, SONIA EBLING consagrou-se como escultora e pintora. Participou da I Bienal de São Paulo. Premiada com viagem ao exterior no I SNAM. Morou em Paris 15 anos, onde frenquentou ateliês de artistas importantes e onde aperfeiçoou a sua importante e bela obra. MEC, vol. 2, pág. 89; PONTUAL, pág. 187; JULIO LOUZADA, vol 13, pág. 119; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 720; ARTE NO BRASIL, pág. 868; RGS, pág. 454.

195 - SIMON LIV - (XX)
Lance Livre - Composição - osc - 70 x 100 - ci
Estudou Arquitetura e Urbanismo. Desde então, decidiu-se pelas Artes Plásticas, vindo a formar-se em Educação Artística com habilitação em Artes Plásticas. Além de lecionar pintura, participou de várias exposições e Salões oficiais.

196 - TEISUKE KUMASSAKA - (1901 - XX)
Lance Livre - Composição - ost - 73 x 86 - cie - 1986
Pintor japonês, ativo em São Paulo, foi aluno de Auguste Petit no Rio de Janeiro, e professor de Manabu Mabe e Tamaki em São Paulo . Participou do Salão Paulista de Belas Artes e de diversas exposições individuais e coletivas. MEC vol. 2, pág.430.

197 - SUZANA GASPARIAN - (XX)
Lance Livre - Composição - a - 70 x 50 - cid
Artista plástica. Fez aulas de cerâmica com Frieda Dourian (1984-1987). Cursou desenho com Dalton de Luca (1988-1990). Produziu aquarelas com motivos infantis para o impresso norteamericano Arthur A. Kaplan 1991). Fez ilustrações para o Circulo do Livro e para as revistas Claudia, Maxima Cara Claudia, Forma Fisica e Bovespa (1991-1994).

198 - VERA AMARAL - (1916 - 2008)
Lance Livre - " Luz " - astce - 90 x 70 - cse e d - 1989
Com dedicatória.Pintora, desenhista, gravadora, professora, Vera Helena Rossmann Carvalhaes do Amaral nasceu em Santos, SP e faleceu em São Paulo. Iniciou estudos em artes com o professor Theodoro Braga ao mudar-se para São Paulo, em 1928. Na década de 1930, aperfeiçoou-se em desenho e em diversas técnicas de pintura com Antonio Rocco. Entre 1949 e 1950, estagiou com Yoshiya Takaoka e, nos dois anos seguintes, estudou pintura em mural com Candido Portinari . De 1949 a 1961, lecionou desenho artístico e composição decorativa na Faculdade de Arquitetura da Universidade de São Paulo - FAU/USP. Entre os anos de 1962 e 1965, viajou para Londres para estudar psicologia e psicanálise. Retornou ao Brasil, transferindo-se em 1972 para a Ilha de Itacuruçá - Baía de Sepetiba, Rio de Janeiro, e se dedicou exclusivamente à pintura. Em 1974, aperfeiçoou-se em gravura com Flávio Pereira e Motta. Em São Paulo realizou exposições individuais em 1947, 1968, 1974, 1975, 1983, 1985, 1986 e participou de vários Salões oficiais sendo premiada em 1949 (SP). ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA VOL. 1, PÁG. 56; VOL. 5, PÁG. 41; MEC VOL. 1, PÁG. 75.

199 - WALDOMIRO SANTANNA - (1952)
Lance Livre - Natureza morta - ose - 50 x 60 - cid
Pintor e professor, Waldomiro de Freitas Sant'Anna nasceu na cidade paulista de Itápolis. Estudou na Escola de Belas Artes de São Paulo e na Escola de Artes Plásticas da Associação de Ensino de Ribeirão Preto, com Bassano Vaccarini e Pedro Manoel Gismondi. De 1977 a 1981, leciona desenho e pintura para os cursos de educação artística e arquitetura da Universidade Estadual de Londrina, no Paraná. É um dos fundadores da Vila dos Artistas de Osasco, em São Paulo. Entre as exposições de que participa, destacam-se: Salão de Arte Jovem, na União Cultural Brasil-Estados Unidos, Santos, 1973; Bienal Nacional, São Paulo, 1976; Exposição Ribeirão Preto, no Paço das Artes, São Paulo, 1984; Mostra Comemorativa do Cinqüentenário de Londrina - Sala Especial, Paraná, 1984, Mostra Individual, na Galeria Itaú Cultural, Ribeirão Preto, 1981; Mostra Coletiva, na Galeria Itaú Cultural, Ribeirão Preto, 1984/1986; Mostra Festa Junina, São Paulo, 1984/1987. ITAÚ CULTURAL.

200 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Galo - lito. 10/100 - 23 x 16 - cie - 1996
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

201 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Pássaro - lito. 10/100 - 16 x 23 - cid - 1996
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

202 - ARNALDO BARBIERI - (1913)
Lance Livre - Carro de bois - ostce - 16 x 22 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 002 deste catálogo.

203 - ANGELO CANNONE - (1899 - 1992)
Lance Livre - Pescador - osm - 10 x 17 - cie e d
Nascido na Itália, radicou-se no Brasil. Seu estilo liga-se ao dos Macchiajoli oitocentistas (os equivalentes italianos dos impressionistas franceses) e ao de Pratella em especial. São especialmente notáveis suas paisagens e marinhas. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 168; JULIO LOUZADA vol.11, pág.54; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

204 - ARMANDO BALLONI - (1901 - 1975)
Base: R$ 2.500,00 - Palhaço - ose - 61 x 38 - cie - 1954
Italiano, o pintor foi ativo em São Paulo, onde participou do Salão Paulista de Belas Artes a partir de 1933. Foi premiado com medalha de bronze, do Salão de Arte Moderna (1954), e em outros Salões oficiais. Participou da I e II Bienal de São Paulo.Membro e expositor da Familia Artistica Paulista. MEC, vol. 1, pág.159; JULIO LOUZADA vol.10, pág. 87; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 582, Acervo FIEO.

205 - BERNARDINO DE SOUZA PEREIRA - (1895 - 1985)
Lance Livre - " Itanhaém " - ost - 50 x 66 - cid - 1949
Pintor contemporâneo. Ativo em São Paulo. Foi discípulo de Antonio Rocco. Participou do SNBA, RJ, obtendo menção honrosa (1923), medalha de prata (1930); do SPBA, São Paulo, conquistando a grande medalha de ouro em 1934. De sua autoria o Museu Paulista possui a tela "Primeira Experiência com Balão de Bartolomeu de Gusmão". TEODORO BRAGA, pág. 53; MEC, vol. 3, pág. 367; ITAU CULTURAL; Acervo FIEO, RUTH TARASANTCHI.

206 - BRAZ DIAS - (1936)
Lance Livre - Paisagem surreal - ast - 41 x 51 - cid - 1978
Pintor, desenhista e gravador. Estudou gravura com Livio Abramo no MAM-SP. Participou do Salão Paulista de Arte Moderna, recebendo o prêmio de aquisição (1959), e a medalha de bronze (1963). Participou ainda do VII Salão Nacional de Arte Moderna (1959) e da VI Bienal de São Paulo (1961). Individualmente expôs no exterior na Alemanha (1983, 1987, 1993 e 1997), e na Suiça ( de 1998 a 2005). Estudou na Itália, mercê de bolsa de estudos (1960/1961). Trabalhou em Barcelona-Espanha, em artes gráficas (1966). PONTUAL , pág. 229; MEC, vol. 2, pág. 216; JÚLIO LOUZADA, vol. 11, pág. 90; ACERVO FIEO, pág. 605.

207 - CARLOS SCLIAR - (1920 - 2001)
Base: R$ 1.500,00 - Natureza morta - osc - 21 x 15 - ci - 1970
Com dedicatória.Desenhista, gravador, pintor, ilustrador, cenógrafo, roteirista e designer gráfico que nasceu em Santa Maria da Boca do Monte, RS e faleceu no Rio de Janeiro. Assina Scliar. Estudou com Gustav Epstein, em Porto Alegre, em 1934. Participou, em 1938, da fundação da Associação Riograndense de Artes Plásticas Francisco Lisboa. Entre 1939 e 1947, residindo em São Paulo, integrou a Família Artística Paulista - FAP. No Rio de Janeiro, escreveu e dirigiu em 1944 o documentário 'Escadas', sobre os pintores Arpad Szenes e Vieira da Silva com os quais conviveu desde 1941. Convocado pela Força Expedicionária Brasileira - FEB, participou da Segunda Guerra Mundial, na Itália. Morando em Paris de 1947 a 1950, cursou gravura com Galanis na Escola de Belas Artes e teve contato com o gravador mexicano Leopoldo Méndez. De volta ao Brasil, fundou com Vasco Prado o Clube de Gravura de Porto Alegre. Em 1956, passou a viver no Rio de Janeiro. Foi diretor do departamento de arte da revista 'Senhor' entre 1958 e 1960. Fundou a editora Ediarte, em 1962, com os colecionadores Gilberto Chateaubriand, Michel Loeb, Carlos Nicolaievski e o pintor José Paulo Moreira da Fonseca. Realizou durante toda sua vida exposições individuais e participou de inúmeras coletivas e Salões oficiais, recebendo muitos prêmios. Também foram realizadas várias exposições póstumas. MEC VOL.4, PÁG. 214; TEODORO BRAGA, PÁG. 66; WALMIR AYALA VOL.2, PÁG. 306 a 309; PONTUAL, PÁG. 479 e 480; JULIO LOUZADA VOL.1, PÁG.884; VOL.2, PÁG. 925; VOL.13, PÁG. 305; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, PÁG. 587; ARTE NO BRASIL, PÁG. 798; RGS, PÁG. 442; ACERVO FIEO.

208 - ALBERTO KAPLAN - (1957)
Lance Livre - Composição - a - 50 x 65 - cid - 1993
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 009 deste catálogo.

209 - DOMENICO LAZZARINI - (1920 - 1987)
Lance Livre - Paisagem - ost - 10 x 12 - cid - 1985
Nasceu na cidade italiana de Viareggio, vindo a falecer na cidade do Rio de Janeiro. Em 1940, ainda na Itália, nas cidades de Lucca e Florença, realiza estudos com Rosai e Vedova. Já no Brasil, dá aulas de pintura na Escola de Belas Artes de Araraquara, São Paulo, em 1950. Em 1957, cria a Escola de Belas Artes de Ribeirão Preto e, em 1961, leciona no Museu de Arte do Rio de Janeiro. Em 1974, conquista o Prêmio Tetra d'Oro em Roma. Entre as exposições de que participa, destacam-se: Exposição de Lucca, Itália, 1946 a 1948; Bienal de Veneza, Itália, 1948; Jovens Pintores de Araraquara, no Museu de Arte Moderna de São Paulo, 1954; Salão Nacional de Arte Moderna (Isenção de Júri, 1959 e Prêmio Aquisição, 1962), Rio de Janeiro, 1958 a 1962; Bienal Internacional de São Paulo, 1959 e 1961; Galeria de Arte da Folha, São Paulo, 1959 e 1960; Domenico Lazzarini, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, 1963; 100 Obras Itaú, no Museu de Arte de São Paulo, 1985. BÉNÉZIT, vol. 6, pág. 499; JULIO LOUZADA vol. 11, pág. 179; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 697; ARTE NO BRASIL, pág. 964; Acervo FIEO.

210 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Lenhador - ser. 36/50 - 27 x 30 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

211 - ARTHUR BYRNE - (1946)
Lance Livre - Jardim de inverno - lito. 246/260 - 65 x 47 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 006 deste catálogo.

212 - EDUARDO MORI - (1943)
Base: R$ 1.600,00 - Composição - ost - 27 x 35 - csd
Nascido em São Paulo, iniciou seus estudo artísticos em Paris, onde residiu por longos anos, realizando algumas exposições de desenhos e óleos, retratando cenas do cotidiano. Posteriormente radicou-se em Los Angeles-EUA onde, mais liberto da influência acadêmica, se fixou no abstracionismo, buscando apenas na cor a forma de expressar toda a sua arte, com a qual se consagrou. JULIO LOUZADA vol.11, pág.219

213 - ALBERTO TEIXEIRA - (1925)
Lance Livre - Composição - a - 50 x 32 - cid - 1967
Batizado Alberto Dias D'Almeida Teixeira, nasceu na cidade de São João do Estoril, Portugal. Estudou desenho e pintura na Sociedade Nacional de Belas Artes em Lisboa entre 1947 e 1950. Fixando residência em São Paulo, em 1950, foi aluno de Samson Flexor, tornando-se membro do Atelier Abstração. Expõe em diversas edições da Bienal Internacional de São Paulo, entre 1953 e 1965, e na Bienal Brasil Século XX, organizada pela Fundação Bienal de São Paulo, em 1994. Suas participações no Prêmio Leirner de Arte Contemporânea e no 1º Salão Esso de Artistas Jovens lhe rendem, respectivamente, o segundo e o primeiro prêmio em pintura. JULIO LOUZADA, vol. 3 págs. 1118 a 1122.; ITAU CULTURAL; PONTUAL, pág. 517; TEIXEIRA LEITE, pág. 497; MEC, vol. 4, pág. 376. Acervo FIEO.

214 - F. IZIDRO MONTEIRO - (1893 - 1965)
Lance Livre - " Boneca " - osm - 18 x 23 - cse e d - 1947
Pintor, desenhista e professor nascido na cidade do Rio de Janeiro, cidade onde inciou a sua carreira artística, através do Liceu de Artes e Ofícios e, mais tarde, na antiga ENBA, onde teve como professores Rodolfo Chambelland, Lucilio de Albuquerque e Baptista da Costa. Participou de diversos Salões oficiais, a partir de 1948. Era formado em Farmacologia. JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 643

215 - MARCIO SCHIAZ - (1965)
Lance Livre - Paisagem - osc - 18 x 18 - ld
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 015 deste catálogo.

216 - CÍCERO DIAS - (1908 - 2003)
Lance Livre - Figuras - lito. 185/200 - 100 x 73 - cie
Pintor e desenhista pernambucano; mesmo radicando-se por mais de 40 anos em Paris, Cícero Dias ainda assim permaneceu brasileiro, e mais nordestino. Em fins da década de 1920, foi ao lado de Ismael Nery um dos grandes vultos da vanguarda no Rio de Janeiro; mais tarde, já na Europa, aderiu ao não-figurativismo, como integrante do Grupo Espace. Tornou em anos recentes à figuração, mais uma vez evocando a terra natal. MEC, vol.2, pág.50; WALMIR AYALA, vol.1, págs.252 a 255; TEIXEIRA LEITE, págs. 157 a 159. PONTUAL, págs. 174/5; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 564; ARTE NO BRASIL, pág. 715; LEONOR AMARANTE, pág. 146; Acervo FIEO.

217 - BETH MAGLI - (1944)
Lance Livre - Vila de pescadores - a - 50 x 70 - cid - 1995
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 017 deste catálogo.

218 - FIRMINO SALDANHA - (1906 - 1985)
Base: R$ 3.000,00 - Composição - oscce - 113 x 76 - cie - 1979
Pintor e arquiteto, Firmino Fernandes Saldanha nasceu em Santana do Livramento, RS e faleceu no Rio de Janeiro. Cursou arquitetura na Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro (1931) e na década de 1940, iniciou-se como autodidata em pintura. Em 1957, foi escolhido, juntamente com Candido Portinari, para concorrer aos prêmios Guggenheim e participar da exposição realizada em Paris. Além disso, integrou a comissão encarregada de projetar a Cidade Universitária, no Rio de Janeiro, ao lado de Lúcio Costa, Oscar Niemeyer e Affonso Eduardo Reidy; atuou como presidente do Instituto dos Arquitetos do Brasil - IAB; e realizou, dentre outros, o mural do Banco Nacional - Palácio do Planalto, em Brasília. Muitas foram suas exposições individuais e participações em Salões oficiais no Brasil e exterior. Participou das Bienais Internacionais de São Paulo em 1951, 1953, 1957, 1959, 1961, 1963. ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA VOL. 8, PÁG. 737; PONTUAL PÁG. 468; MEC VOL.4, PÁG. 149.

219 - DARCY PENTEADO - (1926 - 1987)
Lance Livre - Figura - tm - 92 x 73 - csd - 1962
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 022 deste catálogo.

220 - GILBERTO BAPTISTA - (1929)
Lance Livre - Casa de pescador - ose - 12 x 22 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 023 deste catálogo.

221 - CLÓVIS GRACIANO - (1907 - 1988)
Lance Livre - Flautista - grav. 93/100 - 44 x 31 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 044 deste catálogo.

222 - GUIDO TOTOLI - (1937)
Lance Livre - Frutas na paisagem - ost - 50 x 60 - cse
Italiano, radicado no Brasil, Totoli é acima de tudo ótimo paisagista e pintor de figuras, fazendo uso de uma cor e de uma pincelada vivas e truculentas. Tem se dedicado com muita felicidade às cerâmicas. MEC, vol.4, pág. 408; JULIO LOUZADA, vol.11, pág. 325, Acervo FIEO.

223 - ENRICO BIANCO - (1918)
Lance Livre - Natureza morta - lito. 13/100 - 50 x 70 - cid - 1984
Nascido na Itália, é hoje considerado um de nossos melhores pintores. Atingiu um estilo pessoal, figurativo, eminentemente lírico, baseado em um desenho livre e numa cor sensível. THEODORO BRAGA, pág. 54; WALMIR AYALA, vol. 1, págs. 99, 110 e 104; MEC, vol. 1, pág. 242; PONTUAL, pág. 76; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 594. Acervo FIEO. -

224 - FABIO COLOMBINI - (1964)
Lance Livre - Folhas - foto - 13 x 17
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 024 deste catálogo.

225 - HUMBERTO COZZO - (1900 - 1973)
Lance Livre - Composição - ose - 40 x 30 - cid
Nascido Bartolomeu, esse escultor e pintor paulistano, que adotou o nome artístico de Humberto Cozzo, estudou dentre outros com Amadeu Zagni e Zadig no Liceu de Artes e Ofícios. Produziu variada obra em mármore, bronze e pedra, inclusive para monumentos públicos em diversas cidades do país. Figurou na I BSP em 1951, e em mostras internacionais, obtendo diversos prêmios. JULIO LOUZADA, vol.5 pág. 270; WALTER ZANINI, pág. 524; ARTE NO BRASIL, pág. 875.

226 - INIMÁ DE PAULA - (1918 - 1999)
Lance Livre - Igreja - dn - 28 x 22 - cid
Mineiro de Itanhomi, Inimá, depois de prestar o serviço militar em Juiz de Fora, passou a frequentar o Núcleo Antônio Parreiras (que no início dispunha de professores, mas logo se transformou em ateliê livre), da mesma cidade, em 1938. Integrou-se ao grupo de Bandeira e Aldemir Martins na cidade de Fortaleza (1941). No Rio frequentou o ateliê de Portinari e realizou a sua primeira individual (1948). Recebeu o prêmio viagem ao estrangeiro no I SNAM (1952), certame do qual participou por diversas vêzes até 1960. Em Paris estudou com Lothe. É um de nossos artistas mais completos. JULIO LOUZADA, vol.11, pág.152; PONTUAL, pág. 271; MEC, vol.3, pág.355; WALMIR AYALA, vol.1, págs. 401 1 404; TEIXEIRA LEITE, pág.260; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 637; ARTE NO BRASIL, pág. 870; Acervo FIEO.

227 - MANOEL MARTINS - (1911 - 1979)
Lance Livre - Cidade - dce - 25 x 35 - cid - 1971
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 027 deste catálogo.

228 - ALEX DOS SANTOS - (1980)
Lance Livre - " A diversão no clube " - ast - 80 x 100 - cie - 2010
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 028 deste catálogo.

229 - JOSÉ PAULO LICATTI - (1910 - 1990)
Lance Livre - Paisagem - ost - 31 x 50 - cie - 1988
Nasceu em Taquaritinga, SP em 5 de agosto e faleceu em São Paulo, Capital, no dia 27 de outubro. Pintor e desenhista, foi ativo em São Paulo. Em 1935 formou-se em desenho e pintura na Faculdade de Belas Artes de SP. Foi discípulo dos professores Antonio Rocco e Enrico Vio, da Real Academia de Napoles. Desde 1939 o artista conquista diversas premiações e tem grande participação em exposições no Brasil e no Exterior. Assina suas obras P. LICATTI. JULIO LOUZADA, vol.11, pág.173; Acervo FIEO.

230 - SANSÃO CAMPOS PEREIRA - (1926)
Lance Livre - Marinha - ost - 80 x 100 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 030 deste catálogo.

231 - ALFREDO VOLPI - (1896 - 1988)
Lance Livre - Bandeiras - ser. 97/150 - 56 x 34 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 092 deste catálogo.

232 - MILLAN HORVAT - (1946)
Lance Livre - Flores - ast - 80 x 60 - cid - 1990
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 032 deste catálogo.

233 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Lance Livre - Mulata - ser. H.C. - 37 x 24 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 098 deste catálogo.

234 - FERNANDO IKOMA - (1934)
Lance Livre - Paisagem - ost - 50 x 70 - cid
Pintor e desenhista. Foi considerado um dos melhores desenhistas da América do Sul. Vive no Paraná. JULIO LOUZADA, vol. 13 pág. 170; ITAÚ CULTURAL.

235 - RODRIGO DE HARO - (1939)
Lance Livre - " My boy " - dn - 12 x 20 - cie - 1963
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 035 deste catálogo.

236 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 1.500,00 - Mar - g - 33 x 50 - cie
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

237 - REGINA SILVEIRA - (1939)
Lance Livre - Escada - ser. 6/25 - 50 x 42 - cie
Gravadora, desenhista, pintora e ilustradora, a artista nasceu em Porto Alegre, RS. Formada pelo Instituto de Belas Artes da UFRGS. Aperfeiçoou-se em pintura com Iberê Camargo, xilogravura com Francisco Stockinger e litogravura com Marcelo Grassmann. Participa de coletivas a partir de 1958, ganhando notoriedade nacional. "Esta arte séria de REGINA SILVEIRA representa um dos resultados mais modernos da criação no Rio Grande do Sul. Ela alcança resultados, que explorados em toda a sua profundidade e riqueza, contribuirão decisivamente para a nossa compreensão do mundo moderno e do drama de consciência em que vivemos." (Carlos Scarinci, Diretor do Museu de Arte do RS). JULIO LOUZADA, vol. 3 pág. 1063; RGS, pág. 413; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 697; LEONOR AMARANTE, pág. 308, Acervo FIEO.

238 - MARIO CRAVO JR - (1923)
Lance Livre - Figuras - lito. 12/50 - 60 x 45 - cid - 1970
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 038 deste catálogo.

239 - ALFREDO VOLPI - (1896 - 1988)
Lance Livre - Bandeira vermelha - ser.s/tec. - 37 x 37 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 092 deste catálogo.

240 - REYNALDO FONSECA - (1925)
Base: R$ 3.800,00 - Cigana - g - 19 x 17 - cie - 1966
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 163 deste catálogo.

241 - MARTINHO DE HARO - (1907 - 1985)
Lance Livre - Fachada - g - 30 x 21 - cid
Martinho de Haro (São Joaquim SC 1907 - Florianópolis SC 1985). Pintor, desenhista e muralista. Inicia-se na pintura em Lages, Santa Catarina, em 1920 e expõe individualmente pela primeira vez no Conselho Municipal de Florianópolis, em 1926. Como bolsista do governo catarinense, estuda na Escola Nacional de Belas Artes - Enba, no Rio de Janeiro, de 1927 a 1937, tendo aulas com Cunha Melo e Rodolfo Chambeland. Trabalha como auxiliar de João Timóteo na decoração da Igreja de Nossa Senhora da Pompéia, em 1930, e de Eliseu Visconti na execução do panneau do Teatro Municipal, de 1930 a 1935. Ainda na década de 30, freqüenta o curso de pintura de Henrique Cavaleiro e o Núcleo Bernardelli; viaja à França, onde estuda com Otto Friez na Academia de La Grande Chaumiere de Paris, em 1938. Devido ao início da guerra, retorna a São Joaquim em 1939, ali permanecendo até 1944, quando muda-se para Florianópolis. ITAÚ CULTURAL.

242 - ODETTO GUERSONI - (1924 - 2007)
Lance Livre - " Mandala VIII " - xilo. P.A. I - 77 x 60 - cid - 1972
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 042 deste catálogo.

243 - DAREL VALENÇA LINS - (1924)
Base: R$ 2.300,00 - Cidade - ost - 59 x 80 - d - 1963
Este importante pintor, gravador, desenhista e professor, conquistou em 1957, no SNAM, o prêmio de viagem ao estrangeiro, voltando a ser contemplado na VII Bienal de São Paulo, como o melhor desenhista nacional. Foi aluno de Henrique Oswald e recebeu aconselhamento técnico de Goeldi. MEC vol.3, pág. 18; PONTUAL, pág.160/161; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 715; ARTE NO BRASIL, pág. 839; LEONOR AMARANTE, pág. 125; Acervo FIEO.

244 - OSCAR PEREIRA DA SILVA - (1867 - 1939)
Lance Livre - Cigano - dlc - 22 x 20 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 177 deste catálogo.

245 - JOSÉ ANTONIO DA SILVA - (1909 - 1996)
Lance Livre - Fazenda - dn - 10 x 16 - cid - 1968
Com inscrições, no dorso.Considerado por muitos críticos e colecionadores como o mais típico dos nossos pintores ingênuos, Silva foi o intérprete da cena rural de São Paulo, num estilo expontâneo em que assomam, por vezes, soluções plásticas inesperadas. MEC, vol. 4, pág. 256; PONTUAL, pág. 493 e 494; TEIXEIRA LEITE, pág. 478; JULIO LOUZADA, vol. 2, pág. 958; ARTE NO BRASIL, vol. 2, pág. 958; BENEZIT, vol. 9, pág. 602; ARTE NAIF NO BRASIL, pág. 227; ITAU CULTURAL; LEONOR AMARANTE, pág. 171; Acervo FIEO.

246 - JOSÉ SABÓIA - (1949)
Lance Livre - Músicos - ast - 50 x 30 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 046 deste catálogo.

247 - TRAN MINH THO - (1922 - 1993)
Base: R$ 3.800,00 - Menina - osm - 72 x 64 - ci
Vietnamita da cidade de Cholon, onde nasceu a 15 de maio. Adotando o gênero figurativo-abstrato, o artista possui uma técnica exótica, mas não um exótico que depende de um esforço de atenção, erudito ou cultivado, e sim uma pintura onde a natureza, o homem e as implicações da natureza e das relações sociais da produção transparecem e se fundem numa sucessão de imagens e de registros da vida cotidiana, em todos o seu colorido, ritmo e movimento. Expõe individual e coletivamente a partir de 1965, inclusive no exterior, obtendo diversas premiações. JULIO LOUZADA, vol. 1 pág. 978

248 - JOAN MIRÓ - (1893 - 1980)
Lance Livre - Composição - lito. 4/500 - 28 x 42 - cid - na matriz
Pintor, desenhista, gravador, ilustrador, ceramista e escultor. Assinava Joan Miró e Miró. Nasceu em Montroig, Espanha e faleceu em Palma de Mallorca - Ilhas Baleares, Espanha. Entrou para Escola de Belas Artes de Barcelona com quinze anos, aperfeiçoando-se com o arquiteto Gali. Começou a expor em 1918 na sua terra natal e pouco depois, transfere-se para Paris. Assinou o manifesto surrealista em 1924. Em 1940 voltou à Espanha - Mallorca. Trabalhou com o ceramista Llorens Artigas. Em 1947 realizou um mural em Cincinnati, EUA, e um para a Universidade de Harvard, em 1950 (hoje substituído por uma cópia cerâmica, cujo original se encontra no MOMA de Nova York). Em 1958 trabalhou em dois gigantescos murais em cerâmica para a UNESCO, em Paris. A Fundação Joan Miró foi inaugurada em Montjuic, Barcelona, em 1975. Outras obras suas podem ser vistas na maioria dos museus e coleções de arte moderna espalhados pelo mundo. JULIO LOUZADA, VOL.1, PÁG.638; VOL. 4, PÁG. 746; VOL. 6, PÁG. 735; VOL.8, PÁG. 576; BENEZIT, VOL. 7, PÁG. 435; ITAU CULTURAL; DICIONÁRIO OXFORD DE ARTE – MARTINS FONTES.

249 - JOAQUIM DA ROCHA FERREIRA - (1900 - 1965)
Base: R$ 1.300,00 - Garimpo - ose - 70 x 47 - csd - São Paulo
Nascido e falecido na cidade de São Paulo, onde foi ativo pintor e professor. Estudou no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo e na antiga Escola Nacional de Belas Artes-RJ, onde foi aluno de Lucílio de Albuquerque. Naquela cidade expôs no SNBA, conquistando várias premiações, inclusive a de viagem ao exterior, em 1936, com a tela Capitu. Na Europa especializou-se em mosaico, técnica que utilizou na obra São Sebastião, do acervo da PINACOTECA-SP. JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 380; PONTUAL, pág. 208, Acervo FIEO.

250 - SYLVIO PINTO - (1918 - 1997)
Base: R$ 2.000,00 - Marinha - ost - 60 x 73 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 050 deste catálogo.

251 - FULVIO PENNACCHI - (1905 - 1992)
Lance Livre - Figuras - dlc e a - 28 x 20 - cid - 1978
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 041 deste catálogo.

252 - MENASE WAIDERGORN - (1927)
Lance Livre - Peregrinos - ost - 30 x 60 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 045 deste catálogo.

253 - ANTONIO PESSOA - (1943)
Lance Livre - Casais - e em b - h = 8 - ass.
Par de esculturas. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 052 deste catálogo.

254 - ENRICO ORTOLANI - (1883 - 1972)
Base: R$ 4.500,00 - " Ravello " - ost - 47 x 78 - cid
Com etiqueta do ateliê do artista e da Biennale D'arte de Roma - 1931, no dorso.Pintor nascido em Roma, Itália. Foi aluno da Escola de Artes Industriais e da Academia de Belas Artes de Roma. Representante da Escola Italiana participou de várias exposições e Salões oficiais. Possui obras na Galeria de Arte Moderna dessa mesma cidade. BENEZIT, VOL. 8, PÁG.41; artnet.com; artprice.com; arcadja.com; askart.com.

255 - CLÓVIS GRACIANO - (1907 - 1988)
Lance Livre - Figura - g - 23 x 16 - cie - Natal de 1959
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 044 deste catálogo.

256 - VIRGILIO LOPES RODRIGUES - (1863 - 1944)
Lance Livre - Marinha - osm - 12 x 27 - cie
Natural da cidade do Recife-PE, foi para o Rio de Janeiro em 1882, trabalhando com o leiloeiro J. Dias, onde encantou-se pela arte. Incentivado por Santa-Olalla, frequentou o Liceu de Artes da mesma cidade. Expôs em 1926, juntamente com Manuel Faria, Vicente Leite e outros. São belas as suas marinhas, e muito disputadas pelos colecionadores do gênero. MEC, vol. 4, págs. 94 e 95; PONTUAL, pág. 458; TEODORO BRAGA, pág. 240; TEIXEIRA LEITE, pág. 528; ITAÚ CULTURAL, Acervo FIEO.

257 - TARSILA DO AMARAL - (1890 - 1973)
Base: R$ 2.000,00 - Paisagem - dn - 20 x 15 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 057 deste catálogo.

258 - INOS CORRADIN - (1929)
Lance Livre - Menino e pássaro - e em cer/pat - h = 30 - ass.
Um dos valores da pintura em São Paulo. Corradin expôs com frequência na Europa e nos Estados Unidos, onde seus quadros são muito apreciados. Também tem se dedicado com igual talento e sucesso a escultura. JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 152; PONTUAL, pág. 143; MEC, vol. 1, pág. 448; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 215; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

259 - AXEL LESKOSCHEK - (1889 - 1976)
Lance Livre - A visita - xilo. - 26 x 19 - cid
Importante gravador, pintor e professor austríaco. Realizou sua formação artística na Áustria e ali publicou álbuns de xilogravuras e águas-fortes. Veio residir no Brasil em 1930, fugindo do nazismo, aqui ficando até 1950. Ilustrou diversas publicações nacionais, entre elas, e principalmente, as edições brasileiras dos romances de Dostoiévski (Ed. José Olimpio). Foi professor, entre outros, de Renina Katz, Fayga Ostrower e Ivan Serpa. MAYER/88, pág.494; JULIO LOUZADA, vol.1, pág.609; BENEZIT, vol.6, pág.612, ART PRICE ANNUAL/2000, pág.1464; PONTUAL, pág.309, TEIXEIRA LEITE, pág.284; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 605; ARTE NO BRASIL, pág. 840; Acervo FIEO.

260 - MARCIO SCHIAZ - (1965)
Lance Livre - " Vaso com plantas " - ose - 45 x 32 - cid e d - 1992
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 015 deste catálogo.

261 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - Estaleiro - ose - 30 x 46 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 061 deste catálogo.

262 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 7.000,00 - Natureza morta - ost - 50 x 61 - ci e d - 1997
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

263 - MARCELO GRASSMANN - (1925)
Lance Livre - Pietà - sang. - 32 x 24 - cid - 1951 - Bahia
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 063 deste catálogo.

264 - IRACEMA ARDITI - (1924 - 2006)
Lance Livre - " Dou sorte " - ost - 20 x 20 - ci e d - 1992 - São Paulo
Esta festejadíssima artista brasileira, tanto em solo pátrio como no exterior, nasceu em São Paulo, SP. Suas obras ganharam o mundo pela linguagem própria e límpida de suas obras, nada ingênua ou primitiva. PONTUAL, pág. 272; TEIXEIRA LEITE, pág. 261; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

265 - TÚLIO MUGNAINI - (1895 - 1975)
Lance Livre - Rosas - ost - 41 x 33 - cid - 1943
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 065 deste catálogo.

266 - MANOEL SANTIAGO - (1897 - 1987)
Base: R$ 2.500,00 - Flores - ost - 41 x 33 - cid e d
Com dedicatória, no dorso. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 066 deste catálogo.

267 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 10.000,00 - " Jogador de futebol " - dn - 105 x 77 - cid - 1965
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

268 - RENOT - (1932)
Lance Livre - " Baiana do Mandaqui " - ost - 16 x 22 - csd e d - 2011
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 068 deste catálogo.

269 - SÉRVULO ESMERALDO - (1929)
Base: R$ 1.500,00 - Composição - grav. 39/80 - 76 x 56 - cid
Cearense de Crato, onde nasceu a 27 de fevereiro de 1929. Escultor e gravador. Importante representante da arte nacional. Expõe individualmente desde 1951, em São Paulo, Rio e Ceará. Participa de coletivas nacionais a partir de 1974 (MAC-SP) e internacionais a partir de 1956 (Cracóvia). É artista de extenso curriculum de exposições e premiações. Tem reconhecimento e cotação internacional. JULIO LOUZADA vol. 4 pág. 365; ARTE NO BRASIL, vol. 2, pág. 855; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 703; LEONOR AMARANTE, pág. 75.

270 - WALTER LEWY - (1905 - 1995)
Lance Livre - Paisagem surreal - ost - 50 x 70 - cid - 1992
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 070 deste catálogo.

271 - GASTÃO FORMENTI - (1894 - 1974)
Lance Livre - Paisagem - ose - 16 x 22 - cie - 1972 - Rio
Pintor nascido em Guaratinguetá-SP. Após iniciar-se em arte com Pedro Strina, em São Paulo, foi residir no Rio de Janeiro, onde, com seu pai, dedicou-se à execução de vitrais. Recebeu medalhas de bronze e de prata no SNBA, do qual ainda participava em 1961. TEODORO BRAGA, pág. 98; WALMIR AYALA vol.1, pág.317; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

272 - LIVIO ABRAMO - (1903 - 1992)
Lance Livre - " Macumba ' - xilo. P.A. - 30 x 35 - cie - 1959
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 134 deste catálogo.

273 - MOBY - (1922 - 1978)
Lance Livre - No bar - g - 35 x 27 - cid - 1958 - Bahia
Moby, nome artístico de Mogns Osterbie, natural de Copenhagem, Dinamarca. Pintor e desenhista, frequentou na sua cidade natal a Escola de Arte Decorativa e a Real Academia de Belas Artes. No Brasil, fixou-se em São Paulo, onde realizou diversas individuais, cuja crítica, principalmente de Quirino da Silva, lhe foram favoráveis, transcrevendo comentários de Mário Schenberg. PONTUAL, pág. 363; MEC, vol. 3, pág. 1; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

274 - LEVINO FANZERES - (1884 - 1956)
Lance Livre - Paisagem - osm - 19 x 27 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 072 deste catálogo.

275 - VICENTE LEITE - (1900 - 1941)
Base: R$ 2.500,00 - Paisagem - ostcc - 15 x 18 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 075 deste catálogo.

276 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Paisagem - asp - 29 x 36 - cie
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

277 - NERÃO - (ANTONIO JOAQUIM NERY) - (1903 - 1997)
Base: R$ 1.200,00 - " Artesão de Monte Sião " - ost - 38 x 46 - cid - 1986
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 077 deste catálogo.

278 - BERTONI FILHO - (1892 - 1959)
Lance Livre - Paisagem - ostce - 20 x 28 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 078 deste catálogo.

279 - FANG, CHEN KONG - (1931)
Lance Livre - Casario - ost - 40 x 50 - cid e d - 1985
Pintor, desenhista e gravador. Ativo em São Paulo, estudou com Y. Takaoka; expôs nos Salões de Belas Artes de São Paulo e do Rio de Janeiro, obtendo diversas premiações. Tem obras em coleções particulares e na Pinacoteca de São Paulo. MEC, vol. 2, pág. 124; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 366; TEIXEIRA LEITE, pág. 189; PONTUAL, pág. 201.; ITAÚ CULTURAL; Acervo FIEO.

280 - YOSHIYA TAKAOKA - (1909 - 1978)
Base: R$ 5.000,00 - Natureza morta - ost - 46 x 65 - cie - 1956
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 080 deste catálogo.

281 - JOAQUIM TENREIRO - (1906 - 1992)
Base: R$ 1.500,00 - Estudo - g - 25 x 26 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 100 deste catálogo.

282 - MARIO ZANINI - (1907 - 1971)
Base: R$ 5.000,00 - Barcos - a e g - 48 x 67 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 082 deste catálogo.

283 - DARIO MECATTI - (1909 - 1976)
Base: R$ 1.400,00 - Flores - osc - 44 x 34 - cie
Esta obra fez parte do acervo do Hotel Jaraguá - São Paulo. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 147 deste catálogo.

284 - BENEDITO CALIXTO DE JESUS - (1853 - 1927)
Base: R$ 1.500,00 - Praia dos milionários - São Vicente - ost - 13 x 21 - n/as.
Com certificado de autenticidade firmado por Celso Calixto Rios, datado de 29.09.2011 e declaração de autenticidade de João Calixto, datada de 24.01.1983, no dorso. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 130 deste catálogo.

285 - TADASHI KAMINAGAI - (1899 - 1982)
Base: R$ 9.000,00 - Flores - ostce - 73 x 60 - cid - 1951
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 085 deste catálogo.

286 - HENRIQUE BOESE - (1897 - 1982)
Lance Livre - Composição - lito. 13/100 - 70 x 40 - cid - 1975
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 073 deste catálogo.

287 - JOSINALDO FERREIRA BARBOSA - (1951)
Lance Livre - " Pescadores " - ast - 40 x 50 - cid - 2011
Rio São Francisco - Remanso Bahia.Pintor, assina Josinaldo. Com diversas exposições individuais e coletivas no Brasil e no exterior. Tambem participou de Salões, entre eles o Salão de Piracicaba. JÚLIO LOUZADA vol. 12 pág. 214.

288 - JOSÉ DE DOME - (1921 - 1982)
Lance Livre - Paisagem - p - 25 x 47 - cid - 1972
José de Dome nasceu em Estância, SE. Autodidata, firmou-se como pintor na década de 60. Um amarelo sempre solar e luminoso sobressai em suas telas e a imprecisão nos contornos das figuras, o empastelamento das formas, é um dos recursos utilizados pelo autor para dar aos seus personagens e temas feições dramáticas atenuadas. Foi ativo em Cabo Frio, RJ; o artista expôs individualmente a partir da década de 50. PONTUAL, pág. 183; JULIO LOUZADA, vol 1 pág, 339; ITAU CULTURAL.

289 - MARCO TULIO REZENDE - (1950)
Lance Livre - Composição - osc - 48 x 66 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 190 deste catálogo.

290 - PAPAS STEFANOS - (1956)
Lance Livre - Paisagem - ose - 38 x 46 - cid e d
Nasceu na Ilha de Rodhes, Grécia. Pintor, escultor e poeta, chegou ao Brasil em 1956, radicando-se em Goianira. Os temas de Papas Stefanos estão profundamente ligados 'a vida do universo rural e interiorano do Brasil. A beleza e consistência de sua obra já foi motivo de sensíveis críticas e grande sucesso de público nas diversas exposições que realizou, inclusive com premiações. O artista foi honrado com um poema que lhe dedicou Carlos Drumond de Andrade. JULIO LOUZADA, vol. 10, pág. 849; ITAU CULTURAL.

291 - ANTONIO MALUF - (1926 - 2005)
Lance Livre - Figura - grav. P.A. - 52 x 38 - cid - 1950/1975
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 091 deste catálogo.

292 - ALFREDO VOLPI - (1896 - 1988)
Base: R$ 6.000,00 - " Igreja do Cambuci " - osc - 15 x 9 - csd e d
Ex-coleção pintor Henrique Zucca - São Paulo. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 092 deste catálogo.

293 - JOÃO JOSÉ RESCALA - (1910 - 1986)
Base: R$ 2.000,00 - " Terra caída " - ost - 54 x 73 - cid e d - 1938 - Amazonas
Natural do Rio de Janeiro, Rescala é pintor, desenhista e professor. Frequentou o Liceu de Artes e Ofícios e a antiga ENBA daquela cidade. Foi um dos fundadores do Núcleo Bernardelli. Paisagista e pintor de cenas de costumes, conquistou diversas medalhas e premios, inclusive de viagem, nos diversos SNBA que participou. Restaurou diversas obras de arte pertencentes a instituições religiosas da Bahia e Pernambuco, inclusive do Museu de Arte Sacra. MEC vol.4, pág. 54; PONTUAL, pág. 449; WALTER ZANINI, pág. 579, Acervo FIEO.

294 - ADELIO SARRO - (1950)
Base: R$ 6.000,00 - " Mistérios do amor " - ost - 80 x 60 - cid e d - 2005
Com certificado de autenticidade, firmado pelo autor.Artista do interior paulista, nascido em Andradina, está radicado em São Paulo desde 1968. Sua pintura inicialmente é expressionista e confessadamente inspirada nas obras de Portinari e Segall. Expôs no exterior e em divesos Salões Nacionais, recebendo excelente crítica. JULIO LOUZADA, vol.1 pág. 880, ITAÚ CULTURAL.

295 - RUBENS GERCHMAN - (1942 - 2008)
Base: R$ 1.000,00 - " João e Maria conheceram-se " - ser. 84/200 - 31 x 46 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 095 deste catálogo.

296 - IVALD GRANATO - (1949)
Base: R$ 2.300,00 - Composição - tm - 35 x 50 - d
No estado.Pintor e desenhista. Natural de Campos, RJ, onde viveu até 1966. Estudou com Robert Newman, ingressando em 1967 na Escola de Belas Artes da Universidade do Rio de Janeiro. Em 1968 participa do grupo de vanguarda "Nova Figuração Brasileira". Sua atividade artística desde a década de 60 revela a influência do conceitualismo de Duchamp, mais cerebral do que pictórico, e da "body art", de Joseph Beyus. PONTUAL, pág. 248; TEIXEIRA LEITE, pág. 228; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág.740; ARTE NO BRASIL, pág. 974; LEONOR AMARANTE, pág. 267; Acervo FIEO.

297 - WALTER FEDER - (1909 - 1957)
Lance Livre - Paisagem de Petrópolis - osm - 16 x 22 - cid
Nasceu e faleceu no Rio de Janeiro. Pintor autodidata, recebeu influência da Escola Impressionista conforme demonstram seus trabalhos. Participou de diversas coletivas, dentre elas destacam-se: Salão da Sociedade Brasileira de Belas Artes (1948), SNBA (1952), premiado com Menção Honrosa. JULIO LOUZADA, vol. 1 pág. 373

298 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 4.500,00 - Figura - dce - 21 x 17 - ci - 19.11.1969
Com dedicatória. Ex-coleção Maria Amélia Withaker de Queiroz. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 098 deste catálogo.

299 - ERNESTO NETO - (1964)
Lance Livre - " Two hearts and one body " - ser. 87/100 - 30 x 40 - cid - 2010
Ernesto Sabóia de Albuquerque Neto nasceu no Rio de Janeiro onde vive e trabalha. Artista multimídia. Na década de 1980, estuda escultura com Jaime Sampaio e com João Carlos Goldberg na Escola de Artes Visuais do Parque Lago, RJ. Realiza ainda cursos de intervenção urbana e escultura com Cleber Machado e com Roberto Moriconi, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Neto é hoje um dos artistas brasileiros mais reconhecidos no mundo, tendo seu trabalho exposto nas mais prestigiosas instituições e participado de muitas Bienais como: Coréia do Sul (1995), São Paulo (1998), Venezuela (1998), Liverpool (1999), Veneza (2001). Em 2007 realizou em Paris a monumental intervenção nomeada de "Leviatã Thot",dentro de uma das construções mais importantes da capital francesa, o imponente Panthéon. Em 1990 recebeu o Prêmio Brasília de Artes Plásticas, no MAB/DF. ITAUCULTURAL; JULIO LOUZADA VOL. 13, PÁG. 120; www.fortesvilaca.com.br; www.cultura.gov.br; www.inhotim.org.br; www.moma.org; artnet.com; artinfo.com.

300 - BRUNO GIORGI - (1905 - 1993)
Base: R$ 15.000,00 - Capoeira - e em b - h = 50 - ass. - 1956
Reproduzido no convite deste leilão e no livro Bruno Giorgi, editor Marcos Marcondes - São Paulo. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 083 deste catálogo.

301 - VITTÓRIO GOBBIS - (1894 - 1968)
Lance Livre - Flores - g - 44 x 35 - ci
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 069 deste catálogo.

302 - MANOEL MARTINS - (1911 - 1979)
Lance Livre - Feira - ost - 70 x 50 - cid - 1971
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 027 deste catálogo.

303 - DJANIRA DA MOTTA E SILVA - (1914 - 1979)
Base: R$ 5.000,00 - Anjo músico - g - 15 x 8 - cid
Reproduzido sob o nº 315 em catálogo de leilão de Soraia Cals - Rio de Janeiro. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 053 deste catálogo.

304 - JOSÉ ROBERTO AGUILAR - (1941)
Base: R$ 24.000,00 - " Ronda noturna " - ost - 150 x 200 - cid - 1993
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 122 deste catálogo.

305 - RUBEM VALENTIM - (1922 - 1991)
Base: R$ 1.800,00 - " Emblema - 86 " - ast - 22 x 27 - d - Brasília - DF
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 105 deste catálogo.

306 - ELEONORA DRUMMOND - (1948)
Lance Livre - " Torso com pano " - m em b 213/300 - h = 34 - ass. - 1973
Com certificado de autenticidade de Skultura Galeira de Arte - São Paulo.Escultora, natural da cidade do Rio de Janeiro. Inicialmente festejada cenógrafa e figurinista, emprestou seus conhecimentos e vivência nessas áreas para a escultura, onde o crítico de arte Mário Margutti observou: "... Todas estas convicções foram transpostas pela artista para o reino da escultura. Suas obras nascem dentro de uma atmosfera teatral, ela esculpe personagens reduzidos ao essencial..." JULIO LOUZADA, vol. 3 pág. 354

307 - GILBERTO TROMPOWISKY - (1912 - 1982)
Lance Livre - " Vendedora ambulante do 1º Imperio " - g - 31 x 24 - cie - 1931 - Rio
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 107 deste catálogo.

308 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 4.500,00 - " Marinha com coqueiro " - ast - 46 x 55 - cie e d - 2001
Com certificado de autenticidade do Estudio Aldemir Martins. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

309 - EDUARDO SUED - (1925)
Lance Livre - Nu - dn - 24 x 20 - cie - 1964
Natural da cidade do Rio de Janeiro-RJ, onde reside e é ativo. Pintor, desenhista, ilustrador e gravador. Formou-se na Escola Nacional de Engenharia do Rio de Janeiro em 1948. Foi aluno de desenho e pintura do pintor Henrique Boese. Trabalhou como desenhista no escritório do arquiteto Oscar Niemeyer (1950-1951). Freqüenta os ateliês de La Grande Chaumière e L'Académies Julian em Paris (1951), retornando ao Rio de Janeiro em 1953, onde estuda gravura em metal com Iberê Camargo. Diversas exposições coletivas e individuais. JULIO LOUZADA, vol. 2, pág. 975/976; ARTE NO BRASIL, pág. 814; ITAU CULTURAL; Acervo FIEO.

310 - AGOSTINHO BATISTA DE FREITAS - (1927 - 1997)
Base: R$ 8.000,00 - Panorâmica de São Paulo - ost - 90 x 140 - cie - 1981
Reproduzido no convite deste leilão.Começou a pintar no início da década de 1950 (e ele próprio relatou que vendia seus trabalhos na Praça do Correio da capital paulista) sendo logo descoberto por Pietro Maria Bardi que organizou uma exposição de seus trabalhos no Museu de Arte de São Paulo, em 1952, mais tarde apresentados também, no Museu de Arte Moderna de São Paulo e da Bahia e no Museu de Arte Contemporânea de Campinas. Participou da XXXIII Bienal de Veneza (1966). MEC, vol. 2, pág. 210; PONTUAL, pág. 225; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 323; TEIXEIRA LEITE, PÁG. 208; ARTE NAIF NO BRASIL, pág. 214; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 832; Acervo FIEO.

311 - JORGE CRESTA GUINLE - (1943 - XX)
Base: R$ 2.000,00 - " Sonhos Além Terra " - ost - 70 x 70 - cie e d - Rio de Janeiro
Pintor nascido no Rio de Janeiro, RJ. Assinava J. Cresta Guinle e Cresta Guinle. Depois de uma primeira exposição, resultado de um autodidatismo sem conseqüência, voltou a expor, com excelentes resultados, 1973, em mostra coletiva. A esta altura já tinha recebido orientações de Roberto Magalhães. Desde então vem participando de inúmeras exposições e Salões oficiais. Individuais: Rio de Janeiro (1976 a 1979, 1984); São Paulo (1977); França (1977, 1978, 1983); Salvador, BA (1978); Cataguases, MG (1978); Niterói, RJ (1979). Coletivas: Rio de Janeiro (1973, 1977 a 1980, 1983, 1995); São Paulo ( 1977 - Bienal Internacional; 1978- I Bienal Latino Americana); França (1979); Canadá (1982, 1983). Prêmios: Rio de Janeiro (1977 a 1980, 1983). DICIONÁRIO DE PINTORES BRASILEIROS - BOZANO SIMONSEN, VOL. 1, PÁG. 38; JULIO LOUZADA, VOL. 3, PÁG. 498, VOL. 8, PÁG. 379; VOL. 10, PÁG. 407.

312 - MANABU MABE - (1924 - 1997)
Base: R$ 1.800,00 - Composição - p s/cer. - 26 x 27 - cie
Com autenticação de Satoru Mabe, irmão do autor. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 112 deste catálogo.

313 - CARLOS SÖRENSEN - (1928 - 2008)
Lance Livre - " Vaso verde " - enc. s/t - 35 x 27 - cie e d - 1977
Com certificado de autenticidade, firmado pelo autor. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 113 deste catálogo.

314 - ANATOL WLADISLAW - (1913 - 2004)
Lance Livre - Composição - tm - 35 x 50 - cid - 1975
Pintor e desenhista nascido em Varsóvia, Polonia; faleceu em São Paulo, aos 91 anos de idade. No Brasil desde 1930, fixou residência em São Paulo, naturalizando-se brasileiro. Dedicou-se à pintura e ao desenho a partir de 1946, participando da I à IX Bienal, recebendo diversas premiações. Formado em engenharia no Mackenzie, tornou-se um dos pioneiros da arte abstrata, participando ativamente do movimento Ruptura, ao lado de Valdemar Cordeiro, Lothar Charoux e Luiz Sacilotto. Figura no acervo do MAM-RJ e MNBA de Buenos Aires. JULIO LOUZADA, VOL, 4, pág, 1177. MEC, VOL, 4 pág, 512. TEIXEIRA LEITE, pág, 544. WALMIR AYALA, VOL 2. pág, 442; PONTUAL, pág. 553; ITAÚ CULTURAL; ARTE NO BRASIL, pág. 921.

315 - NELSON LEIRNER - (1932)
Base: R$ 5.000,00 - " Cosgomonia II " - tm - 22 x 80 - cid - 1964
Paulista da Capital, o autor descende de uma família de artistas. Foi aluno de Joan Ponç e Samson Flexor. Participa de coletivas a partir de 1958, inclusive com premiações nas bienais de Tóquio e São Paulo. Sua trajetória artística merece ser melhor conhecida pelos admiradores de sua obra. TEIXEIRA LEITE, pág. 283; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 734; ARTE NO BRASIL, pág. 893; LEONOR AMARANTE, pág. 154.

316 - YOLANDA MOHALYI - (1909 - 1978)
Base: R$ 3.700,00 - Primavera - col. - 49 x 39 - cid - 1939
Reproduzido sob o nº 46 em catálogo de Leilão de Villa Antica - São Paulo. Pintora, desenhista e professora. Formação artística na Academia Real de Belas Artes de Budapest. Ativa em São Paulo a partir de 1931. Fez parte do Grupo dos Sete, juntamente com Victor Brecheret, Gomide e outros. Participante de diversas Bienais de São Paulo, entre 1951 e 1967, recebendo diversas premiações TEIXEIRA LEITE, pág. 331; PONTUAL, pág. 363; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584; ARTE NO BRASIL, pág. 937; LEONOR AMARANTE, pág. 75; Acervo FIEO.

317 - THÉO (DJALMA PIRES FERREIRA) - (1901 - 1980)
Lance Livre - Capa da Revista Careta - a - 44 x 31 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 049 deste catálogo.

318 - LIVROS -
Lance Livre - -
7 livros. A) Nordeste Histórico e Monumental de autoria de Clarival do Prado Valladares; B) Milton Dacosta - pintor essencial, curador Breno Krasilchik; C) Pintores do Litoral Paulista, curadoria Ruth Sprung Tarasantchi; D) Brazilian Art IV, curadoria Nair Barbosa Lima; E) 30 Artistas Brasileiros na coleção do Banco Cidade; F) El Dialogo Visual de Nathan Knobler; G) O ofício da Arte: A escultura, autoria de Jacob Klintowitz.

319 - PABLO PICASSO - (1881 - 1973)
Lance Livre - Pomba - lito. - 50 x 65 - cid - na pedra - 28.12.1961
Considerado o maior pintor do século XX. ART PRICE ANNUAL, 200, págs.1946 a 1968; BENEZIT, vol.8, págs.297 a 303; ARTE NO BRASIL, pág. 564.

320 - BELMIRO DE ALMEIDA - (1858 - 1935)
Base: R$ 25.000,00 - Paisagem de Narni - Itália - ost - 46 x 55 - cid - 1889 - Narni
Reproduzido no convite deste leilão. - Com dedicatória. Versão desta obra encontra-se reproduzida na pág. 28 do livro Belmiro de Almeida - Edições Pinakotheke.Esse grande pintor brasileiro, cuja carreira artística começou pela caricatura, viveu em Paris quase toda a sua existência. Ao fim da vida, abeirou-se dos novos estilos artísticos em voga na Europa, praticando incursões até no campo do Futurismo. Luciano Migliaccio, assim se refere `a obra do mestre: " Belmiro (...) punha fim à época em que a arte brasileira ainda era prisioneira da retórica dos gêneros e se fundamentava na transposição em chave nacional da tradição européia. Dava início a uma arte nova, inspirada na realidade social urbana contemporânea, falando da transformação dos costumes no interior da família e da condição da mulher na sociedade moderna. Era uma pintura que objetivava a educação moral do público, imitando o exemplo da pintura vitoriana inglesa, mas adotando a estética do naturalismo francês. O artista deixava de ser uma espécie de sumo sacerdote do culto da nação, passando a recusar a idéia de uma pintura celebrativa, promovida pelo Estado e distante da representação da atualidade. Assim, como Amoedo e Aurélio Figueiredo, Belmiro tentava encarnar o modelo do artista dandy, o intelectual urbano que fazia de sua arte um estilo e um modo de vida (...)" in: MOSTRA DO REDESCOBRIMENTO (2000: SÃO PAULO, SP), AGUILAR, Nelson (org. ), SASSOUN, Suzanna (coord. ). Arte do século XIX. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo: Associação Brasil 500 anos Artes Visuais, 2000. p. 148. REIS JR, pág.224; THEODORO BRAGA, pág.49; Primores da Pint, no Brasil, vol.1, pág.229; LAUDELINO FREIRE, págs.382/383; WALMIR AYALA, vol.1, págs. 30/31; TEIXEIRA LEITE, pág. 68/69; PONTUAL, págs.66/67; MEC, vol.1, pág.48; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 420; ARTE NO BRASIL, pág. 553; F. ACQUARONE, pág. 117.

321 - ARTUR BÁRRIO - (1945)
Base: R$ 9.000,00 - Composição - tm - 112 x 77 - cse
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 121 deste catálogo.

322 - JUAREZ MACHADO - (1941)
Base: R$ 3.700,00 - Menina - g e col. s/e - 100 x 70 - cid - 1975
Obs: A parte preta da foto que aparece na janela é o fundo de espelho da obra. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 094 deste catálogo.

323 - OSWALDO GOELDI - (1895 - 1961)
Base: R$ 1.500,00 - Paisagem - dn - 13 x 21 - cid
Desenhista, gravador e professor, nascido no Rio de Janeiro, filho de Emilio A Goeldi, naturalista suiço. A partir dos seis anos estudou na Suiça. Sua obra sofreu influência do expressionista austríaco Alfred Kubin. Retornando ao Brasil em 1919, realizou no Rio de Janeiro sua primeira exposição em 1921, no Liceu de Artes e Ofícios. Publicou albuns e ilustrou diversos e importantes livros. É artista altamente conceituado no País e no exterior, tendo merecido diversas homenagens póstumas, inclusive em filme. PONTUAL pág. 240; JULIO LOUZADA vol.11, pág130; MEC vol. 2, pág.271; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 521; ARTE NO BRASIL, pág. 672; Acervo FIEO.

324 - LOTHAR CHAROUX - (1912 - 1987)
Lance Livre - Composição - psa - 15 x 15 - n/as.
Reproduzido na pág. 149 do livro: " Lothar Charoux - a poética da linha ".Pintor e desenhista austríaco, natural de Viena, transferiu-se para o Brasil em 1928, fixando residência em São Paulo, Estudou no Liceu de Artes e Ofícios da cidade, onde conheceu Valdemar da Costa, com ele fazendo aprendizado de pintura a partir de 1940. Artista estável, sua evolução não sofreu sobressaltos, uma vez formado numa linguagem linear de sensibilidade pessoal, despojada e exigente, rigorosamente artesanal. PONTUAL, pág. 131; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI pág. 645; ARTE NO BRASIL, pág. 798; Acervo FIEO.

325 - NOEMIA MOURÃO - (1912 - 1992)
Base: R$ 5.500,00 - Flores - ost - 52 x 42 - cie
Com carimbo do Leilão do Espólio de Noemia Mourão, no dorso. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 125 deste catálogo.

326 - FULVIO PENNACCHI - (1905 - 1992)
Lance Livre - Figura - g - 13 x 8 - cid - 1985
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 041 deste catálogo.

327 - LEVINO FANZERES - (1884 - 1956)
Lance Livre - " Visão da gruta " - ostcc - 34 x 26 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 072 deste catálogo.

328 - LUCILIO DE ALBUQUERQUE - (1877 - 1939)
Lance Livre - Nu - ost - 40 x 28 - cid
Natural de Barras, PI, Lucílio de Albuquerque frequentou a ENBA no Rio de Janeiro, onde foi aluno de Zeferino da Costa, Rodolfo Amoedo e Henrique Bernardelli. Expõe pela primeira vez em 1902, recebendo menção e premiações neste e nos demais certames de que participou (1904, 1907 e 1912). Profesor, foi iniciador de Portinari. Artista de vários gêneros, destacou-se como paisagista e pintor de figuras. Foi casado com a artista Georgina de Albuquerque. JULIO LOUZADA, vol. 13, pág. 196; TEIXEIRA LEITE, pág. 16; PONTUAL, pág. 10; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág.455; ARTE NO BRASIL, pág. 564, Acervo FIEO.

329 - FERNAND LEGER - (1881 - 1955)
Base: R$ 3.200,00 - Composição - ser. - 64 x 47 - cid - na matriz -1947
Nasceu em Argentam, perto de Paris, em 1881. Era filho de camponeses. Em Paris, a partir de 1900, cursou a Escola de Artes Decorativas e a Escola de Belas Artes. Recebeu influência das pinceladas geométricas de Cézanne e, posteriormente, das descobertas de Matisse. Em 1908 conheceu os cubistas e em 1910 pintou Nus na Floresta. Foi para o fronte na primeira Guerra Mundial. A partir de 1917, sua obra apresenta locomotivas e engrenagens, mostrando aspectos do mundo industrializado. Seus personagens adquirem, também, mecanizações, não possuindo humanidade. Recebeu Tarsilla do Amaral em seu ateliê entre 1923-1924, tendo sido marcante sua influência na formação da artista e do próprio Modernismo Brasileiro, na questão do progresso industrial. Na década seguinte, pintou murais, liberou formas e cores, tornando-se um pintor mais abstrato. Durante a Segunda Guerra, refugiou-se nos Estados Unidos. Voltou à França em 1945 onde, além de mosaicos e vitrais para igrejas, trabalhou em decoração e desenhou figurinos de balê. Morreu em 1955, em Gif-sur-Yvette, na França. JULIO LOUZADA, vol. 2 pag. 569

330 - ALFREDO VOLPI - (1896 - 1988)
Base: R$ 11.000,00 - Paisagem - osc - 28 x 34 - cid
Reproduzido no convite deste leilão. - Com etiqueta de Domus Galeria de Arte - São Paulo, no dorso. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 092 deste catálogo.

331 - DANILO DI PRETE - (1911 - 1985)
Lance Livre - Estudos - dl - 32 x 47 - n/as.
Com estudos no dorso: autorretrato e cavalo.Nasceu em Pisa, Itália. Foi pintor e programador visual. Autodidata, iniciou a sua carreira na Itália. No Brasil desde 1946, participou de todas as Bienais de São Paulo, de 1951 a 1967, nelas recebendo o prêmio de Melhor Pintor Nacional em 1951 e 1965, dispondo de salas especiais para os seus trabalhos em 1961 e 1967. Foi o primeiro colocado no concurso internacional de cartazes para a VII BSP. Artista premiadíssimo. JULIO LOUZADA vol.10, pág.286; TEIXEIRA LEITE , pág. 163; PONTUAL, pág. 179; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 647; ARTE NO BRASIL, pág. 898; LEONOR AMARANTE, pág. 13.

333 - JORGE FONSECA - (1966)
Base: R$ 6.000,00 - " Máquina de fazer voar " - tm - 92 x 115 x 12 - ass. - 2011
Complemento de técnica: escultura que permite participação do espectador, confeccionada em madeira, linhas, elásticos e ferragens.Jorge Luiz Fonseca nasceu em Conselheiro Lafaiete, MG. Ex-marceneiro e maquinista de trem, Jorge Fonseca é um artista autodidata que começou a produzir no início dos anos 90. Tem realizado exposições individuais e participado de inúmeras mostras oficiais. Foi premiado no 53° Salão Paranaense (1996), no Salão de Arte Contemporânea de Campos (RJ, 1996) e no Salão Nacional de Arte de Goiás (2002). Em 2009, recebeu da Fundação Pollock-Krasner, de Nova York, uma 'bolsa de estímulo à produção'- por mérito e conjunto da obra. Atuou também como designer de moda e de móveis, arte-educador, diretor de criação e produção de grupos de artesãos, dirigente de organização não governamental , idealizador e coordenador de projetos sociais. Atualmente, é professor convidado, por 'notório saber', do Departamento de Artes da Universidade Federal de Juiz de Fora. Possui ateliês em Ouro Preto e no Rio de Janeiro. ITAU CULTURAL

334 - LIVIO ABRAMO - (1903 - 1992)
Lance Livre - Negra - xilo. P.A. - 29 x 20 - cie - 1954
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 134 deste catálogo.

335 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 2.000,00 - Mulata - dn e ag - 27 x 40 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 098 deste catálogo.

336 - JOSÉ PANCETTI - (1902 - 1958)
Base: R$ 125.000,00 - Figura com chapéu - ost - 42 x 32 - cid e d - 1943 - Campos do Jordão
Com estudo, no dorso. Reproduzido sob o nº 111 em catálogo de leilão de Soraia Cals - Rio de Janeiro. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 136 deste catálogo.

337 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 3.000,00 - Fada - dn e a - 24 x 28 - cie - 1984
Com certificado de autenticidade do Estúdio Aldemir Martins. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

338 - ALDO BONADEI - (1906 - 1974)
Lance Livre - Figura - dc - 30 x 18 - cid - 1940
Estudou com Pedro Alexandrino (1923 a 1928) e aperfeiçoou-se na Itália. Integrou o Grupo Santa Helena, com Rebolo, Zanini, Rosa, Graciano, Pennacchi (1935) e participando em 1937 de exposições da Família Artística Paulista. Pintou paisagens e naturezas mortas, com composição estruturada no cubismo. MEC, vol. 1, pág. 247; PONTUAL, págs. 78/79; ARTE NO BRASIL, vol. 2, pág. 1041; ART PRICE ANNUAL 2000, pág. 258; TEIXEIRA LEITE, pág. 79; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 586; LEONOR AMARANTE, pág. 72; Acervo FIEO.

339 - INOS CORRADIN - (1929)
Base: R$ 2.800,00 - Casario - ost - 70 x 50 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 258 deste catálogo.

340 - ARTHUR TIMÓTHEO DA COSTA - (1882 - 1923)
Base: R$ 22.000,00 - " Ziza no atellier " - ost - 65 x 54 - cie - 1919
Reproduzido no convite deste leilão.Pintor nascido no Rio de Janeiro, iniciou seus estudos, com o seu irmão João Timóteo, como aprendiz da casa da moeda, após estudou na ENBA e obteve prêmio de viagem ao exterior em 1907. Diversos museus brasileiros possuem obras de sua autoria. LAUDELINO FREIRE, pág. 512; TEODORO BRAGA, pág. 229; REIS JR., pág. 286; Primores da Pintura no Brasil, vol. 1, págs. 57, 153, 313 e vol. 2, pág. 89; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 217; PONTUAL, pág. 522; MEC, vol. 1, pág. 468; TEIXEIRA LEITE, pág. 508; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 532.

341 - ANTONIO BANDEIRA - (1922 - 1967)
Base: R$ 3.000,00 - Composição - dn - 28 x 40 - cid - 1949
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 150 deste catálogo.

342 - J. CARLOS - (1884 - 1950)
Lance Livre - Voltando para casa - dn - 26 x 15 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 142 deste catálogo.

343 - ANNA MARIA MAIOLINO - (1942)
Base: R$ 2.700,00 - Composição - lito. c/int. 6/25 - 70 x 100 - cid - 1988
Litografia trabalhada com nanquim pela autora. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 143 deste catálogo.

344 - ALDO BONADEI - (1906 - 1974)
Base: R$ 5.000,00 - Paisagem - osm - 10 x 15 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 338 deste catálogo.

345 - MARIO ZANINI - (1907 - 1971)
Lance Livre - Bananas - osc - 18 x 25 - cid - 1925
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 082 deste catálogo.

346 - TOMOO HANDA - (1906 - 1996)
Lance Livre - Paisagem - ag. - 30 x 20 - cid - 1935
Pintor, desenhista e historiador. Natural de Utsonomiya, Japão, imigrou para o Brasil no início do séc. passado.Foi o grande precursor dos artistas nipo-brasileiros em atividade no País, cuja obra praticou com finura e lirismo. Foi o mestre inconteste de duas gerações de artistas que nele tinham seu líder. PONTUAL, 259; JULIO LOUZADA, vol. 2, 489; TEIXEIRA LEITE, pág. 242; ITAU CULTURAL ; WALTER ZANINI, pág. 587.

347 - DARIO MECATTI - (1909 - 1976)
Base: R$ 3.000,00 - Casario - ost - 72 x 72 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 147 deste catálogo.

348 - ANTONIO FERRIGNO - (1863 - 1940)
Base: R$ 5.000,00 - Meninos pescando - osm - 20 x 28 - cid - São Paulo
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 148 deste catálogo.

349 - ROBERTO BURLE MARX - (1909 - 1994)
Base: R$ 16.000,00 - Composição - panneau - 71 x 51 - ci
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 031 deste catálogo.

350 - MARIA LEONTINA - (1917 - 1984)
Base: R$ 30.000,00 - Estandarte - ost - 35 x 24 - cid e d - 1972 - Rio
Reproduzido no convite deste leilão. - Com etiqueta nº 4073 de Cosme Velho Galeria de Arte - São Paulo, no dorso. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 129 deste catálogo.

351 - MARIA MARTINS - (1894 - 1973)
Base: R$ 6.500,00 - Rosto - grav. 1/10 - 64 x 50 - cid
Escultora, desenhista, gravadora e escritora, nascida em Minas Gerais e falecida no Rio de Janeiro. Desenvolve grande parte de sua carreira no exterior em virtude das atividades do marido, o embaixador Carlos Martins. Inicia-se na escultura em 1926 e aperfeiçoa-se, na Bélgica, com o escultor Oscar Jespers em 1936. Em 1939, muda-se com Carlos Martins para Washington D.C. Posteriormente, aluga um apartamento em Nova York onde estuda escultura com Jacques Lipchitz, realizando trabalhos em bronze. Em 1941, faz sua primeira exposição individual, na Corcoran Art Gallery, em Nova York. Conhece André Breton (1896 - 1966), que a apresenta a artistas europeus ligados ao surrealismo e ao dadaísmo, como Michel Tapiè, André Masson, Yves Tanguy, Max Ernst e Marcel Duchamp. Em 1947, André Breton assina o prefácio do catálogo de sua mostra individual, realizada na Julien Lery Gallery, em Nova York. Em 1948, muda-se para Paris, onde seu ateliê torna-se local de encontro de intelectuais e artistas. Volta definitivamente ao Brasil em 1950. Colabora na organização das primeiras Bienais Internacionais de São Paulo e na fundação do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ. Como escritora, assina coluna no Correio da Manhã e publica entre outros livros, A Índia e o Mundo Novo, A Ásia Maior e o Planeta China. ITAÚ CULTURAL.

352 - DJANIRA DA MOTTA E SILVA - (1914 - 1979)
Base: R$ 20.000,00 - Baiana/Transporte de farinha - g - cid - 1962
Par de guaches, medindo 24 x 35 cm cada ambos assinados e datados. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 053 deste catálogo.

353 - REYNALDO FONSECA - (1925)
Base: R$ 4.200,00 - Menina com bambolê - dn e a - 15 x 10 - cid - 1975
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 163 deste catálogo.

354 - ANA ANDRADE - (1953)
Lance Livre - " Limites " - a - 56 x 76 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 154 deste catálogo.

355 - BRUNO GIORGI - (1905 - 1993)
Base: R$ 1.500,00 - Estudo para escultura - dlc - 30 x 21 - cid
Com inscrições. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 083 deste catálogo.

356 - JULIO LE PARC - (1928)
Base: R$ 7.000,00 - Composição - tm e col. 64/100 - 30 x 45 - d - 1970 - Paris
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 151 deste catálogo.

357 - AUTOR DESCONHECIDO, SÉC. XIX - XX -
Lance Livre - Paisagem - a - 22 x 27 - cie ileg. - 23.09.1910

358 - FRANCISCO REBOLO GONSALES - (1903 - 1980)
Base: R$ 23.000,00 - Paisagem - ost - 33 x 45 - cid e d - 1980
Grande pintor paulistano, um dos principais membros do Grupo Santa Helena e da Família Artística Paulista, Rebolo é acima de tudo um paisagista de colorido suave e desenho sensível. MEC, vol. 4, pág. 28/29; TEODORO BRAGA, pág. 202/3; PONTUAL, pág. 447/448; REIS JR., pág. 382; TEIXEIRA LEITE, pág. 433/434/435.; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 584; LEONOR AMARANTE, pág. 13; ARTE NO BRASIL; Acervo FIEO.

359 - LEDA CATUNDA - (1961)
Lance Livre - " Inseto II " - lito. 10/15 - 50 x 35 - cid - 1995
Pintora, gravadora, artista multimídia e professora. Leda Catunda Serra nasceu em São Paulo. Cursou artes plásticas na Fundação Armando Álvares Penteado onde foi aluna, entre outros, de Regina Silveira, Julio Plaza, Nelson Leirner e Walter Zanini. Desde o fim dos anos 1980, tem tido relevante atuação docente nos cursos de Artes Plásticas da FAAP e da Faculdade de Artes Santa Marcelina, ministra workshops e cursos livres em várias instituições culturais no Brasil e ocasionalmente no exterior. Tem realizado muitas exposições individuais e participado de várias oficiais como as Bienais Internacionais de São Paulo (1983, 1985, 1994). Recebeu o Prêmio Brasília de Artes Plásticas/Distrito Federal, na categoria aquisição, em 1990. Em 1998, é publicado o livro 'Leda Catunda', de autoria de Tadeu Chiarelli, pela editora Cosac & Naify. ITAU CULTURAL; JULIO LOUZADA VOL. 3, PÁG. 239; www.fortesvilaça.com; www.mac.usp.br.

360 - EMILIANO DI CAVALCANTI - (1897 - 1976)
Base: R$ 100.000,00 - Mulatas - a - 30 x 30 - cie - 1953
Reproduzido no convite deste leilão. - Com a seguinte dedicatória: " Ao Peixoto com carinho e amizade - Di - 1953. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 098 deste catálogo.

361 - ARNALDO FERRARI - (1906 - 1974)
Base: R$ 11.000,00 - Composição - ost - 76 x 64 - d - 1966
Reproduzido sob o nº 57 em catálogo de Leilão de James Lisboa - São Paulo.Pintor e desenhista de São Paulo. Estudou artes decorativas, desenho e pintura no Liceu de Artes e Oficio de São Paulo e na Escola de Belas Artes de São Paulo, tendo sido aluno de Érico Vio . Pertenceu ao Grupo Guanabara de São Paulo, com Tomie Ohtake, Ianelli, Fukushima e outros. Passou, num trabalho lento e consciente, do figurativismo para uma abstração geometrizante. Participou do Grupo Santa Helena, com Alfredo Volpi, Mario Zanini e outros, nos anos de 1935 a 1950. WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 304/5; MEC, vol. 2, pág. 149/50; TEIXEIRA LEITE, PÁG. 191; PONTUAL, pág. 207; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 378; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág.678, Acervo FIEO.

362 - CARYBÉ - (1911 - 1997)
Lance Livre - Batucada - lito. 192/200 - 90 x 67 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 060 deste catálogo.

363 - TOMOSHIGUE KUSUNO - (1935)
Lance Livre - Charles Chaplin - lito. 36/100 - 32 x 30 - cid - 1971
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 183 deste catálogo.

364 - PEDRO WEINGÄRTNER - (1856 - 1929)
Base: R$ 6.000,00 - Camponesa - ost - 30 x 20 - cie
Pintor gaúcho de origem alemã, Weingärtner estudou no Brasil, Alemanha e Itália, residindo por longos anos na Europa. Ao retornar ao Brasil, dedicou-se a temática gauchesca, que lhe motivou os trabalhos mais sensíveis. Um dos pioneiros da gravura de arte no Brasil. JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 343; BENEZIT, vol. 10, pág. 675; TEODORO BRAGA, pág. 246; REIS JUNIOR, pág. 220/224; MEC, vol. 4, pág. 506/507; LAUDELINO FREIRE, pág. 386; PONTUAL, pág. 551/552; WALMIR AYALA, vol. 2, pág. 438/439; MAYER/84, pág. 1268; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 443; ARTE NO BRASIL, pág. 560; RGS, pág. 402; PEDRO WEINGÄRTNER;

365 - MARIO GRUBER - (1927)
Base: R$ 2.000,00 - " Fantasiado " - ost - 41 x 33 - cid e d - 2004
Pintor e gravador, Gruber é um dos principais artistas de São Paulo desde quando, ainda muito jovem, tomou parte no Grupo dos 19. PONTUAL, pág. 253; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 370; MEC, vol. 1, pág. 466; JULIO LOUZADA, vol. 1, pág. 448; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág.649; ARTE NO BRASIL, pág. 803; LEONOR AMARANTE, pág. 376; Acervo FIEO.

366 - OSCAR PEREIRA DA SILVA - (1867 - 1939)
Base: R$ 5.500,00 - Frutas - ost - 28 x 36 - cie
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 177 deste catálogo.

367 - GILVAN SAMICO - (1928)
Lance Livre - " A queda do anjo " - xilo. 105/110 - 46 x 30 - cie - 1965
Reproduzido na pág. 85 do livro: " Samico - 40 Anos de Gravura ".Batizado Gilvan José Meira Lins Samico, o artista nasceu em 15/6/1928, na capital pernambucana de Recife. Inicia-se na pintura como autodidata. Em 1948, freqüenta a Sociedade de Arte Moderna do Recife. Estuda xilogravura com Lívio Abramo, em 1957, na Escola de Artesanato do Museu de Arte Moderna de São Paulo. Em 1958 estuda gravura com Oswaldo Goeldi na Escola Nacional de Belas Artes-RJ. Em 1968, recebe o prêmio viagem ao exterior no 17º Salão Nacional de Arte Moderna-MAM-RJ. Em 1971, integra o Movimento Armorial, voltado à cultura popular nordestina e à literatura de cordel. Os quarenta anos de gravura do artista foram comemorados em 1997 com importante exposição no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro. JULIO LOUZADA vol.10, pág. 784; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 720; ARTE NO BRASIL, pág. 688.

368 - PAUL LEMASSON - (1897 - 1971)
Base: R$ 1.300,00 - Paisagem - osc - 27 x 22 - cid
Pintor francês nascido em Saint Mars du Désert e falecido em Nantes. Estudou na Escola de Belas Artes de Nantes e na de Paris onde teve como professor Fernand Cormon, aluno de Maurice Denis. Ao mesmo tempo também se especializou na técnica de afrescos no ateliê de Paul Baldoin, aluno de Puvis de Chavannes. Assina Paul Lemasson J. ou Paul Lemasson Jeune ( de jovem) para se diferenciar de seu irmão mais velho Albert Lemasson, também pintor. De 1927 a 1946 realizou diversas pinturas murais em igrejas, muitas vezes junto com seu irmão. Sua primeira exposição individual foi em 1935 e outras se seguiram no Brasil, Estados Unidos, Canadá, Chile, Peru e em Paris. Seu talento foi popularizado entre os anos 50 e 60, nos Estados Unidos, pela reprodução de suas pinturas e até mesmo em 'puzzles'. paullemasson.free.fr; JULIO LOUZADA VOL. 1, PÁG. 535; artnet.com; arcadja.com; askart.com; artprice.com; artfact.com.

369 - HENRIQUE BOESE - (1897 - 1982)
Base: R$ 2.200,00 - Paisagem - g - 42 x 30 - cie - 1975
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 073 deste catálogo.

370 - BENEDITO CALIXTO DE JESUS - (1853 - 1927)
Base: R$ 150.000,00 - "Marinha - Praia de São Vicente" - ost - 53,5 x 100,5 - cie
Reproduzido no convite e na capa do catálogo deste leilão. - Reproduzido sobre o número 190 no CD-Rom - Benedito Calixto 150 Anos, editado pela Fundação Pinacoteca Benedito Calixto - Santos-SP. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 130 deste catálogo.

371 - FABIO COLOMBINI - (1964)
Lance Livre - Folhas - foto - 13 x 17
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 024 deste catálogo.

372 - TARSILA DO AMARAL - (1890 - 1973)
Base: R$ 2.000,00 - Paisagem Antropofágica - dn - 16 x 23 - cid
Procedente da coleção do crítico de arte José Henrique Fabre Rolim, São Paulo. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 057 deste catálogo.

373 - BETH MAGLI - (1944)
Lance Livre - Natureza morta - a - 50 x 70 - cid - 1995
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 017 deste catálogo.

374 - OMAR PELEGATTA - (1925 - 2000)
Lance Livre - Pescadores - ost - 55 x 46 - cid
Com etiqueta do ateliê do autor, no dorso. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 061 deste catálogo.

375 - RUBENS GERCHMAN - (1942 - 2008)
Base: R$ 30.000,00 - "Beijo" - ost - 90 x 130 - cid e d - 1999
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 095 deste catálogo.

376 - HEITOR DOS PRAZERES - (1898 - 1966)
Base: R$ 2.500,00 - " Dançarinos " - ost - 50 x 61 - cid - 8.4.63 - Rio
Com autenticação da família do artista, na pessoa do curador da obra, Sr. Heitor dos Prazeres Filho. -Compositor e pintor, iniciou-se na pintura em 1937. São seus temas preferidos o samba, favelas cariocas, mulatas e malandros. Participou da I Bienal de SP (1951), sendo nela premiado. Mostrou a sua obra em diversas exposições, no Brasil e no exterior. JULIO LOUZADA, vol.11, pág.247; MEC. Vol.3, pág.400; WALMIR AYALA. Vol.2, pág.194; TEIXEIRA LEITE, pág.408; PONTUAL, pag.439; ITAÚ CULTURAL; WALTER ZANINI, pág.810; LEONOR AMARANTE, pág. 266; 673; Acervo FIEO.

377 - MARCIO SCHIAZ - (1965)
Lance Livre - " Casario B " - ost - 100 x 80 - cid e d - 2005
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 015 deste catálogo.

378 - DIONISIO DEL SANTO - (1925 - 1999)
Lance Livre - " Permuta XCI = 1/1 " - lito. 91/300 - 48 x 48 - cid - 1974
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 111 deste catálogo.

379 - MILLAN HORVAT - (1946)
Lance Livre - Paisagem - ose - 110 x 39 - cid - 1979
Com autenticação da Galeria de Arte André - São Paulo, datada de 23 de Fevereiro de 1989. - - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 032 deste catálogo.

380 - WALTER LEWY - (1905 - 1995)
Lance Livre - Surreal - ost - 33 x 46 - cid e d - 1974
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 070 deste catálogo.

381 - ALBERTO DA VEIGA GUIGNARD - (1896 - 1962)
Base: R$ 1.600,00 - Cristo - dn - 20 x 14 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 160 deste catálogo.

382 - JOSÉ MONTEIRO FRANÇA - (1875 - 1944)
Lance Livre - Marinha - osm - 23 x 32 - ci
Natural da cidade paulista de Pindamonhangaba. Foi aluno de Henrique Bernardelli na ENBA-RJ, seguindo posteriormente para a Europa, mercê de bolsa concedida pelo Executivo Paulista. Pintou naturezas-mortas e figuras, destacando-se com suas sensíveis paisagens. LAUDELINO FREIRE, pág. 513; THEODORO BRAGA, pág. 164; REIS JR, pág. 366; MAYER/1984, pág. 1040, TEIXEIRA LEITE, pág. 332, RUTH TARASANTCHI.

383 - RUBEM LUDOLF - (1932 - 2010)
Base: R$ 2.500,00 - Composição geométrica - dn - 26 x 26 - cid
Batizado Rubem Mauro Cardoso Ludolf, o artista nasceu em Maceió-AL. Foi pintor, arquiteto e paisagista, formou-se em 1955 pela Escola Nacional de Arquitetura da Universidade Brasil-RJ. Foi aluno de Ivan Serpa no curso livre de pintura do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ. Integrou o Grupo Frente entre 1955 e 1956. "Apesar de os artistas concretos do Rio de Janeiro logo terem se desvinculado da ortodoxia do Grupo Ruptura de São Paulo, criando o movimento neoconcreto, Ludolf manteve-se fiel aos princípios teóricos que nortearam o manifesto paulista. Sua obra seguiu regularmente as questões das estruturas seriadas,dos efeitos ópticos orientados pela visão gestáltica do espaço, da cor programada." Ligia Canongia, in PROJETO Arte Brasileira: abstração geométrica 2. Rio de Janeiro: Funarte. Instituto Nacional de Artes Plásticas, 1988. O artista expõe individualmente a partir de 1958 e coletivamente participa de exposições desde 1954. ITAUCULTURAL; TEIXEIRA LEITE, pág. 292; WALTER ZANINI, pág. 676; MEC, vol. 2, pág. 511.

384 - MACIEJ ANTONI BABINSKI - (1931)
Base: R$ 5.000,00 - Paisagem com figuras - ost - 70 x 100 - csd - 1971
Natural de Varsóvia, Polônia, viveu sucessivamente na Inglaterra e no Canadá, radicando-se em 1953 no Brasil. Antigo aluno de Maurice Denis em Paris, e expoente da pintura abstracionista canadense. Babinski foi colega de Goeldi, de quem adotou a linguagem expressionista. Esplêndido gravador. Atualmente vive é ativo no Ceará. TEIXEIRA LEITE, pág. 48; PONTUAL, págs. 46 e 47; MEC, vol. 1, pág. 157; WALMIR AYALA, vol. 1, pág. 69; JULIO LOUZADA, vol. 11, pág. 24; ITAU CULTURAL; WALTER ZANINI, pág. 720; ARTE NO BRASIL, pág. 903, Acervo FIEO.

385 - JOSÉ SABÓIA - (1949)
Lance Livre - Colheita - ast - 30 x 50 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 046 deste catálogo.

386 - ANTONIO PESSOA - (1943)
Lance Livre - Figura - e em b - h = 20 - ass.
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 052 deste catálogo.

387 - HEINZ KUHN - (1908 - 1987)
Lance Livre - Mulheres - p - 61 x 48 - ci - 1952
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 087 deste catálogo.

388 - ANTONIO AUGUSTO MARX - (1919 - 2008)
Base: R$ 3.500,00 - Figura - ost - 100 x 100 - cid e d - 1995
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 012 deste catálogo.

389 - MILTON DACOSTA - (1915 - 1988)
Lance Livre - Natureza morta - ser. 11/100 - 50 x 75 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 090 deste catálogo.

390 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Base: R$ 29.000,00 - Galo - tm - 116 x 160 - cie - 1967
Reproduzido no convite deste leilão. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.

391 - SHIGEO NISHIMURA - (1918 - 1983)
Lance Livre - Pêras - ost - 30 x 50 - cse - 10.02.1975
Paulistano de Catanduva, onde nasceu em 22/7/1918, e falecido em São Paulo-SP, aos 11/7/1983. Foi aluno de Juarez Almada Fagundes e Paulo Vergueiro Lopes Leão, na Escola de Belas Artes de São Paulo. Fixou-se em São Paulo a partir de 1946, participando de salões oficiais. Foi aluno de Bernardino de Souza Pereira durante quatro anos, em Itanhaém-SP. Sérgio Cavalcanti, na década de 80 comentava: " ... Shigeo transitava com delicadeza entre a técnica clássica e a pós-impressionista.Variava o tema, denotando sempre segurança, precisão e equilibrio. Nas cores preferia a suavidade, espelho do próprio artista." Individual em 1989 - póstuma no MASP-SP. Recebeu em vida diversos prêmios em salões oficiais. JULIO LOUZADA, vol 04 pag 1031

392 - TARO KANECO - (1953)
Lance Livre - Morro - ost - 50 x 60 - cid - 1980
Pintor e arquiteto, Taro Kaneko nasceu na cidade paulista de Gália, em 19 de maio de 1953. Em 1978, forma-se em arquitetura na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, apresentando como trabalho final de graduação uma exposição individual denominada Cores nos Bairros Populares, constituída de pinturas, desenhos, colagens, fotografias. Entre as mostras de que participa, destacam-se: Salão Paulista de Arte Contemporânea, São Paulo, 1972 e 1985; Salão Paulista de Belas Artes, São Paulo, 1978 (Prêmio Conselho Estadual de Cultura); Salão Brasileiro de Arte, na Fundação Bienal de São Paulo, 1980; Salão Nacional de Artes Plásticas - Funarte, Rio de Janeiro, 1980 e 1981; Bienal Ibero-Americana do México, México, 1984 e 1986; Arte na História da Imigração Japonesa, no Museu de Arte de São Paulo, 1986. ITAÚ CULTURAL; JULIO LOUZADA, vol 9, pág 840.

393 - SUZANA GASPARIAN - (XX)
Lance Livre - Composição - a - 50 x 70 - cid
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 197 deste catálogo.

394 - TSUGUMASA NOJIRI - (1948)
Lance Livre - Colheita - ost - 80 x 60 - cie e d - 1989
Natural de Tukushima, Japão. Procura transportar para as telas toda a beleza das cores do clima tropical brasileiro, terra que adotou para exprimir a sua bela arte. Participou de diversas mostras coletivas, inclusive oficiais, recebendo premiações e excelente crítica. JULIO LOUZADA vol. 3 pág. 810

395 - VICENTE MECOZZI - (1909 - 1964)
Lance Livre - Natureza morta - ostce - 30 x 40 - cid - 1946
Vicente Caetano Onorato Mecozzi era natural de Frascatti-Itália, vindo a falecer na cidade de São Paulo-SP. Pintor, veio para o Brasil com o pai, o pintor Arnaldo Mecozzi, fixando residência em São Paulo. Nesta cidade estudou na Escola de Belas Artes, e teve aulas com seu pai e com o pintor Lopes de Leão. Foi um dos incentivadores do Sindicato dos Artistas Plásticos e fundador do Clube de Artistas de São Paulo. Decorou, junto com o pai, o Santuário do Sagrado Coração de Maria e a Capela Funerária dos Padres Jesuítas no Cemitério do Santíssimo, além da Matriz do Brás, de Jundiaí e de Santos. Por volta de 1940, passou integrar a Família Artística Paulista - FAP. Coletivas desde 1934, figurando com regularidade nas mostras do Salão Paulista de Belas Artes, onde recebeu diversas premiações. JULIO LOUZADA vol. 2, pág. 661; ITAÚ CULTURAL ; WALTER ZANINI, pág. 587; ARTE NO BRASIL, pág. 798.

396 - JOSÉ SILVEIRA D'AVILA - (1924 - 1985)
Lance Livre - " Recife " - af o cm - 18 x 23 - cid
Pintor, gravador, escultor e vitralista natural de Florianópolis, SC. Estudou pintura e escultura na antiga ENBA, onde foi premiado diversas vezes. No SNAM alcançou inicialmente isenção de Juri e Prêmios Viagem ao País e ao Estrangeiro. Em 1950 organizou juntamente com Carlos Oswald, o Ateliê de Arte para incremento da gravura. Coletivas a partir de 1953, obtendo diversas premiações em Salões Oficiais. JULIO LOUZADA, vol 4 pág. 302. ITAÚ CULTURAL.

397 - BETH MAGLI - (1944)
Lance Livre - Frutas tropicais - a - 50 x 70 - cid - 1995
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 017 deste catálogo.

398 - TITO DE ALENCASTRO - (1934 - 1999)
Lance Livre - Composição - ost - 18 x 15 - cie
Com certificado de autenticidade, firmado por Yur Fogaça, no dorso. - Ver nota sobre o autor na descrição do lote 081 deste catálogo.

399 - PAULO CALAZANS - (1947)
Lance Livre - " Varal de Santos " - ast - 50 x 30 - d
Tríptico.Mineiro de Caratinga, onde nasceu a 25 de maio de 1947. Gravador, desenhista, fotógrafo e poeta. Dos 15 aos 30 anos executou trabalhos na área visual (pintura, ilustração, gravura, fotografia, cenografia, entre outros), o que gerou a sua formação atual. Sua obra reflete várias tendências, ora passando uma releitura na História da Arte no período 1300/1950, ora desenvolvendo imagens a partir do inconsciente racionalizado. Individuais e coletivas a partir de 1983, com premiações. JULIO LOUZADA vol.11, pág. 49.

400 - ALDEMIR MARTINS - (1922 - 2006)
Lance Livre - Siri - lito. 10/100 - 23 x 16 - cid - 1996
- Ver nota sobre o autor na descrição do lote 001 deste catálogo.